quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

América dá inicio a temporada 2017

Periquito volta ao Ademir Cunha com as atenções voltadas para 2017 | Foto: Tercio Trindade


O ano de 2017 já começou pro América. É bem certo que é feriado no Recife, Dia de Nossa Senhora da Conceição, mas pro América o feriado foi de muito trabalho, já com os olhos mirando a estreia no Campeonato Pernambucano, previsto para o dia 4 de janeiro, quando o América visita a cidade de Vitória de Santo Antão para sua primeira decisão.

No Ademir Cunha, o Periquito iniciou suas atividades sob o comando de Luciano Ribeiro, técnico das categorias de base do Alviverde da Estrada do Arraial e que voltará a ser o auxiliar técnico do time profissional. Sem poder contar com 100% do elenco em mãos, foram realizados atividades físicas, passe e movimentação, além dos trabalhos específicos com os goleiros. Ao todo, vinte jogadores trabalharam nesta manhã, a maioria vindo das categorias de base, contando também com alguns remanescentes da Série D, além de quatro novatos.

Nesta sexta-feira, o elenco volta a se apresentar na pela manhã para atividades em dois períodos na orla de Olinda, em Bairro Novo. E no sábado os atletas que estão disponíveis farão um trabalho de bola pela manhã, no Estádio Ademir Cunha, em Paulista.

sábado, 26 de novembro de 2016

AMERICA'S OLD PLAYERS: O ZAGUEIRO TOMIRES

            Hoje vamos lembrar de mais um grande jogador que vestiu no passado a camisa do América do Recife. Estamos falando do zagueiro Tomires de Souza Galvão, mais conhecido por apenas Tomires. O ex-zagueiro nasceu no dia 08 de fevereiro de 1928 na cidade alagoana de Barra de Santo Antônio (na época, um distrito da cidade de São Luiz do Quitunde), que fica na Região Metropolitana de Maceió e há 40 km de distância da capital do estado.
            Aos 16 anos, Tomires iniciou sua vida esportiva atuando no CRB de Alagoas, onde ganhou o apelido de cangaceiro devido à sua característica, que era de forte marcação e no clube regatiano ganhou o bicampeonato alagoano 1950/1951, sendo em 1950 contra o Esporte Clube Barroso e no ano seguinte contra o Ferroviário Atlético Clube. Em 1949, Tomires marcou o 8° gol na goleada do CRB sobre o Comércio Esporte Clube por 14x0, peça fundamental de um time formado por Bandeira; Divaldo e Miguel Rosas; Cacau, Tomires e Pedrosa; Zé Cícero, Arédio, Laxinha, Dario e Carlos Santa Rita.
CRB bicampeão alagoano 1951. Crédito: museudosesportes.blogspot.com.br/
            Ainda em 1951, transferiu-se para o América do Recife, onde compondo o esquadrão com Zé Paulo; Decadela e Dadá; Tomires, Pedrinho e Astrogildo; Isaías, Hamilton, Macaquinho, Neca e Dario, ajudou o clube a chegar ao vice-campeonato estadual em 1952, quando infelizmente perdeu para o Náutico, entretanto, em maio de 1953, o América derrotou o mesmo Náutico na final da Taça Benjamim Gonçalves, conquistando o troféu.
América do Recife em 1952. Tomires é o primeiro em pé. Crédito: Revista Esporte Ilustrado. 
            A Portuguesa de São Paulo foi o destino de Tomires em 1953, ano em que com o time do Canindé participou de excursão por Peru, Colômbia e Equador. O time formado por Muca; Valter e Djalma Santos; Nena, Renato e Lindolfo; Tomires, Brandãozinho, Julinho, Bento e Dias obteve resultados como o empate em 1x1 e as vitórias por 4x0 e 3x0 contra o Alianza Lima, as vitórias por 2x0 contra o Sport Boys e 3x1 contra o Universitário e o empate em 1x1 contra o Deportivo Municipal. O time luso seguiu para a Colômbia onde obteve vitórias sobre o Santa Fé por 4x2, sobre o Atlético Nacional por 4x1 e sobre o Millonários por 2x1 e empate sem gols contra o Santa Fé, o que lhe rendeu o título do torneio. O time voltou para São Paulo após vitória no Equador sobre o Barcelona de Guayaquil por 2x0.
            O Flamengo, campeão carioca de 1953, o levou para o Rio de Janeiro em 1954 e com Tomires no elenco, o rubro-negro do treinador paraguaio Fleitas Solich chegou ao título do Torneio Internacional do Rio de Janeiro de 1954 após golear La Coruña da Espanha por 4x1 e Fluminense por 5x2, com um time formado por Garcia; Tomires e Pavão; Servílio, Dequinha e Jadir; Joel, Rubens, Índio, Benitez e Zagallo. Em 1955, o Flamengo além de conquistar o bicampeonato do Torneio Internacional (venceu a dupla argentina Racing (por 2x1) e Independiente (por 3x0)), logrou também o tricampeonato carioca.
Tomires em pé junto com Dida e Zagallo (de branco) no Flamengo  dos anos 50. Crédito: museudosesportes.blogspot.com.br. 
            Em 1959, Tomires voltou a Pernambuco para defender o Sport do treinador Palmeira, onde encerrou a carreira em 1962, depois de conquistar o bicampeonato pernambucano, vencendo o Náutico em 1961 e o Santa Cruz em 1962, sendo peça fundamental no time formado por Dirceu; Nélson e Alemão; Leduar, Tomires e Nenzinho; Lanzoninho, Djalma, Renato, Betancourt e Elcir.
Tomires no Sport em 1962. Crédito: Revista do Esporte.

