quinta-feira, 29 de outubro de 2009

1945: Paz no Japão? Porrada nos Aflitos!!

3 de setembro de 1945.

O Japão se rendia na Ásia.

O Santa Cruz batia nos Aflitos.

Mas batia pra evitar desastre maior.

Tudo começou num gol anulado de Guaberinha.

Guaberinha que estaria impedido.

O Santa se descontrolou.

Djalma e Edgar marcaram 2 x 0 para o América.

Rubinho abriu a caixa de ferramentas.

Sendo expulso pelo juiz da partida.

Rubinho não se fez de rogado.

Atirou a pelota nas fuças o Sr. Maurício Chaves.

Pronto.

Porrada nos Aflitos.

Depois de muita pancadaria.

O América venceu o tricolor por 3 x 1.

Clássico da Técnica e da Disciplina?

Só contra o Náutico...

Roberto Vieira é pernambucano, alvirrubro, oftalmologista, escritor e blogueiro.
Recentemente publicou a obra "100 anos de Clássico dos Clássicos",
juntamente com Lucício de Oliveira e Carlos Celso de Oliveira.

terça-feira, 27 de outubro de 2009

Reduzindo a marcha...

Com o encerramento das atividades esportivas do Campeão do Centenário, o Blog do Mequinha irá dar uma hibernada com tempo indeterminado, devido a não sabermos ainda o calendário de 2010 no futebol pernambucano. Especula que a Série A2 de 2010 virá logo depois da Copa do Mundo, antecedido da Copa Pernambuco.

Apesar do América não realizar jogos oficiais durante este período, o Blog irá realizar o que sempre fez, e o que é o nosso objetivo: manter o torcedor americano atualizado com as notícias do alviverde e relembrar nossa gloriosa história. Enquanto isso, é levantar a cabeça e torcer bastante para que 2010 seja bem melhor do que 2009, tanto para nós, quanto para o nosso glorioso América.

terça-feira, 20 de outubro de 2009

Termina a saga do Sub 15 no Aberto 2009

Infelizmente a equipe Sub-15, comandada pelo técnico Hamilton Correa não conseguiu passar para a próxima fase do Campeonato Aberto Infantil Juvenil 2009, passando para a próxima fase do campeonato o Clube Náutico Capibaribe e o Waldemiro Silva, equipe B do Santa Cruz Futebol Clube. Apesar da eliminação, o presidente do América, Sergio Serpa aprovou o resultado obtido pelas equipes infantil e juvenil, equipe montada pela Prefeitura Municipal de Vicência, com parceria com o. Segundo o presidente, o torneio serviu para analisar as promessas para o futuro do América, tendo alguns atletas da equipe juvenil a chance de mostrar seu talento na equipe que será montada para a equipe profissional de 2010. Por falar em Náutico e equipe profissional, a equipe do Carpinense Esporte Clube, do município de Carpina bateu o Náutico de virada nos Aflitos, válido pela Copa Pernambuco, conseguindo desta forma a classificação para a próxima fase do torneio. Vale ressaltar que boa parte do elenco do Leão da Mata é composto por atletas cedidos pelo Campeão do Centenário, recentemente, o clube de Carpina realizou a contratação do meia Léo Batista, também com passagem pelo América.

sexta-feira, 9 de outubro de 2009

Mudança de horário na partida entre Náutico e Vicência/América

A Federação Pernambucana de Futebol modificou a horário da partida entre Náutico e Vicência/América. A decisão foi tomada ontem a tarde, devido ao choque de horários com a Copa Pernambuco, torneio que o clube alvirrubro também disputa, contudo, o comunicado foi apresentado no site da FPF apenas hoje no final da tarde, curiosamente, bem depois da divulgação realizada no site oficial do Clube Náutico Capibaribe.
O local da partida permanece no CT Wilson Campos, no bairro da Guabiraba. O novo horário da partida será às 08h30, tendo como Árbitro o sr. Kerry Lavoisier e Ted Willams e Charles Rosas, primeiro e segundo assistentes.
Pedimos desculpa aos nossos leitores que planejavam apoiar a equipe americana e, que por ventura, só veio saber em cima da hora da partida.

