terça-feira, 29 de março de 2011

Perdemos diante do Vitória

Contra o Vitória o Mequinha Jr. amargou sua sexta derrota na competição. Fato que não tira o brilhantismo da campanha que os juniores do Alviverde vem fazendo até agora.
Diante da boa equipe do Vitória, que se encontra no G4, o Mequinha Jr. mantinha um placar favorável de 1 gol a zero até os 20 minutos do segundo tempo, quando os taboquitos iniciaram sua recuperação e viraram o placar em seu favor. O gol Esmealdino foi marcado por Danilo de pênalti. Com esse gol ele atingiu a marca de Marquinhos e ambos estão agora na liderança da artilharia Americana com 6 gols. Dois jovens nomes que podem render muito ainda na equipe profissional do Mequinha. Os garotos ganharam uma folga e voltam aos treinos na próxima quarta-feira no campo da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Lembrando que eles treinam apenas em um turno por conta das atividades escolares.

segunda-feira, 28 de março de 2011

Novo lote de camisas

Já está disponível para venda um novo lote de camisas Esmeraldinas no Casarão Verde da Estrada do Arraial. Chegaram 60 camisas referente ao uniforme listrado (lançado pela Viviane Araújo) nos tamanhos P, M, G e GG com os números 10 ou 11.
Quem quiser adquirir deverá ir até a sede do América e falar com Sandro. Infelizmente os pagamentos só podem ser feitos à vista e não são aceitos cheques. A camisa permanece com o valor de R$ 80,00 estabelecido pela Rota do Mar. Sandro também informou que no próximo domingo levará algumas camisas para serem vendidas no Ademir Cunha.
Para os que pensam na proximidade do fim campeonato como motivo para não comprar a camisa, vale a seguinte dica: essas camisas já possuem um valor histórico pois marcam o retorno de um clube quase centenário à elite do futebol pernambucano após 15 anos de afastamento. Além disso, estas camisas estão sendo produzidas em pequena quantidade o que as tornam raras, sobretudo nos próximos anos. Para quem gosta de colecionar esses são ingredientes muito apreciados.
Mas quem quiser adquirir a sua camisa pode começar a se apressar. O novo lote chegou hoje pela manhã e já foram vendidas 10 camisas.

América quebra tabu e segue na briga

Enfim vencemos no Carneirão depois de 16 anos, a zica enfim “saiu” de junto do Mequinha, mas antes de falar sobre o jogo gostaria de contar os momentos que antecederam o embate dos dois clubes. Gostaria de agradecer aos amigos da Comissão Técnica, especialmente ao Hélio Andrade e seu filho Andrezinho, por me permitir acompanhar a Delegação até Vitória de Santo Antão e presenciar a união, a força, a garra e a determinação desse elenco esmeraldino, e do Professor Paulo Junior, que na tarde de ontem mostrou mais uma vez ser um grande estrategista ofensivo. No caminho até Vitória muito silêncio e tranqüilidade, um momento onde os jogadores descansam a mente e se preparam para mais uma batalha na luta contra o rebaixamento. Ao chegar em Vitória, gostaria de formalizar meus agradecimentos ao Diretor de Relações Públicas da Acadêmica Vitória, David Sabino, por sermos recebidos com a melhor hospitalidade possível. Nós em nome do Blog do Mequinha e do AMÉRICA FUTEBOL CLUBE, agradecemos pela generosidade. O JOGO Enfim, depois de tanta ansiedade, o jogo começa. O Vitória se inicia pressionando o Time Esmeraldino, que vez ou outra errava passes no meio de campo, e aos 4 minutos, num descuido da zaga após bola cruzada, o Vitória faz 1x0 para desespero da pequena mas fiel Torcida Americana que marcava presença no Carneirão. Passava-se dos quinze minutos e em um contra-ataque, França sozinho desperdiçava a chance de empatar o marcador. Observando o ritmo de jogo, o professor Paulo Junior resolveu ainda no primeiro tempo mexer, tirando Edmilson da lateral esquerda, para a entrada de Branquinho, fazendo uma função de Ponta-Esquerda, deixando o time mais ofensivo. E, depois de uma bola cruzada por Roma, Silvano aproveitou e cabeceou pro fundo da rede empatando o jogo para o nosso alívio. A partir de então, o jogo ficou bem mais equilibrado, com chances para ambos os lados, até que Emerson Sobral apitou o fim do primeiro tempo. No intervalo buscava-se por informações dos outros jogos que interessavam o Mequinha. O Naútico ganhava de 2x0 do Ypiranga e o Salgueiro empatava de 2x2 com o Araripina. Restava ao América fazer o seu papel. A partida recomeça da maneira que terminou, com oportunidades para as duas esquipes, mas o América já esboçava uma postura mais ofensiva e de mais domínio no jogo. Aos 22 minutos, o grito de gol saiu! Após o arqueiro Ibson cobrar o tiro de meta, a bola chegou ao ataque e, após uma boa combinação de toques de bola, França aproveitou e empurrou pro fundo da rede, fazendo de virada 2x1 para o delírio da torcida Americana... Um tabu de quinze anos começava a ser quebrado. Aos 25 minutos, Janderson sofreu falta pela lateral e foi substituido pelo experiente Arley que impôs mais raça a equipe, fazendo ligação da defesa com o ataque. Cinco minutos depois, para evitar um contra-ataque da Acadêmica Vitória, nosso capitão Alexandre Oliveira fez falta dura, levando cartão vermelho direto do juiz Emerson Sobral, e com isso o Vitória foi todo pro ataque. Com isso Paulo Junior mais uma vez usando suas estratégias, tirou o zagueiro Negreti que por sinal fez um bela apresentação dentro de campo, se antecipando nas jogadas e com ótma visão de jogo, para a entrada do volante Túlio, para suprir a lacuna deixada no meio-campo pela expulsão do Alexandre Oliveira, e com isso bloquear qualquer contra-ataque do Tricolor das Tabocas. E finalmente aos 35 minutos, em um lançamento de bola, Branquinho deu um simples toque com a bola ainda no ar fazendo um golaço, decretando números finais ao jogo. 3x1 América, e o Tabu de 16 anos sem vitórias no Carneirão estava quebrado. Felicidades da torcida e dos jogadores, Diretoria, e Comissão Técnica, pois afinal, o Mequinha venceu e convenceu, e agora mais do que nunca vivo na luta contra o Rebaixamento. Nós do Blog do Mequinha agradecemos a Comissão Técnica por me permitir estar perto dos Guerreiros Esmeraldinos, presenciar o momento mágico de alegria e descontração, a volta pra casa foi cheia de bom humor e risos, mostrando que este grupo está mais que unido. Os jogadores gozam agora de um merecido descanso e só se reapresentam nessa terça-feira á tarde, para os treinamentos já visando o jogo de domingo contra o Ypiranga que perdeu ontem para o Naútico por 3x0. Próximo domingo é dia de #CunhaoLotado, conto com a presença de todos em busca de mais uma vitória Esmeraldina para sair de vez dessa Zona de Rebaixamento. Avante Mequinha!!!!

