terça-feira, 31 de dezembro de 2013

Feliz Ano Novo!



Enfim, 2014!

Ano de 2014 que pro nosso América deu inicio desde o dia 08 de Dezembro.

Ano de Copa do Mundo, ano que inicia de fato a gestão Celso Muniz.

Ano de Centenário!!!

Centenário do Campeão do Centenário!!!

Enfim, um ano que promete marcar o América Futebol Clube.

Promessas que tem tudo pra se concretizar em realidade.

E em nossas vidas?

Votos de paz, sucesso e saúde e felicidade...

Feliz ano novo!



segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

Atacantes Jôsi e Paulista são dispensados

Atacantes Jôsi e Paulista estão fora dos planos do América e foram dispensados

América dispensou os serviços dos atacantes Paulista e Jôsi. Conhecidos pelos passados recentes com marcas individuais de artilharia, os atletas não apresentaram um desempenho a altura no América até esta sétima rodada do Campeonato Pernambucano.

Menos de 24 horas após o empate com o Porto pela sétima rodada na primeira fase do Campeonato Pernambucano e as mudanças começaram no América.  A diretoria do clube dispensou os atacantes Paulista e Jôsi. A decisão foi tomada nesta segunda-feira (26), na reapresentação do elenco esmeraldino após o jogo nos Aflitos. O motivo da dispensa foi o baixo rendimento dos atletas. No empate com a equipe de Porto de Caruaru, Jôsi foi substituído na segundo tempo e não teve com desempenho abaixo do esperado, e Paulista após entrar no tempo complementar foi expulso após ter desferido uma cabeçada em um jogador adversário. 

Em seis realizados, Jôsi esteve em todos, marcando o gol da vitória diante do Pesqueira, no estádio Joaquim de Brito, mesmo assim, com atuações abaixo do esperado comparando com seu retrospecto de goleador, sendo artilheiro nas últimas três edições da Série A2 do Campeonato Pernambucano. Já Paulista, de 25 anos, veio com a chancela de artilheiro do Campeonato Pernambucano de 2011 pelo Porto, fez sua estréia com a camisa do América na terceira rodada do estadual e não conseguiu balançar as redes, sempre com atuações apagadas. Segundo Osmundo Bezerra, diretor de futebol do América, através de uma rede social, clube e atletas chegaram a um acordo e foram liberados.

Com a saída dos dois jogadores, o elenco esmeraldino conta agora com os atacantes Jackson (19), Bob (20), Charleson (20), Lucas Santa Cruz (19), Jônatha (21) e Wenderson (21). O time da Estrada do Arraial entrará em campo na próxima sexta-feira, dia 3, quando visita o Chã Grande no Carneirão, em Vitória de Santo Antão. O América encontra-se na 8ª colocação com 5 pontos, a frente apenas do Chã Grande, com 4 pontos.

Domingo pouco proveitoso !!!

Divulgação NE 10
O último final de semana de 2013 foi extremamente decepcionante para mim, para o América e para milhares de brasileiros, como a ordem dos fatores não altera o produto vou abordar estas questões em três pontos ou tópicos:

1. Derrota de Anderson Silva - apesar de não gostar de MMA, acho um "esporte" muito violento, O Brasil assistiu a derrota do Spider Anderson Silva. Pior !! viu o lutador fraturar a perna em dois locais fato este que vai coloca-lo no estaleiro por muito tempo !!! Como o MMA tem muitos adeptos, tinha Galvão Bueno louco pra gritar : AAAAAAAAAAAAAAANNNNNNNNNNNNNDERRRRRRRRRRRSONN DO BRRASSILL!!
Não deu !!


2. O jogo do América - depois de muito esforços e sacrifícios, lembro aos amigos que o América pagou para utilizar o estádio do Nautico, o clube esmeraldino da Estrada do Arraial faz dois jogos no Recife. No primeiro jogo foi um bom público !!!


Bem o segundo já teve menos gente, mas, todos na expectativa da vitória americana, presença de grande Americanos, como o amigo Fred Monteiro da Cruz ( o homem dos sete instrumentos), de toda diretoria americana e outros amigos.

Reuniu muitos boleiros e treinadores, na presença da diretoria do AFCSA e do diretor técnico Waldemar Lemos. Promessa de bom jogo......

Na pratica foi um jogo fraco, o time do Porto retraído em seu campo, esperando o América jogar, sem grandes jogadores ou jogadas. O time Periquito.....este... decepcionou mais uma vez, apático, sem inspiração, alguns atletas sem ritmo ou até comprometimento.

Muitas falhas, poucas jogadas, muito erro de passes ou jogadas despretensiosas, no primeiro tempo poucos chutes do América e um gol do Porto no encerrar do primeiro tempo.

No segundo tempo.... mais revolta !! muitas vaias e apupos da torcida americana e um gol de Kássio.
Teria muito para contar, só que não vale a pena, felizmente o que o BLOG pensa corresponde ao mesmo interesse de Celso Muniz e Osmundo Bezerra: DECEPÇÃO !!!


Muita gente chegou no América querendo ser a última garrafa de água do deserto, mas, na realidade não é nem lama !!! exige condições de trabalho, acomodações em hotéis de primeira ( receberam !! ) em contra partida : nada !!! Que papelão, Paulista, atrapalhou o América e só !!!


O resultado de 1 x 1 nos coloca em situação difícil neste campeonato, se pretendermos realmente algo, temos que sacudir geral !!

3. Este ponto é pessoal : este ano de 2013 foi marcado por descobertas nadas felizes em minha vida, fiquei diabético e hipertenso, menos mal dá pra conviver com isto, porém alguma coisa me fez mau e Tercinho acabou na Emergência do Hospital Português, estou bem , foi um susto !!!

Agradeço a minha esposa, por estar ao meu lado o tempo todo, a minha cunhada Katty, pela presteza, a D. Antonieta e Jádia pela ajuda.

O que não me mata me fortalece !!! na luta !! Sempre !! Somos América !!


MEMÓRIAS ESMERALDINAS: América 2x0 Ferroviário do Recife em 1964

Memórias Esmeraldinas está de volta e desta vez para falar de um jogo que valia a liderança do campeonato estadual para o América. Voltamos para o dia 10 de junho de 1964 em que ocorreu a quarta rodada do primeiro turno do campeonato pernambucano e em especial a partida entre América x Ferroviário do Recife no Estádio da Ilha do Retiro.

Capa esportiva do Diário de Pernambuco de 10 de junho
de 1964 reatando a importância da partida.
Os esmeraldinos tinham começado bem o certame, entretanto um empate sem gols contra o íbis na última rodada tinha deixado um sabor amargo nos torcedores e nada melhor do que uma vitória num “Clássico Suburbano” para reativar a chama da esperança. Por outro lado o Ferroviário do Recife havia começado mal, sendo goleado pelo Sport, porém, empates contra o Santa Cruz e o Central animaram os atletas do “Tricolor da Estrada de Ferro” e estavam dispostos a continuar seu caminho de invencibilidade.

