segunda-feira, 29 de junho de 2009

9ª Rodada: Classificação geral da Série A2

GRUPO B: 27/06 15h15 - América 2 x 4 Vera Cruz (Jacosão, Vicência) 28/06 20h30 - Centro Limoeirense 1 x 0 Atlético Pernambucano (José Vareda, Limoeiro) 28/06 20h30 - Ferroviário W x O Surubim (Gileno de Carli, Cabo de Santo Agostinho)

domingo, 28 de junho de 2009

O América e a Lei de Murphy

“se alguma coisa pode dar errado, com certeza dará“. É o dito popular que melhor define o atual momento do América, que desde 1996 amarga a Série A2. Realizamos uma campanha pífia na Série A2 do Campeonato Pernambucano que terminou manchando os 95 anos de existência do América e, se já não bastasse, realizou a sua pior campanha no campeonato, não conseguindo passar da primeira fase e tornando-se lanterna de um grupo que já tinha um adversário eliminado por falta de estádio, o Surubim. As últimas gotas de esperança começaram a cair quando o Ferroviário do Cabo venceu o Centro Limoeirense com o placar de 2 x 0 no estádio Carneirão, em Vitória de Santo Antão. A partir daí o América tinha a obrigação de vencer o Vera Cruz em casa no Jacosão, para tentar a classificação na última rodada, torcendo por um tropeço do Ferroviário do Cabo contra o Atlético Pernambucano, contudo não foi bem assim. O Mequinha começou bem a partida logo aos 8 minutos da 1º etapa abriu o placa nua bela jogada feita pelo meia Léo Batista, depois disso continuou a pressionar a defesa do Vera Cruz, até lançar um bomba na trave pelo atacante Thiago, mas infelizmente o América ficou por aqui. Só deu Vera Cruz na partida aos 22 minutos empatou o jogo já na segunda etapa o Vera Cruz humilhou e marcou mais 3 gols. No finalzinho da partida nua outra bela jogada de Léo Batista o Juiz Emerson Sobral marcou pênalti, Thiago foi pra cobrança e diminuiu para o Mequinha final América 2x4 Vera Cruz. O momento é de tristeza e, provavelmente, o capítulo mais triste do Campeão do Centenário. Mas consumado o descenso e assimilado o golpe, não podemos ficar chorando. Ninguém morreu. O América continua vivo, abatido, é claro, mas vivo como nunca. O Glorioso Alviverde é imortal e não será um desclassificação que apagará seus 95 anos de glórias. Não temos tempo para abaixar a cabeça. É hora de ação, já que vimos muito pouco dela ao longo desse Brasileiro. Faltam pouco mais de três meses para termos um novo campeonato e é OBRIGAÇÃO levantarmos, erguer a cabeça e começarmos vida nova. A Copa Pernambuco, apesar de não nos dar nenhuma vaga de acesso a elite pernambucana, tem previsão para iniciar no mês de setembro e praticamente um novo elenco inteiro será criado com o elenco da categoria de base, esta por sua vez, deverá ser depositada nossas esperanças para a Série A2 2010 de sucesso. Mas essas são as soluções que devem começar a ser pensadas ONTEM. Ainda há muito mais trabalho pela frente.

O sonho acabou

A tarde deste sábado ficará marcada na história do América Futebol Clube não por mais uma conquista, como em tempos idos de glórias, mas por uma frustração que só o tempo conseguirá confortar. A data 27 de junho de 2009 irá persistir como um fantasma do natal passado em que o mequinha saiu de cena no papel de mero figurante numa competição, teoricamente, teria tudo para ser um dos fortes candidatos a levantar o troféu da série A2 2009 devido sua força história de tamanha tradição e por ter feito uma boa campanha em 2008 terminado na terceira posição.
Neste dia indiscutivelmente trágico o alviverde não teve forças para bater dentro de seus próprios domínios a equipe do Vera Cruz e acabou derrotado por 4x2. Não se pode levar a causa da desclassificação apenas por esta partida, isto é resultado de uma ação já pressuposta, desde o início com a derrota para o Atlético Pernambucano a pequena torcida esmeraldina sempre fiel ao clube esperava melhores resultados rodada após rodada e infelizmente ela não chegava, ora por falta de sorte ora por falta de qualidade do plantel, nem mesmo jogadores experientes e reconhecidos no cenário regional que compunham o elenco como Givaldo (ex-Central), Léo Baptista (destaque deste ano pela Cabense na 1° divisão) e Petróleo (ex-Santa Cruz) que chegou mais tarde para reforçar o time que ainda contava com alguns atletas remanescentes do ano passado. A falta de vitória, a não dedicação ao máximo de alguns jogadores que em certas ocasiões foram vistos nos bares de Vicência em momento não propício (esta denuncia foi feita por pessoas da impressa local que depois repassaram a informação para nossa equipe) e até mesmo a falta de sorte culminou para a precoce saída do campeão do centenário da competição.
Nos jogos que conseguimos fazer a cobertura presenciamos uma diretoria entusiasmada e confiante nos bons resultados representada pelo carismático presidente Sérgio Serpa, que fazia questão de acompanhar todas as partidas, de nos manter sempre informado das novidades e a par de todas as notícias, pena que sua confiança tão vivaz não refletiu dentro de campo nos momentos decisivos em que a vitória era indispensável. Claramente estamos tristes assim como a diretoria, a velha guarda dos simpáticos torcedores porque este que prometia ser o ano da redenção do glorioso da Estrada do Arraial pelos seus grandiosos 95 anos de existência passaram em branco não condizente ao passado vitorioso de uma imponente agremiação esportiva tanta vezes campeã. Agora resta somente analisar os erros para não serem cometidos futuramente.
Próximo ano dias melhores virão...

sexta-feira, 26 de junho de 2009

9ª Rodada: Classificação Geral

Grupo A: 25/06 15h15 - Pesqueira 5 x 2 Afogadense - Joaquim de Brito (Pesqueira) 25/06 15h15 - Belo Jardim 1 x 2 Flamengo - Mendonção (Belo Jardim) 25/06 20h30 - 1º de Maio 1 x 1 Araripina - Paulo Coelho (Petrolina) Grupo B: 27/06 15h15 - América x Vera Cruz - Jacosão (Vicência) 28/06 20h30 - Centro Limoeirense x Atlético - José Vareda (Limoeiro)

Missão continua... secar o Ferroviário do Cabo!

Hoje é dia do América secar, torcer contra, cruzar os dedos, pagar promessa, bater bombo ou qualquer coisa do tipo. Como todos já sabem, o Ferroviário irá jogar contra o Centro Limoeirense, ainda válida pela sexta rodada da Série A2 e será um divisor de águas para o América. O Ferroviário perdendo, nosso Mequinha ultrapassará o Ferroviário nos saldo de gols e podendo até ultrapassá-lo, caso vença o Vera Cruz amanhã, válido pela nona rodada. Portanto, é cruzar os dedos e secar o time de Cabo de Santo Agostinho. Curiosamente, esta será a terceira tentativa de realização desta partida, não ocorrida duas vezes devido às fortes chuvas, deixando o estádio onde o Ferroviário do Cabo manda seus jogos, o Gileno de Carli, totalmente sem condições para a realização da partida, a partida deveria ter ocorrido na segunda-feira, dia 22/06 e no dia 14/06, domingo. Para que não corra o risco de ocorrer uma quarta tentativa, a Federação Pernambucana decidiu transferir o jogo para Vitória de Santo Antão, no Carneirão, fato que deixou a diretoria do Ferrim bastante irritada. O jogo terá início às 15h15. E nós aqui, na missão de secar o Ferroviário!

quinta-feira, 25 de junho de 2009

Datas das partidas do Grupo B são alteradas

As partidas do Grupo B válidas para a nona rodada da Série A2 do Campeonato Pernambucano que iriam ser hoje e dia 28/06 foram alteradas, isso devido ao jogo Ferroviário x Centro Limoeirense, válido ainda pela sexta rodada não ter ocorrido e ser um jogo chave para o futuro do grupo.
A partida entre o Ferroviário e o Centro Limoeirense ocorrerá amanhã, dia 26/06 às 15h15 em Vitória de Santo Antão, no Estádio Carneirão. América Futebol Clube x Vera Cruz Futebol Clube de 25/06 para 27/06 (sábado), às 15h15 Estádio Jacosão, Vicência Centro Limoeirense x Clube Atlético Pernambucano de 25/06 para 28/06 (domingo), às 20h Estádio José Vareda, Limoeiro Vera Cruz Futebol Clube x Centro Limoeirense de 28/06 para 01/07 (quarta-feira), às 20h Estádio Carneirão, Vitória de Santo Antão Clube Atlético Pernambucano x Ferroviário Esporte Clube do Cabo de 28/06 para 01/07 (quarta-feira), às 15h15 Estádio Municipal de Água Preta, Água Preta

Mais Parcerias!!!

O Blog do Mequinha a cada dia cresce mais! Entramos em acordo com diversos blogs, e firmando parcerias, fazendo com que o nome do América Futebol Clube do Recife volte a ser lembrado como antigamente. Agora a nova geração que nunca ouviu falar do Glorioso Alviverde, terá a oportunidade, graças ao apoio destes conceituados blogueiros. Em breve o Blog do Mequinha estará nestes, na parte de Links destes blogs:
Blog do Torcedor: No comando de Marcelo Cavalcante juntamente com Breno Pires o Blog do JC Online faz comentários e análises do futebol brasileiro e mundial.
Crônica Esportiva: Diego Mesquita, é um amazonense radicado no Rio de Janeiro e estudante de Jornalismo. Aborda em seu blog de forma clara o mundo esportivo. Futebol com Gestão: Sob o comando de Luiz Carlos Nascimento e Raphael Santos, o Futebol com Gestão aborda o futebol atrás das quatro linhas.
Goleada PE: Aurino Rosendo, Sérgio Oliveira e Luciano Vaz apresentam muita informação, estatísticas e opinião sobre o mundo do futebol e outros esportes.
O Pernambucano: Gutemberg Xavier é estudante da Universidade Católica de Pernambuco, e desde 2007, vem abordando através de seu blog sobre Pernambuco.
Vicência Vip: É o portal online sobre o município de Vicência, local onde o América vem levando seus jogos. Além de notícias locais, o site aborda noticias do Brasil e do mundo.

Nordestebol: Blog especializado no futebol nordestino, com a edição de Marcelo Araújo.
Obrigado a todos! A torcida americana agradece.

quarta-feira, 24 de junho de 2009

Vitória é obrigação para o América

O que esperar de um América x Vera Cruz?
Vamos começar pelo adversário. A equipe do Vera Cruz, treinada por Givanildo Sales, tem jogadores conhecidos do futebol pernambucano, como o atacante Patrick, ex-Santa Cruz e Salgueiro. Perdeu a sua invencibilidade na última rodada contra o Atlético Pernambucano e desde o jogo contra o América, na penúltima rodada dos jogos de ida que não vence. Com a derrota na oitava rodada o Vera Cruz caiu para segunda posição no grupo B. Apesar da queda de rendimento do tricolor de Vitória, será uma pedreira.
O América iniciou o returno da Série A2 do Pernambucano com uma derrota dentro de casa contra o Atlético Pernambucano e um empate heróico dentro do José Vareda, contra o Centro Limoeirese e por fim, venceu fora da casa o Ferroviário do Cabo, no Gileno de Carli, mantendo assim, ainda nossas esperanças de passar para a próxima fase do Pernambucano, o único problema é que ainda não vencemos em nossos domínios, então, amanhã deverá ser o dia de desencantar de vez.
No Jacosão quem manda é o América e apesar de até agora não ter vencido em seu mando de campo, é obrigação ganhar de qualquer um aqui dentro. Não importa quem seja, tem que ganhar. Acho que está sendo feito um trabalho de remotivação do grupo pra esse jogo. Tem que estar… Os nossos jogadores têm que ter em mente que jogo de amanhã só a vitória nos interessa, visto que o Ferroviário já tem três pontos garantidos fáceis, devido ao W.O. do Surubim e não jogará nesta quinta-feira, ou seja empate é adeus ao sonho de retorna à elite do pernambucano.
Então arrisco-me a dar um palpite: amanhã vem mais uma vitória jogando em casa. O Vera Cruz depois que arrancou aquela vitória contra o América no Carneirão, nunca mais sentiu o gostinho da vitória. Então, uma vitória em cima do Galo, além de natural, servirá para remotivar o clube. Aí está a importância da vitória amanhã. Além de nos aproximar da segunda fase. Vale ressaltar que este será o último jogo do América (nesta fase, pois passaremos para próxima!), já que o jogo da última rodada da primeira fase é contra o Surubim, sendo assim, serão três pontos garantidos para o alviverde. Amanhã, o time do treinador João Alfredo ou vence ou será instalada a decepção nos 95 anos do Mequinha.
O América terá o desfalque de Alemão, expulso na última partida contra o Ferroviário e o possível retorno do atacante Robson que cumpriu suspensão, expulso na segunda etapa da partida contra o Atlético Pernambucano na sétima rodada. Enquanto a Mosinho, ainda é dúvida no meio campo do Alviverde, encontrando-se ainda do departamento médico do Mequinha.
Vou arriscar um 2×1. Não necessita dar show (ao menos por enquanto, vamos deixar para segunda fase), simplesmente os 3 pontos já nos satisfazem.
A vitória nesta quinta-feira é obrigação e devemos apoiar o Campeão do Centenário! A presença da torcida no Jacosão é fundamental!
O jogo ocorrerá às 15h15, quinta-feira, depois da ressaca do São João e espero que nenhum atleta esmeraldino fuja da concentração nesta quarta-feira para pular fogueira...

terça-feira, 23 de junho de 2009

Divulgado a arbitragem para a partida entre América e Vera Cruz

Foi realizado no dia 19 de junho, às 16h30 o sorteio na Federação Pernambucana pelo Sr. Diego Nascimento dos árbitros que irão apitar os jogos da nona rodada da Série A2 do Campeonato Pernambucano. ÁRBITRO: Cláudio Mercante ASSISTENTE N.º 1: Ubirajara Ferraz ASSISTENTE N.º 2: Ricardo Chianca 4º ÁRBITRO: Liga Local A partida ocorrerá no Jacosão, em Vicência nesta quinta-feira às 15h15.

Partida entre Ferroviário e Centro Limoeirense é novamente adiada

A partida válida pela sexta rodada da Série A2 do Campeonato Pernambucano entre Ferroviário do Cabo e Centro Limoeirense é adiada novamente, devido às fortes chuvas ocasionadas ontem à noite, deixando o Gileno de Carli ficou totalmente enxarcado.
A Federação Pernambucana irá divulgar uma nova data para a realização da partida. O Centro Limoeirense voltará a jogar nesta quinta-feira contra o Atlético Pernambucano, no Estádio José Vareda em Limoeiro às 20h30, já o Ferroviário irá descansar devido ao W.O contra o Surubim, ganhando automaticamente três pontos e a partida com placar de 1 x 0 para o time do Cabo de Santo Agostinho, com isso o Ferroviário amplia a vantagem para o América, ficando com doze pontos, três a mais que o Campeão do Centenário.

