sábado, 31 de janeiro de 2015

Basquete: continua jornada de vitórias!!

Nosso amigo Salvador, esposa e a equipe do Mequinha!
O América iniciou o segunda fase da Liga de Basquete Feminino - LBF da mesma forma como começou, ou seja, vencendo !!
As meninas do Mequinha foram a Brasília retribuir a visita do Clube Vizinhança/Brasília e impôs uma contagem centenária!!
De novo!!Uninassau/América 111x 46 Brasília!!
O time pernambucano começou impondo um jogo forte,com muita marcação e velocidade, pressão que provocou um verdadeiro massacre já no primeiro período: 34 x 5!
No segundo período a equipe da casa apresentou mais resistência, conseguiu marcar mais pontos, podemos destacar a atuação da ala/armadora do Brasília,Cacázinha!!Final do período: Uninassau/América 56 x 20 Brasília.
No terceiro e quarto períodos o técnico pernambucano Roberto Dornelas promoveu várias mudanças na equipe, poupando jogadoras e dando oportunidades para as meninas do sub 20 adquirirem experiência e " time" de quadra, resultado final: Uninassau/América 111 x  46 Brasília.

Continuamos na liderança e invictos!!

Nesta passagem pela capital federal a equipe recifense foi recebida pelo embaixador do América na capital federal, o SR. José Salvador de Albuquerque, o nosso grande amigo "Sal"!!Que levou a família para torcer e vibrar com o América.
O companheiro ficou surpreso com a simpatia das meninas e da comissão técnica!!
Em postagens eletrônicas Salvador destacou a importância do Clube Vizinhança para desenvolvimento do basquetebol, registrou a passagem do jogador Oscar Schmidt na cidade e nos forneceu diversas fotos!!
José Salvador de Albuquerque, Embaixador do América em Brasília, Correspondente do Blog do Mequinha, na foto com Roberto Dornelas!!

Fim de semana Alviverde terá só o basquete

Com o início do hexagonal adiado, a torcida verá a camisa Verde e Branca apenas nas quadras.



Neste sábado o América entra em quadra para enfrentar novamente o Brasília/BasqueteVizi, última adversária Alviverde que foi superada por um placar centenário e o maior registrado até agora na competição. Agora como visitante, o lema é manter a seriedade para buscar a manutenção da invencibilidade e da liderança na competição.

O jogo entre o Brasília/BasqueteVizi e o América será às 11:00 hs, horário de Brasília e não terá transmissão ao vivo pela tv.

E com o adiamento do início do hexagonal do rebaixamento, o primeiro jogo do América foi marcado para a próxima terça feira, as 15:00 hs, nos Aflitos contra o Vera Cruz.

sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

O Casarão é nosso!!!



E sempre será! A justiça tem que prevalecer e a lei deverá ser cumprida. Chega de desmandos.

Nesta tarde uma apresentação detalhada do processo que levou ao imbróglio mais recente do América e a polêmica carta de arrematação que deverá ser executada na próxima segunda-feira deixou evidente o número sistêmico de erros que anulariam o processo pelo menos umas dez vezes!

Os erros vão desde equívocos na natureza do processo até problemas de medidas do terreno. Também erros bizarros como documentos anexados ao processo fora do prazo, documentos importantes não assinados, sem data precisa ou corrigindo problemas que aconteceriam no futuro! São tantos erros que fica difícil acreditar que eles passaram meramente por incompetência de quem trabalhou para acelerar o processo e de quem o julgou. E fica mais difícil ainda acreditar nisso, pois os erros foram apontados inúmeras vezes e nunca aceitos pelos juízes.

Mas além de erros processuais ou de documentação chama a atenção também a dimensão do problema. Como exemplo, a descrição do objeto leiloado corresponde a duas vezes mais que as dimensões reais do terreno pertencente ao América, a carta de arrematação atinge também os vizinhos ao terreno Alviverde, inclusive um condomínio localizado ao lado da sede. Segundo o leiloeiro Joaquim de Carli, ao todo são 12 imóveis adquiridos no processo do leilão. Ou seja, não é só o América o verdadeiro atingido, o problema também envolve os moradores do entorno.

Os procedimentos para tentar anular o processo foram tomados diversas vezes e sempre julgados contra o América e em favor da empresa que adquiriu o imóvel. Mas a luta continua, o América vai continuar com a luta na justiça até que ela seja julgada no STJ.

O Casarão é nosso!!!

A Bela e as Feras!!

Completada a primeira fase da Liga de Basquete Feminina - LBF a equipe da Uninassau/América continua na liderança, sendo destaque em todos os fundamentos!

