sexta-feira, 28 de março de 2014

MEMÓRIAS ESMERALDINAS: América 3x0 Great Western em junho de 1946

Folha esportiva do Diário de Pernambuco de 16 de junho
de 1946 destacando a partida América x Great Western
Em 1946 nasciam o ator canadense Eugene Levy (vencedor do Grammy de melhor canção original atuando no filme “A Mighty Wind” de 2003), o treinador de futebol português Artur Jorge (campeão da UEFA Champions League com o F.C. do Porto em 1986/87), o ex jogador chileno Elías Figueroa (bicampeão brasileiro defendendo o Internacional de Porto Alegre em 1975 e 1976), o já falecido cantor de rock escocês Bon Scott (ex vocalista da banda australiana  AC/DC entre 1974 e 1980) e o cantor carioca Emílio Santiago (conhecido por músicas como “Guerreiro Coração” de 1980 e “Mais que um Momento” de 1983). Faleciam em 1946 o químico norte-americano Gilbert Lewis (grande pesquisador sobre as ligações químicas), a atriz norte-americana Dorothy Gibson (conhecida por ser uma das sobreviventes do navio Titanic em 1912) e José Lourenço Gomes da Silva, mais conhecido como beato José Lourenço e líder do movimento Caldeirão de Santa Cruz do Deserto. Essa comunidade foi invadida pelas tropas de Getúlio Vargas em 1937 e massacraram homens, mulheres e crianças em um número de aproximadamente mil pessoas acusadas de praticarem o comunismo.

Destaque do Diário de Pernambuco a respeito da partida de futebol
que aconteceria naquela tarde de domingo em Recife
Em 16 de junho de 1946 o América enfrentou a Associação Atlética da Great Western pela fase eliminatória do campeonato pernambucano. O “Mequinha” vinha de duas vitórias, uma contra o Flamengo do Recife e a outra contra o Náutico, e vinha de um empate contra o Sport, enquanto que o Great Western vinha de derrotas para Sport e Santa Cruz e de um empate contra o Náutico. O turno que devia ser eliminatório conheceu o “eliminado” já em sua primeira rodada, pois o Sport Club Flamengo se retirou do campeonato após sofrer uma goleada de 9x0 em sua partida contra os alviverdes. A partida estava marcada para o Estádio Adelmar da Costa Carvalho (Ilha do Retiro) e aconteceria sob forte imposição do presidente da Federação Pernambucana de Desportos (F.P.D.), Nilo Bastos, que foi contrário ao pedido da equipe “Tricolor da Estrada de Ferro” para que a partida fosse adiada.

Pedrinho, meio-campista do América
nos anos 1940
Badú, atacante do Great Western
em 1946
As torcidas de Sport, Santa Cruz e Náutico estariam juntas naquela tarde de domingo à torcida do próprio Great Western, time do grande atacante Badú, uma vez que o América futebol Clube, do treinador Álvaro Barbosa, aparecia como líder do campeonato e sério concorrente a mais um título estadual devido a qualidade do seu elenco de jogadores. No “The Green Team” haveria a estreia do meio campista Jarbas (vindo das categorias de base do Vasco da Gama/RJ) que entraria no lugar de Julinho que sofria de uma contusão no tornozelo e na defesa, Deusdedith seria escalado no lugar de Galego, que permanecia sem efetivar a sua renovação de contrato e seria mais um a ajudar Djalma, a continuar na liderança da artilharia do certame. Os titulares Arnaldo e Janjoca também não estavam aptos para a partida daquele domingo. A preliminar deste grande jogo seria o clássico Sport x Santa Cruz na categoria de amadores e isto deveria contribuir para a existência de um bom público naquele domingo na Ilha do Retiro.