O treinador do Clube Ferroviário do Recife, Gilberto Carvalho, ressaltou a ascensão de sua equipe em relação ao jogo de estreia e garantiu que o time estaria pronto para lutar pela primeira vitória no campeonato e que a partida contra os americanos seria de um nível técnico admirável. O América devido a sua maior tradição aparecia como favorito para conseguir a vitória, todavia, o excesso de confiança pode ter sido um dos fatores que causaram o desastroso empate contra o Íbis na rodada passada, depois de terem vencido o Centro em Limoeiro e terem empatado com os alvirrubros de Rosa e Silva.

Didica do Clube Ferroviário: o jogador
de maior destaque do clube da RFFSA
O treinado do América, Dequinha, fez questão de chamar seus atletas mais experientes, Lula, Gilson, Luiz Carlos e Nivaldo para uma conversa, na qual deixava claro que a vitória contra o “Ferrim” só viria se houvesse pés no chão e nada de clima de vitória antes do jogo terminar. A conversa foi bem assimilada pelos jogadores que repassaram a mensagem para os mais novos do elenco. A imprensa esportiva pernambucana naqueles dias já começava a apontar alguns jogadores com talento diferenciado na equipe das cores branco, vermelho e amarelo do bairro de Afogados, como por exemplo, o goleiro Luiz Mário, autor de grandes defesas nos dois últimos embates, dos atacantes Baiaco e Lascinho e principalmente do meio campista Didica, indicado por muitos como um dos melhores de Pernambuco na posição.

Ficou então decidido que a partida América x Ferroviário do Recife teria a arbitragem do Sr. Alfredo Bernardes Torres com o auxílio de José Augusto e Albino Machado. A arbitragem para o duelo preliminar entre os aspirantes teria a direção de José Manoel Vieira. Na preliminar, os aspirantes do “Mequinha” venceram por 3x0 e criaram um clima favorável à equipe da Estrada do Arraial para o duelo principal. 

Ilustração da partida entre América do Recife x Ferroviário do Recife
no campeonato pernambucano de 1964.
A partida começa e o América é quem toma a iniciativa e impõe forte pressão ao time da RFFSA (Rede Ferroviária Federal S/A), tanto que em um lance aos 19 minutos do primeiro tempo, o atacante Luiz Carlos da equipe alviverde entra na grande área e encontra o atacante Babá livre de marcação, que então recebe a bola para fazer o primeiro tento da partida. É GOL DO AMÉRICA! América 1x0 Ferroviário do Recife. O América não diminui o ritmo com o gol marcado e com apenas cinco minutos depois, em uma jogada magistral do atacante Luiz Carlos, ele se livra da marcação e chuta no canto do goleiro Luiz Mário para aumentar o placar. É GOL DO AMÉRICA! América 2x0 Ferroviário do Recife com apenas 24 minutos jogados.

Foto da partida América x Ferroviário na Ilha do Retiro.
A partir de então o que se viu no restante do primeiro tempo foi um América controlando a posse de bola para fazer o tempo passar. Poucas jogadas de gol do lado alviverde foram criadas e as que assim aconteceram foram interceptadas pelo goleiro Luiz Mário do Ferroviário. A equipe de Afogados tentou várias vezes em virtude do recuo do América, assinalar o primeiro gol ao seu favor, mas encontrou uma defesa sólida comandada principalmente por Bria e Gilson que ajudaram o goleiro Lula a sair de campo sem tomar gols. O América se recupera do último resultado e vence o Ferroviário do Recife por 2x0 e ainda continua na liderança não isolada do campeonato pernambucano de 1964. O público compareceu em bom número, gerando uma renda se 214.340 cruzeiros no Estádio da Ilha do Retiro.

As equipes que se enfrentaram naquele dia foram as seguintes:

AMÉRICA: 
Lula; Cícero, Bria, Gilson e Ney Andrade; Zé Maria e Eric; Fernando, Babá, Luiz Carlos e Nivaldo. Treinador: Dequinha.

FERROVIÁRIO DO RECIFE: 
Luiz Mário; Amâncio, Clóvis, Joãozito e Walter; Zé Carlos e Didica; Lascinho, Zoroá, Baiaco e Tóia. Treinador: Gilberto Carvalho.

Poderia ser pior



Mais uma vez o time americano foi deprimente em seu mando de campo. Em seis jogos disputados uma vitória e dois empates até aqui. Em três jogos como mandante, apenas dois pontos somado. Sinceramente, muito pouco para uma equipe que possui jogadores do nipe de Josi, artilheiro da Série A2 nos ultimos três anos, Paulista, artilheiro do Campeoanto Pernambucano de 2011, Otacilio, com passagens por grandes clubes do Nordeste e Centro-Oeste brasileiro, Philip, Kassio, Jaime, Carlão e por ai vai! Convenhamos, este time no PAPEL não deixa a desejar em nada com as equipes de cima da tabela... NADA, mas até agora, o que conseguiram foi uma "honrosa" oitava colocação.

Obviamente não devemos criticar 100% dos que compõe o elenco alviverde. O goleiro Grison continua fazendo sua parte em baixo das traves e muitas vezes operando milagres com a nossa defesa que ainda bate cabeça e tem seus (vários) momentos de apagão. Jaime vem correspondendo na lateral esquerda e é peça fundamental na articulação para as jogadas de ataque, assim como o pequeno Philip que agora poderá dividir a criação das jogadas sempre bom Everaldo e principalmente agora, com a volta de Kássio, onde mesmo entrando no decorrer da partida, conseguiu ser o nome do jogo, onde só não foi perfeito devido as suas cobranças de faltas e escanteios, no qual podemos apontá-las de razoáveis para ruim, de tão previsíveis que era para a defesa do Porto de Caruaru.  Os pratas-da-casa Thiago Ramos, Gláuber e Mauricio também não estão deixando a desejar, mantendo o bom futebol praticado na campanha do acesso.

Enfim! Se este time acordar, o América pode voltar a sonhar com o hexagonal do título. Mas só se acordar! Neste domingo o que vimos foi praticamente um remake por parte de alguns jogadores na falta de atitude e, porque não falar, comprometimento. É inegável que Jôsi e Paulista PODEM apresentar um futebol mais convincente do que vem sendo realizado com a camisa esmeraldina. Quem de fato acompanha o futebol pernambucano como um todo, sabe disso. Melhor dizendo, ELES SABEM DISSO! Falar destes dois jogadores no jogo diante do Porto é resumir em uma só palavra: DECEPÇÃO. 

Jôsi não busca o jogo para si, não sai da marcação dos zagueiros, se esconde no jogo e, quando tem a chance clara aos seus pés, perde de maneira imperdoável. Paulista é outro capitulo a parte. Com um futebol abaixo do esperado de um artilheiro, coube a ele impedir toda a pressão que o time americano vinha fazendo contra a equipe do Porto nos minutos finais da partida, após uma expulsão incoerente, quando o atacante desferiu uma cabeçada contra um jogador adversário, quatro minutos dos acréscimos registrados pela árbitra Débora Cecilia.