A primeira decisão foi vencida

Neste último domingo o América entrou em campo com uma tarefa que poderia louvar uma brilhante recuperação ou simplesmente nos colocar de vez na série A2 do campeonato pernambucano de 2012. Contra os Esmeraldinos pesava o fato de um longo jejum sem vitórias no Estádio Carneirão, jogar contra um adversário que vinha de uma vitória de peso na última partida em casa e que se encontrava em situação mais confortável na classificação.

Mas com o América as coisas sempre são adversas. Sempre jogamos contra as dificuldades e tudo se tornou ainda mais difícil, pois logo no início da partida os donos da casa tomaram a iniciativa do ataque e num rebote da defesa Alviverde abriram o marcador. Tudo parecia caminhar para que esta crônica fosse mais uma página triste nesse certame.

No entanto, eis que o Periquito inicia seu ensaio para estrelar o papel de fênix nesse Campeonato Pernambucano de 2011. Silvano empatou a partida no finalzinho do primeiro tempo após boa jogada de Branquinho pela esquerda.

Branquinho, aliás, estava inspirado nesta tarde. Substituiu Edmilson ainda no primeiro tempo e fez uma boa partida sendo decisivo para esta vitória que deu ao América uma condição que teve em poucas oportunidades ao longo do campeonato.

No segundo tempo, com as alterações promovidas por Paulo Jr. o América aproveitou melhor as falhas do sistema defensivo do Vitória. França, após indecisão da zaga e do goleiro, virou o marcador para o Mequinha aos 22 minutos e Branquinho sacramentou o resultado para os Esmeraldinos aos 36.

O América ainda teve Alexandre Oliveira expulso. Mas por outro lado soube aproveitar com mais eficiência as chances aparecidas e a ausência de peças importantes no sistema defensivo dos tricolores.

Paulo Jr. mais uma vez demonstrou um profundo conhecimento tático e fez alterações que sanaram os problemas Alviverdes e aumentaram seu poder ofensivo. A entrada de Branquinho foi decisiva, pois ele deu continuidade a sua boa sequencia de partidas com um gol e um passe para outro gol.

Agora o América conta apenas com suas próprias forças para sair da zona de rebaixamento na próxima rodada. Vencendo o Ypiranga saímos do Z2, independente do resultado de Araripina e Vitória. Em outras palavras temos mais uma decisão pela frente, mas podemos dormir tranqüilos já que nossas chances de permanência se tornaram ainda mais reais e com tons de verde-esmeralda.

sexta-feira, 25 de março de 2011

Arbitragem definida para Acadêmica Vitória x América

A Federação Pernambucana de Futebol definiu na tarde desta sexta-feira (25) a escala de arbitragem da 19ª Rodada do Campeonato Pernambucano de 2011. E o árbitro que apitará a partida entre Vitória x América no Severino Carneiro, às 16h em Vitória de Santo Antão será Emerson Sobral, auxiliado por Charles Rosas e Wlademir Lins. Já o quarto árbitro será Antônio Justino Junior. Juniores A escala de arbitragem para o Campeonato Pernambucano de Juniores de 2011 também foi definida pela comissão de arbitragem. A partida do Periquito também será contra o Tricolor das Tabocas e começará às 13h45. Ricardo Jorge será o árbitro e os auxiliares e o árbitro arbitro assistente serão os mesmos que irão auxiliar Emerson Sobral na partida dos profissionais.

Entre o céu e o inferno

Restando quatro rodadas para o fim da competição, necessitamos de três vitórias, ainda que dificílimas de serem alcançadas (vencemos apenas quatro até aqui), serão suficientes para que o Periquito se mantenha na Série A1 do Campeonato Pernambucano. Isso porque dos quatro adversários que nos restam, três ainda encontram-se ameaçados pelo rebaixamento e o primeiro deles já virá no domingo, lá no Carneirão, contra a Acadêmica Vitória. A realidade da 19ª rodada, porém, obriga America e Vitoria a vencer a partida. Vivendo situações e objetivos semelhantes no campeonato, os times de Paulo Junior e Nem, não terão muito o que comemorar caso o resultado final não seja uma vitória para os seus respectivos times. Menos mal que, mais uma vez, a rodada foi favorável ao alviverde, que, mesmo com a derrota, não viu seus adversários diretos na luta contra o rebaixamento disparar na tabela, mantendo a mesma diferença de quatro pontos para fugir da degola. Se quiser continuar sonhando em permanecer na elite estadual, o America precisa, antes de tudo, vencer o Vitória. Para isso, terá de acabar com o tabu de dezesseis anos sem vitórias no Carneirão. De 1995 pra cá, o América jogou no estádio de Vitória de Santo Antão em oito oportunidades, seja como mandante ou visitante, contra Vera Cruz, Vitoria, Atlético Pernambucano, Olinda e Porto. Ao todo, neste período foram sete derrotas e um empate. A ultima partida que o Campeão do Centenário jogou no Carneirão pela segunda rodada do estadual deste ano, perdendo a partida por 1x0 para o Porto. A ultima vitoria esmeraldina em solo vitoriense ocorreu no dia 20 de abril, no pernambucano de 1995, vencendo a Desportiva Vitória. Para aqueles que gostam de coincidências, o América era na época era tido favorito a uma das vagas para o rebaixamento e, para se salvar precisaria de três vitórias nas quatro ultimas rodadas. Os três pontos conquistados em cima do Vitória vieram na raça e determinação, em um placar apertado de 3x2, todos marcado por Isaac. A vitória esmeraldina sobre o tricolor das tabocas deu um passo enorme para a manutenção no estadual, conquistada na ultima rodada fora de casa em Timbaúba, contra o Estudantes.

quinta-feira, 24 de março de 2011

Empate na raça



Ao contrário do que aconteceu na partida principal da noite da última quarta-feira, os juniores do América conseguiram marcar um ponto diante do Santa Cruz após o empate de 2x2.

