segunda-feira, 14 de março de 2011

Lutar sempre, desistir nunca!

Mais uma vitória numa sequencia de jogos em que cada desafio é transformado numa decisão... e melhor que isso: está sendo encarado por nossos jogadores como uma decisão. Com essa determinação e vontade estamos entrando em campo e superando todas as dificuldades e jogando até os últimos minutos como se ainda estivéssemos no começo da partida. Foi isso que novamente se passou diante do Petrolina no Ademir Cunha nesse último domingo.

Iniciamos perdendo o jogo depois de um belo gol do atacante petrolinense Robertinho logo no início da partida. Foi um balde de água fria na empolgada torcida que compareceu ao Cunhão na esperança de ver um América arrasador. Logo em seguida o mesmo atacante criou uma bonita jogada que culminou com um belo chute no travessão. Com essa sucessão de jogadas do time sertanejo, os Esmeraldinos vislumbraram mais uma derrota. Além da ofensividade agressiva e eficiente dos visitantes, o América não criava situações claras de gol.

Mas aos 20 minutos começamos a ensejar uma reação com jogadas alçadas na área, através de faltas conseguidas pelo centro-avante Fábio Barros.

Numa dessas faltas próximas a grande área, o goleiro petrolinense resolveu desafiar Roma, o canhão da Estrada do Arraial, e após um bate-rebate dentro da área a bola sobrou para Kel que com tranqüilidade e categoria colocou no filó do lado esquerdo do goleiro da fera sertaneja.

A partir daí o Mequinha correu atrás e numa jogada na qual Kel sofreu pênalti o Alviverde conseguiu virar o marcador ao seu favor. França com categoria e um pouco de sorte fez com que o América virasse a partida ainda no primeiro tempo.

No segundo tempo Paulo Jr. empreendeu algumas modificações para tornar o sistema defensivo do América ainda mais eficiente e fazer com que ganhasse mais poder na saída dos contra-ataques. Retirando Philco e colocando Silvano, o América passou a se defender com três jogadores e ampliou o poder de marcação da saída de bola. Isso tornou o jogo mais morno e diminuiu a poder ofensivo do Petrolina, pois seus atacantes receberam melhor marcação.

Mesmo assim, o América continuou criando boas jogadas e a articulação entre o meio de campo e o ataque ficou mais eficiente, coisa que não aconteceu em grande parte do primeiro tempo. Numa dessas jogadas Fábio Barros fez ótimo lance individual e empurrou para França que sozinho marcou seu segundo gol na partida.

O América ainda criou mais situações com boas caídas pela linha de fundo com França e investidas pelo meio com Silvano, mas foi ineficiente no passe final e nas conclusões.

Por volta dos 35 minutos do segundo tempo o Petrolina voltou a rondar a meta do América e conseguiu faltas muito próximas da área. Numa dessas marcou seu segundo gol na partida. Antes do fim do jogo o time visitante ainda teve a chance de mais um gol, mas sua reação parou por aí.

Destaque para o ataque Esmeraldino que está mais eficiente nas finalizações e para a marcação no meio campo que também ganhou um passe de qualidade com Janderson. A nossa zaga deu uma cochilada no início da partida, mas durante todo o resto foi muito segura nas bolas aéreas e na cobertura. Destaque para Gleibson que salvou o Mequinha em duas oportunidades.

Com essa vitória ficamos mais perto de sair da zona de rebaixamento. Isso pode acontecer ainda na próxima rodada com uma combinação positiva de resultados.

Nossos jogadores e sobretudo o comandante Paulo Jr. estão de parabéns. Este último pela correção de erros que provocaram o péssimo início de campanha e por saber utilizar os recursos e potenciais de cada jogador de acordo com as características da partida.

Agora nos resta continuar lutando, pois ainda temos muito para conquistar... e vamos conseguir!

8 comentários:

  1. PARABÉNS JÉFERSON,VC DESCREVEU BEM O QUE ACONTECEU ONTEM,E C/CERTEZA,CADA JOGO SERÁ UMA DECISÃO.DAQUI EM SALGUEIRO SÃO 518 KMS,PELO MENOS 6 HS DE VIAGEM,E NÃO DUVIDEM QUE APAREÇA AMERICANOS POR LÁ P/ SECAR OS SERTANEJOS...SAAAAAAAAAAAAAAAAAI ZIIIIIIIIIICA!!!!
    DE MARCÃO-VILA RICA
    MUITO FELIZ E C/ A CAMISA PERAMBULANDO POR AI.

    ResponderExcluir
  2. Alegria!!! Alegria!!!! Passei a noite feliz com a vitória do Mequinha. Agora e o duelo de aves, vamos ganhar para sair da zona de rebaixamento.

    ResponderExcluir
  3. É obvio que o planejamento foi melhor fora do que dentro de campo...

    Tinhamos condições de ter um time mais forte, mas paramos com medo de investir... perdemos nosso principal jogador (Miller), e quem veio do mesmo nível? NINGUÉM!

    Pelo menos não ficaram parados vendo o navio afundar...

    Paulo Jr. vem fazendo um trabalho excepcional e o time vem mostrando que quando não dá na qualidade, vai na raça mesmo.

    Vamos lá mequinha! Sair desse sufoco... vai que dá!

    Saudações esmeraldinas.

    ResponderExcluir
  4. EU ACREDITO ! EU ACREDITO ! meu slogan não é fraco não , eu bem que venho falando esse Paulo Jr. treinador , estudioso, sinistro, seja la o que for , não é fraco não! no meu modo de ver tudo dentro do previsto até normal, França não faça isso mais não , aquele pênalti foi para matar a torcida do coração. Parabéns a todo time do America , vamos vencer a guerra pois as batalhas estão sendo vencidas. Firme Paulo Jr. EU ACREDITO !

    ResponderExcluir
  5. Grande Paulo Jr. ! pegou a equipe desconcertada com tanto problema acumulado e está conseguindo levantar o moral dessa tropa de elite.. Vamos lá, América ! A9inda dá tempo e a gente deixa esse fantasma de lado !! Foi bom demais ter ganho.. o tigre virou gatinho nas garras do periquito !!

    ResponderExcluir
  6. Vamos lá mequinha, a batalha em Salgueiro vai ser difícil, mas estou confiante em mais uma vitória.

    ResponderExcluir
  7. Agora só vamos parar quando sairmos da zona maldita. Mequinha é tradição.

    ResponderExcluir
  8. Amigo, parabéns pelo BLOG, mas vou deixar o pedido que você escreva a ficha técnica após cada jogo do Mequinha, com escalação e arbitragem.

    Valeu fera, obrigado.

    ResponderExcluir