Tendo vencido os 9 jogos disputados, sendo a única equipe invicta, tem a maior pontuação e melhor defesa. Temos vários destaques na competição como a atleta Tiffany que lidera o ranking geral de pontuação com 172 pontos marcados, destacando ainda Tamera com 139 pontos, Erika com 122 e Adrianinha com 94. A equipe, coletivamente, vai bem em todos os setores.

Nosso diretor de Projetos Especiais, Hércules Araújo, ensinando o caminho da cesta!
O Professor Dornelas segue confiante para os próximos desafios, lembrando que o campeonato é longo, as outras equipes estão se arrumando,mas, a ideia é mostrar que o basquete do Mequinha veio para ficar!!

Por outro lado destaco a ação de inclusão social feita pelo basquete, seja pelo projeto cestinhas do futuro ou na doação de alimentos para comunidades de Santo Amaro. A quadra tem recebido um bom público, abrindo sempre para crianças, a cultura pernambucana é valorizada e as atletas são bem receptivas!! Lembrando que muitas delas são jogadoras de seleção!!

A Musa do Mequinha!!
Recentemente a jogadora Ingrid foi matéria de reportagem no Globo Esporte por sua beleza e talento, sendo considerada a musa do Mequinha!! Como as atletas esbanjam beleza e simpatia.....ela é uma musa entre outras musas!!

A equipe segue agora para disputar três partidas longe de casa, sendo a primeira neste sábado em Brasília, a segunda no Maranhão e a terceira em São Paulo. O próximo jogo do Recife acontece no dia 10 de fevereiro, uma terça-feira a noite!!



Ocupe o Casarão III- Parte

                                                           CONVOCAÇÃO!



quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

Ocupe o Casarão II- Parte

Continua repercutindo a nossa postagem sobre o leilão da sede do América, ganhou espaço nas rádios, jornais e sites esportivos!! Não era para menos!

A sede do América fica situada numa rua de grande circulação, servindo como referência para história de nossa cidade e do bairro de Casa Amarela. O terreno foi doado pelo Sr. José Lobo nos anos 50, foi reformada e inaugurada em dezembro de 1951 no mandato de José Augusto Moreira.

Foi palco de grandes festas, bailes, formaturas e shows. A nata da sociedade Recifense prestigiava o "Casarão Verde da Estrada do Arraial"!!

A sede ocupa dois terrenos que envolvem a Estrada do Arraial e a Rua Ferreira Lopes, ficando a cerca de 100 metros do Sítio da Trindade, ou seja, faz parte do sitio histórico-arqueológico de Pernambuco e do Brasil.Foi nesta área que o Capitão Matias de Albuquerque comandou a resistência aos invasores holandeses ( ver Gonçalves de Mello, José Antônio - Fontes para História do Brasil Holandês).

Deveria ser tombada pelo Patrimônio Histórico!!

De acordo com notícias vinculadas a Folha de Pernambuco, Diário de Pernambuco e Rádio Globo, a empresa que adquiriu a sede, através do leilão, deve ter o direito a mesma a partir do dia 1 de Fevereiro ou seja neste  domingo!! O próprio presidente Celso confirma!!

Por outro lado um dos advogados responsáveis pela defesa do Mequinha se prontificou a esclarecer a ação movida pelo clube, onde contesta e apresenta os erros no processo jurídico e consequentemente no leilão realizado. Lutando assim para reverter o processo.

Na tarde desta sexta-feira, as 16 horas vai ser realizada uma coletiva, onde o presidente e advogados vão apresentar a defesa do clube.

Um grupo de torcedores e simpatizantes do América já se prontificou para fazer um ato de protesto neste sábado!!



Ao final, mais um empate



Fim da jornada da primeira fase. América empata com o Central em Caruaru e contabiliza sem sétimo placar neutro em 14 jogos.

O primeiro turno do América terminou praticamente como começou, com um empate diante do Central. No primeiro tempo do jogo praticamente duas oportunidades claras para cada equipe. O América teve nos pés de Marcelinho sua chance mais objetiva bem defendida pelo goleiro centralino. Já o Central chegou mais perto do gol com uma cobrança de falta defendida por Gil. Embora corrido, o primeiro tempo foi marcado pela baixa produtividade dos dois times e com o ritmo do jogo sendo comandado pelo meio de campo alvinegro, que garantia a posse de bola e as tentativas de criação.

No segundo turno o América tentou adiantar sua marcação e ficou um pouco mais organizado, com isso teve mais posse de bola do que no primeiro tempo, mas em compensação finalizou ainda menos. Chance real mesmo só na cabeçada de David que passou perto do gol e praticamente mais nada. Algumas tentativas de sair no contra-ataque mas pouca objetividade. Já o Central aproveitou melhor alguns espaços e chutou mais em gol. Em duas oportunidades Gil foi obrigado a fazer intervenções difíceis.

