quinta-feira, 1 de março de 2012

Clássico é clássico

É óbvio que a pompa dos antigos clássicos da técnica e disciplina se acabou faz um bom tempo, mas desde o ano passado o confronto entre Americanos e alvirrubros tem mostrado um equilíbrio razoável. Na noite que passou a escrita se repetiu e novamente o América engrossou o caldo pro lado do Náutico.
O primeiro tempo começou com uma chance Alviverde perdida por Ricardo Mineiro após furar um chute dentro da pequena área. Depois disso o Náutico dominou a partida até os 15 minutos e foi seguido por uma maior posse de bola Americana que equilibrou a partida. Mas sem dúvida a melhor chance foi alvirrubra perto do fim da primeira etapa com uma cabeçada de Tiuí que foi defendida por Danilo.
O segundo começou com uma pressão do Náutico e após uma jogada onde a defesa Americana parou pedindo impedimento, o placar foi aberto: América 0 x 1 Náutico. Aos 17 minutos Ricardo Mineiro empatou em um lance com uma mistura de técnica, garra e oportunismo. Não demorou muito e Cléber Gaúcho fez um pênalti desnecessário que foi convertido pelos alvirrubros, mas David empatou com uma bela girada dentro da grande área!
O ponto positivo do América foi a vontade dos jogadores e as mudanças táticas. O meio campo com Cléber, Coringa, Dunga e Jaílton deu mais movimentação ao América. Jaílton mostrou que sua verdadeira vocação é jogando no meio campo e não na lateral como começou o campeonato. Com um meio de campo mais movimentado e com um ataque definido o América chegou melhor nesta partida.
O ponto fraco continua sendo a marcação. Infelizmente o América marca de longe e não anula as peças principais das equipes adversárias. Ontem o meio campo do Náutico não estava inspirado e facilitou a marcação Alviverde, mas não é de agora que deixamos os adversários pensarem muito com a bola nos pés.
Um resultado como o de ontem contra um dos times da ponta anima qualquer torcedor e jogador, mas a nossa situação não é nada confortável e todos os jogos devem ser encarados com a mesma vontade e acima de tudo com a mesma organização.
Mesmo com as chances cada vez menores o mais importante é saber que ainda temos tempo de lutar e essa tem que ser a tônica até o fim.
Força guerreiros e vamos honrar essa camisa que tem história. Imagens: Paulo Paiva/Supersportes

11 comentários:

  1. Isso mesmo Jefferson temos de acreditar ate o fim , e o time tem de estar focado, e jogar sempre com essa determinação, todos os atletas estao de parabéns principalmente pelo espírito de luta. uma observacao : ontem ao final da partida mesmo sendo empate o time tinha de vir saudar a sua torcida que compareceu em bom numero ao estádio, rapazes essa torcida e' fiel , e mesmo jogando em casa e mesmo empatando , foi um placar heróico e de muita garra , contra um adversário difícil. O América tem torcida sim.

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  3. Rodrigo,

    Este blog preza pelo respeito e civilidade, antes de tudo.

    Se você fizesse a leitura do texto com um pouco mais de atenção, iria ver que Jefferson remeteu ao passado de ambos os clubes e não o atual momento.

    ResponderExcluir
  4. Paulo Jr ! espero que voce esteja bem , independente dos resultados todos no América e torcedores lhe admiram e lhe respeitam, ontem vi seu menino jogando como nunca ! mesmo improvisado foi guerreiro , maestro, disciplinado, humilde na hora do erro , em fim o garoto esta quase pronto, e como voce sabe ele sempre vai estar a sua disposição tenho certeza disso, nos vamos sempre lhe agradecer nao so pelo garoto , mais também por muitos outros e pelos momentos de alegrias que voce nos proporcionou e ainda vai nos dar. O professor Charles esta de Parabéns, sei criticar , mais também sei aplaudir. Ontem o Professor Charles foi fenomenal. PARABÉNS.

    ResponderExcluir
  5. Ola sou torcedor do Petrolina e tambem torço para o America,ainda da para sair dessa lanterninha chata que estamos desde a primeira rodada,não posso ir aos jogos do Mequinha pois como moro em petrolina só ouço pelo radio,já que vcs podem ir eu apelo empurrem o America pra sairmos dessa crise não deixem cair para não passar denovo aquele sufoco de 2010 que subiu dependendo de outras goleadas!NÃO DEIXEM O AMERICA MORRER!

    ResponderExcluir
  6. FElizmente Alef eu sei que o Mequinha não vai morrer!!!vai passar por momentos turbulentos, momentos bons,mas morrer NÂO!!!
    não sei o que o amigo colocou,mas, o texto do Jeferson foi tranquilo, as partidas entra América e Nautico sempre foram consideradas clássico no passado e nos últimos 2 anos o Nautico penou contra o Mequinha!!!foi goleado no Cunhão e empatou ontem, um resultado pessimo pros alvirubros!!

    ResponderExcluir
  7. O que não consigo entender é que nossos 3 pontos foram conquistados em cima de clubes do G 4. Enquanto isso times que estão mais abaixo na tabela, foram ao Cunhão e deram um passeio no mequinha. Isso cada vez me convence que o maior problema alviverde é maneira de jogar.

    ResponderExcluir
  8. Aguenta coração! que emoção pó! cada jogo é uma decisão vamos botar o coração na ponta da chuteira e vamos permanecer na 1º.

    ResponderExcluir
  9. Tercio,eu sei realmente o texto foi tranquilo mas a situação do america não é não e toda vez que ele joga fico com o caração na mão,
    eu sei que tambem que me espressei mal na historia de morrer o america nunca vai morrer sempre vou torcer,o morrer que quis dizer é cair devouta pra segundona e o centenario ta chegando mais fico muito tenço nos jogos pois sou fanatico.

    ResponderExcluir
  10. eu entendi o que vc disse Allef!!eu que me alonguei um pouco, acredito que quando pessoas como nos trocarmos informações sobre este clube é um sinal que ele precisa está forte.
    Grande abraço!!

    ResponderExcluir
  11. O América não se entrega fácil. E a gente não volta pra segunda divisão, se depender do entusiasmo e do amor pela camisa. Vamos acreditar e seguir em frente. Vamos lá Verdão!

    ResponderExcluir