sexta-feira, 19 de setembro de 2014

MEMÓRIAS ESMERALDINAS: América 1x0 Santo Amaro em junho de 1980

Nasciam o ator norte-americano Jake Gyllenhaal (ator nos filmes “O Céu de Outubro” de 1999 e “O Dia Depois de Amanhã” de 2004), a atriz norte-americana Kristen Bell (atriz nos filmes “Você de Novo” de 2010 e “O Grande Milagre” de 2012), o jogador Ronaldinho Gaúcho (campeão da Liga dos Campeões da Europa em 2006 com o Barcelona e da Copa de 2002 com a Seleção Brasileira), o jogador inglês Wayne Bridge (campeão inglês de 2005 com o Chelsea), o jogador Fabiano Cabral (com passagem no Náutico em 2001), o jogador Wendell (com passagem pelo Sport em 2002), o jogador Bebeto (com passagem pelo Santa Cruz em 2003) e o músico norte-americano Paul Thomas (baixista na banda Good Charlotte). Faleciam o ator britânico Peter Sellers (ator nos filmes “A Vingança da Pantera Cor-de-Rosa” de 1978 e “Cassino Royale” de 1967), o cineasta britânico Alfred Hitchcock (diretor dos filmes “Janela Indiscreta” de 1954 e “Psicose” de 1960), o bioquímico norte-americano William Stein (vencedor do prêmio Nobel de Química de 1972), o filósofo francês Jean-Paul Sartre (vencedor do prêmio Nobel de Literatura em 1964), o escritor pernambucano Nélson Rodrigues (autor dos livros “A Cabra Vadia” de 1970 e “A Mentira” de 1953) e o músico norte-americano Darby Crash (vocalista da banda The Germs). Na música os sucessos eram “Cheiro de Mato” com Fátima Guedes, “Clareana” com Joyce, “Feira de Mangaio” com Clara Nunes, “Grito de Alerta” com Gonzaguinha e “Frevo Mulher” com Zé Ramalho.

Ilustração de América x Santo Amaro na Ilha do Retiro em 28 de junho de
1980 pelo campeonato pernambucano de futebol.
O dia 28 de junho de 1980 foi o dia da realização da sétima rodada da primeira fase do campeonato pernambucano e a partida a ser comentada é o grande confronto entre o América e o Santo Amaro a ser jogado no Estádio da Ilha do Retiro. Os alviverdes de Casa Amarela, que vinham de derrota para o Santa Cruz por 1x0, possuíam seis pontos ganhos ocupando a quinta colocação, enquanto que, os alvirrubros da Zona Norte do Recife, que vinham de derrota frente ao Sport por 3x0, possuíam três pontos ocupando a sétima colocação. Aquela tarde de sábado foi aberta com o empate sem gols entre Íbis e Ferroviário que se enfrentaram na preliminar de América x Santo Amaro no Estádio Adelmar da Costa Carvalho. Com a arbitragem de José Almeida, auxiliado nas laterais por José Jacinto e Arlindo Ximenes, a bola começou a rolar para América e Santo Amaro, sob os olhares de um público pequeno. Os americanos começaram melhor na partida e logo aos 5 minutos de jogo o meia Valmir recebeu a bola no meio campo e avançou até a entrada da grande área, quando observou o atacante Agnaldo em melhores condições de efetuar o primeiro gol e lhe tocou a  bola na medida certa, mas, o ponta esmeraldino chutou por cima do gol adversário. A reação alvirrubra veio apenas aos 15 minutos de partida quando o lateral Osvaldo armou um grande ataque e cedeu a bola para o atacante Birino, que chutou cruzado forçando o goleiro Batista do América a fazer uma grande defesa.

Ficha da partida publicada no JC de 29/06/1980
Precisando alcançar o Náutico na liderança, o América do treinador Schiller Diniz partiu para o ataque e quase marcou o primeiro gol aos 20 minutos quando o meio-campista Marcos Costa fez um grande lançamento na entrada da grande área para o atacante Paulo, que cruzou rasteiro para Edson chutar forte no meio do gol, para uma defesa magistral do goleiro Pimenta. Aos 30 minutos foi a vez do lateral Reginaldo cobrar uma falta pela esquerda, levantando a bola na cabeça de Agnaldo, que testou forte, mas, por cima do goleiro do Santo Amaro. A antiga Associação Atlética das Vovozinhas queria mostrar serviço e aos 40 minutos o meia Zuza correu em direção ao gol e deu passe de bola para o atacante Savinho, que foi desarmado pelo zagueiro Williams do América e no rebote, Salim chutou a esquerda do goleiro Batista, assustando a torcida verde e branca que comparecia a Ilha do Retiro. Aos 45 minutos, o Sr. José Almeida finalizou o primeiro tempo de partida com o placar de zero a zero entre as equipes.

Página do JC de 29/06/1980 informando sobre os
resultados da rodada do campeonato.
O treinador Rubem Salim do Santo Amaro realizou duas mudanças em sua equipe para a segunda etapa, que foram as entradas de Luiz Carlos no lugar de Mazinho no ataque e de Emerson no lugar de Zuza no setor defensivo. No América apenas uma alteração foi feita, que foi a entrada de Evandro no lugar do atacante Edson para dar mais qualidade ao setor ofensivo, pois, apesar de ter jogado melhor do que o adversário no primeiro tempo, a pontaria dos atacantes esmeraldinos parecia não estar boa. A primeira boa chance na segunda etapa foi do Santo Amaro que atacou com Romilson entregando a bola para o atacante Luiz Carlos, que chutou por cima de Batista. A resposta americana veio aos 14 minutos numa boa jogada criada pelo zagueiro Rocha, que cedeu a bola em boas condições para o meia Roberto finalizar, porém, o chute saiu fraco e o goleiro Pimenta praticou a defesa. Aos 20 minutos, outra boa jogada do América, desta vez com Marcos Costa lançando Evandro, que chutou firme e Pimenta tirou para escanteio. Os santamarinos assustaram mais uma vez, quando o meia Emerson lançou o atacante Birino, que não caprichou na pontaria e a bola passou longe do gol defendido pelo arqueiro alviverde aos 35 minutos.


Destaque do Jornal do Commercio de 29/06/1980 sobre o América.
Com o relógio apontando 41 minutos o meia Valmir disparou em velocidade pelo lado direito e cruzou para o atacante Paulo tocar no canto indefensável de Pimenta para abrir o marcado na Ilha do Retiro. É GOL DO AMÉRICA! AMÉRICA 1X0 SANTO AMARO e comemoração nas arquibancadas. No último lance da partida, o América chegou perto de marcar o segundo gol, quando o meia Roberto tocou a bola para Agnaldo, porém, a pelota saiu à direita do goleiro alvirrubro. Final de jogo na Ilha do Retiro e mais uma vitória do América, o que lhe deixou brigando por uma melhor colocação na primeira fase. A renda da partida somou 1.950 cruzeiros, para um público de apenas 39 pessoas naquela tarde de sábado. Os atletas desta partida foram os seguintes:

AMÉRICA
Batista; 
Givaldo, Williams, Rocha e Reginaldo; 
Valmir, Marcos Costa e Roberto; 
Edson, Paulo e Agnaldo.

SANTO AMARO
Pimenta; 
Osvaldo, Ugiete, Romilson e Zuza; 
Edson, Betuca e Mazinho; 
Savinho, Salim e Birino.


0 comentários:

Postar um comentário