Em suma, praticamente este foi o resumo da partida diante do Porto, na despedida americana nos Aflitos. Podemos garantir que o transcorrer da partida não mudou muito se compararmos com as outros cinco confrontos disputados pelo time da Estrada do Arraial, onde há um bom volume de jogo, mas dão margem de erros capitais tanto na defesa, quanto no ataque. Erros primários e injustificáveis, principalmente quando comparamos com o extra-campo que o time alviverde possui ao seu favor. Tá mais do que na hora de uma sacudida neste elenco.

domingo, 29 de dezembro de 2013

Eu vou !!!

Seu Otacil e Larissa Riquelme !!
Os resultados dós últimos jogos não foram favoráveis ao América, porém, eu sou América e não desisto nunca !!!! O verdadeiro Americano acredita sempre!! foi assim em 2011 !!! A campanha do 2 turno foi demais!!

Hoje vou aos Aflitos acreditando numa vitória, vou gritar até perder a voz , vou xingar e re-xingar!! vou bater palmas no ritmo do coração !!! vou gritar gol do Mecão!!!

Domingo é dia de Aflitos verde !!!

Aos amigos que vão pela primeira vez mando meu abraço e boas vindas, vou apresentar a velha guarda e o lendário Jairo da Buzina !! Tem Marcão com seu famoso bordão: " Sai zica!"
Nas sociais dos Aflitos: Jairo Sanguinete e Sr. Edmir

"Seu" Otacil, ganhou a camisa da paraguaia, a gostosa azarenta Larissa !!!

Agora Jairo Sanguinete, o homem da Buzina, ele é ph-d- !! encheu os ouvidos do goleiro do Olinda FC em partidas da A2, encheu os ouvidos do bandeirinha em Vitoria de Santo Antão!!! O cara é o cara mesmo, não abriu nem para a PM.!!!!

Serei mais um no meio de uma torcida pequena, mas, apaixonada e quente, como as mulheres !!! Como diria o " Rei" , que segundo os registros não-oficiais também era América !!!

Reginaldo Rossi era fã de ( o ) Periquito, logo era americano !!!

DOMINGO É DIA DE AMERICA !!!

sábado, 28 de dezembro de 2013

Vai pra cima deles, AMÉRICA!


Chegamos a sétima rodada do Campeonato Pernambucano de 2014 e nós, Esmeraldinos, oramos para que seja o momento da guinada definitiva do Centenário América Futebol Clube. Queremos o nosso time rumo à sequência de vitórias que nos permitirá torcer por algo bem mais empolgante do que uma simples permanência na Série A1 do campeonato estadual. Sim, porque eu já estou de saco cheio de olhar para a tabela e ver o meu time da Estrada da Arraial na parte intermediária e sem-sal dela. Flutuamos ali na casa do sétima colocação, o que nos deixa longe do grupo dos três melhores colocados que garante vaga para o hexagonal do título.

Nos Aflitos, o Alviverde da Estrada do Arraial receberá o Porto, gavião do agreste, um dos representantes da cidade de Caruaru, ao lado do Central, o "Alvinegro Patativa". E será diante da equipe tricolor que o América é obrigado a todo custo tentar a reabilitação no certame, quebrando a sequencia de três derrotas consecutivas e retomar os trilhos da vitória. E para isso nada melhor do que jogando com a torcida a favor e contra um concorrente direto as nossas pretensões e que, coincidentemente, estão também sem vencer a três rodadas. O fato é que, vencendo neste domingo, o nosso alviverde empatará o números de pontos do rival e encostará no G4, para isso vamos depender da doação dos nossos atletas no "velho Eládio".

Outro ponto que esta partida marca é a chegada de Laélson Lima, fazendo sua estréia justamente contra a equipe que o despontou no cenário pernambucano. Ficamos então na torcida para que o novo comandante esmeraldino possa dar a liga necessária neste time que ainda não mostrou pra que veio no Campeonato Pernambucano. Os três pontos neste domingo são vitais. Longe de estarem ganhos. Mas torcida a Esmeraldina estará presente nos Aflitos, a empurrar, celebrar e cobrar dos jogadores a devida raça nossa de cada dia.

JUNTOS, SOMOS AMÉRICA!


--***--

OFF-TOPIC


Neste domingo as rádios listadas abaixo poderão transmitir América x Porto, logo mais as 15 horas:

Rádio Jornal AM: http://bit.ly/1cnPiM2
JC News FM: http://bit.ly/1cnPmvf
CBN Recife FM: http://www.cbnrecife.com/
Transamérica Recife FM: http://bit.ly/1cnQBdR
Rádio Folha FM: http://bit.ly/1cnPsmK
Rádio Olinda AM: http://bit.ly/1cnQcrW

Radio Cultura AM (Caruaru) http://bit.ly/1a8SllB
Radio Liberdade FM (Caruaru) http://bit.ly/1a8Soxz
Radio Liberdade AM (Caruaru) http://bit.ly/1a8Ssxx
Radio 102 FM (Caruaru) http://bit.ly/1jU5hpl

Ingressos de América x Porto a preços populares


Os ingressos para o segundo jogo do América nos Aflitos foram divulgados neste sábado (28), em jogo válido pela sétima rodada do Campeonato Pernambucano.

No dia do jogo, a bilheteria dos Aflitos também estará aberta, com os bilhetes novamente a preços populares. Haverá meia-entrada, válida para estudantes, professores estaduais, idosos e cadeirantes a R$ 5,00 (cinco reais) e a entrada no valor integral ao valor de R$ 10,00 (dez reais).  A entrada de crianças com até 3 anos é gratuita e a troca de cupons/notas fiscais por ingressos promocionais do Todos com a Nota poderão ser realizados no dia da partida.

América e Porto será realizado às 15 horas deste domingo (29). O América vencendo terá a chance de igualar ao Porto em numero de pontos e retomar a quarta-colocação  da primeira fase no Campeonato Pernambucano.

Arbitragem definida para América x Porto

Deborah Cecilia será a árbitra para América x Porto, nos Aflitos | Foto: Sindicato Arbitros PE

O jogo entre América e Porto, nos Aflitos, neste domingo, considerado uma decisão, já que, se o time da Estrada do Arraial vencer o time de Caruaru, o time alviverde irá igualar a mesma quantidade de pontos do seu adversário e, dependendo dos resultados dos demais jogos, poderá assumir a quarta colocação.

Para este importante jogo para as pretenções do América, será apitado pela árbitra Débora Cecília Cruz Correia. Ela será auxiliada por Albino de Andrade Albert Junior e Bruno César Chaves Vieira. O quarto árbitro será Luiz Cláudio Sobral.

Este será o quinto trabalho em competições profissionais da árbitra Débora Cecília em um jogo do América neste ano de 2013. Pela Série A2 do Campeonato Pernambucano, Débora esteve como árbitra reserva nas vitórias do América por 2x0 e 2x1 contra o Olinda, nas semi-finais e hexagonal, respectivamente e na primeira fase da segundona, na vitória esmeraldina por 3x0 diante do Vera Cruz, ainda na primeira fase do certame. Atuando como árbitra, esteve na derrota esmeraldina por 2x0 contra o Timbauba, no Estádio Ferreira Lima e no empate em 1x1 contra o Serrano, em Serra Talhada.

