sexta-feira, 3 de janeiro de 2014

Buscando a vitória, em Vitória



Enfim, começou 2014. É bem verdade que para o América este ano já iniciou faz algum tempo, lá pro dia 08 de dezembro, quando o time da Estrada do Arraial fez sua estréia no Campeonato Pernambucano diante do Serra Talhada, no Ademir Cunha, mas na prática, começamos um novo ano. Por isso, feliz ano novo, pessoal!

Nesse ano que se descortina, a pequena, mas exigente torcida Americana tenta entender que diabos está ocorrendo com o time que tinha um futebol rápido e ousado. Agora, bem diferente, com uma elenco que às vezes dá a entender que não treinam, ou estão sem condicionamento físico. Com uma defesa de dar dó a esmeraldino que possui problemas cardíacos e com um sistema ofensivo que pasmen... inexiste! Talvez por conta disso, Jôsi e Paulista, que deveriam assumir o comando lá na frente, arrumaram suas malas para tentar a sorte em outra equipe. 

Diante do Chã Grande, não buscaremos os três pontos essenciais para encostar no líder. A priori, buscaremos os tentos necessários para retomar a confiança. E, com boa vontade, acreditar que esses pontos nos tornarão menos candidatos a disputar o hexagonal do rebaixamento. Mas o jogo é na casa do adversário, tão necessitado quanto nós. Vencerá quem tiver mais fome e vontade de honrar as suas cores.

Assim como o América, o  Chã Grande vem de um jejum de vitórias e necessita a a todo custo vencer pra largar a lanterna e empolgar o torcedor changrandense. Já o América, que há quatro rodadas não vence, poderá contar com a presença de Philip e Kássio na criação das jogadas e quem sabe, avançar Everaldo para o ataque, talvez até formando dupla com Otacílio ou com jogadores de finalização, com Charleson ou  Jackson. Certo mesmo é que o técnico Laélson Lima poderá contar com 100% dos jogadores a disposição. Independente de quem entre, que Laélson encontre urgentemente a formação ideal – ou possível – desse time.

REAGE, AMÉRICA!!!!!

0 comentários:

Postar um comentário