segunda-feira, 2 de agosto de 2010

Começamos com "pé esquerdo"


Pior que se conformar com uma derrota criada através dos nossos próprios erros, é ter um time com a síndrome do “quase”. A torcida está cansada de tantos altos e baixos, com as ilusões de ótimos fora de casa e as decepções das partidas pífias dentro do Ademir Cunha. Muitas vezes já cantamos esta pedra aqui. Várias chances criadas e poucas aproveitadas. Assim não dá. E se por algum milagre dos Deuses do Futebol conseguirmos o retorno tão desejado para a Série A1, é melhor tomar como base os erros apresentados ontem contra o Decisão/ChãGrande e extirpar do Campeão do Centenário tudo que for negativo para as nossas pretensões de glória. Tem que colocar a faca na carne mesmo e tratar estes próximos jogos como finais, caso contrário, iremos cair antes da última rodada. 

Além disso tudo, não iremos perder tempo analisando uma arbitragem que mais uma vez ficou a desejar. Independente que tenha sido pênalti, mas uma arbitragem que marca a penalidade através do grito do time visitante, confirmando logo em seguida é demais para as minhas jovens coronárias. 

O América começou bem a partida, impedindo a criação de jogadas da Raposa e criando boas oportunidades e que, infelizmente, não foram convertidas em gol. Apesar da pressão esmeraldina, quem saiu na frente do placar foi o Decisão/Chã Grande, com Eduardinho aos 30 minutos, através de uma jogada iniciada na lateral direita. Logo em seguida o artilheiro Cláudio conseguiu empatar, terminando o primeiro tempo no empatados em 1x1. 

Quando pensávamos que o time esmeraldino viria com tudo na segunda etapa, mantendo o ritmo de jogo no primeiro tempo, o time caiu visivelmente de produção, principalmente após tomar um gol nos primeiros 5 minutos com Sandro Miguel, de pênalti. O que foi visto ontem foi algo que não se pode nunca fazer dentro da área. Aos 24 minutos, outro gol do time de Chã Grande. No bate-rebate dentro da pequena área, a bola acabou resvalando em Pintado e ampliou ainda mais a vantagem da Raposa. O América ainda conseguiu diminuir a vantagem aos 39 minutos do segundo tempo, em cobrança de pênalti, novamente com Cláudio e, apesar da pressão americana nos minutos finais, o Chã Grande iniciou um verdadeiro cai-cai, interrompendo a evolução do América. 

Só peço encarecidamente para o elenco não desanimar e acreditar no seu próprio potencial. Perdemos apenas a primeira batalha, mas não a guerra. Haverá ainda mais cinco jogos pela frente e não será nenhum bicho de sete cabeças recuperar os três pontos diante do Pesqueira. 

Agradecimentos à Rádio Clube AM 720 e principalmente o repórter, editor do Nordestebol e parceiro do Blog do Mequinha, Marcelo Araújo, que estava cobrindo a partida lá no Ademir Cunha. 

E parabéns a todos que compareceram no estádio, que mesmo na derrota, vibraram e incentivaram os atletas esmeraldinos, a população de Paulista realmente abraçou a causa, após a diretoria americana ter realizado a divulgação da partida durante toda a semana, com carro de som. Apenas peço desculpas aos torcedores que vieram, incentivaram e ajudaram. Infelizmente não foi desta vez.


-***-
Vote do Blog do Mequinha no Top Blog 2010. Clique aqui. 
Siga o Blog do Mequinha no Twitter. Clique aqui.

4 comentários:

  1. Caro Washingtom, estive ontem no Ademir Cunha e ainda não havia tido a oportunidade de ver o Mequinha jogar. Sei que não podemos fazer uma avaliação de um elenco de futebol apenas por uma partida, mas ontem, ficou evidenciado que o time do América carece de uma dupla de zaga melhor e um volante de pegada. No resto acho que o time não é tão ruim, criou bastante chances de gol, infelizamnte não foram convertidas. O América não pode contratar jogadores de baixo nível (Givaldo, o sarará, nunca ganhou nada onde jogou, É MUITO FRACO, dois gols saíram de falha individual dele. Torço por dias melhores e espero que esteja errado, continuarei torcendo muito pelo Mequinha, mas com essa defesa, tá difícil...

    Heron Fulco

    ResponderExcluir
  2. Acho que não devemos proucurar cupados , pois no meu modo de ver quando um time perde perdemos todos, e depois o gol normalmente vem de falhas ou merito do adversario, mais mesmo assim fico muito felez por mais pessoas, deixarem seus recados aqui, pois sem via de duvida, prova que tem mais pessoas querendo ver o America na serie A1. Agora espero que todos os atletas reflitam e vejam que se treinarem mais as finalizações e a defesa e o meio - campo se organizarem melhor vamos conseguir chegar até o nosso objetivo. Olhem bem "O JOGO SÓ ACABA QUANDO TERMINA" e esse jogo do America tem mais cinco confrontos. e eu só vou para de acreditar quando os numeros me provarem que não da mais. Vamos lá de cabeça erguida, e convictos que não tem nada perdido. E nem devem jogar no desespero, acreditem.

    ResponderExcluir
  3. O América ta numasituação semelhante ao Santa Cruz há alguns dias atrás....Perdeu na estréia e em casa, agora é correr atrás do prejuízo porque serão cinco finais e temos que ganhar todas. E obrigado a todos que vêm comentando no nosso Blog. Grato a Todos.

    ResponderExcluir
  4. Olá Heron, eu já acredito que nosso maior problema é o ataque. Falta um homem lá na pequena área pra empurrar a bola pra rede... o homem do último toque!

    Mas acredito que vamos passar por cima destas deficiências, e vamos subir. É como disse o Ricardo Cruz, vamos ter esperança!

    Obrigado a todos pelos comentários.

    Saudações esmeraldinas!

    ResponderExcluir