segunda-feira, 17 de março de 2014

A permanência ficou para quarta-feira...



E não foi neste domingo que o América assegurou a sua permanência na Série A1 do Campeonato Pernambucano. Depois do empate entre Chã Grande e Ypiranga no sábado, ficou a esperança de que o Periquito pudesse ser novamente uma "persona non grata" jogando fora de seus domínios, voltando de Pesqueira com mais três pontos e garantindo com duas rodadas de antecedência, a sua participação na edição do Campeonato Pernambucano de 2015. Todavia, assim como o Campeão do Centenário, os donos da casa também entravam em campo com o intuito de vencer pra se garantir na divisão de elite do futebol estadual, demonstrando mais organização tática do que os comandados de João Carlos Ângelo.

Aos quatro minutos, o America teve uma grande chance com Felipe Lins, chutando a bola e fazendo com que o goleiro Douglas, do Pesqueira tivesse trabalho logo no inicio de partida, jogando a bola para escanteio. Depois disso, aos sete minutos os donos da casa tiveram uma boa chance com Roberto Santos, chutando pra fora, com um dos defensores esmeraldinos mandando a bola pra escanteio, lance este que gerou a primeira lance de gol do Pesqueira, com Elton cobrando a cobrança do esquinado para o cabeceio do Felipe Araripina.

Depois do gol pesqueirense, o América cresceu no dominio de posse de bola, sobretudo com criação de jogadas pela lateral esquerda com Jaime e sendo apoiado por Phillip, mas isso apenas até os 30 minutos, dando a impressão que Jaime havia se cansado de apoiar o ataque no setor esquerdo e voltar para recompor a defesa. Isso fez com que o Pesqueira ganhasse volume de jogo e, principalmente aproveitando na falha defensiva na lateral direita, onde Junior Sertânia infelizmente não vinha atuando bem, sendo inclusive, substuido durante o intervalo. Já nos acréscimos, o volante Dada aproveitou o vacilo esmeraldino pela direita, deixando Naldo Petrolina, em condições de apenas escorar a bola para o fundo das redes de Grison.



No segundo tempo, apesar das mudanças praticadas pelo técnico João Carlos Ângelo, não se viu grandes mudanças na postura do América frente a equipe do Pesqueira, tampouco o interesse dos donos da casa em atacar o time esmeraldino, principalmente após a expulsão do volante Bia, desfalcando o time da Estrada do Arraial após receber o segundo cartão amarelo e contabilizar em seu nome o segundo cartão vermelho neste estadual. 

No fim, o que se viu foi a festa dos donos da casa, garantindo matematicamente a permanência na elite do futebol pernambucano, junto com o Serra Talhada. Ao América se serve de consolo, a sua permanência na Série A1 está em seus pés, podendo garanti-la na rodada desta quarta-feira, quando enfrenta o Serra Talhada no Ademir Cunha. Vencendo os sertanejos, deixará a briga do descenso para Ypiranga e Chã Grande, mas se deixar de fazer o dever de casa, deixará pra decidir a permanência em um confronto direto contra os Chã-grandenses, em Vitória de Santo Antão. Ai não tem coração que aguente!

0 comentários:

Postar um comentário