segunda-feira, 22 de junho de 2009

Missão do América é secar o Ferroviário

A atenção de americanos e torcedores do Ferroviário do Cabo estarão divididos nesta segunda-feira. Enquanto que o time do Cabo de Santo Agostinho procura manter a vantagem para o time alviverde, os comandados de João Alfredo irão ficar atentos a esta partida do Ferrim, contra o Centro Limoeirense. O Ferroviário vem de derrota para o América no placar de 1 x 0, enquanto o time de Limoeiro venceu o Surubim por W.O. A partida é válida ainda pela sexta rodada, que não ocorreu no dia 14 de junho devido às fortes chuvas, tornando impraticável a partida no estádio Gileno de Carli. Para isso, o Mequinha irá torcer para que Centro Limoeirense vença o Ferroviário. Assim, o América continuará empatado no total de pontos com o Ferroviário, no entanto abriria diferença no saldo de gols alcançando a quarta posição válida para a classificação para segunda fase da Série A2 do Campeonato Pernambucano. Já o Centro Limoeirense vencendo iria garantir a sua vaga para a próxima fase. Já uma vitória do Ferrim, deixaria o Campeão do Centenário mais difícil no campeonato, sendo obrigado a vencer de qualquer maneira o Vera Cruz nesta quarta-feira, em Vicência no Jacosão.
Ferroviário do Cabo x Centro Limoeirense ocorrerá hoje às 20h no Gileno de Carli.

domingo, 21 de junho de 2009

Assim ficou a Série A2, depois da 8ª rodada

Com os resultados de ontem, o Grupo A ficou ainda mais embolado, alternando as posições entre os cinco primeiros do grupo, o Flamengo de Arcoverde já está eliminado, segurando a lanterna do Grupo e apresentando a pior campanha da Série A2.
Já no grupo do América, o Grupo B, a briga fica entre o Mequinha e o Ferrim, deixando a quarta vaga para a segunda fase do campeonato em aberto. Ambos encontram-se com o mesmo número de pontos e de saldo de gols, porém, a vantagem é do time do Cabo de Santo Agostinho, com um jogo a menos. Vera Cruz, Atlético Pernambucano e Centro Limoeirense já estão classificados e brigam apenas pela liderança do grupo.
RESULTADOS: GRUPO A: 15h15 - Flamengo 1x2 Afogadense - Áureo Brádley 15h15 - Araripina 0x0 Belo Jardim - Chapadão do Araripe 16h00 - 1º de Maio 1x0 Pesqueira - Paulo Coelho GRUPO B: 15h15 - Surubim 0x1 Centro Limoeirense - Carlos Alberto de Oliveira (W.O.) 15h15 - Atlético 1x0 Vera Cruz - Municipal de Água Preta 20h00 - Ferroviário 0x1 América - Gileno de Carli

Sim... nós Vencemos!


A má fase e o belo horário (para não dizer outra coisa) que a FPF marcou o jogo deixaram o Gileno de Carli quase vazio. 

Além também dos resultados que Ferroviário e América vinham fazendo talvez seria promessa de um jogo fraco fizeram com que só os mais fiéis fossem ao Gileno de Carli acompanhar este jogo de seis pontos entre Ferroviário do Cabo x América. E como todos nós sabemos, "sábado à noite tudo pode acontecer..." E realmente aconteceu. 

O que se viu em campo foi um América aguerrido. Rápido, ofensivo, com muito o meio campo mais organizado. Verdade seja dita, o time ainda pecou nas finalizações como vinha ocorrendo nas partidas passadas. Com o gramado em péssimas condições devido à chuva e o refletor do lado das cabines que não estava acendendo atrasou a partida em 24 minutos. 

 O América começou a esquentar o jogo, através de uma falha da defesa do Ferrim com o atacante Petróleo, que quase abre o placar aos 40 segundos do 1° tempo. Aos seis minutos, Alemão sobre um cartão amarelo, devido a uma dividida com o meia do time do Cabo. Com o transcorrer da partida, houve muitas bolas perdidas do Ferroviário, sem muita emoção, o primeiro tempo termina sem gols. Novamente os refletores não acendem, atrasando mais uma vez o jogo. 

A partida reinicia com muitas faltas e, aos 13 minutos,Thiago manda uma bomba fora da área abrindo o placar para o América. Aos 21 minutos do segundo tempo devido a um carrinho, Rosinaldo é expulso da partida, desfalcando o América, mesmo assim, o Ferroviário não conseguiu demonstrar nenhuma reação, apenas realizou mais faltas. Agora, teremos mais três partidas que definirão o rumo do América. Dessas, duas serão jogadas e uma serão três pontos garantidas, devido à eliminação do Surubim. 

E a próxima será contra o poderoso Vera Cruz no Jacosão. O Galo tricolor sofreu sua primeira derrota nesta oitava rodada, contra o Atlético Pernambucano, no Estádio Municipal de Água Preta, e está a três rodadas sem vencer. Para que nós consigamos passar para a segunda fase da Série A2, o time terá inevitavelmente que vencer no Jacosão. 

Então, que busquemos esta vitória contra Vera Cruz e Atlético Pernambucano e torcer por mais um tropeço do Ferroviário, na próxima partida válida ainda pela sexta rodada, não realizada devido às péssimas condições de jogo devido às fortes chuvas no Cabo de Santo Agostinho. Ainda temos chances de conseguir a classificação para a segunda fase da Série A2. 

E vamos em busca dela... Eu Acredito! 
________
-->
Ficha do Jogo: Ferroviário do Cabo: Josias; Márcio, Caio, Saulo e Vitor; Mir, Alemão (Batore), Alex Abreu e Maurício, Lima (Baixinho) e Luciano. 

América: Pedro; Givaldo, Rosinaldo e Alemão; Gilvan, Rodrigo Costa e Thiago (Walter) ; Léo Luiz (Roger), Petróleo, Rony e Robson. 

Arbitro: Gilberto Castro Junior Assitente Nº 1: Marcelo Neves Assistente Nº 2: Clóvis Amaral

sábado, 20 de junho de 2009

Confirmada arbitragem no Gileno de Carli

Está confirmada a arbitragem para o jogo de logo mais no Cabo de Santo Agostinho, às 20 horas, no estádio Gileno de Carli. ÁRBITRO: Gilberto Castro Júnior ASSISTENTE N.º 1: Marcelo Neves ASSISTENTE N.º 2: Clóvis Amaral 4º ÁRBITRO: Liga Local

Novas parcerias do Mequinha

O Blog do Mequinha tem o maior prazer em fechar parcerias com o meuSport e com o http://www.bolanaarea.com/. O meuSport, é o site não oficial do Sport Club do Recife, contando também com o maior fórum sobre o Leão da Ilha, com cobertura completa com notícias e todas as informações do rubro-negro. Já o Bola n@ Área é um site que faz cobertura total das Segundonas dos Estaduais pelo Brasil, tornando-se um verdadeiro arquivo de futebol!

O Clube do Esporte aborda o futebol nacional e internacional, com a direção do jornalista Antonio Boaventura.

Aos novos parceiros, sejam bem vindos!

sexta-feira, 19 de junho de 2009

Desafio Esmeraldino: Vencer

O futebol é um esporte simples de se entender. O time que fizer mais gols durante um jogo vencerá e quem vencer muitos jogos alcançará o título, no entanto, os clubes que almejam conquistar a Série A2 do Pernambucano ou aqueles que brigam para não se desclassificar (olha o América!)… garantir vitórias no terreno adversário é fundamental. Desde que iniciou o campeonato pernambucano, o América ainda não venceu, muitos podem falar: E o jogo contra o Surubim? O Mequinha venceu por W.O! É sim... realmente venceu, mas vitória se ganha dentro de campo, coisa que o América ainda não fez. A última vitória do Alviverde foi no dia 1º de Maio, no amistoso contra o Carpinense, há exatos 49 dias... quase dois meses de jejum! Sábado contra o Ferroviário do Cabo, teremos o famoso jogo de seis pontos, ou seja, quem conseguir pontuar dará um importantíssimo passo para abocanhar a quarta vaga para a segunda fase da Série A2 e, consequentemente, ainda sonhar com uma das duas vagas à elite do futebol pernambucano. Ainda restam três rodadas e a nosso América disputará apenas duas dessa rodada, a última será o W.O contra o Surubim. Diante deste “tabu” de não conseguir vencer, já de olho no Ferrim, nosso próximo adversário na seqüência do Pernambucano, nossos jogadores não devem pensar outra coisa, a não ser na importância de conquistar estes preciosos pontos no Gileno de Carli. Como todos sabem, a partida de sábado ganha contornos de decisão porque o Ferroviário soma oito pontos, estando na quarta colocação do Grupo B, mas com um jogo a menos que o América. O ponto positivo (será?) é o possível retorno de Robson ao nosso ataque. Este será mais um jogo da vida do América...

