sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

Desencantamos!

Não foi a tão esperada vitória, mas foi um bom resultado. O Mequinha foi até o Cabo de Santo Agostinho e conseguiu trazer para casa um ponto importante. Na verdade o primeiro pontinho no certame. Diante de um Gileno de Carli quase lotado o América enfrentou a empolgada Cabense, pensando em se recuperar do desastroso início de campeonato. Mas quem obviamente tomou a iniciativa de abrir o placar foram os donos da casa. Aos 17 minutos a Cabense marcou o primeiro gol e despertou o sentimento nos seus torcedores de que uma tranqüila vitória estava encaminhada. Não imaginavam que o aguçado espírito tático de Nereu Pinheiro faria a diferença nessa partida. O América não se acovardou e conseguiu empatar aos 35 minutos com David, aproveitando o descuido da zaga da Cabense. Isso pôs panos quentes na impressão de que a vitória azulina sairia fácil. A essa altura do jogo Nereu Pinheiro já havia identificado as falhas do América e os pontos fortes da Cabense. Com um reposicionamento adequado dos defensores Alviverdes, Flávio Caça Rato recebeu uma marcação mais firme e suas perigosas jogadas foram praticamente neutralizadas pela zaga do América. O retorno do segundo tempo marcou um jogo onde a tônica foi bem simples: a Cabense tentava a todo custo emplacar uma pressão e o América saia nos contrataques. Em pelo menos três desses contrataques os Esmeraldinos conseguiram chegar com perigo ao gol da Cabense, obrigando o bom goleiro Danilo a fazer importantes intervenções. Com as mexidas de Nereu no time alguns problemas foram praticamente resolvidos. As nossas laterais deixaram de ser motivo de dor de cabeça e as jogadas de ataque chegaram melhor articuladas na frente. A bola chegou mais vezes ao Silvano e sempre se via o criativo Paulinho Andrade conduzindo e armando as jogadas de ataque. Destaque também para Mousinho e para todo o sistema defensivo, que se posicionou corretamente e segurou as investidas da Cabense. Sobretudo David, que além de garantir a defesa do América ainda marcou o gol que assegurou a pontuação. Muito embora tenhamos jogado mais tempo atrás da linha de defesa, chegamos mais vezes ao ataque e com mais qualidade do que nas partidas anteriores. Resultado da entrada de laterais que apóiam bem e da presença de jogadores com toque mais refinado e criativo no meio campo, como Paulinho Andrade ao lado de Mousinho. Finalmente conseguimos pontuar. E com esse ponto não apenas reacendemos a chama Esmeralda da esperança. Tocamos fogo na fogueira que nos aproxima do América: sempre acreditar em dias melhores!

6 comentários:

  1. O primeiro ponto dos muitos que viram, pra cima do carcara periquito e nostre suas garras afiadas.

    ResponderExcluir
  2. AMIGOS,SIMPATIZANTES E TORCEDORES DO NOSSO MEQUINHA,FAÇAM UMA FORCINHA PARA IREM AO ADEMIR CUNHA DOMINGO,PARA LEVARMOS O AMÉRICA À PRIMEIRA VITÓRIA CONTRA O CARCARÁ.
    DE MARCAO
    VILA RICA

    ResponderExcluir
  3. Um nome bom para esse jogo é o menino Tassio, uma promessa, e passou pelo carcará. Terá grande chance de sair com a vitória.
    Vamos lá América!

    Luiz Flávio

    ResponderExcluir
  4. DEPARTAMENTO DE MARKETING E COMUNICAÇÃO DO AMERICA: Um carro de som nos bairros de Paulista e porque não em Casa Amarela é primordial agora!!!

    Vamos lotar o Ademir Cunha!!! Como está sendo ploriferado no Twitter, é #ADEMIRLOTADO #CUNHAOLOTADO

    Vamos lá, Américaaaaaaaaaaaa

    ResponderExcluir
  5. vamos que vamos, moçada do mequinha ! esse empate dentro da casa dos outros já é um sinal dos bons tempos que estão chegando pro américa.. domingo a gente chega lá !!

    ResponderExcluir
  6. Nada de Clássico das Emoções...!

    Domingo é dia de rever o América no Ademir Cunha! Eita que já tava dando saudade! hehehehe... :)

    #AdemirLotado

    ResponderExcluir