O time tricolor saiu na frente, mas o Mequinha Jr. lutou até conseguir o empate em gol de pênalti de Danilo. E novamente o Santa Cruz ficou a frente do marcador. Mas o América tem Danilo, que inspirado em belo gol de fora da área decretou o resultado final da partida.

Com os gols dessa partida que garantiram um ponto para o Mequinha Jr. nessa rodada, Danilo passou a ser um dos principais artilheiros da equipe com 5 gols marcados na competição, ficando atrás apenas de Marcos, que tem 6 gols.

Agora o Mequinha Jr. está com 25 pontos na tabela e ainda ocupa a sétima colocação.

Mais um vacilo, menos 1 ponto

Hoje não precisamos falar muito. Todos tiveram a oportunidade de ver o que vem acontecendo com o América ao longo dessas rodadas. Infelizmente repetimos os mesmos erros e agora o tempo que nos resta não é mais de aprendizado.

Todos notaram o volume de jogo do América que sabe tocar a bola e criar boas situações que se aproveitadas nos levariam a um resultado positivo.

Esse jogo desta noite contra o Santa Cruz é um dos melhores símbolos do que ocorreu ao longo de todo o certame. E provavelmente pequenos erros, que não seriam notados por pessoas comuns ou menos atentas, podem nos levar aquilo que mais tememos: o rebaixamento.

Pequenos erros como falhas na marcação de bolas paradas, faltas desnecessárias cometidas próximas à área, falhas na saída de bola ou tentativas vãs de conseguir faltas e coisas do tipo, nos tiraram valiosos pontos em diversas partidas (vide levantamento realizado pelo Blog do Mequinha) em todo o campeonato. Pontos que nos colocariam numa situação muito mais confortável agora. Provavelmente não estaríamos lutando pelo título, mas certamente não correríamos o mesmo risco do rebaixamento.

Mas agora essa lição já foi dada... e não foi aprendida. Infelizmente.

Mas como para todos o Esmeraldinos a esperança é a última que morre: continuamos na luta.

O time apresentou um bom futebol. Melhorou no toque de bola e no domínio dela. Teve mais posse, criou boas jogadas e mostrou muita disposição ao longo do jogo. Infelizmente a única coisa que é absoluta no futebol é “quem não faz leva”. E foi o que aconteceu.

Esperamos que este bom futebol (pasmem, mas já era comum em outras partidas) se repita nos próximos jogos e que consigamos as vitórias que precisamos. Sobretudo contra Vitória, Ypiranga e Araripina devemos de fato vencer, pois esses são os confrontos que nos interessam de verdade.

Força Americanos. Estamos na luta até o fim. E quando o fim vier estarei ao lado do América, independente de onde ele esteja.

quarta-feira, 23 de março de 2011

Hora da superação

Temos três jogos em casa dos cinco que nos restam no Campeonato Pernambucano, dois deles contra clubes virtualmente classificados para a segunda fase do estudual: O Náutico, na 21ª rodada e hoje contra o Santa Cruz, atual líder. Cada um deve ser encarado como uma disputa de título, já que segundo nossas contas, três vitórias nos livrariam definitivamente de qualquer chance de rebaixamento, principalmente se levarmos em conta que teremos pela frente partidas de seis pontos, contra Ypiranga, Araripina e Vitória. O confronto diante do Santa será complicado. Não só pela equipe que teremos pela frente, atual lider, mas porque tem muito jogador que quer mostrar seu valor para o técnico Zé Teodoro e garantir sua vaguinha no elenco para a partida contra o São Paulo na Copa do Brasil, daqui a uma semana... com certeza, força de vontade e empenho não faltará ao nosso adversário! Mas também não nos importa a situação do adversário. O objetivo é vencer e deve ser encarado contra qualquer oponente. Mesmo com a derrota no último jogo contra o Salgueiro fora de casa, o time tem feito ótimas partidas, o que nos dá muita esperança de bons resultados. O desfalque de Carioca, suspenso na ultima partida deve ser bem preenchidos, com a volta de David, que retorna de suspensão. A dúvida ainda é Flávio Barros, que sofreu uma pancada nas costas e apresentou um inchaço na região lombar e se não for liberado pelo Departamento Médico, Philco deverá entrar como titular, formando dupla de ataque com França. Outra opção no ataque é Branquinho, que vem sempre sendo acionado por Paulo Junior na segunda etapa da partida, uma espécie de 12º titular. A torcida terá que ter paciência nesse jogo, já que promete ser daqueles bastante nervosos. Temos que incentivar e acreditar no time até o último minuto de jogo. Portanto, se for para reclamar ou vaiar o time, melhor ficar em casa acompanhando pela telinha ou nas ondas do rádio. O time precisa do nosso apoio mais do que nunca. Todos devemos estar unidos para o encerramento do campeonato. Torcida deve comparecer aos treinos, incentivar e, mais do que nunca, ir ao estádio e empurrar durante todo o jogo. Antes do inicio do segundo turno, éramos tido como o time virtualmente rebaixado, hoje estamos “somente” a três pontos de sair desta zona incômoda. Hora de mostrar a todos que o Periquito não chegou aqui por acaso. Hora de mostrar a força do Periquito, que nunca desiste de lutar. Um time que ressurgiu das cinzas e não tem limite para conquistas.
--***--
Off-topic Para os torcedores que queiram acompanhar o confronto entre América e Santa Cruz, às 21h50, os ingressos estão à venda no próprio Ademir Cunha e no Arruda, aos preços de R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia-entrada). Para aqueles que preferem acompanhar na poltrona do lar, a Rede Globo Nordeste irá transmitir ao vivo a partida, lembrando que a transmissão da partida é apenas para Pernambuco. Para os exilados que não possuem banda larga o suficiente para assistir através do Justin.tv ou Futebol ao Vivo, as rádios abaixo irão transmitir a partida através do seus sites!
  • Radio Clube AM 720
http://www.clube.am/clubeAM.php?defaultCity=recife
  • Radio Jornal AM 780
http://jc3.uol.com.br/radiojornal/
  • Radio Olinda AM 1030
http://www.radioolindaam.com.br/aovivo/novo/
  • Radio Transamérica FM 92.7
www.transanet.com.br/recifepop/