O América x Porto será neste domingo (29), às 15 horas, no Estádio dos Aflitos.

sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

Vamos acordar!!!


Neste domingo o América fará a sua sexta partida pelo Campeonato Pernambucano de 2014, enfrentará a equipe do Porto no estádio dos Aflitos, nome apropriado para situação da torcida alviverde, aflita com a situação do clube.


Neste ano vivemos bons momentos, seja com a equipe sub 20 ou com o quadro principal, que conseguiu o acesso, criando uma expectativa positiva em relação ao futuro do clube.

Torcida do América com Dr. Celso Muniz no Ademir Cunha
No lado extracampo vimos o investimento do pessoal da S.A. contratando jogadores, montando uma estrutura e com objetivos definidos: colocar o América na primeira divisão e disputar a série D. Acreditamos na seriedade do pessoal da S.A., inclusive, eles sempre receberam bem o BLOG, continuamos apoia-los, principalmente Celso Muniz Filho e Osmundo Bezerra, sempre dispostos a trocar idéias e a ouvir. O respeito é extensivo aos outros membros do grupo, que não vou citar para não ser injusto na hora e esquecer alguém.

Bem na pratica, não estou jogando confetes, mas dando credito a quem merece. O meu objetivo é criar um alerta, como torcedor sempre esperamos o melhor para o América !!! Infelizmente estamos vendo a repetição de alguns campeonatos, como o de 1973 e recentemente o de 2012.

Nestes anos o América montou bons elencos e deu uma boa estrutura a comissão técnica, só que os resultados não corresponderam. Isto não se deu pela vontade dos dirigentes, mas, por questões de futebol.


Infelizmente o Mequinha acabou sendo rebaixado!!!

contribuição de Paulo Batista
O campeonato de 2014 tem um formato diferente, um primeiro turno disputado pelas equipes intermediárias, oferecendo aos 3 melhores classificados vagas no hexagonal do titulo e participação num campeonato regional. Por outro lado as equipes que não se classificarem vão disputar um campeonato que não leva para lugar algum. Pior leva as duas piores equipes pra famigerada A2 !!!

Finalizando tem muita água para rolar ainda nesta campeonato, porém temos que ACORDAR agora, com mais empenho por parte dos jogadores e cobranças da parte da diretoria.

Os compromissos foram firmados, precisam ser respeitados e objetivos alcançados !!!!

Continuamos acreditando, mas, precisamos cobrar !!!

Por um futuro brilhante, a vitória do América representa valorização de jogadores e de comissão técnica !!!


Domingo estaremos nos Aflitos torcendo pela vitória do Periquito !!

SOMOS AMÉRICA !!!!




Mais um vacilo



A derrota por 3 a 1 para o Central começa a assustar o torcedor Esmeraldino e tá na hora de cobranças.

Mais uma vez o América foi refém de seus vacilos e acabou amargando mais uma derrota. A formação do time procurou aumentar a movimentação no setor ofensivo e foi o que Denor conseguiu. No início do jogo parecia que o América encurralaria o Central, mas logo o time alvinegro tomou a postura de um anfitrião e passou a comandar o jogo. Durante o primeiro tempo os donos da casa tiveram mais volume de jogo e posse de bola, e tiveram as melhores oportunidades. Mesmo assim, o América chegou e teve até um gol anulado por impedimento.

No segundo tempo o América começou assustando com um contra-ataque e Paulista quase abre o marcador, mas em seguida o Central chegou ao gol do América. Imediatamente o América foi oportunista e empatou o placar, logo no reinício da partida. Infelizmente novas substituições equivocadas. Denor resolveu tirar Jaime e colocar Jôsi. O atacante Esmeraldino quase marcou em cabeçada, mas depois disso aconteceu o óbvio: o América ficou mais lento. Sorte que as substituições do Central também não surtiram efeito.

Mas então o América vacilou. Saídas de bolas erradas deram origem ao pênalti, ao desempate do Central e ao terceiro gol que decretou os números finais da partida.

Nova derrota do América joga o clube na sétima colocação | Foto: André Vinícius / GloboEsporte.com

Agora a coisa ficou difícil. Um time com um elenco desses não pode pensar tão pequeno e jogar tão pequeno. Temos jogadores à altura de uma campanha bem melhor que essa, mas algumas coisas estão erradas. Paulista é um grande jogador, mas infelizmente não está correspondendo e seus erros deram origem a alguns gols que tomamos. Philip foi um dos destaques da partida de hoje, mas seu excesso de individualismo prejudicou várias boas jogadas. E nossa zaga continua se atrapalhando. Mas infelizmente a cereja do bolo desses erros foram as substituições.

Agora é levantar a cabeça e lembrar dos erros do passado para não repeti-los no futuro. E infelizmente o passado não está tão longe. 2012 também foi marcado por um bom time no papel, pelo esforço da diretoria, mas as vaidades individuais jogaram no lixo um belo projeto. Se isto está acontecendo tá na hora de superar. Bons os jogadores são, mas precisam jogar.

Vamos ganhar América!

quinta-feira, 26 de dezembro de 2013

MEMÓRIAS ESMERALDINAS: Treze - PB 0x0 América, em 1970


Vamos reportar nesta mais nova edição das Memórias Esmeraldinas, mais uma partida do América Futebol Clube do Recife numa competição interestadual. Devido a uma boa participação no Campeonato Pernambucano de 1969, a equipe esmeraldina se qualificou para a disputa do Torneio Norte-Nordeste de 1970, ficando após o sorteio o América junto com o Ferroviário do Ceará, os paraibanos Treze e Campinense e o ABC de Natal.

A partida de estreia do “Mequinha” foi realizada no dia 08 de outubro de 1970 em João Pessoa, capital paraibana, mais precisamente no Estádio Municipal Leonardo Vinagre da Silveira, ou como é mais conhecido, o Estádio da Graça, contra o Treze Futebol Clube de Campina Grande. Se por um lado o América da Estrada do Arraial iniciava naquele jogo a sua trajetória no torneio, o Alvinegro da Rainha da Borborema já vinha de dois péssimos resultados, que eram as derrotas de 1x0 frente ao Campinense (seu eterno rival) em Campina Grande e de 4x1 para o ABC Futebol Clube jogando em Natal no Rio Grande do Norte.

O treinador do América, Adelson Wanderley, tinha duas dúvidas um dia antes, para definir a escalação da equipe que enfrentaria o Treze em João Pessoa, que eram a entrada ou não do lateral direito Teco e do atacante Alemão. Teco somente receberia a confirmação de sua escalação minutos antes do início da partida mediante testes de campo, enquanto que o atacante Alemão dependeria da liberação médica que deveria ser expedida pela Federação Pernambucana de Futebol e entregue ao presidente do América, José Costa.

