segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

A reconquista da cidadania

Dia 6 de janeiro de 2011. Esta será a data que marcará uma nova página na quase centenária história do América, abrindo novamente as portas de sua sede, situada na Estrada do Arraial. O local será apresentado ao torcedor pernambucano com loja, centro administrativo, além do espaço de visitação, apresentando ao publico a história do clube seis vezes campeão pernambucano. O América passou por período como um nômade, ficando conhecido nos últimos anos como pela imprensa esportiva “o andarilho do futebol pernambucano”. Sua primeira transferência iniciou na década de 80, transferindo-se para Jaboatão e mandando seus jogos no Jefferson de Freitas. No início desta transferência, vieram sonhos e muitas esperanças na redenção do clube alviverde, entretanto, todo este apoio caiu em ruínas após a desclassificação da Taça de Prata em 1982 e logo em seguida, através de conflitos com alguns políticos que compunham a gestão de Geraldo Melo. De lá pra cá foram sucessivas tentativas da busca de um lugar ao sol, quando na realidade ele sempre existiu. O local que um dia também já foi o centro de grandes eventos da sociedade pernambucana com prévias carnavalescas, eventos juninos e o primeiro palco no estado que recebeu o Rei Roberto Carlos, ainda em sua fase de Jovem Guarda aos poucos foi perdendo a sua identidade e caiu no esquecimento na memória dos pernambucanos. Para muitos, a presença de um colégio particular na sede dava para muitos a falsa mensagem da extinção do Campeão do Centenário, exterminada este ano com o retorno do Periquito a primeira divisão do Campeonato Pernambucano, mostrando a todos que o América está mais vivo do que nunca.
Sede do clube, situada no bairro de Casa Amarela, na Estrada do Arraial
O retorno da administração do clube a sua tradicional sede, bem como a abertura do espaço para visitação pública será um momento de grande importância para o clube, que está retornando a divisão de elite do estadual depois de árduos longos quinze anos. Alexandre Moreira, atual vice-presidente de Patrimônio e um dos grandes responsáveis pelo retorno do clube a Casa Amarela foi feliz em sua declaração para a coluna do jornalista Claudemir Gomes, na Folha de Pernambuco, ao dizer que a volta a ocupar a sede na Estrada do Arraial é como se o nosso clube estivesse reconquistando a sua cidadania. Sem sombra de dúvidas, depois da conquista do acesso a Primeirona, este foi outro gol de placa no biênio de João Moreira, trazendo novamente o clube para a sede que foi construída na gestão do seu pai Zezé Moreira, na década de 60.

2 comentários:

  1. Sem via de duvida vai ser um lindo espaço para todos que teem uma grande admiração pelo Glorioso America, e vou ficar muito orgulho não só em ver fotografias do passado , onde jogarão grandes atletas , como vou ver tambem fotos dos atletas herois do presente. Parabens pela brilhante iniciativa, resgatando a sede de tantas glorias.

    ResponderExcluir
  2. Se você fala do America já vem em mente de muito apaixonados do futebol! A sede da estrada do arraial! A sede e a identidade do Esmeraldino!!!

    ResponderExcluir