Ilustração de América x Great Western em junho de 1946 no Estádio
da Ilha do Retiro em Recife
As chuvas que caíram no sábado e na manhã daquele domingo prejudicaram o bom estado do gramado, que estava em condições inadequadas de jogo, para os dias atuais, entretanto, normais para as exigências da época. De última hora o treinador Edgard Pogi do Great Western decidiu, para a surpresa de todos, pela saída do goleiro Nico (considerado de grande qualidade) para a entrada do reserva Barreto, que havia atuado em pouquíssimas partidas no 1° quadro. O Sr. Argemiro Félix (Sherlock) apitou o início da peleja e logo no começo da partida o América se lançou para cima a fim de conseguir sem demoras, o resultado que lhe daria mais uma vitória. Valdeque do Mequinha chutou cruzado para a entrada da grande área e o meio campista Narciso do Great Western cortou errado e fez a bola parar nos pés do atacante Zezinho, que chutou rasteiro e contou com o atraso na queda do goleiro Barreto do time dos ferroviários, para abrir a contagem. É GOL DO AMÉRICA! AMÉRICA 1X0 GREAT WESTERN e o time de Casa Amarela começava assim a construir seu resultado. Aos 32 minutos ainda na primeira etapa de jogo, a defesa do Great Western falha no lance, se iniciando um grande bate-rebate (sururú, na linguagem da época) perto do arco de Barreto, goleiro tricolor, que se apavorou quando a bola encontrou os pés do atacante Valdeque, que soltou o rojão no canto superior direito do goleiro que nada pode fazer. É GOL DO AMÉRICA! AMÉRICA 2X0 GREAT WESTERN.

Folha esportiva do Diário de Pernambuco enaltecendo a
vitória do América contra o Great Western na Ilha do Retiro
Veio o segundo tempo e a partida caiu de produção, muito em virtude da situação do gramado, que em nada contribuía para a apresentação de um bom futebol e durante quase todo o tempo restante, o que se viu foi o Great Western na defesa na intenção de evitar uma derrota por um placar elástico e o ataque do America tocando a bola esperando a melhor hora de arrematar para o gol de Barreto. O goleiro Leça fez algumas defesas importantes e foi o principal responsável pela manutenção de um dos “zeros” no placar da Ilha do Retiro, frente à indecisão de Deusdedith em alguns lances. A expectativa era grande, pois até bem perto do final do jogo, o atacante Djalma ainda não tinha marcado o tento que aumentaria sua vantagem na artilharia, eis que aos 43 minutos do 2° tempo, Djalma pegou a bola na linha média do campo e avançou numa arrancada incrível driblando de forma magistral os marcadores Rodolpho e Biu e por fim o próprio goleiro Barreto, que não conseguiu fechar o ângulo do artilheiro até o momento. É GOL DO AMÉRICA! AMÉRICA 3X0 GREAT WESTERN e com poucos minutos depois a partida foi encerrada com mais uma grande vitória do esquadrão esmeraldino na Ilha do Retiro. 

Diário de Pernambuco de 18 de junho de 1946 destacando a vitória alviverde
A partida preliminar na categoria de amadores terminou com uma vitória do Sport em cima do Santa Cruz, o que ajudou para que as bilheterias do estádio arrecadassem a renda de aproximadamente três mil cruzeiros. Um fato curioso na partida foi a escalação irregular (falta de contrato) de Boneco e Procópio por parte do time ferroviário e mesmo que o clube saísse com a vitória, não ganharia os pontos da peleja. As equipes que estavam escaladas para América 3x0 Great Western no dia 16 de junho de 1946 entraram com os seguintes jogadores:





AMÉRICA: 
Leça; 
Deusdedith e Lucas; 
Pedrinho, Capuco e Astrogildo; 
Zezinho, Jarbas, Djalma, Edgard e Valdeque.

GREAT WESTERN: 
Barreto;
Rodolpho e Biu; 
Procópio, Mari
o Matos e Narciso;
Damião, Milton, Lindolfo, Boneco e Badú.







0 comentários:

Postar um comentário