terça-feira, 22 de março de 2011

Homenagem mais do que justa

O ex-narrador Adilson Couto será homenageado pela Prefeitura de Paulista amanhã, à noite, em Paulista, no intervalo da partida de juniores entre América e Santa Cruz, no Ademir Cunha, por volta das 20h15, falecido, aos 62 anos, em 2009. Antes nomeada por “Jornalista Adônis de Moura” desde a inauguração do estádio, por Ademir Cunha, então prefeito de Paulista, o setor de Cabines de Imprensa passará a ter o nome do saudoso cronista pernambucano. Será instalada uma placa e produzida uma grafitagem com a imagem do Grau 10 Internacional, como era chamado no meio esportivo. A solenidade contará com as presenças de familiares de Adilson Couto, do presidente da Federação Pernambucana de Futebol, Carlos Alberto Oliveira, do prefeito e vice-prefeito do município, Yves Ribeiro e Duflles Pires, respectivamente, entre outras autoridades. Casado e pais de dois filhos, o narrador esportivo faleceu, no dia 28 de maio de 2009, numa oficina mecânica no bairro da Campina do Barreto, no Recife, sendo levado a Policlínica Amaury Coutinho. A morte foi motivada por insuficiência respiratória, provocada por causa de um enfisema pulmonar. Adilson arriscou trabalhor no Rio de Janeiro, na rádio Tupi, mas não aguentou de saudades e voltou para Recife, na Rádio Clube e na Rádio Jornal, sua última emissora em que o Grau 10 Internacional atuou por 17 anos no Escrete de Ouro.

Arbitragem definida para o Clássico da Amizade

A Comissão de Arbitragem da Federação Pernambucana de Futebol (CEAF/PE-FPF) já definiu a escala de arbitragem para a 18ª Rodada do Campeonato Pernambucano de 2011. E o árbitro que apitará o jogo entre América x Santa Cruz será Gleydson Leite, auxiliado por Pedro Wanderley e Ellan Vieira. O quarto árbitro para o Clássico da Amizade será Ana Karina. A partida entre Ypiranga x Sport está programada para a quarta-feira (23), às 21h50, no estádio Ademir Cunha, com transmissão ao vivo da Rede Globo Nordeste. Juniores A escala de arbitragem para a 18ª Rodada do Campeonato Pernambucano de Juniores de 2011 também foi definida. A partida do Periquito também será contra a Cobra Coral, e começará as 19h30. O juiz será Matheus Costa, tendo como assistentes e quarto arbitro os mesmos arbitros da escala dos profissionais.

segunda-feira, 21 de março de 2011

Bom resultado nos juniores

Neste último domingo a equipe de base do América somou 24 pontos após um importante empate com o Salgueiro no Cornélio de Barros. O resultado repetiu o placar da primeira fase quando o Mequinha Jr. também empatou com o carcará na reabertura do Ademir Cunha, em janeiro.
O tento Alviverde foi marcado por Anderson que agora está com 4 gols e é um dos artilheiros do América na competição.
Com este resultado os garotos Alviverdes se mantiveram na sétima colocação ficando com 4 pontos à frente do Central e cinco atrás de Salgueiro e Santa Cruz que agora estão com 29 pontos cada.
No próximo jogo o Mequinha Jr. reeditará o confronto com o Santa Cruz, tendo a chance de reduzir a distância na classificação. Na primeira fase, no Arruda, nossos garotos conseguiram um importante empate diante do tricolor.

Sequência quebrada

Perdemos uma batalha, mas não perdemos a guerra. Essa é a tônica de como tem que ser encarada essa derrota.

Perdemos na tentativa de vencer a qualquer custo. Paulo Jr. optou por atacar como a melhor forma de defender e acabamos perdendo. Não fossem as circunstâncias o resultado seria normal, pois nessa fase do campeonato os placares têm sido cada vez mais elásticos, pois os times têm pouco a perder e ficar se preocupando apenas com a defesa não leva a muito longe.

Foi isso que motivou Paulo Jr. a colocar o time com quatro atacantes e se descuidar um pouco do meio campo defensivo.

A sorte também não pesou ao nosso favor nesta tarde. O primeiro gol do Salgueiro saiu após um desvio da bola na zaga que impossibilitou a defesa de Gleibson. Após isso o América equilibrou as ações com o Salgueiro, mas foram os donos da casa que tiveram as melhores oportunidades de ampliar a vantagem, através principalmente de contra-ataques.

E conseguiram no segundo tempo, com um gol logo no início da partida e outro mais próximo do final.

Não há muito que avaliar da derrota. Nessa altura os erros já não podem ser usados mais como ensinamentos e a derrota desta tarde foi ocasionada pela tentativa, quase desesperada, de vencer. O Salgueiro aproveitou melhor os espaços oferecidos pelo setor defensivo Esmeraldino e o Mequinha nas suas tentativas não foi feliz em concluir com gols. Muito simples assim, pois daqui pra frente os jogos terão essa cara: mais espaços, mais oportunidades, mais gols, times mais abertos... e inexoravelmente ganhará quem aproveitar melhor as chances de gols (tão óbvio que não precisava ser dito!).

Agora os jogadores Esmeraldinos precisam colocar a cabeça no jogo da próxima quarta-feira. Tão difícil como contra o Salgueiro será a partida contra os tricolores. Aos olhos dos mais distantes é impossível vencer. Mas para os corações Alviverdes da Estrada do Arraial, essa é uma esperança que nascerá com a nova semana. Alinhar ao centro