quinta-feira, 18 de junho de 2009

7ª Rodada: Classificação Geral

Vídeos da partida contra o Atlético-PE já estão no Mequinha News

Finalmente após problemas com nosso equipamento todos os vídeos da partida realizada no dia 14/06 (domingo) valida pela 6° rodada da Série A2 os últimos a serem postados sãos os resumos do primeiro e segundo tempo. Acessem o Mequinha News e olhem os melhores momentos da partida do domingo passado e além disso no fotolog foram postados novas fotos também da partida contra o Atlético-PE. YouTube: http://www.youtube.com/user/mequinhanews Fotolog: http://fotolog.terra.com.br/mequinhadorecife

América e o Canto do Cisne



O empate de ontem foi o último suspiro ou será o primeiro passo da surpreendente recuperação? É mesmo. Enquanto houver chances, há esperança. O nosso periquito estaria ensaiando uma espécie de canto do cisne? Ou até mesmo vôo da fênix?

Como torcedor americano, me recuso a sequer imaginar que não iremos para a próxima fase. A missão ainda é complicada, mas devido ao empate do Vera Cruz com o Ferroviário do Cabo, ainda temos chances.

Mas do que não é capaz uma pontinha de esperança? Apesar do América sair atrás no placar (novamente) no início do primeiro tempo, o time acordou, partindo pra cima do Dragão de Limoeiro, empatando a partida com o meia Givaldo. Poderíamos ter saído de Limoeiro com uma vitória se aos 41 minutos do primeiro tempo, com Thiago cabeceando uma bola que daríamos como certa no gol, no entanto, disparou no travessão. No segundo tempo o jogo esfriou e manteve-se o placar de 1 x 1.

Para seguirmos em frente no Pernambucano A2, o Alviverde terá que vencer o Ferroviário do Cabo e tirar a invencibilidade do Vera Cruz, até o momento imbatível no campeonato. Ainda teremos que torcer por uma combinação de resultados: torcer para o Ferroviário do Cabo perder sua última partida contra o Atlético Pernambucano, em Água Preta.

Talvez algo tenha mudado. Para alguns pode até ser “tarde demais”, mas não, ainda não é tarde demais. A reta final é justamente o momento de tirar força sabe-se lá de onde para seguir em frente, e isso terá que acontecer sábado, no Gileno de Carli às 20h30, falando nisso... que horário ruim de assistir um jogo em FPF?

quarta-feira, 17 de junho de 2009

Vídeos contra o Atlético PE já estão no Mequinha News

Por problemas técnicos só agora que postamos os vídeos da partida realizada em Vicência no domingo passado contra o Atlético PE valida pela 6° rodada da Série A2 e infelizmente desta vez não foi possível registrar os lances das partidas devido a falhas com o nosso equipamento, foram registrados todos os momentos antes da partida e que valem a pena serem vistos. Para ter acesso as filmagens feitas no último fim de semana basta ir a barra de vídeos localizada mo próprio Blog do Mequinha ou então entrar no nosso canal no YouTube o Mequinha News para acompanhar toda a preparação da equipe esmeraldina.

Verde de esperança, verde de América

Sim, ainda temos esperança que a coisa engrene. Mas já ficou claro que isso não vai ocorrer se alguma coisa não mudar drasticamente. Estamos a um passo de que esta esperança se torne irreversível, basta perder ou empatar amanhã contra o Centro Limoeirense, em Limoeiro e o Ferroviário do Cabo vencer. Agora vai ou racha. A derrota para o Atlético Pernambucano dentro do Jacosão, deixou duas coisas bem claras: apesar do grande volume de jogo, não estamos sabendo criar jogadas, bem como estamos desperdiçando as poucas chances claras de gols para o espaço. Talvez eu esteja sendo tendo uma postura de louco, mas devemos assumir uma postura de franco-atirador, até mesmo por disputar a partida fora de nossos domínios e partir pra cima em cada partida daqui pra frente. Tem que arriscar! Nesta partida Léo Batista deverá sair do Departamento Medico e Mosinho que estava suspenso deverá retornar ao meio campo. João Paulo também deverá dar o apoio ao ataque americano, visto que Robson levou cartão vermelho no partida de domingo. Apesar da matemática agora está quase contra o nosso favor e as duas próximas e decisivas partidas serão no campo adversário, conformismo nunca combinou foi com o América. Ainda temos tempo de mudar de postura, contudo, se mesmo assim, não der para evitar a desclassificação precoce, paciência. O que não podemos aceitar de hipótese alguma é dar o jogo como perdido.

terça-feira, 16 de junho de 2009

Campeonato Pernambucano Série A2: 6ª Rodada

ARTILHARIA: 5 Gols: Patrick (Vera Cruz)
3 Gols: Serjão (Flamengo); Odilon, Nego Pai (Araripina); Djalma (Centro Limoeirense); Antonio Carlos (Pesqueira)
2 Gols:Valterci (Afogadense); Marcelo Paraíba (Araripina); Diogo (Belo Jardim); Gildenor (1º De Maio); Williams (Ferroviario Do Cabo); Wilson Surubim (Vera Cruz); Gustavo (Belo Jardim); Alex (Atlético Pernambucano)
1 Gol: Dyego, Jorge Luiz e Luiz Eduardo(Araripina); Fabinho Palmares, Gutierrez, Juninho e Jhony (Atlético Pernambucano); Zinho e Douglas (Flamengo); Dunga, Didiu eMauro (Afogadense); Carlos, Erivonaldo e Jonathan(Pesqueira); Filipe (Vera Cruz); Murilo, Paulinho, Sandro Miguel e Kelly (1º de Maio); Dinda, Humberto e Marcelo (Belo Jardim); Ivson, Kleber, Careca e Gil (Centro Limoeirense); Baixinho (Ferroviário do Cabo), Thiago e Léo Luis (América)

segunda-feira, 15 de junho de 2009

Novos parceiros para o Blog do Mequinha

Estamos aqui para informar que fechamos mais algumas parceiras para o nosso Blog do Mequinha e que acaba gerando uma grande satisfação para toda a equipe além de mostrar o carinho e respeito que outras torcidas tem conosco. Desta vez fechamos com: Blog do Dine: De propriedade de Houldine Nascimento e Silva que futuramente tem pretensão de entrar na faculdade de jornalismo, mostrando no seu espaço que é um grande apreciador do futebol não só de Pernambuco mais do mundo inteiro. Blog do Santinha: Blog oficial do torcedor do Santa Cruz FC que trás crônicas, opiniões e desabafos da torcida coral.
TimbuNet: Site oficial do torcedor do Clube Náutico Capibaribe.
Vermelho de Luta: outro blog que fala do Náutico, com o comando do alvirrubro Fernando Luna, com isso confirma como somos queridos até mesmo por antigos rivais históricos como é o caso do alvirrubro recifense. A todos desejamos felicidades e sucesso.

