quinta-feira, 9 de outubro de 2014

MEMÓRIAS ESMERALDINAS: América 2x1 Atlético Caruaru em setembro de 1983

Diário de Pernambuco de 25 de setembro de 1983.
Nasciam o ex-jogador Daniel Carvalho (campeão da Copa do Brasil com o Palmeiras em 2012 e campeão da Copa da UEFA de 2005 com o CSKA da Rússia), o jogador holandês Van Persie (campeão da Copa da Inglaterra de 2005 com o Arsenal e campeão inglês de 2013 com o Manchester United), o jogador alemão Philipp Lahn (campeão alemão com o Bayer de Munique e da Copa do Mundo, ambos em 2014) e a atriz britânica Emily Blunt (atriz nos filmes “Os Agentes do Destino” de 2011 e “Looper: Assassinos do Futuro” de 2012). Faleciam o jogador Garrincha (campeão carioca de 1962 com o Botafogo e da Copa do Mundo de 1962 com a Seleção Brasileira), o cineasta norte-americano Robert Aldrich (diretor dos filmes “Assim Nascem os Heróis” de 1970 e “O Imperador do Norte” de 1973), o ator Jardel Filho (ator nos filmes “Roleta Russa” de 1972 e “Batalha dos Guararapes” de 1978), o físico suíço Felix Bloch (vencedor do prêmio Nobel de Física de 1952) e o cantor Altemar Dutra (conhecido por músicas como “Sentimental Demais” de 1964). Alguns sucessos musicais foram “A Dois Passos do Paraíso” com Blitz, “Adivinha o Que” com Lulu Santos, “Coração de Estudante” com Milton Nascimento, “Fio de Cabelo” com Chitãozinho e Xororó e “Carimbador Maluco” com Raul Seixas.

Destaque do Diário de Pernambuco de 25/09/1983.
América e Atlético Caruaru se enfrentaram no Estádio Eládio de Barros Carvalho (Aflitos) em partida válida pela quarta rodada do grupo B da segunda fase do segundo turno do campeonato pernambucano no dia 25 de setembro de 1983. Ocupando a terceira colocação com três pontos ganhos (atrás apenas de Náutico e Santa Cruz), o América entraria em campo numa partida que seria decisiva no que se diz respeito à continuação das chances de classificação da equipe para o quadrangular final da fase, enquanto isso, os caruaruenses, que apareciam na última colocação com apenas um ponto ganho, não aspiravam nada mais no campeonato, nem sequer fugir do rebaixamento, uma vez que, não houve naquela edição. Nos alviverdes, que vinham de vitória em cima do Santa Cruz, o maior problema do treinador Nereu Pinheiro era definir os substitutos dos atletas Pirulito e Aloísio, ambos expulsos no clássico contra o tricolor do Arruda, além de Reinaldo, que se queixava de fortes dores na virilha e pelo lado do tricolor do Agreste, que vinha de empate em casa contra o Ferroviário do Recife, prever a escalação era algo difícil, em virtude das inúmeras modificações que surgiam entre um jogo e outro.

Ilustração de América x Atlético Caruaru no Estádio dos Aflitos em 25 de
setembro de 1983 pelo campeonato pernambucano.
Com a arbitragem de Laerte Marquezini, auxiliado nas laterais por Walter Bezerra e Sérgio Salsa, a bola rolou nos Aflitos às 15h15, depois da vitória do América por WO na categoria de juniores, em virtude, do atraso do ônibus que trazia os jovens atletas do Atlético. Os caruaruenses começaram melhor e logo aos 5 minutos de jogo, o meia Geovane tocou a bola para o atacante Edvaldo, que se livrou da marcação de Almir e chutou com força, passando a bola à esquerda do gol de Marcos. Após falha no meio campo americano aos 11 minutos, os atleticanos chegaram perto de marcar numa bola de Marinho para Daniel, que chutou no canto do goleiro Marcos, autor de uma grande defesa. Com o técnico Nereu Pinheiro tentando passar instruções para o time, que estava acuado em seu campo defensivo, o América atacou aos 27 minutos, através do meia Sérgio Peres, que correu pela direita e cruzou a bola na área para o atacante Josias cabecear para uma grande defesa do arqueiro Idalécio.

Diário de Pernambuco de 26 de setembro de 1983.
A fraca atuação dos americanos naquele momento fez com que o Atlético de Caruaru corresse em busca da vitória e aos 32 minutos o lateral Joel entregou a bola para o atacante Zé Maria, que dentro da grande área disparou o míssil que passou raspando o travessão, assustando a torcida que se encontrava nas arquibancadas. Aos 35 minutos, o atleta caruaruense Daniel cruzou pela direita e aproveitando o desespero da defesa americana, o atacante Zé Maria apenas escorou a pelota para o fundo das redes para abrir o marcador. AMÉRICA 0X1 ATLÉTICO CARUARU. Um minuto antes do término da primeira etapa, o periquito da Estrada do Arraial quase conseguiu o empate, quando Silvinho levantou a bola para Bié, que chutou por cima do gol de Idalécio, para o lamento da torcida. No intervalo, Nereu Pinheiro providenciou as entradas de Zé Carlos e Eduardo nos lugares de Bié e Almir e no Atlético, entrou o meia George no lugar do também meia Geovane. Os americanos começaram bem melhor e logo aos 3 minutos, o atleta Paulo Afonso cruzou a bola para Zé Carlos do América, que dentro da área foi derrubado por Zé Carlos do Atlético e o juiz marcou o pênalti. O meio-campista Drailton correu para a bola e acertou um balaço que explodiu na trave do goleiro Idalécio, perdendo uma grande chance de empatar. A perda não causou abatimento nos atletas e aos 12 minutos o atleta Josias disparou pela esquerda e chutou para o gol de Idalécio, que ainda tocou na bola, mas, não o suficiente para Maurício não a alcançá-la e este tocou para o fundo das redes. É GOL DO AMÉRICA! AMÉRICA 1X1 ATLÉTICO CARUARU. O tricolor tentou o segundo gol aos 20 minutos através da boa jogada de Lula para Daniel, que vendo a aproximação de Romilson, chutou fraco, para a segura defesa do goleirão Marcos.

Foto da partida América x Atlético nos Aflitos.
A chance da virada surgiu aos 32 minutos, quando o lateral Emerson entregou a bola para Eduardo, que se livrou do zagueiro Nado e chutou um balaço em cima de Idalécio, que defendeu de forma espetacular. Num rápido contrataque do Atlético aos 39 minutos, a bola foi cruzada por George para o atleta Zé Maria, que chutou no canto, porém, o zagueiro Romilson afastou o perigo quase em cima da linha. Quando o empate já parecia ser inevitável, aos 42 minutos Silvinho avançou em velocidade, passando por Jorge e Joel e chutou rasteiro. Idalécio deu rebote e de dentro da pequena área, o atacante Maurício virou o placar para o América. É GOL DO AMÉRICA! AMÉRICA 2X1 ATLÉTICO CARUARU e festa da torcida verde e branca nos Aflitos. A renda foi de 21.700 cruzeiros para um público total de 247 torcedores.

AMÉRICA
Marcos; 
Paulo Afonso, Almir, Romilson e Emerson; 
Drailton, Silvinho e Sérgio Peres; 
Maurício, Bié e Josias.


ATLÉTICO CARUARU
Idalécio; 
Joel, Jorge, Nado e Marinho; 
Geovane, Zé Carlos e Lula; 
Daniel, Edvaldo e Zé Maria.

0 comentários:

Postar um comentário