segunda-feira, 4 de abril de 2011

Saímos da lanterna, mas...


América concede empate ao Ypiranga | Foto: Jefferson Maciel


Não conseguimos atingir as metas pretendidas antes do começo da rodada, mas atingimos parcialmente nossos objetivos. Não fosse pela proximidade do fim da competição a notícia seria ótima.

Foi isso que se passou na 20ª rodada do campeonato pernambucano. Embora não tenhamos saído da zona de rebaixamento, como todos os Alviverdes sonhavam, agora não somos mais lanternas na competição. O que não ocorria desde a segunda rodada.

Naturalmente as coisas não seriam fáceis. O América entrou em campo com menos cinco opções, sendo que dois desses jogadores sempre entravam como titulares e um estava se tornando decisivo nas últimas rodadas. Mesmo assim, seus substitutos não fizeram por menos e cumpriram bem seus papéis dentro de campo. Túlio e Mousinho foram as opções de reposição e fizeram uma ótima marcação evitando os avanços da equipe de Santa Cruz do Capibaribe, no primeiro tempo.

O jogo começou frenético com as duas equipes partindo para o ataque e buscando o gol. O América criou as primeiras chances com Kel que não soube aproveitar nas finalizações. O Ypiranga por sua vez chegou à meta Esmeraldina em duas boas oportunidades, sendo que uma delas foi bem defendida por Ibson.

Aos 28 minutos o América abre o marcador após jogada individual de França pela esquerda que se concluiu em ótima finalização colocando a bola longe do alcance de Geday. O América seguiu pressionando e buscando o segundo gol até o fim do primeiro tempo e quase conseguiu.

Na primeira tentativa clara, Silvano lançou Kel que entrou na área com um belo drible e cruzou, França chegou para cabecear mas a bola passou por centímetros e atravessou toda a grande área. Em seguida a melhor chance de gol: após jogada pelo meio Flávio Barros entrou sozinho na área, mas escorregou e desperdiçou uma chance fundamental.

No segundo tempo veio uma falha de marcação na área e o gol do Ypiranga, logo no início da segunda etapa. Com esse gol o jogo ficou mais aberto e o Ypiranga se lançou para o ataque deixando espaços para o América.

Observando isso, Paulo Jr. fez modificações para deixar o ataque Esmeraldino mais veloz, sacou Flávio Barros e lançou Jonatha e em seguida tirou Edmilson e Kel para colocar Batata e Juninho Potiguar.

As substituições deram mais mobilidade e criatividade para o América pela esquerda e mais chances vieram por este lado. Na mais clara e criativa, Silvano cabeceou a bola no vazio para Juninho Potiguar que penetrou na área em velocidade e cruzou para França e mais uma vez por pouco ele não cabeceia para dentro do gol.

Outras jogadas foram criadas por Jonatha pela esquerda, mas sempre faltou qualidade no último passe e na finalização.

Numa das jogadas mais claras, Carioca virou com um belo chute no ângulo após bate e rebate na área e Geday providenciou um milagre salvando o Ypiranga.

Não faltaram chances e tentativas. O Ypiranga também chegou com clareza, mas o América criou mais chances e pressionou até o último minuto. Por muito pouco os gols não saíram e a vitória não veio em placar elástico. Mas o que vai entrar para a história é o resultado final. E foi ele quem nos manteve na zona de rebaixamento.

De qualquer forma saímos da lanterna justamente pela competência do ataque, algo paradoxo diante do que vimos ao longo do campeonato. E agora teremos que contar com nossas forças e com o tropeço dos adversários para nos salvar nos poucos jogos que nos restam.








6 comentários:

  1. E' Paulo Jr. ! o jogo poderia ter tido uma outra historia, e hoje todo estaria bem mais tranquilo, nada esta perdido, mais eu acho que nem sempre as pessoas estão preparadas para o momento crucial, decisivo, deixar para a ultima rodada e ver novamente se o coração esta em plena forma, e não se esqueça que o seu fiel escudeiro dessa vez esta distante, escudeiro esse que o Sr. não foi muito fiel ( ISSO E' OUTRA HISTORIA). Mais como tudo na vida serve de lição estamos aprendendo ainda mais a cada dia, sei do seu potencial e sei muito bem que todo homem de fibra tem humildade suficiente para refletir, na verdade não sei se tenho o direito de lhe dirigir essas palavras, mais como conhecedor de futebol e não como torcedor, sou seu fã e Tenho certeza que num futuro bem próximo vamos trocar umas ideias sobre futebol.E para lhe provar que eu realmente conheço futebol vou lhe fazer uma simples pergunta e as pessoas desse blog podem ficar a vontade também para responder, QUAL TREINADOR DO CAMPEONATO PERNAMBUCANO CONSEGUIRIA PEGAR O TIME DO AMÉRICA COM APENAS 1 PONTO EM PLENO MEIO DA COMPETIÇÃO E CHEGARIA COM O AMÉRICA ATE ONDE ESTA ? olha numa bolsa de apostas hoje eu estaria de cofres super lotado , pois todas as apostas seriam 99 contra 1 e com certeza eu ganharia vários 99 kkkkkkkkkk América , América EU ACREDITO ! EU ACREDITO !

    ResponderExcluir
  2. Eu acredito! Pelo visto o filme vai se repetir...
    - Chã Grande (Araripina),
    - Barbosão (Chapadão do Araripe),
    - Três times lutando pra subir (Tres times lutando pra não cair)...
    - Gols do menino Muller (temos várias opções: Silvano, Branquinho, Jonatha, França e Flavio Barros)
    - nos salvaremos pelo saldo de gols? (A conferir!)

    EU ACREDITO! NÃO CAIREMOS!!!

    ResponderExcluir
  3. Quase infartei!!!! Ficou mais emocionalte a nossa missão. Eu creio não vamos cair.

    ResponderExcluir
  4. "QUAL TREINADOR DO CAMPEONATO PERNAMBUCANO CONSEGUIRIA PEGAR O TIME DO AMÉRICA COM APENAS 1 PONTO EM PLENO MEIO DA COMPETIÇÃO E CHEGARIA COM O AMÉRICA ATE ONDE ESTA?"

    Sem dúvida que a resposta é Paulo Jr. Ele sabe trabalhar com as limitações dos elencos que comanda e sabe retirar de cada jogador o limite de aproveitamento. Além disso é um mestre nos bastidores.

    Acho que a cereja do bolo nessa sua trajetória no PE2011 é a permanência do América.

    Eu acredito até os 45 do segundo tempo do último jogo. Assim como acreditei ano passado e como acreditei em 1995 (tinha 13 anos, mas ainda lembro bem)

    Faço parte do bloco do cumpadi Washington.

    ResponderExcluir
  5. EU ACREDITO MEQUINHA!

    NADA DE SE ABATER!

    ATÉ A ULTIMA GOTA DE SUOR... VAMOS LUTAR!

    SAUDAÇÕES ESMERALDINAS

    ResponderExcluir
  6. DOMINGO O NOSSO CO-IRMÃO VAI TER QUE DAR UMA FORCINHA PRA GENTE,VAMOS TER QUE VENCER O NÁUTICO E AINDA QUEBRAR UM TABU...QUEM VAI SER O EDVALDO DOS TEMPOS ATUAIS HEIN.
    DE MARCÃO
    TAMBEM DA TORCIDA DO CUMPADRE WASHINGTON

    ResponderExcluir