sábado, 19 de março de 2011

Pra cima do Carcará, no estilo Kamikaze

Duas vitórias consecutivas, dentro de casa. Realmente o Periquito surpreende mesmo, ainda bem que dessa vez positivamente. Então não é hora para outra surpresa, que seria um resultado negativo diante do Salgueiro. Ano passado tivemos a mesma seqüência de vitórias, que nos deu o acesso à Série A. Hora de repetir o feito. O Salgueiro foi uma grata surpresa ano passado, garantindo o acesso a Série B do Brasileirão, mas este ano o Carcará não vem conseguindo deslanchar no estadual. O Carcará vem utilizando o famoso esquema de time pequeno. Marcação pesada e contra-ataque. O placar de 1 a 0 para eles é goleada, tanto que tem o pior ataque do campeonato, com apenas 13 gols. Em contrapartida, é dono da defesa menos vazada, com apenas 10 gols sofridos. Essa característica do adversário já demonstra que será um jogo difícil e complicado. Nossos atacantes não terão espaço na frente e terão que encaixar alguma jogada para buscar o gol. Saindo um gol acredito que a situação facilite bastante. Da mesma forma, se tomar um gol aí que o Salgueiro se fecha mesmo e ninguém passa. Como torcedor devemos confiar no América. Apesar da suspensão de David, teremos a volta de Ibson no gol e Negreti na zaga, que está treinando bem, juntamente com Carioca. Até o capitão Alexandre Oliveira também já se recuperou e poderá ser opção de jogo para o nosso Paulo Jr. Lá na frente, toda esperança do torcedor esmeraldino será depositada em França e Flavio Barros, com o apoio de Kel e Philco e Edmilson e Roma como elementos surpresa. É partir pra cima do Carcará, no estilo kamikaze! PRA CIMA DELES, CAMPEÃO DO CENTENÁRIO!
-***-
Off-topic Para quem não poderá torcer in loco no Cornélio de Barros, a rádio Rádio Talismã FM, de Salgueiro, transmitirá ao vivo a partida, através do seu site. Para acompanhar, basta clicar nos link abaixo e torcer pelo Campeão do Centenário!

sexta-feira, 18 de março de 2011

Carlos Costa para Salgueiro x América

A Federação Pernambucana de Futebol (FPF) definiu a escala de arbitragem para a 17ª Rodada do Campeonato Pernambucano da Série A1 de 2011. E nesta rodada, o América vai até o sertão enfrentar o Salgueiro no Cornélio de Barros A partida será comandada pelo arbitro Carlos Costa. Os auxiliares serão, respectivamente, Wilton Lins e Charles Rosas. Já o Quarto Árbitro será Neilson Santos. Eneias Leite foi escalado para os juniores, com os mesmo quadro de assistentes e quarto arbitro de Carlos Costa, para apoiá-lo. O confronto entre o Carcará do Sertão e o Periquito está programado para este domingo (20), às 16h, antes, às 13h45, haverá a preliminar do campeonato de juniores com ambos os clubes se confrontando.

quinta-feira, 17 de março de 2011

Alexandre Oliveira recuperado e Batata em recuperação

O volante Alexandre Oliveira foi liberado pelo departamento médico do América. No entanto, o jogador ainda não está à disposição do técnico Paulo Junior.

Através de uma conversa rápida com Vitor Hugo, responsável pela preparação física dos atletas esmeraldinos, Alexandre Oliveira realizou exame físico nesta manhã com o doutor Stemberg Vasconcelos, no Itork e nesta tarde irá ser avaliado sua parte física. Amanhã o atleta iniciará trabalhos junto com os demais atletas e, se tudo der certo, Paulo Junior juntamente aos demais membros da comissão técnica irão avaliar se o jogador será relacionado para a partida contra o Salgueiro.

Já Batata, outro volante do time esmeraldino não tem condições de jogo e segue realizando trabalhos com Vitor Hugo e a Itork. O atleta sofreu um estresse no ligamento colateral medial na partida contra Náutico. Amanhã o volante iniciará o processo de recuperação, após a realização de procedimentos médicos, além de ficar dois dias sem realizar movimentação. Dependendo do avanço, a previsão de sua volta aos gramados poderá ser diante do Santa Cruz, no Ademir Cunha.

Quem está por trás do sucesso dos juniores?

Um dos principais responsáveis pela ótima campanha que vem fazendo os juniores do América está sentado no banco em todas as partidas. O nome dele é Luciano Veloso, o técnico dos garotos do Mequinha Jr.

Jovem mas não inexperiente, Luciano Veloso teve passagem em outras equipes como o Náutico onde atuou como preparador físico no futsal e o Santa Cruz, onde também trabalhou nas bases. Estudioso e ligado nas tendências modernas do futebol, Luciano pretende fazer carreira como técnico e vê no seu atual trabalho a oportunidade de se firmar como mais um estrategista, mas deixa claro que no momento a única coisa em que pensa é continuar a ótima campanha que a equipe vem fazendo no certamente Sub-20 do pernambucano.

Luciano ressalta que a boa campanha que o América vem fazendo no campeonato de juniores é reflexo da organização do Instituto de Desenvolvimento Social, do respaldo da Diretoria do América, do planejamento e, principalmente, do comprometimento dos jogadores com os objetivos da comissão técnica.

O time dos juniores foi montado através de peneiras e observações e o grupo construído é o principal trunfo da campanha. E o treinador também acredita que todos os jogadores possuem grande potencial para se destacarem no futebol profissional.

Luciano destacou que a principal conquista para o clube com essa campanha foi a criação de uma identidade com suas categorias de base: “hoje o América tem identidade na base”. Isso tem sido observado com a crescente presença da torcida nas partidas preliminares. E nós vamos mais além, Luciano tem resgatado uma tradição de trabalhos com jovens valores e de boas campanhas com as equipes aspirantes ou juniores que o América possui.

Mas para esse trabalho ter a continuidade necessária os profissionais precisam se manter na série A1 e esses jovens talentos serem aproveitados nas futuras competições que o América disputará.

segunda-feira, 14 de março de 2011

Brilhante vitória

Uma virada heróica e com requintes de show foi o que viram os torcedores que chegaram mais cedo ao Ademir Cunha no domingo passado. Depois de estarem perdendo por 0x2, no começo do segundo tempo os garotos do Mequinha Jr. despertaram e reagiram com uma vitória empolgante e bonita de se ver. O retorno do jogo mostrou uma equipe vibrante e procurando o gol a qualquer custo. O primeiro dos três gols da virada foi marcado por Bruno através de um lindo chute de fora da área que entrou no ângulo esquerdo do goleiro petrolinense. Depois foi a vez de Marquinhos, que assumiu a artilharia Alviverde com 5 gols no campeonato, empatando a partida. E bem perto do fim, após uma boa troca de passes, Nininho que entrou no segundo tempo fez o gol da vitória Esmeraldina numa empolgante virada de marcador. Agora nossos jovens guerreiros chegaram aos 23 pontos na competição, mantendo a distância do Central e reduzindo para o Salgueiro e o Santa Cruz, mas ainda se encontrando distante do G4.