            Seu último clube foi o Treze de Campina Grande aonde chegou em 1963. No “Galo”, chegou ao título de campeão paraibano invicto de 1966, lucrando em 14 jogos, 12 vitórias e 2 empates, marcando 28 gols e levando apenas 5. O Treze campeão de 1966 alinhava com Augusto; Braga, Tomires, Djair e Romildo; Martinho e Soares; Lima, Lelé, Canhoto e Adeíldo. Após encerrar a carreira em 1967, trabalhou no setor administrativo do Sport e depois como taxista no Rio de Janeiro. Tomires faleceu em 10 de junho de 1998. 
Tomires (o último em pé) no Treze/PB em 1964. Crédito: museudoesportedecampinagrande.blogspot.com.br.

sábado, 20 de agosto de 2016

Juniores de América e Sport se reencontram na Ilha


Na tarde deste sábado Sport e América se reencontram na Ilha do Retiro pelo Campeonato Pernambucano de Juniores. Campeão e vice-campeão, respectivamente as duas equipes retornam a campo pela primeira vez, após o empate em 0x0 que definiu o titulo estadual da categoria na temporada passada.

Em partida válida pela segunda rodada da segunda fase do Campeonato Pernambucano, o América foi o único vitorioso na rodada de estreia, vencendo o Salgueiro por 2x0 no Ademir Cunha, ambos os tentos marcados por Jonatas Rey. Já o Sport vem de um empate fora de casa contra o Porto, em Caruaru.

Para a partida de logo mais, FPF escalou o árbitro Alexsandro Rodrigues e os assistentes Ricardo Bezerra Chianca e Fabricio Leite Sales. Com entrada franca, Sport x América se enfrentam às 15 horas, na Ilha do Retiro.

sábado, 13 de agosto de 2016

Vai começar a segunda fase do sub 20

América estreia essa semana contra o Salgueiro em Paulista a sua luta no quadrangular por uma de duas vagas que pode levá-lo à semifinal do PE sub 20. O jogo é válido pelo grupo F, que além de América e Salgueiro tem Porto e Sport.

O time Alviverde vem mostrando evolução desde sua partida inaugural no certame contra o Santa Cruz. Dessa forma a expectativa é que esteja forte para o duelo contra o Salgueiro nesta tarde. E tem que estar, pois o time sertanejo foi absoluto no seu grupo D, na primeira fase. Alguns jogadores que serviram ao futebol profissional e ainda fazem parte do elenco sub 20 do América devem reintegrar o time a partir de agora enquanto não são negociados. 

A torcida Alviverde pode acompanhar o jogo neste sábado a partir das 15:00 hs. O jogo será arbitrado por Diego Lima com o auxílio de Cleberson Leite e Gilberto Farias.

quinta-feira, 11 de agosto de 2016

PARTICIPE! Sorteio de uma camisa do América!



A turma do Blog do Mequinha, junto com a AMA (Associação Amigos do América) resolveu dar uma forcinha para o América. Por incrível que pareça, os custos para participar do SUB-20 consegue ser superior a Série D do Campeonato Brasileiro, isso porque os custos de viagem e hospedagem onde na competição nacional são arcados pela CBF, no estadual de Juniores são arcados pelo clube.

Classificado para segunda fase do Campeonato Pernambucano SUB-20, o América terá pela frente viagens para para o sertão e agreste, para enfrentar o Salgueiro e o Porto de Caruaru. Pensando em minimizar estes custos, nós que formamos um grupo de torcedores resolvemos arregaçar as mangas e fazer algo. Enfim, conseguimos uma camisa de jogo do América utilizada nas temporadas 2015 e 2016 fornecida pela Garra Team e ela será rifada ao valor de R$ 5 (cinco reais).

Quem quiser participar, a forma de pagamento é bem simples, pelo PagSeguro, dando condições de fazer o pagamento através de um boleto bancário ou débito em conta! E o sorteio será realizado no dia 27 de agosto. Iremos entregá-la em qualquer local do Brasil, sem custos de frete ao ganhador! Esperamos o apoio de todos que nos acompanham neste espaço e que assim como nós nutrem um carinho especial pelo América.