A um fio da desclassificação

Mais uma derrota. E, agora, nossa eliminação só não está 99% selada, porque a partida entre Ferroviário do Cabo x Centro Limoeirense no Gileno de Carli foi suspensa, devido às fortes chuvas neste final de semana no Cabo de Santo Agostinho. Maldita matemática que não nos deixa descansar em paz! Qualquer análise da partida em si se torna desnecessária e a realidade é que a esperança existia, mas mesmo ela já estava um tanto resignada. Estou chateado com a derrota, mas não fui pego desprevenido. É doloroso, obviamente, mas apesar de ano após ano disputando a Série A2, ainda não nos acostumamos, principalmente pelo ano passado, que só não chegamos à elite por ironia do destino e esperávamos que este ano seria diferente. A partida contra o Atlético Pernambucano ontem no Jacosão deveria ter sido apenas o golpe de misericórdia. Mas nem isso foi, já que uma combinação bastante improvável de resultados ainda pode nos salvar: Vencer os próximos três jogos, contra Centro Limoeirense, Ferroviário do Cabo e Vera Cruz. Analisando a partida, não sei o que era pior, se era ver o América novamente perder, ou ver que mesmo jogando em casa, o América não tinha 100% de apoio da torcida local. Não tinha devido ao Atlético Pernambucano, ser até o ano passado o clube mandante em Vicência, além de existir um jogador residente no município. Isto era demais para o Mequinha. Sofremos um gol aos vinte minutos do primeiro tempo, através de uma falha do setor de criação, que não conseguiu evitar o contra ataque do Atlético Pernambucano, finalizado pelo atacante Xaxá. Nem a chegada do experiente Petróleo, que já rodou por quase todos os times do Brasil, acertou a pontaria do nosso ataque, e o pior, perdemos um de nossos atacantes, Robson após uma expulsão no segundo tempo, que ao meu olhar, poderia ter evitado. Meu coração quase saiu pela boca após duas chances reais de gols no final do primeiro tempo. Vida que segue. O amor ao Campeão do Centenário prossegue ileso. É mais uma vez hora de aprender com os erros para evitar repeti-los. É hora de saber que o delírio coletivo que ressurgiu ano passado e ocupou mentes e corações de todos os Esmeraldinos e seus simpatizantes está (quase) chegando ao fim.
Há um chavão no meio do futebol que diz: “Há coisas que só acontecem com o Botafogo”. Convido os botafoguenses a torcerem pelo meu Alviverde pelo menos um mês... será que eles tem certeza?
Acessem o Fotolog do Mequinha e confiram as imagens da partida: http://fotolog.terra.com.br/mequinhadorecife

sábado, 13 de junho de 2009

Que venha o Atlético Pernambucano!

Irá iniciar o returno da primeira fase da Série A2. Este jogo de domingo vale muito mais que três pontos. Não se trata apenas de vencer, mas de engrenar no campeonato, largar a incômoda lanterna na mão do Ferrim e ainda sonhar com a próxima fase, entrando no G4. O adversário é jovem Atlético Pernambucano, e o conhecemos bem. Nem por isso, será mais fácil. Tampouco, mais difícil. Apesar do time de Água Preta estar vindo de uma derrota para o Ferroviário do Cabo por 2 x 0 no Gileno de Carli, no Cabo de Santo Agostinho, ainda sim iremos encontrar a dificuldade exata que se pode esperar de um time que pretende a liderança do Grupo B. Será certamente complicado e bem difícil. Mas mesmo que ainda não vencemos (jogando), jogar em casa sempre levanta a moral. O Campeão do Centenário passou quase uma semana para juntar os cacos dos jogos de ida da primeira fase e é bem provável que o técnico João Alfredo tenha conseguido organizar o esquema tático do América, e principalmente, fazer o nosso ataque desencantar de vez, pois até agora não mostrou a que veio. Será nosso dever lotar o Jacosão neste domingão, principalmente a população de Vicência. Deixá-lo mais branco e verde, e menos azul e laranja. Incentivar o Mequinha. Esse jogo vale muito! Vale a seqüência do campeonato, vale o sonho de retornar a elite pernambucana!

sexta-feira, 12 de junho de 2009

América muda de cor, mas por pouco tempo

Artigo publicado no nono fascículo do "Paixão Traduzida em Cores", publicada toda segunda no Diário de Pernambuco. Nascido João de Barros, nas cores branca e verde, o América mudou de nome, e até hoje, participante do Campeonato Pernambucano da Série A2, a segunda divisão estadual, mantém-se como América Futebol Clube. A mudança se deu para atender a uma solicitação do influente desportista Belfort Duarte, diretamente ligado ao América do Rio de Janeiro. No Campeonato de 1938, o Campeão do Centenário mudou de cor, passando a usar camisas vermelhas, a exemplo dos seus homônimos do Rio e de Natal. Campeão pernambucano pela última vez em 1927, o América, através de seus dirigentes, achava que mudando de cor voltaria a contar com a sorte. Aproveitou a lacuna deixada pelo Torre, o Madeira Rubra, que se licenciara, alegando falta de apoio da Federação, e aderiu ao vermelho, o que mereceu alguns protestos, como o do jornalista Francis Holder, ligado ao Torre. A estréia da nova camisa ocorreu em 23/03/1938, no amistoso em que os americanos derrotaram o Tramways por 4 x 2. O time estava renovado, com Pedro e Zuza, egressos do Central; Popó e Duda, saídos do Íris, Zé Orlando, ex-Santa Cruz, e Waldir, vindo do Sudeste. Na prática, a situação não mudou. No Campeonato de 1938, entre oito concorrentes, o América terminou em quinto lugar. Em 17 jogos foram 7 vitórias, 2 empates e 8 derrotas. Apesar de tudo teve resultados marcantes, como as goleadas de 9 x 1 sobre o Flamengo e o Great Western, e uma vitória de 6 x 3 sobre o Náutico. Sua equipe era esta: Pedro; Alemão e Popó; Guilherme, Zé Orlando e Jaime; Waldir, Airton, Zuza, Nicário e Duda. No Campeonato de 1939, o América voltou às cores originais.

quinta-feira, 11 de junho de 2009

Brasil vence mais uma e segue líder

Apesar de não ser um assunto relacionado ao América Futebol Clube, abrimos excepcionalmente hoje o blog para comentar sobre a notícia do momento: "A seleção brasileira sai de Recife vitoriosa e com a liderança isolada das Eliminatórias"
Na noite passada Recife viveu mais uma emocionante página com a seleção brasileira onde presenciou a vitória de virada do esquadrão canarinho pra cima da seleção paraguaia liderada pelo gordinho bom de bola Cabañas que foi responsável por boa parte dos ataques do Paraguai. A torcida pernambucana mostrou que é uma das mais apaixonadas do Brasil e não se deixou a bater com o gol sofrido aos 25 minutos do primeiro tempo marcado por Cabañas, em cobrança de falta, além de em nenhum momento ter havido confusão entre os torcedores do Santa Cruz, Náutico e Sport que civilizadamente dividiram o espaço com os torcedores paraguaios também sem haver ostilização entre as partes.
Dentro de campo a seleção brasileira não apresentou um grande futebol e alguns de seus principais astros aparentemente não estavam em sintonia com a partida que valia a liderança isolada das Eliminatórias da Copa, aos poucos mostrou por que é a seleção mais respeitada do mundo e graças a Robinho, visivelmente muito abaixo do que poderia apresentar, marcou um gol se infiltrando pela a pequena área após cruzamento perfeito de Daniel Alves aos 40 minutos da primeira etapa. No intervalo, a festa dos pernambucanos não parava com gritos de incentivos e carinhos jogadores brasileiros tendo como principal alvo Kaká por parte do público feminino presente.
No segundo tempo quase no começo da etapa complementar Nilmar, que nesta oportunidade vestiu a camisa 9 imortalizada pelo Fenômeno Ronaldo, mostrou por que é um dos principais jogadores em atividades no Brasil defendendo a excelente equipe do Internacional de Porto Alegre marcando um gol oportunista após tentativa de passe para Robinho. Com o segundo gol a seleção pentacampeã mundial passou a ter domínio do jogo até o seu encerramento e a festa local era fechada com chave de ouro por sua sempre fiel torcida pernambucana que em algum momento vaiou os jogadores da terra e sim aplaudiu exaustivamente mesmo nos momentos de falhas erros e desconcentração na partida.
Agora a comitiva segue rumo a África do Sul para participar da Copa das Confederações, uma espécie de laboratório para testar os estádios e a estrutura do país sede da próxima Copa do Mundo. Recife sempre estará de braços abertos para receber sempre que precisar a Seleção Brasileira de futebol.