Lutar sempre, desistir nunca!

Mais uma vitória numa sequencia de jogos em que cada desafio é transformado numa decisão... e melhor que isso: está sendo encarado por nossos jogadores como uma decisão. Com essa determinação e vontade estamos entrando em campo e superando todas as dificuldades e jogando até os últimos minutos como se ainda estivéssemos no começo da partida. Foi isso que novamente se passou diante do Petrolina no Ademir Cunha nesse último domingo.

Iniciamos perdendo o jogo depois de um belo gol do atacante petrolinense Robertinho logo no início da partida. Foi um balde de água fria na empolgada torcida que compareceu ao Cunhão na esperança de ver um América arrasador. Logo em seguida o mesmo atacante criou uma bonita jogada que culminou com um belo chute no travessão. Com essa sucessão de jogadas do time sertanejo, os Esmeraldinos vislumbraram mais uma derrota. Além da ofensividade agressiva e eficiente dos visitantes, o América não criava situações claras de gol.

Mas aos 20 minutos começamos a ensejar uma reação com jogadas alçadas na área, através de faltas conseguidas pelo centro-avante Fábio Barros.

Numa dessas faltas próximas a grande área, o goleiro petrolinense resolveu desafiar Roma, o canhão da Estrada do Arraial, e após um bate-rebate dentro da área a bola sobrou para Kel que com tranqüilidade e categoria colocou no filó do lado esquerdo do goleiro da fera sertaneja.

A partir daí o Mequinha correu atrás e numa jogada na qual Kel sofreu pênalti o Alviverde conseguiu virar o marcador ao seu favor. França com categoria e um pouco de sorte fez com que o América virasse a partida ainda no primeiro tempo.

No segundo tempo Paulo Jr. empreendeu algumas modificações para tornar o sistema defensivo do América ainda mais eficiente e fazer com que ganhasse mais poder na saída dos contra-ataques. Retirando Philco e colocando Silvano, o América passou a se defender com três jogadores e ampliou o poder de marcação da saída de bola. Isso tornou o jogo mais morno e diminuiu a poder ofensivo do Petrolina, pois seus atacantes receberam melhor marcação.

Mesmo assim, o América continuou criando boas jogadas e a articulação entre o meio de campo e o ataque ficou mais eficiente, coisa que não aconteceu em grande parte do primeiro tempo. Numa dessas jogadas Fábio Barros fez ótimo lance individual e empurrou para França que sozinho marcou seu segundo gol na partida.

O América ainda criou mais situações com boas caídas pela linha de fundo com França e investidas pelo meio com Silvano, mas foi ineficiente no passe final e nas conclusões.

Por volta dos 35 minutos do segundo tempo o Petrolina voltou a rondar a meta do América e conseguiu faltas muito próximas da área. Numa dessas marcou seu segundo gol na partida. Antes do fim do jogo o time visitante ainda teve a chance de mais um gol, mas sua reação parou por aí.

Destaque para o ataque Esmeraldino que está mais eficiente nas finalizações e para a marcação no meio campo que também ganhou um passe de qualidade com Janderson. A nossa zaga deu uma cochilada no início da partida, mas durante todo o resto foi muito segura nas bolas aéreas e na cobertura. Destaque para Gleibson que salvou o Mequinha em duas oportunidades.

Com essa vitória ficamos mais perto de sair da zona de rebaixamento. Isso pode acontecer ainda na próxima rodada com uma combinação positiva de resultados.

Nossos jogadores e sobretudo o comandante Paulo Jr. estão de parabéns. Este último pela correção de erros que provocaram o péssimo início de campanha e por saber utilizar os recursos e potenciais de cada jogador de acordo com as características da partida.

Agora nos resta continuar lutando, pois ainda temos muito para conquistar... e vamos conseguir!

sábado, 12 de março de 2011

Mais uma decisão pela frente

O dia 29 de agosto de 2010 ficou marcado na história do Periquito e da Fera Sertaneja como a data que conseguimos nosso retorno a primeira divisão do Campeonato Pernambucano. Naquela ocasião vencemos o Decisão/Chã Grande por 4 a 1, no estadio Barbosão, em Chã Grande, e o Petrolina também goleou o Belo Jardim com o apoio de sua torcida no estádio Paulo Coelho. Estas duas vitórias em grupos distintos coroou definitivamente nossas passagens para a elite do futebol. Sete meses depois, temos a oportunidade de mais uma vez fazer essa data ficar marcada na nossa história. Temos pela frente situação parecida. Assim como na partida em Chã Grande, teremos Nielson Nogueira Dias como o homem do apito. Outra equipe enjoada pela frente e a necessidade de três pontos para garantir nossa permanência. O jogo deste domingo não será fácil, do outro lado temos um adversário que contabilizou apenas uma vitória neste returno e está disposto a tudo para contabilizar mais uma. No nosso lado, somente a vitória nos interessa, minimizando um pouco essa agonia que tem se arrastado durante todo o campeonato. Para muitos éramos tido como o time rebaixado do campeonato. Ficamos diversas rodadas na isolados na lanterna do campeonato com um mísero ponto. Não está sendo um campeonato fácil para o americano, que sofreu o tempo todo nessa incerteza de um futuro promissor. Eu mesmo senti por muitas vezes uma desconfiança no time, mesmo sabendo que os resultados não condiziam com o comprometimento de todos que fazem o América em salvar o Periquito da degola. O time terá a ausência de Negreti, suspenso após tomar o terceiro cartão amarelo, entretanto, teremos o retorno de do capitão Alexandre Oliveira. Nas demais posições, Paulo Junior deverá manter as mesmas peças participaram da ultima partida, primando sempre pelo entrosamento. Eles sabem a importância dessa partida e irão buscar a vitória a qualquer custo, inclusive os que estarão disponiveis no banco de reservas. Vamos Periquito, vencer e ficarmos ainda mais próximos de sair desta zona de rebaixamento maldita! VAI PRA CIMA DELES, CAMPEÃO DO CENTENÁRIO!!!
--***--
Off-topic Aos que não irão ao Ademir Cunha por motivos óbvios, a rádio Rádio Grande Rio AM, de Petrolina, provavelmente transmitirá ao vivo a partida, através do seu site. Para acompanhar, basta clicar nos link abaixo e torcer pelo Campeão do Centenário!