Campeonato dos Sonhos: Náutico x América

Por Roberto Vieira Zé Tasso quase chega atrasado. Ficou a noite toda no Poço da Panela. Lembrando. Lembrando um Recife que já não existe. Um Recife do tempo em que ele partiu para São Paulo. Para jogar na Seleção. Para ser campeão no Paulistano. Ele cumprimenta os amigosa de 1922. E conversa com os heróis de 44. Como vencer o Náutico? Do lado alvirrubro uma estranha calma. O jogo parece favas contadas. Embora Muricy Ramalho exija respeito. Mas como ter respeito se o goleiro do outro time nem luva usa? O juiz Alcindo Wanderley, Pitota, chama as duas equipes ao centro do gramado. Quer um jogo limpo. Na bola. Como é a tradição do Clássico da Técnica e da Disciplina. O Náutico alinha Lula; Gena, Beliato, Fraga e Marinho Chagas; Ivan e Salomão; Nado, Jorge Mendonça, Bita e Baiano. O América vem com Leça; Rômulo e Faustino; Lindolpho, Licor e Zizi; Zezinho, Julinho, Zé Tasso, Juju e Oséas. Assumem a direção do América dois torcedores ilustres: Hélio Pinto e João Cabral de Melo Neto. A pelota rola no gramado da Avenida Malaquias. O ultrapassado WM do América não consegue se encontrar. Gena e Nado partem para cima de Faustino e Zizi. Logo aos 3' uma bola é desferida contra o arco de Leça por Bita. O Homem do Rifle. E Leça segura a bola. Com uma só das mãos. Leça devolve o couro para Lindolpho que estica a bola para Zezinho. No instante seguinte a bola chega a Oséas. Desmarcado. Lula Monstrinho se atira aos seus pés. Oséas fica perplexo. No seu tempo, goleiro não saía do gol. Ivan e Salomão dividem o meio de campo. Mas o gol não sai. Baiano dribla dois e chuta por cima. Jorge Mendonça é seguido de perto por Licor. Quando a bola chega nos seus pés. Falta. Uma, duas, três vezes. A antiga torcida do América ressurge nas velhas arquibancadas de madeira. O primeiro tempo termina 0x0. O América resistiu 45 minutos sem levar gol. E o Náutico continua imaginando que vai vencer quando quiser. Limonada para os atletas. Salsaparilha para a torcida. Pitota chama os times para a segunda etapa. E no primeiro minuto da etapa complementar, um milagre. A bola chega em Julinho. Que estica na ponta para Zezinho. Zezinho cruza. Beliato tenta dominar e a bola lhe escapa. Fraga observa Zé Tasso dominando. No instante seguinte a bola viaja com força. No ângulo direito de Lula. Ninguém parece acreditar: América 1 x 0 Náutico. Marinho estava no ataque. Pra que marcar esse tal de Zezinho? 'Vamos virar!' Começa o bombardeio. Nado chuta na trave. A defesa do América chuta pra rua. Bita não consegue tabelar com Baiano. Quando o Timbu consegue chutar em gol, aparece Leça. Aparece o travessão. De repente, um contra ataque. Zé Tasso recebe de novo livre. Corre por toda intermediária alvirrubra e coloca mansinho. No canto esquerdo de Lula. 2x0. E o silêncio da galera Timbu é completo. O tempo passa. O tempo nunca passou tão depressa em Recife. Beliato toca para Ivan. Ivan para Salomão. A defesa do América não entende aquele moço loiro correndo. Salomão desliza a bola para Marinho. E Marinho enche o pé de fora da área. Pra nem Leça pegar. América 2 x 1 Náutico. Dá tempo? Mas o tempo já se foi. Pitota apita final do espetáculo. Eládio de Barros Carvalho põe a mão na cabeça. Ninguém parece acreditar. Os jogadores do América choram esparramados no gramado. Leça é carregado pela multidão. Bita senta desconsolado no antigo campo. O sonho se torna pesadelo. Beliato e Lula vão até os adversários e apertam suas mãos. Enquanto isso, um cortejo de antigos automóveis se dirige até o Savoy. Rubem Moreira abre um sorriso. Hélio Pinto pula que nem criança. E num canto do estádio. Lágrimas nos olhos. Um velho poeta sonha acordado.
'É anônimo o torcedor, sem feições, como a campina; é como um mar sem navios, papel em branco de escrita...' verso adaptado de João Cabral de Melo Neto
__
Roberto Vieira é pernambucano, alvirrubro, oftalmologista, escritor e blogueiro.
Recentemente publicou a obra "100 anos de Clássico dos Clássicos"
juntamente com Lucídio de Oliveira e Carlos Celso de Oliveira.
Aos nossos jovens heróis americanos:
Amanhã será o dia destes jovens atletas, repetirem este feito e marcar seus nomes na história do Clube. Amanhã será dia de Clássico de 95 anos de história. Assim como tantas outras vezes, venceremos o Clube Náutico Capibaribe em suas dependências e nós estaremos lá apoioando estes jovens garotos que estão reapresentando a nós o brilho do futebol americano.

