quarta-feira, 30 de outubro de 2013

Só faltam duas decisões para o acesso!!

Everaldo, Branquinho e William, comemorando o primeiro gol esmeraldino | Foto: Araripina Fatos em Fotos

Foi difícil, suado e angustiante. Mas quem aqui em sã consciência pensou que não seria?

Na curta história que Araripina e América possuem em comum, suas partidas sempre contam com ares de ficção e com um pouco de drama, como não poderia deixar de ser…  Se bem que, quando nesses nossos 99 anos, não foi desse jeito?

Somos poucos, sofridos. Para o americano da Estrada do Arraial nada nunca foi fácil. Se tiver uma manga madura no pé, ela estará no topo da mangueira, no mais alto dos galhos. Se este mesmo americano necessitar contar com a sorte, viverá apegado a esperança. Se necessitar da p#rra de um gol para se classificar, pode ter certeza, ele sairá sofrido e inesperado. Podem ter certeza, amigos. O americano da Estrada do Arraial pode morrer de tudo, mas jamais de males cardíacos. Esse órgão trabalhará sem parar e está acostumado a bons e maus bocados.

Mais uma vez, não éramos favoritos a passar de fase. Como sempre somos eliminados antes da hora. Novamente o América foi a Araripina buscar um resultado histórico, assim como em 2011. Mais uma vez, em pleno Chapadão do Araripe, o Araripina esteve a frente do placar, como naquela oportunidade, mas o América nasceu no signo da valentia e mesmo nos momentos mais difíceis demonstra ser um clube honrado ao longo dos seus 99 anos.

O roteiro desta história ganharia um enredo dramático, aos sete minutos de partida, quando os donos da casa abriram o placar com Katê. Mas o Periquito foi valente e conta com Branquinho, um dos heróis desta trama, que deixou o resultado em igualdade ao fim do primeiro tempo e que garantia a classificação alviverde para as semifinais da Série A2.

Mas quem disse que a história terminaria assim, tão fácil? Partida épica, digna de final antecipada. Coube a Mizael em cobrança de falta acertar um chute fulminante, sem chances para Grison. Um belo gol que estava eliminando o América, deixando a partida ainda mais tensa com sucessivas quedas de energia.

E a sensação de alívio viria aos 33 minutos da etapa complementar. Gol que não coroou apenas a classificação alviverde para a próxima fase da Série A2, mas de um trabalho que está sendo de forma séria e honesta. O gol não poderia vir de ninguém que não fosse de Everaldo, garoto de 19 anos, revelado na BASE ALVIVERDE, que acertou um belo chute de fora da área. Gol que deixa o América proximo a divisão de elite do Campeonato Pernambucano. Estamos a dois passos, para premiar este trabalho e fazer bonito em nosso CENTENÁRIO!

Só que nada está ganho. Porque somos assim, curtiremos esta adrenalina até esta quarta-feira, porque na quinta já teremos o Olinda novamente.  E hoje estamos convictos de que nada irá parar este Esquadrão Alviverde.

VAMOS SUBIR, AMÉRICA!!!!!!


0 comentários:

Postar um comentário