segunda-feira, 11 de abril de 2011

Ameaça cumprida: quebramos o Náutico

Baixaria, denúncias caluniosas e infamatórias e falta de respeito profissional foram alguns dos ingredientes que apimentaram esse jogo contra o Náutico, digno de ser reconhecido como clássico. Mais emoção não poderia faltar.

O América entrou em campo com uma única missão: quebrar o Náutico. Mas não quebrar como muitos acharam... quebrar na bola, era questão de sobrevivência para o América. Um tropeço significaria o rebaixamento antecipado. Além da sobrevivência era questão de honra. Ao longo da semana a direção do Náutico demonstrou uma falta de respeito profissional e na tentativa de justificar esse desrespeito inventou histórias que envolviam os Esmeraldinos de forma caluniosa.

E foi isso que se viu. Os Alviverdes entraram com muita vontade de vencer, mas respeitaram os adversários. Com isso o Náutico tomou iniciativa em alguns lances e abriu o marcador. Daí pra frente veio a superação e o Mequinha soube sair da desvantagem por duas vezes e conseguiu emplacar uma goleada.

A linda festa da torcida Esmeraldina deixou claro a importância da vitória. Nossos jogadores souberam representar bem o manto Alviverde, quase centenário e acima de tudo mostraram a todos que quiseram ver que o único objetivo do América é não cair. É lutar até o fim pela permanência e não ajudar esse ou aquele time. Aliás, nem deveria ajudar pois por três situações em que o América poderia contar com esses times eles falharam e feio. Haja visto os resultados desse fim de semana e de outros.

A alegria de ver um jogo daquele e a emoção foram muito intensas e não se expressa em palavras. Mas se engana quem acha que esta foi a melhor partida do América no campeonato. Na verdade esse foi o padrão de jogo Alviverde adotado em todas as partidas que o Mequinha fez depois da chegada de Paulo Jr. A diferença é que dessa vez nosso ataque funcionou muito bem. As finalizações saíram com perfeição.

Também cabe dizer que as críticas ao elenco Esmeraldino foram infundadas. Nereu deixou o América e alegou que o elenco era muito fraco. Pois bem, o fato é que as únicas mudanças empreendidas por Paulo Jr. foram França e Janderson. Esses foram os jogadores que chegaram como reforços e se definiram como titulares. No mais o time é praticamente o mesmo desde a zaga até o ataque.

Infelizmente a lógica não se concretizou nos outros jogos e o América não saiu da zona de rebaixamento. Mas a luta continua até o último minuto e todos sabemos que não vai faltar vontade de lutar entre esses jogadores e seu comandante.

A dúvida agora é saber qual será a próxima denúncia do Náutico e em qual tipo de delegacia.

4 comentários:

  1. Que emoção!!!!! Vibrei muito que vitória maiuscula. Alegria alegria!!!! Pena que o Central perdeu em casa pois só depedia de nós no jogo de Araripe. Mas a confiança e grande " EU ACREDITO" vamos permanecer na A1.

    ResponderExcluir
  2. Realmente Dcruz esse lema tem de ser mantido, EU ACREDITO ! EU ACREDITO ! sem via de duvida foi um jogo repleto de emoções do inicio ao fim. Onde prevaleceu a eficiência, aliada a muita disposição, Muito bem Paulo Jr. mostrou realmente como se faz futebol , uma verdadeira aula. Essa de que o Náutico entrou com o time misto, não é desculpas, quantos estavam suspensos, quantos estavam no DM, afinal de contas tudo isso faz parte da competição, e depois como diz sempre o meu velho Pai, não tem ninguém mais inocente jogando futebol em lugar nenhum desse mundo. Parabéns America! foram brilhantes. EU ACREDITO ! EU ACREDITO !

    ResponderExcluir
  3. Time Reserva, Jogadores preservados para o jogo do campeonato brasileiro na quarta, "abrindo" pra não encarar o Sport.... Tantas e tantas desculpas são dadas quando um "time grande" perde uma partida pra um "time pequeno".
    Tudo bobeira... Pode até ter sido um time reserva do nautico, mas a verdade é o que os jogadores do América deram além de suor, o sangue (verde), foram à luta, "lutaram" (jogaram) e fizeram MUITO BEM!!!
    Parabéns e Continuem na LUTA... É Vencer ou Vencer!!

    ResponderExcluir
  4. aí galera americana !
    quase não acredito quando ouvi o resultado pelo globo esporte, lá de foz do iguaçu !.. garanto que a vibração foi maior do que se eu estivesse aqui.. cheguei ontem por volta das onze da noite e só agora estou acessando o blog aqui para manifestar minha alegria por essa imensa vitória contra o náutico!
    o periquito mostrou sua valentia.. o américa tem força e vai mostrar seu verdadeiro destino no futebol de pernambuco.. salve o américaaaaaaa!

    ResponderExcluir