quinta-feira, 10 de abril de 2014

Resgate audiovisual de América 4x0 Estudantes de 1995


Ao torcedor alviverde, as vésperas do centenário do América Futebol Clube, uma raridade resgatada. Dois vídeos com lances de uma das páginas mais dramáticas da história do América. 

O ano era 1995 e, para o Alviverde da Estrada do Arraial, com certeza foi um dos campeonatos estaduais mais sofridos, dentro e fora de campo, com derrotas sucessivas a cada rodada e com o caixa vazio. Quis o destino que o América disputasse uma verdadeira final, no Campeonato Pernambucano de 1995, bem diferente daquelas que o clube era acostumado no seu passado, valendo título. 

Naquela oportunidade, o América do técnico Marcos Costa entrava em campo no jogo extra contra o Estudantes de Timbaúba, lutando contra o rebaixamento para a segunda divisão estadual de 1996. Felizmente, o América venceu a partida, goleando o time de Timbaúba, em uma Ilha do Retiro bem diferente da atual, com direito a três gols salvadores do ex- atacante prata-da-casa Jailton, que entrou em campo pra substituir Isaac, principal goleador alviverde naquela temporada.


Pois é. Coube a Jailton, hoje um ex-atleta que guarda com carinho o América na memória, ter gravado duas reportagens desta partida decisiva em VHS, guardando-a por 19 anos. Em um trabalho em conjunto com o Blog do Mequinha, o vídeo foi convertido num arquivo digital e colocado à disposição no Youtube, com imagens raríssimas ilustrando um alivio dentro do campo por parte dos jogadores, comissão técnica e diretores da época, mas que acabou não traduzindo o direito conquistado, castigando o clube o Periquito por longo 15 anos, graças aos desmandos dos que faziam o futebol da época.

Ao Jaílton, nossos singelos agradecimentos por ter guardado por quase duas décadas este material. E por sinal, a bola dos três gols de Jaílton encontra-se até hoje na sede da Estrada do Arraial, junto com a galeria de troféus do Campeão do Centenário. Nada mais justo.


Taça do Campeonato Pernambucano de 1918 e a bola dos três gols de Jaílton, na sede do América



0 comentários:

Postar um comentário