Nota do Diário de Pernambuco de 08 de outubro de 1970.
Na manhã da quinta feira dia do jogo, a liberação de Alemão foi entregue e o jogador ganhou condições para entrar na partida. Também pela manhã os atletas fizeram um treino leve no campo dos Bosques dos Eucaliptos no bairro de Apipucos e receberam a convocação para se apresentarem na sede do clube para embarcar. Os atletas alviverdes deixaram a capital pernambucana rumo à Paraíba as 13h enquanto que os torcedores tinham até as 16h para pagar e também viajar à João Pessoa para incentivar o time do América. Dois ônibus lotados deixaram a sede do América na Estrada do Arraial em Casa Amarela em uma caravana, na intenção de dar todo o apoio à equipe nesta partida tão importante contra o “Galo”.

Ilustração de Treze-PB x América-PE no Estádio da Graça.
O Sr. Manuel Batista foi escolhido para ser o árbitro da partida Treze x América em João Pessoa e a partida começou com boas chances de gol de ambos os lados. As equipes mantinham um equilíbrio técnico e qualquer uma das duas equipes podia chegar ao gol em um detalhe. Aos 20 minutos do primeiro tempo numa boa jogada do ataque do Treze, a bola é lançada para Jorge, que bate na saída do goleiro Nunes do time recifense, mas a arbitragem assinala de forma correta o impedimento no lance, devido à posição mais avançada do atacante trezeano em relação à defensiva pernambucana. Apenas um susto no primeiro tempo e as equipes foram para o intervalo com um placar sem gols no Estádio da Graça.

Nota do Diário de Pernambuco no dia seguinte comentando o fraco público.
O América voltou para o segundo tempo de partida com uma postura melhor em campo e soube evitar as descidas perigosas ao ataque do time paraibano. O treinador Adelson Wanderley optou por fazer duas substituições no América. Entraram Edson no lugar de Manuelzinho e Batista no lugar de Toinho. O time Paraibano também mexeu e promoveu a entrada de Vadinho no lugar de Messias. A equipe pernambucana começou a melhorar de produção e chegou perto de assinalar o gol da vitória durante toda a segunda metade do segundo tempo, entretanto, a zaga paraibana também se postava de maneira firme e o placar da partida terminou em 0x0.


O Treze continuava sem vencer no Torneio Norte-Nordeste, enquanto que o quadro esmeraldino se sentia satisfeito pelo empate obtido na estreia pelo fato de ter sido fora de casa e agora seria hora de pensar na próxima partida que aconteceria em Natal contra o ABC. Treze 0x0 América no Estádio da Graça em João Pessoa reuniu 594 torcedores e uma renda de 1.896 cruzeiros.

 As equipes escalaram da seguinte maneira:


AMÉRICA: Nunes; Teco, Ivan Xavier, Ubirajara e Jaminho; Ideltônio e Draílton; Manuelzinho (Edson), Toinho (Batista), Alemão e Paulinho.



TREZE: Edmilson; Janca, Alexandre, Mané e Chiquinho; Zé Pequeno e Assis; Messias (Vadinho), Jorge, Adelino e Zequinha. 

É hora de reagir


Hoje o América tem a chance de reagir da sequência de duas derrotas sofridas nas rodadas anteriores. No entanto, a chance é amarga, pois enfrentar o Central em seu domínios não é nenhuma tarefa fácil, pelo contrário, historicamente tem se mostrado uma missão ingrata.

Mesmo assim, pontuar tem que ser o foco do time neste momento. É necessário trazer algum ponto de Caruaru e melhor que isso, se tiver pretensões de avançar para o hexagonal final, o Alviverde precisa vencer. E vencer de forma razoável. Para chegar ao quarto lugar o América precisaria vencer o Central por dois gols de diferença e ainda torcer pelo tropeço de Chã Grande e Ypiranga.

De qualquer forma, o mais importante neste momento é fazer a nossa parte. E para isto, Denor poderá contar com Glauber como volante, que já cumpriu sua suspensão pelo cartão vermelho. No mais, a tendência é que o técnico Esmeraldino repita a formação da partida anterior contra o Vitória. Pois até sofrer o gol o América teve um bom volume de jogo com boas oportunidades de gol. Mas para vencer o Central em Caruaru, Denor tem que pensar em deixar o ataque mais rápido, pois as grandes chances certamente virão de contra-ataques.

Agora é esperar para ver... e torcer para conseguir uma vitória que nos dê confiança e esperança para chegar ao G3.

JUNTOS, SOMOS AMÉRICA!!!

--***--

OFF-TOPIC



Neste quinta-feira as rádios listadas abaixo poderão transmitir Central x América, logo mais as 20 horas:


Radio Cultura AM (Caruaru) http://bit.ly/1a8SllB
Radio Liberdade FM (Caruaru) http://bit.ly/1a8Soxz
Radio Liberdade AM (Caruaru) http://bit.ly/1a8Ssxx
Radio Jornal AM (Recife) http://bit.ly/1cnPiM2
JC News FM (Recife) http://bit.ly/1cnPmvf
Radio Folha FM (Recife) http://bit.ly/1cnPsmK







quarta-feira, 25 de dezembro de 2013

Laelson Lima é o novo técnico do América

Laélson Lima é o novo treinador do América | Foto: Rodrigo Lobo/JC Imagem

Laelson Lima será o novo treinador do América. Três dias depois de anunciar que o técnico Edson Miolo não daria segmento ao seu trabalho no América, a diretoria do time da Estrada do Arraial anunciou o novo treinador, um dia antes de entrar em campo em Caruaru para enfrentar o Central, pela sexta rodada do Campeonato Pernambucano.

Laelson tem 37 anos e começou a carreira no Ipanema-AL em 2009. Em 2010 teve sua primeira passagem pelo Porto. Foi para o Santa Rita-AL no mesmo ano. Em 2011, voltou a Caruaru em uma segunda passagem pelo Gavião, onde teve o seu melhor desempenho: terminou na terceira colocação, garantindo uma vaga na Série D e tendo Paulista, hoje atacante do América em sua melhor fase como, terminando o estadual como artilheiro. Em 2012, Laelson Lima esteve no Porto até 12ª rodada do Campeonato Pernambucano, após uma derrota por 1 a 0 diante do Salgueiro, em Caruaru. O Treinador ainda comandou o Carpina na Série A2 do Pernambucano 2012, mas não se classificou às fases eliminatórias. Em 2013, novo treinador americano comandou os times do Porto e do Altinho.

Este será o primeiro trabalho de Laelson Lima a frente do Periquito. O diretor de futebol do time, Osmundo Bezerra, anunciou a contratação nesta quarta-feira, em treino realizado no Olindão. O dirigente esmeraldino ressaltou ainda que o novo comandante alviverde estará presente na partida em Caruaru, juntamente com Waldemar Lemos, coordenador técnico. Para a partida contra o Central, quem comandará o time do América será Denô Araújo, auxiliar técnico do Alviverde da Estrada do Arraial.

Concentrados no bairro de Aldeia, em Camaragibe, a delegação esmeraldina rumo ao estádio Luiz Lacerda às 15 horas desta quinta-feira (26).

terça-feira, 24 de dezembro de 2013

O nosso Feliz Natal!



As melhores festas são em família, repletas de carinho esperança e solidariedade.