Humberto fez testes de alguns jogadores e promoveu mudanças táticas no América. Pela primeira vez o América jogou com três zagueiros como fazia na série A2, deixando os laterais subindo como pontas. A outra novidade foi o retorno de Douglas Silva depois de um longo período machucado. Mas ainda continuamos jogando com um lateral esquerdo improvisado.

Chegamos ao fim amargando a laterna e uma campanha de duas vitórias, sete empates e quatro derrotas. A quantidade excessiva de empates pesou na classificação. Perdemos pontos por ineficiência do ataque e por erros às vezes infantis. Mas obviamente isso é apenas uma redução simplificada do que realmente aconteceu ao longo do primeiro turno.

A esperança é que agora um novo campeonato vai se iniciar. Teremos pela frente um verdadeiro turno de finais com jogos de tudo-ou-nada e esperamos que efetivamente o América possa render o necessário para se redimir da campanha na primeira fase.

quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

Ocupe o Casarão!!



Há um bom tempo o clube vem sofrendo um processo de execução de dívida fiscal, um processo que corre na justiça federal . Por causa deste processo a sede do clube foi penhorada, levada a leilão e arrematada .

Na reunião que antecedeu a posse do atual presidente, Celso Muniz Filho, foi acertado que seriam realizadas várias ações com o objetivo de reverter o processo e ter a sede do América de volta!!

Foi constituída uma junta de advogados que estudaram o processo, identificaram os erros e passaram a exigir um novo pronunciamento da Justiça Federal!!
Que erros seriam esses, bem houve erro na identificação fiscal do clube, o bem identificado como a sede do América foi acrescido em área, a notificação foi feita de forma irregular e o valor do imóvel foi avaliado abaixo do preço de mercado!!

O clube reconhece o débito, tem recursos para saldar o mesmo, porém, sofre na justiça federal!! O grupo que adquiriu o imóvel, que controla uma grande rede de lojas, segue reivindicando o bem arrematado!!Os advogados estão correndo atrás da justiça!!
Aproveito o espaço do Blog para provocar os amigos jornalistas e americanos a se pronunciarem, já que o processo não teve muita divulgação da mídia pernambucana. Lembro que em 2012 a sede do América do Rio também foi levada a leilão, só que lá houve pressão da torcida americana, intervenção da imprensa carioca !! Resultado a Prefeitura do Rio decretou o tombamento do imóvel!!

O processo do leilão do América se encontra na justiça federal, quem quiser pode ir lá ter melhores informações ou procurar os advogados do América. Lembrando que aqueles que possuem título de sócio-proprietários são de muita importância nesta luta!!

O América quer pagar a dívida!!


No ano passado ocuparam o "Estelita" este ano o local a ser ocupado é o "Casarão Verde"!!


Movimentação da torcida do América do Rio

ENTRE O ORGULHO E A VERGONHA

O que uma foto do time de Chã Grande faz no Blog do Mequinha? Iremos explicar...

O ORGULHO: O América sagrou-se Campeão da Copa Abertura no Futebol Society. Uma espécie de Torneio Início para a modalidade, e fomos campeões em cima do Náutico, a atual potência dessa modalidade, e também com a participações de outras equipes, entre eles, Sport e Santa Cruz.

A VERGONHA: Como já se pode imaginar, o time do América está formado na foto com o uniforme do Chã Grande! Isso porquê a fornecedora esportiva oficial do Clube, a GARRA TEAM, que prometeu entregar os uniformes até o dia 15 desses mês, mas não retornou.

As informações foram repassadas através do treinador da equipe, o Janderson, e o mesmo deu estas explicações acima.

Já tivemos problema de fornecimento de material esportivo no passado com a Rota do Mar, e o mesmo agora parece estar se repetindo com a Garra Team.
Até agora não foi disponibilizado os novos uniformes do América para venda, nem se quer no quiosque da Garra que fica no Shopping Boa Vista.
Algo precisa ser revisto, e mais respeito deve-se ter não só com o América mas com qualquer outro clube em que uma fornecedora se compromete a vesti-lo, seja qual for a modalidade.

Parabéns aos que fazem o Futebol 7 do América, é mais uma conquista, mais um feito que engrandece o clube e os nossos atletas. VALEU AMÉRICA!

Último compromisso da primeira fase

Chegamos ao final do primeiro turno do pernambucano 2015. Não da forma como gostaríamos.



Mas agora a desclassificação são águas passadas. Um novo campeonato vai começar, mas antes temos um último compromisso em um dos confrontos mais tradicionais da história do futebol pernambucano. E na história deste confronto o América amarga um longo jejum sem vitórias nos domínios do time centralino, sem falar no interregno de êxitos em si contra o alvinegro de Caruaru. 