sexta-feira, 11 de março de 2011

Conheça Philco e Flavio Barros, destaques da ultima vitória esmeraldina

Nesta ultima partida do América, Philco, foi um dos destaques esmeraldinos, chamou bastante a atenção de todos após realizar sua estréia no Campeonato Pernambucano, não só por ter marcado um dos gols da vitória diante da Cabense, mas sim pelo seu apelido, pra lá de exótico, deixando intrigado alguns torcedores esmeraldinos quanto à origem do seu apelido. Ultimo reforço esmeraldino regularizado na sexta-feira passada para a disputa da estadual, o atacante Halleson Tiago Barbosa Honorato, mais conhecido como Philco, hoje com 23 anos explicou a origem do seu apelido iniciou logo cedo, na sua infância, quando seu irmão mais novo não sabia pronunciar seu nome e começou a chamá-lo de Phil. Mais tarde, o meia-atacante começou a ser chamado de Philco, pois um amigo do seu pai havia comentado que Phil era nome de menina. Apesar de ser pernambucano de Igarassu, o atleta foi revelado nas categorias de base do Atlético-PR, e em 2007 deixou o pais para atuar pelo Sporting Braga, de Portugal, mas depois foi emprestado para o Portimonense, também de Portugal. Em 2009, Philco retornou ao Brasil para atuar no Figueirense de Santa Catarina, na Série B do Campeonato Brasileiro. Junto com Philco, Flavio Barros que também veio no ultimo grupo de reforços também contribuiu na ultima vitória esmeraldina. O atleta hoje com 33 anos fez sua estréia na partida contra o Central e participou na jogada primeiro gol americano, dando o passe para a finalização de Jonatha. O atacante de 1,89 metros e 80 kg veio de duas temporadas do Maghreb Fès, do Marrocos e em 2004 foi campeão carioca pelo Flamengo.

Nielson Nogueira Dias apita América x Petrolina

A Comissão de Arbitragem da Federação Pernambucana de Futebol já definiu na tarde desta sexta arbitragem para os jogos que serão realizados neste domingo (13), na 16ª rodada do Campeonato Pernambucano de 2011. E o árbitro que apitará o jogo entre América x Petrolina será Nielson Nogueira Dias, auxiliado por Paulo Steffanello e Clóvis Amaral. O quarto árbitro será Antônio Justino Júnior.
A ultima vez que Nielson apitou uma partida do América foi na Série A2 do ano passado, na partida decisiva que garantia o acesso a primeira divisão do Campeonato Pernambucano, contra o Chã Grande. Este ano, o arbitro chegou a ser suspenso por sete rodadas, após erros cometidos no Clássico das Emoções, entre Náutico e Santa Cruz, deixando de marcar três pênaltis naquela ocasião. A partida entre America x Petrolina está programada para às 16h, no estádio da Ademir Cunha, em Paulista. Juniores A escala de arbitragem para a 16ª Rodada do Campeonato Pernambucano de Juniores de 2011 também foi definida. A partida do Mequinha Jr. também será contra a Fera Sertaneja, com inicio às 13h45. O juiz será Francisco Chaves, e também será auxiliado por Paulo Steffanello e Clóvis Amaral. O quarto árbitro será Antônio Justino Júnior.

Ainda mais vivos e fortes!

Vencemos mais uma e foi uma vitória com gosto especial. Especial pois enfrentamos um dos nossos concorrentes diretos e ganhamos moral para nos livrar do rebaixamento. Mesmo assim se engana quem acha que o jogo foi morno e não teve emoção. Marcado pela polêmica e pelo tom dramático de confronto em que duas equipes lutam para se salvarem da degola.

Logo no início do jogo o América tomou a iniciativa e fez pressão, assumindo o papel de dono da casa e tirando vantagem da situação. Não demorou muito e o Aliverde da Estrada do Arraial inaugurou o marcador: Philco aproveitou o cruzamento de Roma e de cabeça colocou o Mequinha na frente do placar. Philco ainda teria mais duas oportunidades de ampliar o marcador em jogadas aéreas.

Aliás, bom conhecedor que é da equipe azulina do Cabo, Paulo Jr. explorou bem o fundamento de jogada aérea e foi através desta jogada que chegou a vitória. O América tentou em várias situações a jogada de cabeceio e explorou bem essa fraqueza da zaga da Cabense, que em alguns momento falhou a ponto de permitir lances mais perigosos.

Mas o primeiro tempo seria ainda muito longo e traria muitas polêmicas. Antes dos 30 minutos a Cabense foi punida duas vezes com expulsões. Na primeira o meia alvi-azulino recebeu um segundo cartão amarelo após cometer falta infantil ainda no meio campo. Na segunda o juiz não titubeou para aplicar cartão vermelho por indisciplina.

Antes das duas expulsões a Cabense conseguiu empatar com Joécio, zagueiro artilheiro, que aproveitou o rebote de Ibson após o chute forte de Flávio Caça-Rato.

O primeiro tempo finalizou com muita discussão e um clima tenso da diretoria da Cabense que protestava contra as duas expulsões emplacadas pelo árbitro.

No segundo tempo o América aproveitou a situação e logo após o reinício do jogo Flávio Barros colocou novamente o placar a favor dos Esmeraldinos, e novamente um gol de cabeça.

A partir de então o América passou a administrar a vantagem numérica e no marcador: tocou a bola e criou novas situações, perdendo várias oportunidades de ampliar o placar e colocar uma vantagem mais confortável no jogo.

Porém, mesmo jogando contra muitas adversidades a equipe da Cabense foi em busca do empate e também criou boas oportunidades e até se mostrou mais objetiva em determinado momento do jogo. Aos 15 minutos a Cabense teve sua oportunidade mais real de gol, mas Guego desperdiçou um pênalti que poderia conduzir a história da partida para outro final.

Daí para o fim, foram muitos momentos desperdiçados tanto pela Cabense quanto pelo América. Num lance curioso, o América teve uma falta a seu favor assinalada pelo assistente como dentro da área, mas que foi marcada pelo árbitro como fora da área. Lance duvidoso que se transformou em mais um ingrediente na sopa de polêmica desta noite.

