domingo, 15 de setembro de 2013

Vergonha!



Não existe outra palavra pra definir a atual situação do América. Falta VERGONHA! Se não é VERGONHA que o time e o comando técnico resolvam internamente seus problemas, pois é injustificável um time que até a metade da primeira fase era o melhor time entre os três grupos, dono da melhor defesa e do melhor ataque da Série A2 e, de repente, desaprendem tudo! Três derrotas consecutivas que fizeram o América despencar na tabela, caindo para terceira colocação do Grupo C. Estamos classificados, óbvio, mas se algo não for feito a partir desta segunda, o acesso não virá.

Vamos ser rápido nas análises, iniciando pela defesa. O goleiro Grison fez uma boa partida e, embora tenha realizado uma grande defesa pra no lance seguinte tomar um gol de na jogada do escanteio logo aos 25 minutos da etapa inicial, não teve culpa no gol que tomou. Sem David e Mauricio, suspensos na última partida, entramos com nossa defesa reserva. Marcio que fez falta no SUB-20 contra o Náutico parecia que não estava tão entrosado com Thiago Ramos. Aliás, a defesa esmeraldina que neste jogo só fez bater cabeça e sem antecipar nada. O próprio Thiago Ramos abusou de errar passes e cometer erros. Para piorar a situação, os laterais alviverdes estavam péssimos no apoio e a todo instante tomando bola nas costas. Sorte a nossa que o ataque do Íbis é sofrível, abusando de perder gols feitos embaixo da trave, mandandopelo menos três gols feitos para fora.

No setor de criação, que já era criticado quando vencíamos, continua igual ou pior. Os volantes não deram consistencia alguma ao time. Todo ataque do ibiense era um "Deus nos acuda" na defesa do América. Se não apoiavam a defesa, também saiam mal para o jogo, sem ligação nenhuma no meio-campo, que inexistiu no primeiro tempo. No tempo complementar de partida Branquinho se matou de correr pelo time, fez o que podia e não podia, mas nada conseguiu. E pra não esquecer de um detalhe: O Íbis estava com um homem a menos, mas parecia ter uns três a mais que o time de Humberto Santos,  uma tarde com um América apático e sofrível igual ao técnico na beira do campo, bem diferente do Íbis de Paulo Junior, inspirado defensivamente e criando grandes chances no ataque. Lucas até entrou bem, apresentando ótima qualidade técnica e vontade, mas a falta de ofensividade e vontade do time fazia com que a bola não chegava nele.

Enfim, em um domingo que tudo deu errado, esperamos que a diretoria esmeraldina possa trabalhar e sentar junto a comissão técnica e o time. Todos ali tem que entender que uma instituição a meses de completar 100 anos tem a obrigação de garantir este acesso e, acima de tudo, respeitar o clube e sua história. Se há roupa suja pra se lavar, que lavem nas vestiárias e nos treinos. O América é maior do que interesses individuais.


2 comentários:

  1. O que houve o que está acontecendo?

    ResponderExcluir
  2. FALTA ENTROSAMENTO,E DESDE O JOGO ANTERIOR COM O ÍBIS EU VIA AS FRAQUEZAS DO NOSSO TIME.

    ResponderExcluir