terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

Maneco é suspenso por três jogos

Chamaram de Marginal. Não satisfeitos, ainda exigiram sua prisão. O presidente da Federação Pernambucana de Futebol também deu a sua bênção a toda a situação supervalorizada pelos dirigentes alvirrubros. Chegaram ao cúmulo de comparar o lance de contato físico com a agressão de Bolívar do Internacional de Porto Alegre ao atacante Dodô, do Bahia, no Campeonato Brasileiro e exigindo punição semelhante, no qual o atleta colorado só voltará a exercer suas atividades quando o atacante do Bahia estiver recuperado. Pois bem, após diversos comentários, enfim o Tribunal de Justiça Desportiva de Pernambuco (TJD/PE) deu seu parecer. Diferentemente como queria a diretoria alvirrubra, o lateral-direito Maneco foi suspenso por três partidas no Campeonato Pernambucano. Na noite desta segunda-feira, ocorreu, então, o julgamento da representação do Náutico, no TJD/PE. O atleta do Mequinha foi enquadrado no artigo 254, por jogada violenta. Com a decisão do TJD, a representação de Evandro de Carvalho, presidente da FPF, no qual pedia que Maneco ficasse afastado dos gramados pelo mesmo tempo de recuperação de Rogério, será ser arquivada, uma vez que trata-se do mesmo artigo do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), já julgado. Vale salientar que ainda haverá um novo julgamento agendado para a quinta-feira, novamente no TJD/PE. Maneco, que esteve em campo no domingo, contra o Santa Cruz, vai começar a cumprir sua suspensão já nesta quarta-feira, diante do Petrolina, em jogo pela décima rodada do estadual, no Sertão do São Francisco.
Foto: Globo Esporte/Elton de Castro Arte: Laercio Ismar

0 comentários:

Postar um comentário