Melhor do que todos os presentes por baixo da árvore de Natal é a presença de uma família feliz.

A todos esmeraldinos e simpatizantes do América Futebol Clube, e a todos que acompanham o Blog do Mequinha, um Natal repleto de paz.

E sigamos em frente, pois SOMOS AMÉRICA!

Os números de 76 anos de América x Central

Central 1x1 América, no Pernambucano de 1969, no Pedro Victor | Foto: Diário da Pernambuco

Oficialmente, América e Central se confrontam desde o dia 02 de junho de 1937, em partida realizada no Recife, que terminou com a vitória da Patativa por 2 a 1. De lá pra cá, esmeraldinos e centralinos se confrontaram em 129 jogos oficiais, em Campeonatos Pernambucanos, Torneio Incentivo e Campeonato Brasileiro da Série B.

Embora o América já tenha conquistado o Campeonato Pernambucano por 6 vezes e 9 vice-campeonatos e o Central por chegando a uma decisão estadual duas vezes, estas equipes jamais se confrontaram em finais deste campeonato. Um dos motivos é o fato do Central, embora tenha se filiado na Federação Pernambucana de Futebol desde o final da década de 30, passou um hiato de 24 anos longe do campeonato estadual, disputando de 1938 a 1960 apenas campeonatos da Liga Caruaruense.

Quando o Central retornou a disputar o Campeonato Pernambucano em 1961, estava o América licenciado, por divergências políticas do clube com a FPF. O reencontro da Patativa do Agreste e o Periquito da Estrada do Arraial só voltaria a ocorrer no Campeonato Pernambucano de 1963, em partida realizada em Caruaru, no dia 14 de julho, com vitória centralina por 2x1. A primeira vitória americana justamente no segundo turno do Campeonato Pernambucano de 1963, com os "Periquitos" vencendo os "Patativas" no placar de 1x0, na Ilha do Retiro. Já a primeira vitória do Alviverde da Estrada do Arraial em solo caruaruense veio a ocorrer apenas em 1965, quando o América venceu o alvinegro do Monumental da Avenida pelo "score" de 2x1.

América 2x0 Central, no Pernambucano de 1980, no Jefferson de Freitas | Foto: Diário de Pernambuco

O último embate entre as duas equipes ocorreu no segundo turno do Campeonato Pernambucano de 2012, concluído com um empate em 2x2 no Estádio Luiz Lacerda. No primeiro turno deste certame, havia ocorrido a última vitória do Central saindo vitorioso do Estádio Ademir Cunha ao vencer por 2x1 o América. Já a ultima vitória esmeraldina completou dezoito anos, que pode ser justificada pela ausência de 13 anos do América afastado da Série A1 do Campeonato Pernambucano, estando de 1996 a 2010 licenciado ou disputando a Série A2. O fato é que no dia 26 de junho de 1995 o América venceu o Central por 2x0 no Estádio Jefferson de Freitas, em Jaboatão dos Guararapes. Em Caruaru, a última vitória americana completou 20 anos, quando o América venceu por 1x0 no primeiro turno do Campeonato Pernambucano de 1993, realizado no dia 10 de fevereiro.

Abaixo, os números gerais deste confronto:

Dados levantados por Washington Vaz |  Sergio Pepeu

Definida arbitragem contra o Central



Pela sexta rodada do Campeonato Pernambucano, o América visitará o Central de Caruaru, em partida que será realizada às 20 horas desta quinta-feira (26) às 20 horas. Para esta partida, a Federação Pernambucana de Futebol escalou o árbitro Wildstar Dias de Mendonça.

Formado em Química pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (URFPE), Wildstar será responsável pelo apito pela terceira vez em uma partida profissional envolvendo o América neste ano de 2013.  As outras duas partidas foram válidas pelo Campeonato Pernambucano Série A2, quando o time da Estrada do Arraial venceu o Ferroviário do Cabo por 5x0 no Ademir Cunha e na derrota por 4x2 para o Altinho, no EStádio Altinense, no agreste do estado.

Junto com o árbitro de 22 anos, estarão Ricardo Bezerra Chianca e Karla Renata Cavalcanto de Santana como assistentes. Manoel Oliveira Castro Junior será o quarto árbitro.

segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

Edson Miolo entregou o boné!

Edson Miolo não é mais o técnico do América | Foto: Reprodução/Rede Globo NE

Ontem nos Aflitos chegou a informação de que Edson Miolo havia entregado o cargo de treinador do América, um dia após a partida contra a Acadêmica nos Aflitos, pela quinta rodada do Campeonato Pernambucano. Segundo a diretoria de futebol do Alviverde da Estrada do Arraial,  o agora ex-técnico do clube não deu qualquer justificativa contundente para a entrega do cargo. Com Miolo comandando o América, foram três jogos, com um empate, uma vitória e uma derrota contra Serra Talhada, Pesqueira e Ypiranga, respectivamente.

No lugar de Miolo, assume o cargo de forma interina Denô Araújo, que esteve a frente do América na derrota contra a Acadêmica Vitória neste ultimo domingo e ficará até o retorno do técnico Waldemar Lemos que chegou a ser anunciado como técnico esmeraldino para o estadual de 2014, mas antes de iniciar o  certame, acabou acertando com a diretoria esmeraldina os seus trabalhos no América na função de Coordenador Técnico.

O próximo jogo de Denô a frente do América já é nesta quinta-feira (26), quando o time da Estrada do Arraial visita Caruaru para o clássico diante do Central, no Estádio Luiz Lacerda, às 20 horas.


domingo, 22 de dezembro de 2013

Perdemos para o Vitória e está na hora de se ligar!



A história do jogo poderia ser resumida de forma simples e cheia de clichê: quem não faz leva... e perde o jogo.

Foi assim! O América foi melhor, teve mais posse de bola, chegou mais vezes, chutou mais em gol... mas não fez o essencial: colocar a bola na caixinha. E quando isso não acontece, meu amigo, o clichê fatalístico do futebol se expressa da forma mais dolorosa para os perdedores: o Vitória aproveitou com eficiência a melhor oportunidade que teve, e praticamente a única.

O que se viu ao longo do jogo foi uma atuação inspirada do bom goleiro tricolor Preto, que já nos deixou triste em outra oportunidade esse ano. O goleiro do Vitória evitou um gol logo no início da partida com uma bela cobrança de falta de Jôsi e daí em diante ele se cansou de evitar a marcação do tento Alviverde.

Defesa de Preto após bela cobrança de falta feita por Paulista, no segundo tempo | Foto: Carla Praxedes


O América criou chances claras de gol no primeiro e segundo tempo através de ambos os lados do campo, em jogadas individuais pelo meio, em bolas paradas e em jogadas ensaiadas de escanteio. E chutou várias vezes em gol. Enfim, apresentou volume de jogo, uma evolução em relação às partidas passadas.