Provavelmente Humberto mudará o time a fim de testar possíveis formações a serem utilizadas no segundo turno. De qualquer forma seria interessante ver novamente Gaibu jogando como no primeiro tempo diante do Pesqueira, onde deu maravilhosos passes e fez o meio-campo Alviverde funcionar como em poucas ocasiões nesse campeonato.

Os donos da casa também não tem muito o que perder nem o que ganhar. Já classificados também entraram no ritmo de aquecimento para a próxima etapa do certame.

Mas como sempre se joga para ganhar e como sempre a torcida espera uma vitória independente da situação, hoje estaremos torcendo pela quebra de mais um tabu. Esse ano já quebramos um contra o Ypiranga, agora quem sabe esse não seja o mote para motivar o jogo de hoje. Fora isso, precisamos de uma luz... de preferência verde para nos dar bastante esperança e alegria.


terça-feira, 27 de janeiro de 2015

Dornelas fala para o Blog do Mequinha

Roberto Dornelas é o comandante alviverde no vitorioso UNINASSAU/América | Foto: Jefferson Maciel


Depois da última partida do primeiro turno e de encerrar a sequência de jogos em casa com uma vitória centenária, Dornelas falou ao Blog do Mequinha sobre sua impressão do contato com a torcida e da parceria com o clube Alviverde. E ainda conclamou os Americanos para participarem, principalmente, do derby local.

Agora o América se prepara para uma sequência de três jogos fora de casa, antes de voltar para os seus domínios no dia 10 de fevereiro. O próximo duelo Alviverde será novamente contra o Brasília Vizi, só que em Brasília.

 

Contagem Centenária!!

Foto de Washington Luis Vaz
O time da UNINASSAU/AMÉRICA fechou com chave de ouro a primeira fase da Liga de Basquete Feminino - LBF ao vencer a equipe do Brasília por 112 x 54, um placar bem sugestivo,representando a força da equipe pernambucana e lembrando os 100 anos do clube.

A equipe esmeraldino iniciou o jogo com muita disposição, acreditando na força de Érica e de Nádia, que exploraram bem a altura e força física, abrindo assim caminho para vitória, primeiro período, América 30 x 19 Brasília. Aos poucos a equipe foi sendo modificada, porém, sem diminuir o ritmo ou dar brecha para as adversárias.O segundo período terminou com o placa de 60 x 29, as " Periquitas do Dornelas" dobraram o placar e estabelecido uma grande diferença!!
No terceiro e quarto período o treinado Roberto Dornelas,  aproveitou para dar ritmo de jogo as  mais jovens, descansando as mais experientes, mesmo assim a peteca ou bola laranja não deixou de chover na cesta da equipe de Brasília!!Placar final  UNINASSAU/AMÉRICA 112 X 54 Brasília!!

 Foi a 9ª vitória consecutiva das meninas na Liga, fato este que deixa o time na liderança, de forma invicta e com grandes expectativas!!
foto Tércio Trindade

O próximo jogo acontecerá em Brasília, marcando a abertura da 2ª fase ou returno, onde enfrentará o Brasília mais uma vez!!

segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

Periquito ou pato?



Até parece redundância falar em América e derrotas no certame deste ano, mas na última rodada, realizada no sábado, o clube esmeraldino fez jus a má fase e perdeu novamente, desta vez para o Pesqueira diante de um Aflitos tomando pela desconfiança por parte da torcida reforçando a ideia que realmente 2015 não está sendo (e nem será) o ano do Campeão do Centenário dentro da modalidade responsável pela origem do clube.

Aos que viram a partida comentou-se de uma nova postura, contudo, velhos hábitos continuam em persistir e devido desatento da defesa terminou culminando com os dois gols do time da microrregião do Vale do Ipojuca, que por sua vez vem demostrando sinais positivos na tentativa de escapar das últimas posições numa evolução trabalhada passo-a-passo, tanto que no compromisso anterior, ao enfrentar o Porto, em Caruaru, derrotou o mandante por 5x4 numa partida marcada pelas constantes viradas de placar.

Infelizmente, o América parece não sentir os efeitos relacionados ao campeonato onde as mudanças de posições mantem-se frequentes. Quem estava na frente logo no começo hoje já aparece do meio para o fim da tabela, quem estava atrás busca posições melhores e alguns estão conseguindo, mas o clube esmeraldino permanece sempre nas últimas colocações, nunca se quer ameaçou despontar de fato uma reação sólida. Em seus poucos lampejos de bravura apenas duas vitórias, sendo a equipe com menor índice da mesma.