quarta-feira, 10 de junho de 2009

Seleção jogará no Colosso do Arruda

Na noite desta quarta-feira a seleção brasileira volta mais uma vez a Recife com o intuito de defender a liderança das Eliminatórias da Copa de 2010, o jogo acontecerá no Estádio José do Rego Maciel popularmente conhecido como Estádio do Arruda e talvez esse possa ser a partida de despedida do grandioso estádio com a nossa seleção isso devido que o governo de Pernambuco com objetivo de ser uma das principais e marcantes sub-sedes da Copa de 2014 irá construir a Cidade da Copa com um complexo esportivo de primeiro nível que terá além do estádio um hospital, hotéis, centros comerciais e nove mil unidades habitacionais . Em 1954 começava a ser construído as Repúblicas Independes do Arruda através de campanhas feitas pela até então diretoria do Santa Cruz Futebol Clube liderado por José do Rego Maciel que empresta seu nome ao estádio. A história do estádio começa bem antes deste período mais precisamente em 1943 quando o clube coral fincou finalmente raízes no bairro do Arruda com a compra de um terreno de propriedade pessoal do industrial Arthur Lundgren, o mesmo que colaborou intensivamente como o crescimento do América no início de sua existência, esse terreno que antes era utilizado pelo Centro Esportivo Tabajara, um clube suburbano que dava por fim as suas atividades, era enfim de propriedade do Santa Cruz. No ano de 1965, o clube começou a construir o seu estádio, o que só foi possível devido a uma mobilização de torcedores nunca antes vista. As pessoas levavam ao clube todo tipo de material de construção e doavam a sua mão de obra e sendo finalmente inalgurado em 4 de junho de 1972 num amistoso contra o Flamengo carioca tendo como testemunhas 64.000 pessoas. Em 1982 foi inalgurado o anel superior apliando ainda mais a capacidade do estádio e o tornando finalmente conhecido como Colosso do Arruda sendo o segundo maior estádio particular do Brasil ficando somente atrás do Morumbi de propriedade do São Paulo Futebol Clube.

É hoje!

Apesar de não ser um assunto relacionado ao América Futebol Clube, abrimos excepcionalmente hoje o blog para comentar sobre o assunto do momento:
h
"A seleção brasileira volta ao Recife para defender a liderança da Eliminatórias da Copa"
A última vez que a cidade recebeu um jogo da seleção canarinho foi há 14 anos mais precisamente em 1995 e tendo no ataque o eterno ídolo botafoguense Túlio Maravilha que naquele ano ajudaria o time da Estrela Solitária, também conhecido com glorioso, a conquistar um dos títulos mais importante de sua história centenária, o Campeonato Brasileiro de 95.
Em 1989 o Brasil jogou contra os paraguaios pela a Copa América no próprio Arruda vencendo por 2x0 e registrando o terceiro maior público do colossal estádio com a incrível marca de 87.263 pessoas ficando atrás apenas de outros surpreendes e quase imagináveis públicos, Santa Cruz 1x1 Sport (1999) com 95.567 torcedores e Brasil 6x0 Bolívia (1993) 96.200 pagantes. Desta vez “apenas” 56.000 ingressos foram postos a venda e todos já estão vendidos, ou seja, a casa vai estar cheia na noite de quarta-feira para apoiar a única seleção Pentacampeã mundial.
Vindo de uma boa vitória no segundo maior clássico sul-americano contra o Uruguai por 4x0 quebrando um tabu de três décadas sem vencer a azul-celeste em Montividéu agora os jogadores esperam corresponder a espectativa da torcida local com mais uma vitória diante do povo pernambucano para escrever mais uma bela página da Seleção com Pernambuco.

terça-feira, 9 de junho de 2009

A Seleção Brasileira e o América

O Blog do Mequinha ressalta a história do glorioso América Futebol Clube, bem como o atual o seu atual momento, contudo, não há como não falar do jogo da Seleção Brasileira, no Recife, que irá disputar no Arruda, contra o Paraguai, além do clima que vem mobilizando nós pernambucanos. Enfim, esta partida será o retorno da seleção à Pernambuco após 14 anos, e, mesmo com um estilo de jogo que não chega próximo ao que desejamos, fica difícil não se contagiar pela nossa Canarinha. O jogo será um reencontro. A saudade do povo pernambucano, que foi o gás que a seleção necessitava para recuperar a confiança, e conquistar em 1994 o Tetra voltará a apoiar uma seleção, isto se reflete na grande procura por ingressos, praticamente esgotado os mais de 55 mil disponibilizados.

Voltando ao nosso América, nosso glorioso já teve a oportunidade de lançar alguns jogadores que já tiveram a oportunidade de vestir a camisa verde-amarela. Zé Tasso (1901 – 1978): Foi um dos maiores jogadores da história do América, com um toque preciso e jeito arrojado de dominar a bola. Ajudou a Glorioso a conquistar o Troféu Nordeste em 1923, em Alagoas, logo em seguida, transferiu-se para o Santa Cruz ficando no Tricolor Pernambucano até 1928. Foi nessa época que ele defendeu a Seleção Brasileira. Além destes também defendeu o Tramways (PE), Sport Recife, Atlhetico Paulistano (SP), Juventus (SP) e Flamengo (PE). Dequinha (1934 – 2002): Além do América, jogou no Atlético Mossoró, Potiguar, ABC e Flamengo. Foi contratado em 1950 para a equipe da Estrada do Arraial e, no mesmo ano, participou da Copa de 1950, sediada no Brasil. Veio a participar também da Copa de 1954, na Suíça, contudo, já era jogador do Flamengo.

Vavá (1934 – 2002): Atuou pelo Mequinha em 1948, seu primeiro clube, mas infelizmente não conquistou nenhum título pelo América. Foi bicampeão da Copa do Mundo em 1958/62, quando defendia as cores do Vasco da Gama. Jogou também pelo Sport Recife, Íbis (PE), Atlético de Madrid (ESP), Palmeiras (SP), América (MEX), Toros Naza (MEX), San Diego (EUA), Portuguesa (RJ) e Corinthians (SP).
Rivaldo (1972 - ): Não chegou a defender o manto Esmeraldino, mas, antes de assinar contrato pelo Santa Cruz, aos dezenove anos de idade Rivaldo realizou alguns testes nas divisões de base do América. Segundo 'Seu Teófilo', Conselheiro Patrimonial do clube, ainda existe a carteirinha do craque arquivada na sede. Sua primeira convocação para Seleção foi pelo Palmeiras (SP). Seus melhores momentos foram 1999, conquistando o prêmio de melhor jogador do mundo pela FIFA e em 2002, conquistando o pentacampeonato da Copa do Mundo, na Ásia.

Dados gerais da A2

Todos os dados foram retirados do site da Federação Pernambucana de Futebol. Classificação Grupo A Belo Jardim - 12 pontos 2° Araripina - 8 pontos 3° Primeiro de Maio - 7 pontos 4° Pesqueira - 7 pontos 5° Afogadense - 5 pontos 6° Flamengo - 3 pontos Grupo B 1° Vera Cruz - 13 pontos 2° Atlético PE - 9 pontos 3° Centro Limoerense - 8 pontos 4° Ferroviário do Cabo - 7 pontos 5° América - 4 pontos 6° Surubim - ELEMINADO Artilheiros Patrick (Vera Cruz) - 5 gols Serjão (Flamengo) - 3 gols Nego Pai (Araripina) - 3 gols

segunda-feira, 8 de junho de 2009

Ferroviário vence em casa e complica ainda mais a vida do América

Neste domingo jogando em casa o Ferroviário do Cabo venceu o Atlético Pernambucano por 2 x 0 e com isso complicou ainda mais a vida do Mequinha na competição que neste fim de semana folgava na rodada. Com a vitória o Ferrim agora soma 7 pontos já o América tem apenas 4 e na próxima rodada o alviverde enfrentará o Atlético pela partida de volta da chave B e somente a vitória interessa ao glorioso para manter viva a chances de classificação.

sábado, 6 de junho de 2009

Com a pulga atrás da orelha....