No entanto, não foi eficiente nas finalizações, a marcação chegou atrasada por diversas vezes no meio campo e a zaga bateu cabeça de forma perigosa em alguns momentos. Aqui cabe uma opinião pessoal que não reflete necessariamente a opinião dos outros colegas: acho que o time entrando com dois jogadores de área como Paulista e Josy, não rende. Além disso, hoje em particular, as substituições não surtiram efeito, pelo contrário, elas atenuaram a pressão que o América fazia contra o Vitória. O América estava bem quando sofreu o gol e continuou atacando nos minutos seguintes. Depois das substituições o time não foi mais o mesmo.

Com a derrota o América caiu uma posição, de quinto para sexto, e está a frente do Chã Grande apenas pelo saldo de gols. Precisamos vencer as próximas partidas para chegar ao G3. Está na hora de ficar ligado! Já perdemos o que podíamos e um time que tem pretensões maiores não pode dar tanto vacilo.


O América é mais do que um simples jogo !!

Torcida do América, nos Aflitos | Foto: Washington Vaz

Tarde de festa nos Aflitos, este domingo foi marcado pela reencontro do América com sua torcida no Recife, depois de anos o Mequinha atua como mandante nos Aflitos, partida válida pelo Campeonato Pernambucano de 2014, adversário: Vitória.

Claro que o jogo foi de muita importância e o resultado final desastroso, derrota do América, perdeu por 1 a zero. Só que prefiro destacar a festa que foi o pré-jogo, o reencontro da torcida recifense com o América.

A entrada do estádio na rua da Angustura viveu o movimento característico de um jogo de futebol, muita movimentação, pessoas estacionando os seus carro ou se dirigindo as bilheterias do Estádio Eládio de Barros Carvalho, conhecido como estádio dos Aflitos ( nome dado por estar localizado no bairro dos Aflitos ).

A torcida do América ocupou as arquibancadas das sociais e cadeiras do Naútico espalhando por seus alambrados lindas bandeiras verdes e brancas !!! numa demonstração que o América tem lugar cativo no coração dos recifenses. Festa do tradicional vevête, vendedor de sorvete, que conseguiu faturar o seu natal graças a torcida do América!!


Tivemos de tudo um pouco, como, a animação de um grupo de crianças que torciam pelo América, a presença de torcedoras, da turma do Blog, do pai de Everaldo ( camisa 11 do América), de amigos do Facebook, de torcedores tradicionais, da velha guarda Americana e do retorno de americanos históricos.
As conversas eram variadas, muitos perguntavam sobre o futuro do Ademir Cunha, outros sobre o treinador do América, vários elogios a camisa, alguns falavam sobre jogadores, mas, todos estavam satisfeitos em ver o América jogar no Recife !!!

Em pé ( de branco ) Sr. Rolmes, torcedor e ex-jogador do América
Bem .... ainda teve o jogo !!! vamos economizar: o time apresentou bons momentos, construiu alguma chances de gol que foram defendidos pelo bom goleiro do Vitória, apresentou muitos defeitos,  seja na defesa, meio campo e ataque. As laterais precisam de uma melhor cobertura, tem volante jogando de menos, outros não se doaram ...o goleiro Grisson, Jaime, Mauricio e  Everaldo se esforçaram muito.....

O time precisa melhorar muito, definir o seu padrão de jogo ( está meio furado), acertar a questão do treinador e cabe a diretoria cobrar mais empenho aos atletas.

Acredito que se o América tivesse vencido hoje, teríamos um público maior no jogo contra o Porto, o alerta deve ser ligado, temos a obrigação de nos classificarmos para o Hexagonal do título !!!

Hoje é dia de Aflitos!



Hoje é domingo! E um domingo bacana, que marca um dia especial, com o Alviverde da Estrada do Arraial mandando uma de suas partidas como mandante na sua cidade natal, no velho Recife de guerra. Quanto tempo isso não acontece? Faz tempo, amigos! Desde 1994 isso não ocorria, graças ao finado Carlos Alberto de Oliveira ter forçado uma interiorização burra e sem respeito a seus filiados, obrigando a clubes intermediários da capital que não possuiam estádios como América, Íbis, Ferroviário e Santo Amaro (que virou mais tarde Recife e Manchete) a esquecer sua história e mandar jogos em outras praças como Camaragibe, Ipojuca, Jaboatão, Bonito, Vicência, Timbaúba e tantas outras cidades que, embora tenha dado o apoio necessário para estes clubes, não havia aquela empatia com estas agremiações. Destes clubes citados, apenas América e Íbis conseguiram sobreviver.

Mesmo que de forma inesperada, os Aflitos que já mandou muitos jogos do América no passado, voltará a ser temporariamente a casa do América, isso até que o Ademir Cunha esteja em condições ideais para receber o publico e para a prática do bom futebol. E os Aflitos é local ideal para os torcedores dos outros clubes que possuem aquele carinho pelo Campeão do Centenário poderem assistir um de seus jogos. A promessa é de um bom clube no velho Eládio!

O confronto hoje vale muito para os comandados de Edson Miolo. O América que há um pouco mais de um mês havia disputado uma decisão contra o Vitória no Carneirão, voltarão a se enfrentar nos Aflitos em um jogo com características de decisão, principalmente para o time da Estrada do Arraial, que anseia a classificação para próxima fase do Campeonato Pernambucano que terá a presença do Náutico, Santa Cruz e Sport, ocupados monentaneamente com a Copa do Nordeste.

Vencendo neste domingo, o América poderá chegar a terceira colocação e igualar inclusive a pontuação do Vitória, que encontra-se na terceira colocação com sete pontos. Já uma derrota poderá complicar o objetivo esmeraldino, distanciando do G3, ficando a seis pontos do adversário deste domingo, por exemplo. O segredo é entrar nos Aflitos com foco e determinação, pois os vacilos desta ultima quarta-feira que culminaram em dois gols do Ypiranga, decretando nossa primeira derrota no certame.

ACORDA, PERIQUITO!!!! VAMOS VENCER, AMÉRICA!!

--***--

OFF-TOPIC



Neste domingo as rádios listadas abaixo poderão transmitir América x Vitória, logo mais as 15 horas:

Rádio Jornal AM: http://bit.ly/1cnPiM2
JC News FM: http://bit.ly/1cnPmvf
CBN Recife FM: http://www.cbnrecife.com/

Transamérica Recife FM: http://bit.ly/1cnQBdR
Rádio Folha FM: http://bit.ly/1cnPsmK
Rádio Olinda AM: http://bit.ly/1cnQcrW

Vitória FM: http://www.vitoriafm93.com.br/
Tabocas FM: http://www.tabocasfm.com.br/
Web Radio Panorama Esportivo: http://bit.ly/1bk778G


sábado, 21 de dezembro de 2013

2ª Chamada !!! Aniversário do Blog !!


Aos incautos e esquecidos, trago a 2ª chamada : Domingo vamos colorir os Aflitos de verde e branco!! Neste domingo, as 15:00 teremos o América, o periquito da Estrada do Arraial, jogando no Recife como mandante !!! O América do Recife, de Casa Amarela, de Pernambuco, o Campeão do Centenário !!!

Querem mais !!!

Pois bem !! neste domingo o nosso Blog comemora o seu aniversário !!

