quarta-feira, 16 de julho de 2014

Um América forte no Basquete Feminino


Neste ano em que o América festeja seu centenário, mais uma modalidade de tradição dentro do clube promete voltar com força. Um ano depois de retomar o basquete com o Lindu Basketball com um time masculino na disputa do Campeonato Pernambucano Adulto, o clube da Estrada do Arraial volta as atenções ao basquete feminino, com a parceria com técnico Roberto Dornelas, campeão da LBF 2012/2013  e Sul-americano 2014 com o Sport.

Desligado do clube rubro-negro desde o primeiro semestre, a parceria entre América e Roberto Dornelas já vinha sendo costurada a alguns meses, principalmente após o propósito do treinador de reformular seu trabalho em um clube que pudesse cativar não só a uma torcida, como todos os pernambucanos. "Tínhamos prazos para nos filiar a Federação e o América já estava filiado. Estrategicamente o América é o segundo time de todo mundo, mas a gente quer que o torcedor pense como Recife e Pernambuco. O nosso projeto quer alcançar o estado todo e precisamos pensar e agir assim", disse o treinador, ao Superesportes.

Com um grupo fechado e treinando desde junho na UniNassau, o time feminino mandará seus jogos e treinos no Sesc Santo Amaro, outro parceiro neste retorno do treinador às atividades. Apesar da parceira, a negociação ainda não foi finalizada. É que treinador deseja criar uma nova identidade para o time, sem relacionar com o clube América, que é filiado a Federação Pernambucana de Basquete. Atualmente Roberto Dornelas chamava sua equipe de basquete nas redes sociais como Basquete Recife.

Equipe do Basquete Recife, liderada por Roberto Dornelas | Foto: Divulgação/Facebook


0 comentários:

Postar um comentário