segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

Quem será o novo técnico do América?

Como todo mundo sabe, o Campeão do Centenário está sem comandante. Após Luciano Ribeiro ter entregado o posto de técnico, oficializada pela diretoria do América após a derrota diante do Petrolina, o alviverde será comandado, interinamente, por Mauro Branco, atual auxiliar técnico do clube. A pergunta que paira no ar: quem vai ocupar um lugar no banco de reservas do América, comandando a equipe no restante do Campeonato Pernambucano? Nomes como o de Adelmo Soares, Levi Gomes, Charles Muniz, Lourival Silva, Dado Cavalcanti, Henry Lauar, Roberto de Jesus e até mesmo do próprio Mauro Branco chegaram a ser debatidos pela mídia, após a informação de que Luciano Ribeiro tenha entregado o boné. Não quero polemizar ainda mais. Mas levantamos as características daqueles que podem vir a ser o novo técnico esmeraldino. Adelmo Soares conhece bem o futebol local e conseguiu levar vários times para a divisão de elite do futebol pernambucano. É um treinador que gosta de “povoar” o meio campo. Coincidentemente, o treinador foi demitido na mesma rodada em que Luciano Ribeiro entregou o cargo, após uma campanha fraca na competição com o Ypiranga. Mesmo assim, acredito que ele pode acertar novamente o rumo do Periquito. Outra opção é Levi Gomes. Começou a trabalhar como preparador físico do Náutico, função desempenhada até 1995, quando assumiu o cargo de treinador do elenco profissional. Depois rodou o Nordeste. Comandou Porto e Central de Caruaru, Confiança-SE, CSA-AL, Treze-PB, Campinense-PB e Unibol-PE, conquistando títulos no Campeonato Sergipano em 2000 (Sergipe), Campeonato Pernambucano da Segunda Divisão em 1998 (Unibol) e Campeonato Pernambucano de Juniores (Porto em 2004, Náutico em 2007 e 2009 e Sport em 2010). Charles Muniz é outro que conhece bem o futebol local. Conquistou o título de Campeão Pernambucano pelo Náutico em 1989 e pelo próprio Santa Cruz em 1993. No ano de 2010 o treinador teve boas passagens pelo Porto de Caruaru, pegando Gavião na lanterna do estadual e por muito pouco não garantiu o acesso a Série D do Brasileiro. Na Série A2 do Pernambucano, deixou o comando do Centro Limoeirense invicta na competição, após desentendimento com os dirigentes do Dragão. Roberto de Jesus também é uma alternativa para o comando do América. Ex-jogador do Santa Cruz e ex-Treinador do Central no Campeonato Pernambucano de 2009 e Copa do Brasil onde acabou sendo eliminado pelo Vasco da Gama naquela Ocasião. Ano passado o treinador realizou bons trabalhos à frente da Acadêmica Vitória, recuperando o Tricolor das Tabocas numa posição delicada no pernambucano, e com Chã Grande na Série A2, que por detalhes não garantiu o acesso a primeira divisão do estadual. Lourival ascendeu de divisão em times de pouca expressão, especialmente no futebol pernambucano, quando conquistou três acessos da Série A2 para a Série A1 do Estadual – com Central, Serrano e Ramalat. Conseguiu ainda a vaga inédita para Salgueiro-PE e Vitória-PE no Campeonato Brasileiro da Terceira Divisão.Além de técnico, ele já foi coordenador das divisões de base do Clube Náutico Capibaribe, de Recife-PE, e jogador (ídolo alvirrubro). Lourival, inclusive, foi o atleta que mais vestiu a camisa do Náutico, em todos os tempos. Um dos técnicos mais promissores da nova geração, que surgiram no estado, Dado foi campeão estadual de Rondônia com o Ulbra, em 2006. No Santa Cruz, Dado Cavalcanti teve a responsabilidade de treinar o time na Copa de Pernambuco. O resultado foi mais um título, com 83% de aproveitamento. Ganhou moral e se tornou auxiliar direto de Lori Sandri. Com a queda do gaúcho no começo do ano, Dado assumiu o comando do clube pernambucano, encontrando o time na sétima posição do Pernambucano e o levando às semifinais. Pela Copa do Brasil, caiu nas oitavas-de-final diante do Atlético-GO, após ter eliminado o Botafogo carioca. Dado pediu demissão do Santa Cruz após desentendimento com a diretoria. Atualmente, é técnico do América de Natal, depois da demissão de Lula Pereira. Outro técnico oriundo das divisões de base do Santa Cruz, Henry Lauar ganhou notoriedade após conquistar o título da Copa Pernambuco no ano passado, de forma invicta. Chegou ao tricolor om a indicação de Raimundo Queiroz, ex-diretor de futebol. Antes havia trabalhado com treinador na equipe do Minaçul, onde conseguiu levar o time goiano para a primeira divisão de Goiás. E por fim, Mauro Branco, que exerce a função de auxiliar técnico no América desde o ano passado, quando o clube disputou a Série A2 do estadual. Antes de trabalhar no América e contribuir com o acesso a primeira divisão, trabalhou como auxiliar técnico de Adelmo Soares em sua passagem no Cabense no primeiro semestre de 2010 pelo Campeonato Pernambucano e uma de suas pontos positivos para substituir Luciano Ribeiro é conhecimento do elenco alviverde. O importante, seja qual for o técnico escolhido, é que ele assuma imediatamente e comece a recuperação do time no estadual. Independente de quem seja todos eles podem conseguir objetivos mais altos para o Campeão do Centenário.

0 comentários:

Postar um comentário