O periquito hoje mais lembra o desastrado pato da canção de Vinícius de Morais no qual nada parece dar certo ao personagem, sendo uma figura desacreditada, desastrada e azarada que tanto termina fazendo coisas erradas acaba indo parar na panela, algo que para o periquito não pode acontecer, ser rebaixado pela segunda vez no Campeonato Pernambucano em menos de 3 anos. Fica evidente a necessidade de mudanças, contudo, a cada novidade pouco vemos de positivas.

Claro, como torcedores devemos acreditar e apoiar sempre nossa equipe e por mais feia seja a situação não podemos abandonar o barco, temos de estar juntos nessas horas difíceis, comparecer ao campo, apoiar jogadores e comissão técnica porque são eles que representam atualmente a bandeira americana, sendo escolhas corretas ou não, lembrando que as pessoas vem e vão, mas o América não, ele sempre estará lá, por isso temos de esperar melhorias caso não venha também é nossa parte cobrar e exigir resultados dos responsáveis devido ao fato por nos identificarmos com a instituição, ver uma série de erros e elas não serem resolvidas.

O momento não é dos melhores, existe sim algo de errado e isso é evidente, caso contrário não seria nas últimas posições que o América estaria lutando, também não adianta dizer que é culpa do azar ou alguma força agindo com intuito de prejudicar o alviverde, faz necessário ser menos supersticioso e mais realista, observar que parte dos problemas vem de dentro das quatro linhas e medidas eficazes precisam ser tomadas para sobrepor a negativa. O periquito não é pato (nunca será!) e virar ensopado precisa estar fora de cogitação o quanto antes.


Verde de Esperança, sempre!

domingo, 25 de janeiro de 2015

Luciano Ribeiro no sub-20?!

Está sendo aventada a possibilidade de Luciano Ribeiro voltar para o América, desta vez comandando o sub-20.

Luciano Ribeiro cogitado para dirigir o sub-20

O treinador teve passagem no Alviverde em 2011 e iniciou a desastrosa campanha que quase leva o América ao rebaixamento. Foi sucedido por Nereu Pinheiro que abandonou o clube e por Paulo Júnior, quem salvou o América do rebaixamento. Agora Luciano Ribeiro é cogitado para voltar para comandar o sub-20, o principal foco do AFC/SA. Luciano Ribeiro esteve à frente do Santa Cruz que foi superado pelo América nos últimos dois anos nas fases finais do pernambucano sub-20.

Infelizmente este talvez não seja o melhor nome para as pretensões da AFC/SA em formar jogadores. O projeto vem dando certo até agora, com resultados significativos e com bons valores revelados que já prestaram serviços ao América e estão sendo lançados no mercado. Devemos destacar aqui os nomes de Glauber, Márcio, Adriano e Jackson. Fora outros que acabaram saindo do América. Além disso, todos sabemos dos esforços da AFC/SA em administrar a base e seus conflitos internos, naturais em qualquer grupo, mas pelos resultados apresentados Luciano Ribeiro não é a melhor opção para tentar ajudar neste processo. Basta olhar sua trajetória recente e os jogadores que passaram por ele. Nitidamente o América teve resultados muito mais significativos nos últimos anos. 

Essa é minha opinião pessoal e não necessariamente reflete a opinião do Blog do Mequinha.  

Mais um show

Érika e Tamera comandaram mais uma vitória Alviverde na LBF. Agora o time de Dornelas soma oito vitórias em oito jogos!

Érika foi a cestinha da partida e a rainha do garrafão.

A Uninassau/América superou com facilidade o Maranhão, embora o jogo tenha começado complicado e equilibrado. Mas o América se impôs em quadra e ainda no primeiro quarto construiu uma vantagem significativa que deu a Dornelas a tranquilidade para comandar uma vitória expressiva por uma diferença de 40 pontos. O treinador Alviverde arrumou o esquema de marcação do América e conseguiu controlar o ímpeto do bom time do Maranhão. No final do jogo o placar apontou América 93 x 43 Maranhão.

Tamera e Érika se destacaram como as principais pontuadoras e foram essenciais também nos rebotes e nos bloqueios dos ataques do time visitante. Érika foi a cestinha do jogo, em noite inspirada marcou 20 pontos.

Tamera foi um dos destaques do jogo tanto no ataque quanto na defesa.

Sem muito tempo para descanso, agora o América se prepara para o próximo desafio contra o Brasília, também no SESC Santo Amaro na próxima segunda-feira.

Mais uma derrota em casa



Dois vacilos, dois gols do Pesqueira = segunda derrota em casa e quarta no estadual.

