segunda-feira, 26 de abril de 2010

Desconfiança paulistenense recai sobre o América

Após ser firmado o convênio entre o Campeão do Centenário e a prefeitura da cidade do Paulista para a temporada 2010 os moradores daquela região estão divididos, enquanto uma parte acredita na possível boa campanha com objetivo de levar novamente o América para a primeira divisão do estado, campeonato que não disputa há exatos quinze anos, outros olham com desconfiança o trabalho apresentado pela diretoria alviverde.

Num blog especializado nos desportos do município em que o Periquito mandará suas partidas ilustra detalhadamente esse sentimento de receio. Primeiramente é levantada a questão da qualidade dos atletas e do tempo restante de preparação visando a Série A2 fazendo o seguinte comentário:

“Nenhum jogador conhecido estava em campo, um pequeno publico que acompanhou o treinamento questionava este período preparatório do América que estréia em menos de 20 dias no Pernambucano série A.2 e não demonstra ter uma equipe pronta para subir de divisão.

No complemento desse mesmo texto, escrito em 22 de abril, o responsável pela matéria faz uma ressalva em particular as obras que acontecem no estádio municipal Ademir Cunha frisando a efetiva participação da prefeitura do Paulista na revitalização do mesmo enquanto no seu ponto de vista a diretoria americana não esta devidamente preparada para seguir jornada na segunda divisão e da falta de amistosos descrito nesse trecho:

“Enquanto a Prefeitura da Cidade do Paulista corre contra o tempo para deixar o Estádio em condições de jogo (reforma das 6 torres de iluminação, banheiros, bilheterias, vestiários, cabine de imprensa entre outros além, manutenção do gramado).

Mais parece que o América não esta se preparando para a competição com a seriedade que os outros estão, exemplo o Olinda que tem no comando Nereu Pinheiro e o Barrerense que conseguiu tirar Luciano do América antes do inicio do Campeonato.

O América já deveria estar promovendo amistosos mais com o que vimos ontem é melhor não marcar nenhum jogo.”

Antes desse debate sobre as condições de trabalho apresentado pelos dirigentes do clube da Estrada do Arraial outro texto também publicado no mesmo dia do anterior e no mesmo blog fala de uma possível procura da direção do América junto ao treinador do Salgueiro Atlético Clube, Paulo Júnior, conterrâneo do município paulistenense além de ser o técnico do título da Copa do Interior 2009 pela seleção local, destacando que o atual presidente da agremiação que defende está inteiramente satisfeito com seu trabalho apresentado neste ano, mas ficou grato pela lembrança e convite da direção americana, como descrito no seguinte parágrafo:

“O treinador gostou muito de ter sido lembrado pela diretoria do América mais confirmou que fica no Salgueiro para disputar o titulo simbólico de Campeão do Interior do Campeonato Pernambucano Série A.1.”

É valido relembrar que na presente competição da Série A1 o Salgueiro terminou a primeira fase na oitava colocação com uma campanha irregular apresentando apenas 8 vitórias, 2 empates e acumulando o mesmo número de derrotas do lanterna, Sete de Garanhuns, com 12 derrotas além que no início do ano o Carcará do Sertão (Salgueiro) passou por uma grave crise financeira com a perda do principal investidor e teve sua receita reduzida pela metade assim descrita no site PE 360 Graus do dia 12 de janeiro de 2010 e relembrando que o clube sertanejo está na terceira divisão do Campeonato Brasileiro, ou seja, uma divisão acima do tradicional Santa Cruz Futebol Clube.

A única coisa que resta a fazer nesse pouco tempo de espera é acreditar convictamente que o América Futebol Clube irá superar as más perspectivas descritas surpreendendo a todos que desconfiam dessa grandiosa instituição pernambucana respondendo da melhor forma possível, vencendo dentro de campo.

0 comentários:

Postar um comentário