quinta-feira, 10 de junho de 2010

Um jogo para esquecer e levantar a cabeça

Ponderar uma chance perdida de aproximação à liderança, não é tarefa simples. A decepção com a derrota ofusca qualquer senso crítico. O futebol, em sua grande maioria, não é apenas questão de estratégia e, às vezes, o coração fala mais alto.

Hoje no Ademir Cunha havia todos os requisitos para lançar as bases de uma grande guinada na Série A2. Com a confiança da torcida em mais uma vitória, uma semana de preparação e recuperação física, jogando em casa, enfim tudo conspirava para uma grande vitória esmeraldina. Sem o nosso meia Almir, o Decisão montou um ferrolho mortal, e logo no início do primeiro tempo, o time visitante através de uma penalidade, através de um choque da defesa americana sobre o atacante do Decisão. Apesar do gol logo no início, o Paulo Junior respondeu com a melhor formação a disposição, colocando pressão na zaga do Decisão, no entanto, a equipe americana não encontrava espaços no congestionado meio-de-campo de Chã Grande. Para desespero da torcida, o juiz ainda falhou logo em seguida, deixando de marcar pênalti sobre Branquinho, que foi visivelmente empurrado na grande área pela defesa do Decisão. 

A equipe americana ainda foi com tudo contra o Decisão, criando boas jogadas, em uma delas, através de cobrança de falta, Cláudio desperdiçou uma chance única abrir o placar, tirando tinta da trave. Ah, se tivesse entrada aquela bola!!! A torcida estava apreensiva e, quando parecia que o empate estava próximo, em um vacilo na marcação o time de Chã Grande ampliou o placar, dificultando ainda mais a vida do América. Com o segundo tento do visitante Paulo Junior não pensou muito e sacou substituiu a lateral direita, que não estava redendo, chamando o camisa 13 Gilvan para a sua função. 

A única solução para superar a barreira montada pelo tecnico Roberto de Jesus, seria explorar as laterais, com maior aproximação e tabelas. A equipe esmeraldina, pouco inspirada neste quesito, mas com bastante vontade, tentou lançamentos em profundidade para o Branquinho e Cláudio que eram obrigados a deixar a grande área para ir atrás da bola. Mas em uma jogada individual de Branquinho, o árbitro Ricardo Jorge finalmente marcou a penalidade para o América. Curiosamente, quem foi converteu a penalidade não foi nenhum dos nossos atletas de linha e quem tomou a iniciativa foi nosso goleiro Eduardo, mandando no canto direito de Geday, que nem conseguiu ver a cor da bola. Chegando no final do primeiro tempo, o América ainda teve Paulo Junior expulso pelo árbitro, sendo justificada por reclamação excessiva. Depois da substituição de Mousinho, no segundo tempo, as coisas no meio não ficaram bem. Enquanto o Petrônio tinha liberdade para varrer toda aquela linha entre a zaga e o meio de campo, o Algodão precisava tomar conta do Eduardinho e Cléber. Numa hora a casa iria cair. Em um contra-ataque, o Nenem acabou marcando o terceiro gol da Raposa do Agreste. Sem nenhuma mudança, o segundo tempo deu algumas emoções no começo com o América quase diminuindo a diferença no placar, sempre no sufoco e sempre pelo meio. Apesar da expulsão de um dos jogadores do Decisão foi apenas um mero detalhe que não se fez diferença. 


Com esta derrota, o time do Chã Grande assume a segunda colocação que estava com o América com 11 pontos, enquanto o Mequinha estaciona nos 10 pontos, mas caindo para a quinta colocação. Domingo teremos outra grande batalha em casa, contra o Belo Jardim. A missão será difícil e nossos guerreiros devem esquecer esta derrota e não se abater. É preciso reagir com o coração e acreditar na vitória! Abaixo, a atualização da tabela, após o resultado desta partida:




-***-
Vote do Blog do Mequinha no Top Blog 2010. Clique aqui. 
Siga o Blog do Mequinha no Twitter. Clique aqui.

2 comentários:

  1. Sou fã do Blog,queria q vc também entrasse no meu o LINK é: http://chagrandefc.blogspot.com/

    E vota no topblog2010,eu ja votei no seu.

    ResponderExcluir
  2. Olha o futebol infelizmente tem dessas coisas, quando achamos que esta indo tudo bem, sofremos com derrotas inesperadas, por isso que o futebol e' o esporte numero 1 do mundo, não podemos vacilar. Garotos nada de desanimar, perdemos uma batalha não a guerra, vamos erguer a cabeça, dar a volta por cima e ir a luta, o jogo de ontem já foi, agora e' pensar no próximo compromisso, que vai ser mais difícil ainda, mantenham os pés no chão e sejam humildade, e vejam que as vezes uma derrota serve para alertar que devemos trabalhar mais ainda. Vamos corrigir os erros e por em pratica, todo o conhecimento do Professor Paulo Jr.Vamos lá' América nada perdido ainda, vamos nos classificar e depois lutar para atingir o objetivo.

    ResponderExcluir