sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

Perdemos, mas de cabeça erguida

Amigos, estamos à frente do Blog do Mequinha há 3 anos. Nesse periodo, presenciamos muita coisa. Desde vitórias consagradoras à derrotas vergonhosas. De tudo, um pouco. E a nós torcedores nem é concedido o direito de reclamar. Temos que nos calar diantes das injustiças. É isso que querem para que tudo permaneça como está há anos no futebol brasileiro. Pois vamos contrariar a essa ordem do silêncio e desabafar, falar tudo o que reside entalado em nossas gargantas. O que mais revolta foi ver que o América teve mais volume de jogo, menos com um jogador desde os cinco minutos de partida. Foi valente, chegou a exercer o domínio parcial da partida e só não fez os gols que lhe daria a vitória ou do empate porque não permitiram. Sim, amigos. No primeiro tempo houve um legitimo de Douglas, invalidado pelo árbitro. O time esmeraldino dominou as ações e, quando era ameaçado pelo Leão da Ilha, lá estava a defesa esmeraldina, com Gleibson, David e Negreti, sempre atentos ao ataque rubro-negro. Antes deste dominio, nosso time foi prejudicado após a expulsão de Givaldo, simplesmente afirmar que a falta não foi cobrada no local correto, e acabou expulso de campo. Pra piorar ainda mais a situação um gol duvidoso de Carlinhos Bala, na jogada, para não falar impedido. O positivo dessa lambança todo foi que, mesmo com toda adversidade, constatamos que nosso time permanece com o espírito solidário praticado no ano passado, quando conquistamos o acesso. Mesmo com um a menos durante todo o jogo, o time demonstrou raça e soube suportar a pressão do adversário. Ontem podemos presenciar que Luciano Ribeiro soube montar um time competitivo e com peças de reposição de bom valor. Batata demonstrou que continua sendo ótimo em manter a posse de bola, e dar segurança e cadência, Douglas demonstrou ser ótimo cabeceador, e fazendo um bom pivô. Mousinho sai pro jogo com muita qualidade, e sabe fazer uma boa cobertura. A defesa se postou muito bem nas bolas paradas e o toque de bola no meio de campo está eficiente, apresentando jogadas rápidas e compactas, com destaque para Lucio, que foi um monstro ontem na Ilha. Todavia, faltava a cereja do bolo. E ela veio através da desorganização gerada nas arquibancadas para acomodar a torcida leonina, o que interferiu nas acomodações da torcida americana, retirando-a do seu local e levando até as cadeiras sociais. Isso não seria problema algum se a torcida visitante tivesse que passar próximo a torcida mandante, perdendo cerca de dez a quinze minutos para se acomodar e voltar as atenções ao jogo. No segundo tempo, o jogo foi mais equilibrado, mas ainda assim o América exercia uma marcação quase perfeita no meio campo, não permitindo que Bala e Ciro criassem qualquer oportunidade de gol. No ataque, o time esmeraldino não teve tantas oportunidades de marcar, através da dificuldade de ligação do meio de campo com o ataque. Enfim, amigos, iniciamos a competição com derrota, mas pelo que vimos ontem, nosso time tem total condições de fazer um belo campeonato pernambucano, necessitando logicamente algumas correções no setor ofensivo do time, além da defesa realizar falhar em alguns pontos, principalmente na antecipação, deixando liberdade para o adversário chegar, sem pressioná-los. A saída pelas laterais tem que ser mais rápida, explorando a boa condição física, e o fato de termos Douglas, como cabeceador. Mas certamente Luciano Ribeiro e sua comissão técnica irá trabalhar estes pontos. Agora, caberá a nós, torcedores, ir até Vitória de Santo Antão e apoiar nosso América a qualquer custo no Carneirão. O campeonato está apenas começando e muitas emoções nos aguardam. Juniores: Sobre o jogo preliminar, valido para o campeonato de juniores começamos tropeçando, sofrendo uma goleada de 4x0 para o Sport. Assim que conseguirmos mais detalhes, publicaremos no Blog.

4 comentários:

  1. Só uma observação. O gol de Bala não foi duvidoso, foi em impedimento mesmo ! No mais, boa matéria.

    ResponderExcluir
  2. Amigos do mequinha, no site oficial, vcs esqueceram do titulo do trofeu nordeste 1923. bota la, valeu!

    ResponderExcluir
  3. Acho que nem Sport e nem a federação precisavam usar desses artifícios , foi gritante a falta de respeito e a desordem ocorrida nesta quinta-feira na ilha do retiro, o América e' um clube de expressão e merece todo o respeito por parte de todos os órgãos que regem o futebol brasileiro,só posso descrever esse episodio com uma única palavra, VERGONHA , VERGONHA ....esperar mais o que dessa entidade falida FPF, no meu modo de ver , esse vai ser o campeonato que vai ficar na historia o CAMPEONATO DA VERGONHA.

    ResponderExcluir