domingo, 15 de setembro de 2013

Caíram de cabeça erguida!

Atletas esmeraldinos agradecendo ao final da partida | Foto: Marcia Wanderley

Um time montado que buscou um certo entrosamento em seis meses. Muito deles, vindo de duas ou três peneiras realizadas na cidade universitária, outros vindos sob a tutela do bom técnico Valter Mendes e dos membros diretores da AFC/SA. E, felizmente o time deu liga, como diria meu amigo Mãrcão. De certa forma, mesmo com a derrota de ontem, é de se festejar o resultado obtido pelos juniores. Vale ressaltar a equipe que está ai hoje nos juniores possui uma margem de idade bem abaixo dos vinte anos. A média de idade deste elenco é um pouco mais que 18 anos, o que demonstra ainda que pode ser melhorado e muito questões técnicas e individuais de cada atleta. Alguns deles, com certeza irão disputar e já disputam a Série A2, a exemplo de Glauber, Everaldo, Marcio, Mauricio, Jackson e tantos outros, enfim... é válido o trabalho de base!

Sobre o jogo não temos muito do que falar, sobrou vontade na equipe esmeraldina, mas detalhes fizeram a vantagem aos donos da casa. Nos primeiro tempo de partida, até antes do segundo gol alvirrubro, muitas foram as chances criadas por Everaldo e André, mas as finalizações a gol ficavam muito a desejar. Antes do primeiro gol alvirrubro veio a pressão esmeraldina pela ponta esquerda e, com ela, duas chances de gols claríssima perdida por Jackson e André. Pra não dizer que não falamos dos gols tomados, ambos vieram de contra-ataque através do setor direito alviverde, falha defensiva que só veio a ser corrigida apenas no segundo tempo. Infelizmente no tempo complementar de partida quando se esperava um América mais ofensivo para buscar o empate, veio a apatia, dando a entender que já estavam satisfeitos por terem chegado até ali. Em 45 minutos de partidas, apenas quatro chutes a gol, muito pouco para uma equipe técnicamente ofensiva.

Com o término do campeonato para nós, agora iremos de fato verificar se haverá realmente o tão falado planejamento a longo prazo, repetido constantemente pelos membros diretores da AFC/SA. É certo que muito dos atletas que hoje compõe o SUB-20 estarão a disposição do técnico Humberto Santos, entretanto, sem outra competição SUB-20 a vista no calendário da FPF em 2013, fica a dúvida de como será feito para dar continuidade no ótimo trabalho feito até aqui.





Um comentário: