segunda-feira, 26 de julho de 2010

Cumprindo tabela e não cumprindo o serviço

Estávamos classificados, e a partida em Petrolina nos serviu apenas para conhecer os nossos três adversários para a próxima fase. Tudo bem que a viagem até o sertão pernambucano foi longa e cansativa, beleza. Mas não precisava perder com um placar elástico né? Digo isso porque acompanhando o jogo pela internet, através da Rádio Grande Rio AM, vimos (ou ouvimos) que nossa defesa demonstrou algumas dificuldades, marcamos errado, deixamos alguns jogadores do Petrolina jogarem, como por exemplo o meia Jackson e o atacante Cristiano, que foi o destaque da Fera Sertaneja, marcando três dos quatro gols. O Petrolina começou forte e logo marcou com Cristiano, aos seis minutos. Durante boa parte do primeiro tempo a Fera Sertaneja tomou conta do jogo, fazendo com que o time do América jogasse defensivamente e nas poucas chances que o Periquito criou, com Branquinho partindo em velocidade, mas o goleiro Romero antecipou na jogada, impedindo que o atacante esmeraldino pudesse empatar a partida, logo aos quinze minutos. Aos 21 minutos, o tricolor sertanejo ampliou a vantagem, novamente com Cristiano, em uma jogada no meio. A Fera ainda conseguiu deixar a situação mais complicada, marcando o terceiro gol com Jackson Silva, antes do final do primeiro tempo. No segundo tempo, com a entrada de Zé Carlos no lugar de Lúcio o América conseguiu melhorar, mas não o suficiente para diminuir a vantagem do time local. O Petrolina veio com tudo no segundo tempo e, aos 11 minutos, através de um passe de Jackson, pela direita para Cristiano encobrir o goleiro Anderson. O Mequinha ainda conseguiu marcar o gol de honra com Renato, em cobrança de pênalti já no final da partida, próximo dos quarenta minutos. A atuação do América me surpreendeu. Sem dúvida nenhuma hoje foi um jogo atípico. Mesmo saindo derrotado em algumas oportunidades na Série A2 o elenco americano jamais demonstrou inferioridade ao seu adverário. O time jogou mal, não entramos ligados, sofremos os gols e não tivemos forças para reagir. Nada deu certo hoje, mas felizmente ainda estamos na luta pelo título, terminando a primeira fase na sétima colocação com dezoito pontos. Agora, como torcedores, nos resta vibrar, comparecer ao Ademir Cunha e apoiar este elenco para garantir a liderança do grupo e, conseqüentemente, a tão sonhada vaga para o retorno a elite do futebol pernambucano. E ao elenco e a comissão técnica do América, corrigir os erros e as falhas e tomar os próximos jogos contra Decisão/Chã Grande, Pesqueira e Timbaúba como verdadeiras decisões, pois serão delas que definirão o futuro do América. Vamos lá, pra cima deles, Campeão do Centenário!
-***-
Vote do Blog do Mequinha no Top Blog 2010. Clique aqui. Siga o Blog do Mequinha no Twitter. Clique aqui.

2 comentários:

  1. o ruim disso tudo foi o saldo de gols e tenho certeza que não estava nos planos do professor Paulo Jr. perder dessa forma para o petrolina treinado por Neco. No mais acredito na classificação para a serie A1 e até acho, que uma vitoria domingo vai eletrizar a garotada para jogarem mais a vontade e ter liberdade de expor o melhor de cada atleta sem medo de errar. A melhor defesa é o ataque se concluirmos 5 gols podemos até levar dois , o importante agora é vencer, e para vencer temos que jogar com alegria e determinação. Pra frente America, pra frente.

    ResponderExcluir
  2. SERÍA BOM SE A DIRETORIA PUDESSE PÔR UM CARRO DE SOM ANUNCIANDO ESTE JOGO TÃO IMPORTANTE,NAS IMEDIAÇÕES DO PAULISTA,POIS COM CERTEZA,MUITOS DESPORTISTAS E SIMPATIZANTES DO NOSSO MEQUINHA IRIAM SE DISPOR A IR LÁ DAR AQUELA "FORCINHA".
    VAI AMÉRICA!!!
    VAI MEQUINHA!!!
    DE MARCÃO-VILA RICA/JABOATÃO-PE
    IMPÉRIO ALVIVERDE

    ResponderExcluir