Para os que ainda não perceberam, tem algo muito errado com o nosso Mequinha. Apesar de ser o time de mais tradição entre os que disputam a Série A2 do Pernambucano, o nosso elenco parece apático. O que não pode é acontecer mais derrotas daqui pra frente, principalmente desastres, como o que ocorreu quarta-feira passada, em Vicência contra o Dragão de Limoeiro.
Na série A2, ano passado, costumávamos ser um time que ganhávamos em casa e conquistávamos pontos fora, no entanto, não voltamos à elite do estadual, por ironia da fase de mata-mata.
Esse ano, não esperávamos que as coisas fossem bem mais complicadas. Tínhamos (quase) plena certeza de que seríamos melhores do que aquele time do ano passado. Era preciso, então, manter a postura de jogar fora de casa procurando pontuar e, principalmente, vencer em casa. Mas algo tem saído bastante errado.
Dos quinze pontos disputados até agora nos jogos de ida, apenas quatro foram conquistados: um empates contra Vera Cruz e uma vitória amanhã contra o Surubim, isso mesmo, amanhã, e não sou vidente! Nossa única vitória deve-se ao discuido do Tigre por não ter um estádio com condições para disputar o Campeonato. Em quatro jogos disputados, vimos o adversário marcar nove gols: contra Atlético Pernambucano (3), Vera Cruz (1), Ferroviário (1) e Centro Limoeirense (3). Os jogadores que jogam no alviverde parece que ainda não acordaram. Qual a explicação?
Teremos depois da rodada de domingo, mais cinco partidas e apenas duas delas no Jacosão. Além disso, temos que secar o Ferroviário do Cabo, que também não anda muito bem das pernas. É a chance de diminuir o enorme estrago que essa virada do Centro Limoeirense nos causou. Será difícil, obviamente, mas não impossível.
Não nos podemos fechar os olhos e deixar de lutar.
Força Mequinha! Tu és o Campeão do Centenário!

sexta-feira, 5 de junho de 2009

Torneio-Início era uma prévia do que iria acontecer no campeonato

Texto publicado no oitavo fascículo do Paixão Traduzida em Cores, publicado toda segunda-feira no Diário de Pernambuco.
O Torneio-Início empolgou o torcedor pernambucano, de 1919 a 1981. Tornou-se obsoleto por causa do avanço cada vez mais incisivo do profissionalismo. Era disputado em todos os Estados e servia de prévia para o campeonato. Em Pernambuco, constituía-se numa festa autêntica, principalmente nas décadas, de 40, 50 e 60. As mulheres, que não tinham o hábito de freqüentar os estádios, compareciam, levando os filhos menores. O Initium, como a imprensa às vezes chamava, querendo mostra erudição, fazia parte do calendário, como uma atração ímpar para o aficionado pernambucano. Num só dia, o torcedor tinha oportunidade de ver em ação todas as equipes que participavam do certame. Nos últimos anos é que os grandes passaram a usar os reservas, desvalorizando a festa. E o Torneio-Início foi perdendo o interesse, até que se despediu, em 1981. Havia uma série de jogos cursos, eliminatórios, de apenas 20 minutos, com mudança de barra aos 10. Se o jogo terminasse empatado, o que era normal, por falta de tempo para se fazer um gol, a decisão inicialmente se dava por escanteios. A equipe que tivesse o maior número a seu favor estava classificada para prosseguir na disputa, ficando aguardando o adversário. “Ainda disputei o Torneio-Inicio pelo juvenil e pelo profissional. Era uma festa muito bonita. O estádio ficava lotado e os jogadores se empolgavam. Todas as equipes ficavam sentadas ao redor do campo, esperando sua vez de jogar. Era um momento ótimo para a gente confraternizar com todo mundo, rever os amigos e fazer novas amizades”, recorda Laxixa, ex-jogador do Sport. Laxixa, que largou o futebol prematuramente, aos 23 anos, para estudar, embora, elém do Sport fosse assediado pelo Vasco da Gama e pelo Botafogo, disputou o Torneio-Início em tempos mais modernos. Já não havia a decisão por escanteios. O que alia mesmo era a disputa de pênaltis. Como hoje, cinco para cada lado, mas sem revezamento. Era um só cobrador, do primeiro ao último chute. Persistindo o empate haveria outras séries de cinco, tantas quantas fossem necessárias para se determinar um vencedor. A cobrança de pênaltis passou a ser uma atração a mais. Alguns jogadores eram já figurinhas carimbadas nas decisões por pênaltis ou tiros livres da marca penal. Só para citar alguns, que sempre jogaram na mesma época: Alemão (Sport), Eliezer (Sport), Mainha (Sport e Santa Cruz), Caiçara (Náutico e Sport), Bita (Náutico), Hélmiton (Náutico e Sport), Aldemar (Santa Cruz) e Bujan (América). Os dois finalistas disputavam uma partida de 40 minutos. Caso o placar não fosse movimentado, é que se partia para a disputa de pênaltis. Algumas finais tiveram placar elástico, levando-se em consideração que a partida sequer equivalia a uma etapa de uma partida normal. Em 1944, por exemplo, o Náutico aplicou uma goleada de 5 x 1 no Porela. Este era da cidade de Jaboatão dos Guararapes, vizinha do Recife, e pertencia à fabrica de papel Portela. Um dos seus maiores incentivadores era o oficial da Marinha Heleno Gomes Nunes, mais tarde almirante e presidente da CBF. Servia no III Distrito Federal, transferido para Natal na época dos governos militares, e era um grande desportista. Em 1959, Sport e Santa Cruz empolgaram o torcedor na grande final. No curto espaço de 40 minutos, nove gols. Vitória do Rubro-negro por 5 x 4. Em 1963, época em que começava a ser forjado o hexacampeonato a ser conquistado pelo Náutico (1963 a 1968), o Alvirrubro derrotava o Santa Cruz por 4 x 0. Calor de Rachar O ex-lateral-esquerdo Mourão (América, Grêmio, Santos, New Old Boys (Argentina) e Sport), tem boas recordações, além do título de campeão do torneio, com o América, em 1955: “Era uma festa de apresentação, de novos jogadores e de técnicos, sempre com casa cheia. Os jogos começavam muito cedo, com um calor tremendo, as partidas eram muito curtas e o time que prosseguia na disputa ficava esperando entre 40 e 50 minutos para voltar a jogar. Era muito interessante”. Hélmiton, ex-lateral-esquerdo (Náutico, Sport e Santa Cruz foram à final, e a decisão teve que ser nos tiros livre da marca de cal, isso depois de um empate de 1 x 1, com a bola rolando. “Era eu pelo Sport e Breno pelo Santa Cruz. Acertei cinco chutes e ele andou errando alguns”. Relembra. O placar nessa decisão foi de 5 x 2, para Hélmiton. Mais um título de campeão do Torneio-Início para o Sport e festa na Ilha do Retiro. O ex-lateral-direito Caiçara, que também jogou em Portugal, disputou vários torneios-início pelo Náutico, mas o que lhe emocionou mais foi o de 1950, quando tinha 17 e defendia o Íbis. Mostrando ter uma memória privilegiada, Caiçara, 77 anos, declina de , um fôlego só, a formação do Pássaro Preto naquela tarde memorável: Durval; Pessoa e Caiçara; Galego, Rubinho e Duca; Raimundo, Ivaldir, Veneno e Carlito. O Técnico era Laudenor Pereira, narrador da Rádio Clube, mais tarde médico. “A gente se classificou para decidir o torneio como Sport e venceu por 2 x 0 no tempo regulamentar (40 minutos). Foi a maior festa já vista no bairro de Santo Amaro”. No Náutico, Caiçara geralmente era escolhido para bater os pênaltis, quando havia necessidade. Ele recorda um duelo que teve com o ponta-esquerda Eliezer, na semifinal de um dos torneios. “Eu batia uma série (de cinco), Eliezer outra. Repetíamos a série e tudo na mesma, até que mandei uma bola na direção do placar da Ilha. Eliezer ganhou por 20 a 19”

quarta-feira, 3 de junho de 2009

América perde em casa e se complica



O América entrou hoje em campo contra o Centro Limoerense disposto a melhorar sua classificação na chave B. Acreditando na vitória o glorioso abre o placar em Vicência achando que poderia vencer por mais o time adianta-se para frente buscar fazer mais gols, porém, o Centro começou a crescer na partida dominando por completo e fechando o placar com três gols. 