quinta-feira, 8 de outubro de 2009

Agora é Oficial: camisas do América de Recife à venda

Pessoal, agora é oficial a venda das camisas do América. Nosso amigo Allan Lemos, foi até a sede do América ontem para saber maiores detalhes sobre a venda das camisas. Para maior esclarecimento iremos responder em tópicos os procedimentos a serem tomados para a compra da camisa:


1°) é importante antes de qualquer coisa ligar para o numero do escritório do clube (81) 3252-1019 e procurar a senhora Andreza. Ela será responsável por informar com maiores detalhes como a compra será realizada.

2°) após realizar o deposito feito na conta bancaria do clube, é fundamental escanear o boleto e enviar para o e-mail que a Andreza informar o número da conta, devido a isso é extremamente importante ligar para o numero de telefone que está sendo divulgado.

3°) depois de escanear o boleto e o pessoal conferir que tudo está nos conformes a pessoa pode se dirigir até o escritório do clube que fica próximo ao CEASA e não na sede da Estrada do Arraial, ou caso preferir, a pessoa poderá pagar uma taxa extra para que a camisa seja entregue em sua casa através do SEDEX.

OBS:
1°) A camisa custa R$ 50,00 sem contar a taxa extra do SEDEX caso a pessoa não queria ir até o escritório.
2°) Os tamanhos das camisas são G ou GG.

PESSOAS QUE RESIDEM FORA DO RECIFE: As pessoas que moram fora do Recife será necessário além de pagar o valor da camisa incluir a taxa do sedex que varia de onde a pessoa estiver. É importante também entrar em contato com o escritório do clube antes de fazer qualquer coisa. Vejam as imagens do "manto" do Campeão do Centenário, vale a pena adquirir!

segunda-feira, 5 de outubro de 2009

Vamos invadir o CT da Guabiraba!

Sábado é dia de todo americano ir apoiar os jovens atletas do América, para avançarmos à quarta fase do Campeonato Aberto Infantil Juvenil 2009, dia 10 de Outubro, às 13h30, no CT da Guabiraba. Vista uma camisa verde e, juntos, iremos empurrar nossa equipe para esta grande vitória!

sexta-feira, 2 de outubro de 2009

Ficou para última rodada

Em partida bem disputada, pela penúltima rodada da quarta fase da Campeonato Aberto Infantil Juvenil 2009, no Campo do Real Madri, no Recife, a equipe formada pelo município de Vicência e o América enfrentou o Íbis, empatando o jogo em 2 a 2. Com o resultado, o Waldomiro Silva, equipe B do Santa Cruz, se classificou antecipadamente, indo para 6 pontos, devido a vitória de 1 a 0 contra o Náutico, próximo adversário da equipe comandada pelo técnico Hamilton Correa. Os garotos, com 1 ponto, estão em terceiro no grupo e depende de uma vitória na última rodada, para garantir a vaga na quinta fase da competição, no momento, o Náutico possui três pontos na competição, ficando na segunda colocação do grupo 22. Na última rodada da fase, que será realizada no próximo sábado, dia 10 de Outubro, o América encara Náutico, no CT da Guabiraba, às 13h30. Já o Íbis joga contra o Waldomiro Silva pela manhã, às 8h30, no campo do Estancinha, situado no bairro do Jiquiá, no Recife.
RESULTADOS:
Sábado, 26/09 08h30 - Waldomiro Silva 1 x 0 Náutico (Campo Do Estancinha, Jiquiá/Recife)
Domingo, 27/09 13/30 - Íbis 2 x 2 Vicência/América (Campo Real Madri, Ibura/Recife)
CLASSIFICAÇÃO:

quinta-feira, 1 de outubro de 2009

O Glorioso agora no Twitter!