Jogando contra o desânimo e desconfiança da torcida, o América entrou praticamente reformulado mas repetindo quase todo o time do último jogo contra o Serra Talhada. O que se viu em campo até que foi positivo. O time tocava a bola com paciência, Bala, Kássio e Alex Gaibú se revezavam na criação de jogadas. E logo no início Glauber foi colocado na cara do gol por Alex Gaibú e com calma tirou a bola do goleiro, mas como tem sido de praxe ela foi teimosa e bateu na trave. O América criou mais algumas situações e o Pesqueira teve apenas um lance em seu favor com uma falta se muito perigo. E assim se foi o primeiro tempo.

No segundo tempo, o jogo voltou parecido. O Pesqueira procurou dificultar o trabalho do meio campo Alviverde até que em um lance totalmente sem perigo aos cinco minutos de partida, Kássio mete a mão na bola e dá um pênalti para o Pesqueira. Élton Luis vai lá e converte. Alex Gaibu tomou a frente, assumiu a responsabilidade e fez o América ir para o ataque. Mas novamente, um lance que não daria nada se transformou em gol, após uma incerteza entre David e Gil. Depois disso foi um deus nos acuda, o América até criou mas sem muita objetividade.

No geral, o que pode se dizer é que o jogo do América não foi ruim, mas no contexto isso não significa nada. Novamente permaneceu a incompetência em finalizar e no último detalhe. Erros de posicionamento e erros de passe no último lance. Ao menos o meio-campo ficou mais criativo e o time se movimentou mais. Além disso também o time esteve mais organizado que das últimas vezes. O preocupante foram as substituições feitas por Humberto, que no tudo ou nada improvisou Glauber ao lado de Carioca e lançou Deizinho, Jackson e Marcelinho praticamente ficando com um time só de atacantes!

Agora é ver o comportamento do time no próximo jogo e esperar melhoras para o hexagonal da morte, pois o projeto Alviverde ainda tem muito o que perder se os homens dentro de campo não se cuidarem.   

sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

Preparação para a estreia

A estreia na Copa do Brasil está marcada, será dia 05 de fevereiro às 16 hs, nos Aflitos.

Treino realizado na praia para preparação física do elenco feminino.

E para tentar estrear com força a preparação do time Esmeraldino vem sendo realizada desde o último dia 14, quando as atletas se apresentaram. As atividades seguem sob o comando de Fábio França, a mente por trás da maravilhosa campanha de 2014 no estadual feminino, quando o América ficou com a honrosa terceira colocação.

Mesmo assim, as dificuldades não são pequenas e Fábio França está em busca de patrocinadores que possam ajudar as meninas na campanha do certame nacional e estadual.

O América receberá o União de Alagoas, atual campeão alagoana, nos Aflitos no dia 05 de fevereiro às 16 horas. Caso a partida não termine em derrota dos mandantes por mais de dois gols de diferença, o segundo jogo será realizado no dia 11 de fevereiro, em Alagoas. Além do América, mais dois clubes pernambucanos também participarão da competição.

Mais um super jogo



Vamos chegar junto torcida Alviverde, o momento é histórico e temos que aproveitar.

Neste sábado novamente o América entra em quadra, agora para enfrentar o Basquete Maranhão em clássico nordestino. O time maranhense atualmente ocupa a terceira colocação e acabou de passar pelo Sport por um placar bem apertado.

Dornelas espera um desafio mais complicado que o da última quarta-feira e terá a sua disposição praticamente o mesmo time com que jogou contra o Barretos. Mas Tatiane ainda continua desfalcando o time Alviverde.

Na expectativa de aumentar o público, está sendo mantida a campanha promocional de 1Kg de alimento não perecível como entrada. O jogo está marcado para às 18:00 hs no Sesc Santo Amaro.

Hora de curar a ressaca



Neste sábado América e Pesqueira duelam pela 13ª rodada do campeonato, um jogo para cumprir tabela e refletir.

As chances de chegar ao G2 foram eliminadas na última quarta-feira e neste sábado a comissão técnica e a diretoria já têm a oportunidade de iniciarem as preparações para a próxima fase do campeonato. Que embora não valha título, tem-se muito a perder.

O Pesqueira mostrou uma incrível força de superação diante do Porto na quarta-feira, quando fez um jogo de nove gols, onde o destaque foi Dunga. Habilidoso, inteligente e bom batedor de faltas, ele sem dúvida é umas das peças fundamentais desse time que já mostrou vai requalificado para a próxima etapa.

Já o América tentará juntar os cacos da eliminação depois da euforia de ter voltado para a briga. Provavelmente Carlinhos Bala e os demais que estiveram na última rodada também entrarão em campo. E finalmente Mauro terá sua chance de estrear.

