quinta-feira, 26 de dezembro de 2013

MEMÓRIAS ESMERALDINAS: Treze - PB 0x0 América, em 1970


Vamos reportar nesta mais nova edição das Memórias Esmeraldinas, mais uma partida do América Futebol Clube do Recife numa competição interestadual. Devido a uma boa participação no Campeonato Pernambucano de 1969, a equipe esmeraldina se qualificou para a disputa do Torneio Norte-Nordeste de 1970, ficando após o sorteio o América junto com o Ferroviário do Ceará, os paraibanos Treze e Campinense e o ABC de Natal.

A partida de estreia do “Mequinha” foi realizada no dia 08 de outubro de 1970 em João Pessoa, capital paraibana, mais precisamente no Estádio Municipal Leonardo Vinagre da Silveira, ou como é mais conhecido, o Estádio da Graça, contra o Treze Futebol Clube de Campina Grande. Se por um lado o América da Estrada do Arraial iniciava naquele jogo a sua trajetória no torneio, o Alvinegro da Rainha da Borborema já vinha de dois péssimos resultados, que eram as derrotas de 1x0 frente ao Campinense (seu eterno rival) em Campina Grande e de 4x1 para o ABC Futebol Clube jogando em Natal no Rio Grande do Norte.

O treinador do América, Adelson Wanderley, tinha duas dúvidas um dia antes, para definir a escalação da equipe que enfrentaria o Treze em João Pessoa, que eram a entrada ou não do lateral direito Teco e do atacante Alemão. Teco somente receberia a confirmação de sua escalação minutos antes do início da partida mediante testes de campo, enquanto que o atacante Alemão dependeria da liberação médica que deveria ser expedida pela Federação Pernambucana de Futebol e entregue ao presidente do América, José Costa.

Nota do Diário de Pernambuco de 08 de outubro de 1970.
Na manhã da quinta feira dia do jogo, a liberação de Alemão foi entregue e o jogador ganhou condições para entrar na partida. Também pela manhã os atletas fizeram um treino leve no campo dos Bosques dos Eucaliptos no bairro de Apipucos e receberam a convocação para se apresentarem na sede do clube para embarcar. Os atletas alviverdes deixaram a capital pernambucana rumo à Paraíba as 13h enquanto que os torcedores tinham até as 16h para pagar e também viajar à João Pessoa para incentivar o time do América. Dois ônibus lotados deixaram a sede do América na Estrada do Arraial em Casa Amarela em uma caravana, na intenção de dar todo o apoio à equipe nesta partida tão importante contra o “Galo”.

Ilustração de Treze-PB x América-PE no Estádio da Graça.
O Sr. Manuel Batista foi escolhido para ser o árbitro da partida Treze x América em João Pessoa e a partida começou com boas chances de gol de ambos os lados. As equipes mantinham um equilíbrio técnico e qualquer uma das duas equipes podia chegar ao gol em um detalhe. Aos 20 minutos do primeiro tempo numa boa jogada do ataque do Treze, a bola é lançada para Jorge, que bate na saída do goleiro Nunes do time recifense, mas a arbitragem assinala de forma correta o impedimento no lance, devido à posição mais avançada do atacante trezeano em relação à defensiva pernambucana. Apenas um susto no primeiro tempo e as equipes foram para o intervalo com um placar sem gols no Estádio da Graça.

Nota do Diário de Pernambuco no dia seguinte comentando o fraco público.
O América voltou para o segundo tempo de partida com uma postura melhor em campo e soube evitar as descidas perigosas ao ataque do time paraibano. O treinador Adelson Wanderley optou por fazer duas substituições no América. Entraram Edson no lugar de Manuelzinho e Batista no lugar de Toinho. O time Paraibano também mexeu e promoveu a entrada de Vadinho no lugar de Messias. A equipe pernambucana começou a melhorar de produção e chegou perto de assinalar o gol da vitória durante toda a segunda metade do segundo tempo, entretanto, a zaga paraibana também se postava de maneira firme e o placar da partida terminou em 0x0.


O Treze continuava sem vencer no Torneio Norte-Nordeste, enquanto que o quadro esmeraldino se sentia satisfeito pelo empate obtido na estreia pelo fato de ter sido fora de casa e agora seria hora de pensar na próxima partida que aconteceria em Natal contra o ABC. Treze 0x0 América no Estádio da Graça em João Pessoa reuniu 594 torcedores e uma renda de 1.896 cruzeiros.

 As equipes escalaram da seguinte maneira:


AMÉRICA: Nunes; Teco, Ivan Xavier, Ubirajara e Jaminho; Ideltônio e Draílton; Manuelzinho (Edson), Toinho (Batista), Alemão e Paulinho.



TREZE: Edmilson; Janca, Alexandre, Mané e Chiquinho; Zé Pequeno e Assis; Messias (Vadinho), Jorge, Adelino e Zequinha. 

0 comentários:

Postar um comentário