segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

Mais uma derrota... mais esperança?

Pois é amigos, infelizmente de novo vivenciamos mais uma derrota. Se tivesse que escrever em poucas palavras a descrição da derrota seria simples: dois erros de passe, dois contra-ataques, dois gols. Pronto, simples assim.
Mas o futebol é construído com mais variáveis do que muitos esportes. Por isso a derrota desse domingo não pode ser interpretada de maneira tão minimalista e simplória. De qualquer forma o que entra para história é o resultado, América 1 x 2 Central.
No entanto, o que vimos nesse domingo foi um time bem melhor, sobretudo no segundo tempo. A formação inicial teve como novidades a entrada de Edinho Recife e Juliano Roma no time titular. Juntos com Ricardo Mineiro, essa formação do ataque movimentou bastante o time, mas as principais chegadas no primeiro tempo se deram através de bolas paradas.
No segundo tempo, Paulo Jr. sacou Ricardo Mineiro e promoveu a estréia de Falcão. Essa mudança mexeu significativamente na velocidade e na articulação do meio com o ataque. Com esse time o América se tornou extremamente ofensivo e o que se viu foi uma verdadeira chuva de jogadas desde os primeiros minutos do segundo tempo. Não demorou e deu o lógico, o América empatou a partida e teve algumas chances de virar. Mesmo assim o Central foi eficiente após um erro de Rosivaldo no meio que terminou num contra-ataque fulminante.
Depois mais uma sequência de gols perdidos e boas finalizações. Mas isso não foi suficiente e o jogo terminou como todos sabem.
Acho que desde a partida contra o Náutico o América tem avançado lentamente, mesmo com as derrotas. Porém, ontem o avanço foi expressivo em todos os setores. O meio se tornou mais criativo e veloz com a entrada de Falcão e o ataque funcionou como deveria. Destaque também para as alas que apoiaram com firmeza o ataque e criaram situações muito claras.
Mas alguns aspectos tem que ser destacados. Acredito que Paulo Jr. está cometendo um erro em insistir na permanência de Rosivaldo. Um meia mais veloz como Dunga ou Ricardo Mineiro traria mais eficiência ao meio campo. Para jogar ao lado de Alexandre Oliveira, que ontem fez uma boa partida, seria interessante ter Algodão ou Cléber Gaúcho apoiando na marcação.
Essa formação no meio apoiaria melhor qualquer forma de ataque, pois nesse setor temos bons jogadores que podem ser aproveitados de inúmeras maneiras, como França, Juliano, que ontem apresentou um bom futebol, Falcão e Edinho Recife. E foi justamente o que se viu ontem, um meio rápido e criativo, como ficou com Falcão, apoiaria bem qualquer um desses atacantes.
Outra coisa que ficou clara ontem é que a titular da lateral esquerda tem que ser de Adriano e isso é inquestionável. Suas subidas garantiram boas jogadas e algumas Linkfinalizações. E por falar em lateral, Roma voltou a fazer uma atuação à altura das que garantiram o título de melhor lateral no ano passado. E melhor, ele voltou e precisa continuar cobrando faltas, elas sempre levam perigo.
Acredito que com esses ajustes o time começa a esboçar a reação que tanto esperamos. É claro que temos que pesar as limitações do elenco, mas temos ferramenta suficiente para sair de onde estamos e garantir pelo menos uma classificação mediana.
Chega de sufoco, a torcida Americana quer vencer! Foto: GLOBOESPORTE.COM

Um comentário:

  1. Eu tenho visto a evolução do time e o America já seria merecedor de um melhor resultado, como a partida de ontem onde pagamos caro por erros que nao se explicam , a Diretoria vem se comportando de forma notável, pois vem reconhecendo que todos estão empenhados e essa posição nao e´justa. Eu bem sei que e´uma situação difícil , mais nao impossível de reverter esse quadro. Paulo Jr. eu acredito em você e seus comandados e sei que vamos sair dessa. EU ACREDITO !

    ResponderExcluir