Com a vitória fora de casa o rubro de Limoeiro afirma-se como um dos favoritos a conquistar uma das vagas enquanto o Mequinha mostra que ainda falta um bocadinho para começar a engrenar de vez na Série A2 de 2009 e demonstrando que o principal adversário será o Ferroviário do Cabo que vive momento similar. 

Neste domingo o América estará de folga na rodada devido a desistência de última hora do Surubim FC e só voltará a disputar uma partida pelo o campeonato contra o Atlético Pernambucano em Vicência no dia 14/06 (domingo) até lá o a comissão técnica terá um tempinho para fortalecer o esquadrão esmeraldino e mostrar a grandeza do alviverde.

Um jogo vale tanto?

Este post é o desabafo não do Allan Lemos do Blog do Mequinha, mas do Allan Lemos pessoa após passar por uma infeliz situação. Hoje acordei as quatro e meia da manhã com a convicção de comprar meu ingresso para ver o jogo da seleção brasileira no Recife na próxima quarta-feira. Ansioso logo fui ao Estádio José do Rego Maciel popularmente conhecido como Arruda pertencente ao Santa Cruz Futebol Clube no exato momento em que meu relógio marcava seis e meia da manhã deste dia e em volta das independências do tricolor recifense havia pouco mais de vinte pessoas a minha frente na espera da abertura dos guinchos, aos poucos outros indivíduos chegavam e por pouco mais de onze horas a pequena concentração já era um pandemônio. Ao meio-dia, hora que pontos de vendas seriam liberados para o publico, a organização do evento atrasadamente começa a organizar a distribuição dos ingressos e paralelamente outra fila de compradores se forma em volta desse ponto ignorado a que já estava formado horas antes. Para auxiliar a organização foi chamado o batalhão de Choque da Polícia Militar de Pernambuco que infelizmente não está devidamente preparada para interagir com o resto da sociedade, procurando propagar a ordem através da violência descabida, onde um “guardião da lei e ordem” tirou-me a força do lugar em que estava desde a minha chegada com total despreparo psicológico para lhe dar com pessoas de bem e graças a Deus eu estava na companhia de meu pai que no exato momento da ação interferiu como pode para evitar maiores problemas com a minha pessoa. Após esse fato me pergunto se o Brasil no geral, não somente Pernambuco, está preparado para receber uma competição do porte da Copa do Mundo de 2014. Numa simples venda de ingressos para as eliminatórias da próxima copa pude comprovar o despreparo da organização do evento, onde pessoas descaradamente furavam fila e o atraso de se vender os bilhetes, e principalmente da polícia militar que ao invés de auxiliar a população apenas coagi o ser humano que vai numa fila de bilheteria adquirir seu ingresso com força covarde e desproporcional a quem não tem como se defender. Vale ressaltar que a polícia é a protetora da sociedade e não a opressora e como dizia o profeta Gentileza: “violência gera violência e gentileza gera gentileza”, ou seja, não é necessário usar da força bruta para se ter a ordem de um determinado lugar. Depois do todo ocorrido me pergunto se valeu a pena passar quase nove horas de espera para conseguir o bendito ingresso do jogo da seleção e decididamente respondo que não. Sou um rapaz de bem, preocupado com os estudos e com meu futuro profissional e pessoal, dedicado a fazer o bem para o outro e ajudar a construir uma nova sociedade através dos alicerces passados para mim por meu pai, mãe e familiares. Não posso correr risco de virar apenas mais um numero numa triste estatística da realidade brasileira onde em si o cidadão não vale quase nada nas mãos de policiais como aquele que me abordou propagando a ordem imposta ao contrario da ordem adquirida e confesso estou arrependido de ter persistido até o fim por que é apenas uma partida de futebol, isso é muito pouco em relação a qualquer tipo de vida. Novamente faço a pergunta se estamos preparados para receber uma Copa do Mundo com tamanho despreparo e amadorismo agregados em nossa sociedade como um todo? Allan Lemos G., Recife 03/06/09

terça-feira, 2 de junho de 2009

Votem no Blog do Mequinha!

Caros amigos, Nós do Blog do Mequinha estamos participando do TOPBLOG, um importante prêmio de blog’s, na categoria esportes com outros concorrentes que falam do futebol no geral ou de um determinado clube como é o caso do Flamengo, Corinthians entre vários. Em pouco mais de um mês e meio quando mudamos de endereço para o atual não tínhamos a dimensão de como este espaço iria se popularizar tão rápido como está sendo, apenas pensávamos em comentar as noticias e curiosidades do América Futebol Clube de Pernambuco, mas fomos surpreendidos de grata forma pela imensa recepção não só dos conterrâneos mais de todo o Brasil e até mesmo do estrangeiro. Mesmo sendo uma equipe pequena nos empenhamos ao máximo para diariamente informar as notícias relacionadas ao alviverde da Estrada do Arraial prezando sempre pela transparência dos fatos, buscando por fontes seguras para aqui disponibilizar as matérias 100% verdadeiras sem cometer garfes jornalística. Fazemos também o Mequinha News, canal do YouTube sobre o nosso América, além da tradicional comunidade do Orkut que preza pelo coleguismo e sentimento de fraternidade formando assim uma singela associação denominada carinhosamente de Confraria Americana feita a partir principalmente da nossa boa vontade em cooperar com a diretoria americana com o simples intuito de ajudar o glorioso esmeraldino. Para quem não conhece o meio de votação do TOP BLOG basta clicar no selo da entidade na nossa barra lateral e escolher o nosso blog como p votada e depois disso apenas basta confirmar no seu e-mail a escolha. Vamos fazer deste blog um espaço vencedor! Obrigado a todos, Da Coordenação do Blog do Mequinha

Vitória é indispensável

Após três rodadas o Mequinha só dispõe de um único ponto em toda a competição e nesta quarta-feira (03/06) o clube entrará em campo contra o Centro Limoerense valida pela segunda rodada do certame adiada devido às chuvas que caíram na região tempos atrás. Ambas as equipes perderam as últimas partidas disputadas enquanto o América caiu diante do Vera Cruz pelo placar de 1 x 0 o Centro Limoerense foi vencido pelo Atlético Pernambucano por 2 x 1 com isso a equipe de Limoeiro está na terceira posição com 6 pontos enquanto o alviverde amarga a quinta colocação da chave.

segunda-feira, 1 de junho de 2009

América estreia novo uniforme

Na última partida contra o Vera Cruz o América estreou seu novo uniforme fornecido pela Rota do Mar para a temporada 2009. Uma das características da camisa é a presença de cinco estrelas prateadas, referência aos títulos pernambucanos conquistados, e uma estrela dourada acima das demais simbolizando o campeonato do centenário de 1922. Ainda não se tem o tempo previsto para começarem as vendas já que a empresa de Santa Cruz do Capibaribe está aos poucos fornecendo o material para o clube esmeraldino da Estrada do Arraial, mas segundo informações já foi solicitado uma remessa de camisas para serem postas a venda brevemente.