domingo, 5 de setembro de 2010

Na elite do Estadual: Americanos estão de alma lavada

Por João de Andrade Neto, no Jornal do Commercio 

O passar dos anos sem títulos e o iminente risco de fechamento praticamente fizeram desaparecer a torcida do América. Mas o retorno do tradicional clube, seis vezes campeão estadual, à elite do Campeonato Pernambucano, de onde esteve afastado por 15 anos, provou que a torcida esmeraldina resistiu. E o mais impressionante, conseguiu novos adeptos. Ontem, o orgulho pela volta à elite era compartilhada tanto por seu Teófilo Sérgio da Silva, de 87 anos, torcedor símbolo e guardião das taças e da histórica sede, na Estrada do Arraial, quanto pelos universitários Washington Luiz, 23 e Allan Lemos, 22, responsáveis pelo Blog do Mequinha (blogdomequinha.blosgpot.com), criado em 2007. 

"Não parei de encontrar pessoas me parabenizando pela volta do América. Só eu sei o que passei. Sofri calado esses anos todos. Tenho guardada a bola do último jogo do time na Primeira Divisão (em 1995)", disse seu Teófilo, que trabalha no clube desde 1953 e tinha 21 anos quando o time conquistou seu último título, em 1944. "O América já teve grandes equipes. O melhor que eu vi foi Macaquinho. Jogava demais", disse, lembrando o atacante que defendeu o clube nos anos 50. 

Washington e Allan também foram comprimentados ontem pelo retorno do Mequinha. Apesar de jovens, tinham oito e sete anos, respectivamente, quando o Alviverde esteve pela última vez na Série A1, ambos garantem que não são apenas simpatizantes, e sim torcedores. Tanto que foram a vários jogos na campanha do acesso da Série A2. "O meu primeiro jogo do América foi em 2008, contra o Santa Cruz, pela Copa Pernambuco, no Arruda. Esse ano fui a todos os jogos em Paulista e estava indo para Chã Grande para acompanhar o jogo de domingo, mas o ônibus quebrou em Vitória de Santo Antão. Peguei um táxi e voltei para o Recife acompanhando o jogo pelo rádio", disse Allan, que também criou, em 2006, uma comunidade do América no Orkut, que conta atualmente com 524 membros. O clube também conta com uma torcida organizada, a Esquadrão, integrada exclusivamente por moradores do Paulista, onde o time mandou seus jogos. Mas o que leva um jovem a escolher torcer por uma agremiaão que passou vários anos à beira da falência. "Moro em Casa Amarela, perto da sede do América, e procurei saber sobre a história do clube e me interessei. Também gosto do Santa Cruz, mas hoje sou americano. Tenho cinco camisas do time", disse. 

"Sou mineiro e cheguei a Pernambuco com 13 anos e não tinha time para torcer aqui. Conheci o Allan pelo Orkut e escolhi o América. Fui a seis jogos na Série A2. Quando saio com a camisa do América as pessoas pensam que é do Palmeiros, Guarani, América-MG. Espero que agora eu não precise explicar mais que é do América", completou Washington. "Recebi mais de cem e-mails de pessoas me parabenizando pelo retorno do América. Até do Rio de Janeiro, de torcedores do América carioca", completou Allan. E agora, o que esperar do clube de coração na Primeira Divisão. Título? As aspirações iniciais não chegam a tanto. "Vamos de passo em passo. O primeiro objetivo é se manter na elite. Depois, quem sabe conseguir uma vaga na Série D", disse Washington. Do alto da sua experiência, seu Teófilo concluiu. "Meu sonho agora é ver o América voltar a crescer e honrar a sua história".



FUTURO: Com o retorno à elite, a diretoria alviverde espera tocar com mais rapidez o projeto de construiu um estádio próprio e um centro de treinamento em Abreu e Lima, município da Região Metropolitada do Recife. Mas, por enquanto, o clube deve seguir mandando seus jogos no Estádio Ademir Cunha, em Paulista. "Queremos subir e não cair mais. O projeto do estádio corre paralelamente a montagem do time para 2011. Paulista tem um grande estádio e é uma cidade carente de futebol. Queremos permanecer lá", disse o presidente João Moreira.

(Jornal do Commercio. Nº 243. Terça-feira, 31 de agosto de 2010)

-****-

Vote do Blog do Mequinha no Prêmio BlogBooks 2010. Clique aqui.
Vote no Blog do Mequinha no Prêmio Top Blog 2010. Clique aqui.
Siga o Blog do Mequinha no Twitter. Clique aqui.

0 comentários:

Postar um comentário