Embora não valha nada, a vitória é sempre bem vinda para reanimar e começar a enquadrar um padrão de jogo, que não teve até agora e que precisa ser colocado em campo a fim de evitar o pior. É hora de levantar a cabeça e começar tudo de novo.

quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

Mais uma vez América


É triste ver que em mais uma vez o América não consegue êxito no Campeonato Pernambucano, se dar conta que foi superado por adversários mais fragilizados tecnicamente e observar que foi justamente nos seus próprios erros onde perdeu sua classificação. Deparamos hoje com a história deste clube centenário minguando aos pouco em cada novo vexame e neste ano não foi diferente, o antigo Glorioso da Estrada do Arraial, denominação dada ainda nas épocas vitoriosas do alviverde recifense, já não consegue fazer jus ao passado vigoroso.

Fica claro o apequenamento da instituição que por gerações ostentou status de ser um rival difícil de ser batido dentro ou fora de casa e constante represente do futebol pernambucano em competições nacionais, mas, atualmente, o América é motivo de chacota, facilmente abatido por qualquer adversário, piada pronta para os jornalistas anacrônicos que ditam as regras da crônica local, sempre frisando a quase inexistência esmeraldina, rotulando erroneamente de nanico, clube que vive em constantes dificuldades, inexpressivo e irrelevante para do cenário esportivo e última estação para jogadores em final de carreira assim foi poucos dias atrás com Carlinhos Bala, as manchetes eufóricas noticiavam com ar sarcástico “O Rei sem Suditos” ou “O Rei Momo de Pernambuco” numa visível tentativa de desmerecer tanto atleta quanto clube.

E mais uma vez o América tinha oportunidade de afirmar não ser verdade, de todos estarem errados, mostrar o valor da camisa verde, tendo tido prazer de erguer seis vezes a taça máxima, honraria para poucos, apenas quatro clubes em atividade puderam fazer ecoar o grito de campeão, de revelar um resurgimento histórico dos escombros, contudo, essa crescente expectativa jogo a jogo foi se diluindo até restar apenas desespero e as últimas cartas. “Troca de treinador”, “vamos contrata mais jogadores”, “dispensa esse e reentrega aquele”, essa foi a filosofia (ou falta dela) daqueles que deveriam ter domínio da situação, mas numa sequência de desventuras rasgaram outro planejamento trocando o sonho de buscar um Campeonato Brasileiro Série D por algo mais condizente: escapar do rebaixamento.

Não existe explicação plausível para tamanha vexação, entra ano e sai ano e o Periquito sempre se encontra em situação difícil, nunca está brigando pelas cabeças e sim pela degola e pior possuindo uma das maiores folhas entre os considerados intermediários, tendo alguns bons valores individuais, mas que quando defendem o clube simplesmente nada fazem demonstrado que talvez a origem deste mal seja mais profunda e mais enraizada. É inaceitável ver o time que primeiro entra em pré-temporada não rende nada fisicamente, jogadores ou rascunhos disso andando em campo, não possui esquema tático ou se quer espírito de competitividade e estranhamente quem desde ano passado detém certificação de clube formador não utiliza sua prole. Muitos apontariam a responsabilidade ao treinador, mas seria apenas dele? E quem administra o futebol em sua essência ficaria isento? 

Para as duas perguntas a ressposta é não. O treinador é culpado por não proporcionar um treinamento digno, de não cobrar o empenho, buscar soluções táticas para melhor esquema de jogo ou escalar equivocadamente a equipe e não fazer trocas certas, da mesma maneira que os dirigentes são tão culpados quanto por trazer treinadores inadequados, jogadores fracos e sem grande qualidade técnica não sendo contratações pontuais e ainda por permanecer no erro, segurando até onde conseguir. Vemos então uma sucessiva série de desacertos tanto por parte da comissão técnica, que não indicou jogadores corretos e fez treinamentos abaixo do esperado assim como os dirigentes, muitas vezes empurrando com a barriga e esperando um milagre cair do céu; desta maneira os menos culpados são os jogadores já quem os deveria observar e qualificá-los não o faz, entretanto, possui sim sua parcela, alguns sentem-se maiores que a instituição, outros não fazem por onde e acham que estão aqui até conseguir coisa melhor e ainda os irresponsáveis que não ligam para nada e ainda geram desconforto interno.

