quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

Passou da hora de reagir

A missão é muito complicada, mas o próximo confronto tem que marcar o início da reação Alviverde no campeonato. É uma necessidade urgente. Mesmo assim, é mais do que óbvio que o favoritismo está todo do lado do gavião.
Depois de mais uma derrota, dessa vez uma derrota que nos colocou na lanterna do campeonato, o América deve buscar um resultado positivo que não apenas terá efeitos na tabela, mas também na motivação do elenco. Elenco que precisa se comportar em campo com mais fibra e vibração.
Paulo Jr. não poderá contar com Negretti e Alexandre Oliveira, os quais foram expulsos na última partida. A nossa zaga, tão vazada, é o setor que mais sofreu com os desfalques pois Carioca está fora do campeonato e agora não temos Negretti. Resta saber se Paulo Jr. optará por jogar com três zagueiros. Para isso ele pode fazer a recomposição com Algodão ou, ainda, optar por Maurício, atleta da base do Mequinha. De qualquer forma se espera que a dupla do miolo defensivo seja mesmo Léo Gama e David. Infelizmente David não vem atravessando uma boa fase, mas seu histórico de salvar o Mequinha pode pesar nessa hora.
Outro setor que precisa de ajustes urgentes é o meio-campo. Desde o começo do campeonato Paulo Jr. tem contado com a experiência de Alexandre Oliveira, mas sua expulsão o tirou deste confronto e o treinador necessita optar por alguém que traga mais velocidade e eficiência a esse setor. O curioso é que no último domingo, após a expulsão de Alexandre e mesmo com um jogador a menos, o meio campo ficou mais veloz e criativo, merecendo destaque a atuação de Dunga.
Em relação ao ataque e as laterais não se espera muita mudança de nomes, mas é preciso mudar e muito a produção. O ataque vem mostrando uma ineficiência absurda, mesmo com as melhoras sensíveis devido a opção de usar França e Ricardo Mineiro, ao invés de Cláudio e Rosivaldo.
Claro que estes são alguns apontamentos, mas o fato é que todo o elenco precisa de um sacolejo para mudar a postura em campo e para aumentar a eficiência na marcação, nas articulações de jogadas e nas finalizações.
Fora do Ademir Cunha merece destaque o fato de que o Porto tem mostrado sua força, mesmo que seus jogos aparentem uma certa instabilidade. Na última partida o gavião visitou o Ypiranga e emplacou uma goleada. Outra curiosidade é que o Serra Talhada dispensou seu treinador e já expressou publicamente o interesse em Paulo Jr., contando com uma derrota Alviverde nesta quarta e uma possível demissão técnico ainda esta semana.
Os ingrediente já foram colocados na panela, agora queremos que o prato saia com o sabor que esperamos: uma vitória Alviverde. As decepções que vimos nos últimos dias causaram um desânimo compreensível, mas o coração Americano nunca se esvazia de esperança e nesta quarta continuaremos a torcer por um resultado positivo.
Força Mequinha e vamos reagir.

Um comentário:

  1. Bebida nos estádios: dê sua opinião
    Bebida não combina com futebol. Trata-se de uma mistura explosiva!

    Quem pensar assim e quiser se integrar à campanha contra o projeto que permite a venda de cerveja em lata nos estádios de futebol se alie ao blog e encaminhe seus comentários e artigos que estaremos postando de hoje até o dia em que a matéria vier a ser votada pelo plenário da Assembleia Legislativa.

    Pense na sua família, na paz que reina nos estádios sem bebida e faça sua manifestação. Não ao projeto das cervejarias, sim à paz nos estádios.
    Escrito por Magno Martins, às 00h00

    ResponderExcluir