quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

Um ano de crescimento para o América

Com o fim do ano, nos resta fazer uma avaliação de tudo que ocorreu nesta temporada para o Periquito. Para todos os torcedores americanos, é certeza de que foi um ano inesquecível. Arrisco-me a dizer que foi o melhor ano da história nos últimos 20 anos. Um ano em que o clube conseguiu retornar entre os grandes de Pernambuco e, mais importante, mostrou que ainda possui importância no cenário esportivo do estado e porque não, também a nível nacional, conquistando projeção na imprensa bem maior do que o Petrolina, atual campeão da Série A2. É importante destacar todo a evolução do clube após a chegada de João Moreira. O presidente esmeraldino correu contra o tempo com a Prefeitura de Paulista para colocar o Ademir Cunha em condições de jogo seguindo as normas do Estatuto do Torcedor, além de iniciar a segundona com um grupo totalmente diferente do que terminou a competição. Outra façanha a ser destacada foi garantir o acesso a primeira divisão mesmo na dependência do resultado do jogo entre Pesqueira x Timbaúba e precisando vencer o Chã Grande fora de casa. Moreira demonstrou que possui competência administrativa e uma pitada de sorte. Méritos não somente para ele e sua diretoria, como a todos os atletas e membros da comissão técnica. Hoje é comum ver jovens torcedores nas ruas nas faixas de seus treze a vinte anos, que nunca viu o América disputando a elite do estadual, comentando e buscando informações sobre o Alviverde de Casa Amarela. Antes, isso se limitava as pessoas nas margens dos trinta anos, mas hoje já se espalhou por todos os fanáticos por futebol, inclusive em cidades de outros estados que possuem outros clubes americanos. O projeto do Centro Técnico Administrativo também será uma mola propulsora para levar o Periquito aos mais diversos cantos de nosso Estado. Como é bom novamente a camisa do Periquito pelas ruas de Pernambuco, que por muito tempo andava sumida do cenário estadual. Para quem se lembra, achar uma camisa do América era muito difícil há alguns meses atrás, hoje já é corriqueiro na paisagem recifense. Isso mostra que o Campeão do Centenário está no caminho certo.
Texto especialmente criado para a coluna Boletim Americano, do Blog dos Números.

0 comentários:

Postar um comentário