Nosso Mequinha conseguiu vencer seu primeiro confronto direto nessa saga para escapar da degola. Não fez uma apresentação tão contundente e em vários momentos deixou a Cabense tomar as rédeas do jogo, mesmo estando em desvantagem numérica. Mas conseguimos a vitória, simples! Estamos mais eficientes nas finalizações e aproveitando melhor os espaços no campo. Além disso, o time saiu da situação de sempre ter a balança pendndo contra nos momentos decisivos.

Tivemos uma mistura de sorte e eficiência nesse jogo, os ingredientes que a torcida Alviverde tanto esperou.

quinta-feira, 10 de março de 2011

Partida chave pra fugir da degola

Finalmente vamos ver nosso Periquito jogar novamente. Tudo bem que o carnaval é um momento único no ano e esperado por todos os pernambucanos, mas sinceramente, já tava com saudades de sentir aquele frio na barriga e ficar suando ao assistir uma partida de futebol. Sintomas que apenas quem tem sangue verde correndo nas veias pode sentir. Deixando o período momesco de lado, esta na hora de concentrarmos no nosso objetivo, que é permanecer na Série A1. Infelizmente estamos em uma posição muito incômoda no Campeonato e agora temos que nos recuperar. A paralisação foi positiva para nosso time, que teve tempo para entrosar recém chegados, além de treinar jogadas ensaiadas e de finalização e marcação. Entretanto, pelo visto o período de carnaval não foi suficiente para recuperar nossos jogadores. O América vai a campo essa noite com o desfalque de alguns atletas por conta de contusão. Batata ainda não se recuperou da cirurgia no joelho, encontrando-se sob os cuidados do Departamento Médico. Além dele, o capitão e também volante Alexandre Oliveira também desfalcará o elenco esmeraldino, que acabou sofrendo um estiramento muscular na coxa direita. Em seu lugar estão cogitados a entrada de Mousinho, Janderson ou Leonardo. A esperança do torcedor é que os atletas mantenham a postura aguerrida conquistada desde o retorno do técnico Paulo Junior ao Campeão do Centenário, para vencermos um confronto direto para sair da zona da degola. Vencendo a Cabense, iremos diminuir a diferença de seis para três pontos. Por falar em Paulo Junior, este será o seu reencontro com seu antigo clube. É chegado o momento da reação! Vamos Periquito, rumo à mais uma vitória!!!
--***--
Off-topic Aos que não irão ao Ademir Cunha, a Cabo FM, do Cabo de Santo Agostinho, provavelmente transmitir ao vivo a partida, através do seus site. Para acompanhar, basta clicar nos link abaixo e torcer pelo Campeão do Centenário!

quarta-feira, 9 de março de 2011

Carlos Costa será o árbitro para América x Cabense

A Comissão de Arbitragem da Federação Pernambucana de Futebol divulgou a escala de árbitros para a 15ª Rodada do Campeonato Pernambucano da Série A1.
E o trio de árbitros que vai trabalhar na partida entre América x Cabense vai ter o comando de Carlos Costa. Ele vai ter como auxiliares Elan Vieira e Wilton Lins. O quarto árbitro será Matheus Costa. A partida entre o Periquito e o Azulão vai acontecer nesta quinta-feira, às 20h, no Ademir Cunha. Juniores A escala para a partida entre América x Cabense (às 17h45) na categoria de Juniores terá como árbitra Andrea Amorim, tendo como seus assistentes e quarto árbitro os mesmos da escala da partida dos profissionais.

quinta-feira, 3 de março de 2011

Carnaval? Não para os jogadores do America!

É tempo de Carnaval! Festa, praia, frevo, Galo da Madrugada, batuques de maracatu, Recife Antigo, ladeiras de Olinda e papangus! Mas isso é para quem não for jogador de futebol do Mequinha.
Buscando sair da ultima posição na tabela de classificação, o América seguirá com sua rotina normal de treinamentos, isso porque o técnico Paulo Junior quer aproveitar ao máximo o período sem jogos para aprimorar as jogadas e tentar o tudo ou nada nas oito rodadas restantes do estadual. Depois da partida contra o Central de Caruaru, neste ultimo domingo, o elenco esmeraldino garantiu folga nas atividades físicas nesta ultima segunda-feira e, desde a terça-feira, o treinador esmeraldino vem realizando com seus comandados treinos em dois períodos, no estádio Ademir Cunha, em Paulista. O América só voltará a entrar em campo na quinta-feira, dia 10, contra a Cabense. Até lá, o Blog do Mequinha irá reduzir a marcha com as atualizações periódicas sobre o Campeão do Centenário. Tempo o suficiente para os blogueiros aqui dar passadinha no Galo da Madrugada até o Bacalhau do Batata... e na torcida para que nossa folia permaneça e emende após a quarta-feira de cinzas, com mais uma vitória do Periquito no Ademir Cunha!

terça-feira, 1 de março de 2011

Dá-lhe garoto!

Mais uma vitória do Mequinha Jr., inconteste e convincente.
Mesmo jogando como visitantes e diante de um Central embalado, pois vinha de uma vitória importante contra o Santa Cruz, nossos garotos fizeram bonito mais uma vez. Jogando tudo o que sabem superaram os donos da casa pelo placar de 1 a 3. Os gols aliverdes foram marcados pelo atacante Marquinhos e pelo lateral Beto. Marquinhos se destacou com dois gols. Agora ele é o maior goleador Esmeraldino na competição e superou Jonatha, autor de um dos gols dos profissionais no último domingo e artilheiro antes de passar para os profissionais. Com este resultado o Mequinha Jr. chega aos 20 pontos, ampliando a distância do Central e se aproximando ainda mais do Santa Cruz.
Nessa semana de descanso, mas com muito treino, nossos garotos estarão se preparando para enfrentar a Cabense logo depois do carnaval. Nosso futuro adversário amarga a vice-lanterna com apenas seis pontos, e na partida de ida foi uma das vítimas dos jovens Alviverdes que venceram no Gileno de Carli por 2 a 1. Outra notícia importante é o retorno de Nininho que estava machucado desde o jogo contra o Náutico. O rápido e habilidoso atacante já retornou aos treinos e estará a disposição do treinador para o próximo desafio. Estaremos agora na torcida para que o planejamento da comissão técnica permita avançar ainda mais na tabela e melhorar essa campanha que já é vitoriosa.