Na prática a primeira postagem do Blog surgiu no dia 19 de dezembro,  desde então são mais de 6 anos lutando para preservar a história deste clube tradicional, divulgando suas conquistas e sua luta pela sobrevivência. O Blog ao longo de sua recente história conseguiu se solidificar, construir amizades e se tornar referencia parabéns Allan Lemos, Bruno Lima, Jefferson e Washington !! http://blogdomequinha.blogspot.com.br/2007/12/ha-os-que-gostam-de-ver-futebol-porque.html

Querem mais !!


Lá vai , a derrota contra o Ypiranga na última quarta precisa ser superada, portanto uma vitória se faz necessária !! O principal objetivo do América nesta fase é se classificar para o hexagonal do título, portanto vamos vencer o Vitória !!

Por outro lado vai um desabafo neste anos de Blog, de Orkut e Facebook tenho acompanhado a participação de muita gente, que cobra um time vencedor e até um estádio próprio !! Porém na hora de chegar junto, de ir ao campo não vão !!!! Tem gente que diz que é longe, que o Cunhão é sujo, ou mau tratado, que o América não devia estar em Paulista.......muitas desculpas !!!

Desta vez não tem desculpa: é um domingo, as 15 horas e o jogo vai ser nos Aflitos !!!
Lembro que teremos Todos com a nota, ingressos a 10 e 5 reais!! Amigos se vocês não sabem os jornais tem cobrado uma fiscalização do governo em relação ao programa TCN, já que o público presente é menor que o divulgado no borderô !!!

Domingo estarei lá !!!

sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

Definida arbitragem para América x Vitória



A Federação Pernambucana de Futebol divulgou na tarde desta quinta-feira o quarteto de arbitragem para a quinta rodada na primeira fase do Campeonato Pernambucano. O árbitro que será responsável por América x Acadêmica Vitória será Wagner Cabral Miranda.

Este não será o primeiro jogo do árbitro de Cabral envolvendo o time da Estrada do Arraial. Neste ano, o árbitro de 31 anos esteve em quatro partidas da Série A2, a primeira delas, foi na vitória americana por 2x0, contra o Íbis, ainda na primeira fase da Série A2. Na segunda fase da segunda divisão estadual, o árbitro apitou as partidas em que o Periquito venceu o Olinda por 2x1 no Olindão e por 4x2 diante do Serrano no Ademir Cunha. A última partida esmeraldina de Cabral foi no Chapadão do Araripe, no empate heróico do América em 2x2, onde o árbitro estava naquela oportunidade como quarto árbitro.

Além de Wagner Cabral, a partida terá os assistentes Elan Vieira de Souza e José Daniel Torres de Araújo. O quarto árbitro será Silvio Cavalcante da Silva. A prtida entre América x Vitória será neste domingo (22), às 15 horas no Estádio dos Aflitos, no Recife.

MEMÓRIAS ESMERALDINAS: América 4x0 Estudantes de Recife, em 1958


Em 31 de maio de 1958 o América fazia a sua estreia no campeonato pernambucano daquele ano. A partida foi contra o Estudantes Futebol Clube do Recife, equipe do bairro do Barro na zona oeste da capital pernambucana e que havia sido sétima colocada no campeonato anterior a frente apenas da equipe do Auto Esporte do Recife. Foi escolhido o Sr. Anísio Morgado para arbitrar o confronto América x Estudantes, sendo auxiliado por Manoel Bello e Ramon Charquero nas bandeirinhas.

Folha esportiva do Diário de Pernambuco em
01 de junho de 1958.
O palco para o primeiro confronto do América naquele campeonato foi o Estádio Adelmar da Costa Carvalho, a Ilha do Retiro, em um sábado ensolarado na capital pernambucana. O América F. C. do Recife começou o jogo melhor do que o adversário mostrando o por que há décadas era um dos grandes times do estado de Pernambuco. O treinador Palmeira orientou a sua equipe sobre a importância de se conquistar dois pontos logo no inicio do campeonato para gerar um clima de mais tranquilidade no elenco (a vitória valia dois pontos na época). Logo no começo da partida, aos 8 minutos para ser mais exato, cruzamento que veio pelo lado direito para a grande área e a bola achou a cabeça do jogador alvi-verde Mangaba, que cabeceou forte e no canto do goleiro Betoca do time estudantino. É GOL DO AMÉRICA! América 1x0 contra os “ouro-anís” da capital pernambucana.

As duas equipes tiveram boas oportunidades durante grande parte do primeiro tempo de jogo, porém, o América com um pouco mais de perigo à meta de Betoca. No finalzinho do primeiro tempo em um ataque do time da Estrada do Arraial pela esquerda a bola sobrou na entrada da grande área para Gilberto I recém contratado junto ao Náutico e soltou um torpedo no canto do goleiro do Estudantes. É GOL DO AMÉRICA! América 2x0 contra o Estudantes.

Ilustração da partida América x Estudantes em 1958
Na segunda etapa de partida foi a vez de outro grande jogador aparecer. O atacante Paulo recebeu a pelota aos 3 minutos e de frente para o goleiro do Estudantes chutou a bola para balançar as redes da meta do adversário e foi comemorar junto à torcida americana na Ilha do Retiro. É GOL DO AMÉRICA! América 3x0 contra o Estudantes. O zagueiro do Estudantes cujo nome era “Americano” sofreu uma forte lesão no joelho e deixou o posto de defensor e foi colocado no setor de ataque apenas para fazer número, pois não estava mais em condições de ajudar a sua equipe a sair com um resultado menos vergonhoso. 

Goleiro Betoca do Estudantes fazendo uma grande defesa.
A partida mudou a sua cara e ganhou um ar de morosidade, uma vez que o América já estava com o resultado em suas mãos e a equipe do Estudantes do Recife não conseguia ultrapassar a barreira defensiva americana formada por Geroldo e Cido. O goleiro Carijó que voltava a titularidade da posição depois de um bom tempo afastado mostrou segurança e qualidade quando foi exigido.





Aos 44 minutos do segundo tempo já no comecinho da noite em Recife, mais uma vez o atacante Paulo recebe a bola e de fora da área arremata um chute forte no canto do goleiro Betoca do Estudantes e fatura mais um tento para a equipe americana. É GOL DO AMÉRICA! América 4x0 contra o Estudantes e a equipe da Estrada do Arraial fazia sua estreia no campeonato de forma brilhante, ativando as esperanças do torcedor do Verdão de Casa Amarela sobre um ano de sucessos.






A arbitragem do Sr. Anísio Morgado transcorreu sem maiores incidentes, sempre marcado correto as infrações e em nada interferiu no resultado do jogo. Sete mil seiscentos e quarenta e três cruzeiros foi a renda da partida que teve um público considerado pequeno.
As equipes entraram em campo com os seguintes quadros:

AMÉRICA: Carijó; Geroldo e Cido; Gilberto I, Rosael e Beleu; Cebinha, Mangaba, Paulo, Zezinho e Gilberto II.


ESTUDANTES: Betoca; Americano e Miguel; Garrafa, Washington e Dema; Couceira, Cleto, Jerônimo, Brivaldo e Jarbas.