É o América quem termina sendo o maior prejudicado, são quase 101 anos de trajetória, tradição conquistada com esforços e glórias, mas por má gestão do futebol, egos inflamados ou nível técnico sofrível ao logos dos anos vê seu nome escorrendo para as bocas de lobo rumando ao esgoto do esquecimento e os poucos torcedores que com o passar do tempo terminam esquecendo a áurea romântica que gira em torno do Periquito ficando marcados somente pelas inúmeras desilusões. Lembrando que o surrado clube ainda terá de arrumar forças para lutar contra um eventual rebaixamento, caso ocorra será a coroação da incompetência, mas a motivação que resta precisa partir desse princípio de não contemplar o esdrúxulo, torpe e inexplicável ano alviverde. A luta não pode acabar agora, ainda necessita sobrar alguma dignidade para evitar essa celebração trágica de mais uma decepção esmeraldina.

Verde de Esperança, sempre.

Voando alto

Vitória tranquila e momento para aprimorar mais ainda o que já parece ser perfeito.

O começo arrasador de Tamera deu a ideia do que seria a partida. Ela foi a cestinha do jogo.


A vitória com larga vantagem do América nesta quarta-feira deixou claro a superioridade técnica e tática que o time adquiriu. O começo arrasador de Tamera fez o América abrir uma larga vantagem ainda no primeiro quarto. Adrianinha também esteve impossível com uma sequência de cestas de três pontos. Daí para frente o time de Dornelas só administrou o placar até o fim da partida.

No fim do jogo o placar marcou 98 a 49 em favor da Uninassau/América e esta foi a definição da sétima vitória Alviverde na LBF que mantém o América como o líder isolado na competição.

Agora o próximo compromisso das meninas de Dornelas será contra o Maranhão, no sábado, também à noite.

Adeus hexagonal do título



A derrota para o Serra Talhada sacramentou o fim das chances do América chegar ao hexagonal do título.

O placar do jogo de ida se repetiu e as propostas táticas foram as mesmas também. No primeiro tempo o Serra Talhada partiu para sufocar o América. Mesmo assim, foi o Alviverde quem teve a primeira chance da partida com Carlinhos Bala. Depois os donos da casa conseguiram uma penalidade e abriram o placar. Daí para frente só deu Serra.

No segundo tempo o cenário foi parecido. O Serra esteve o tempo todo melhor em campo e mais organizado. O América tentou ficar mais ofensivo partindo para o tudo ou nada, abriu mão de jogadores de marcação para tentar fazer uma pressão ofensiva. Acabou se expondo ao contra ataque e aos 35' Pedro Maycon decretou o placar final do jogo.

Para o América as esperanças de chegar à fase de disputa do título está acabada. Os outros resultados por si só já reduziriam as chances Alviverdes. Segundo ano tentando e novamente as coisas deram erradas. 

A parte da diretoria pode até se dizer que foi feita... salários em dia, premiações em dia, local para trabalho... condições melhores até do que as encontradas pelo próprio Serra Talhada, que passa por enormes dificuldades fora de campo para manter o time. Houveram erros na contratação de jogadores e na montagem do time? É relativo. Muitos jogadores não vieram por conta da diretoria, mas por indicações da comissão técnica anterior e foram dispensados também com o aval da comissão técnica. Jogadores não tiveram compromissos com o seu empregador? Também é relativo. Nitidamente alguns se esforçam muito e outros praticamente assistem.

As reflexões precisam começar urgente, pois o campeonato não acabou e ainda tem coisas muito importantes a serem disputadas, como a permanência. Mas o ideal é que elas sejam feitas com calma, frieza e inteligência.

Agora é hora de levantar a cabeça e quem for homem de verdade terá que se esforçar mais ainda.


quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

Mais um super-jogo pela LBF

Agora o América recebe o Barreiros. A batalha é para se garantir e isolar cada vez mais na liderança.

Mais um desafio para o time de Dornelas na LBF 2015
Depois da importante vitória sobre o Americana no último domingo, a Uninassau/América tem mais um confronto nesta quarta-feira. Às 19:30 hs o time Alviverde recebe o Barreiros no SESC Santo Amaro para mais um confronto pela Liga de Basquete Feminino.

Dornelas se mostra cauteloso para o confronto, mesmo reconhecendo o favoritismo Alviverde, o treinador da Uninassau/América teme o potencial e a velocidade do time adversário. Daí a importância deste jogo tanto em termos psicológicos quanto em termos de pontuação na tabela. Mas a comissçao técnica também confia no sistema defensivo Alviverde como forma de parar as adversárias.
Além disso, a comissão técnica está preocupada com a maratona de partidas que o América terá pela frente essa semana.

Novamente para este jogo a entrada custará 1 Kg de alimento não perecível e ocorrerá na casa Americana, no SESC de Santo Amaro.

Confronto com cara de final



América vai até o sertão para o tudo ou nada em busca do G2. O jogo tem cara de final.

Vencemos e encostamos novamente na briga pela classificação ao hexagonal do título. Tiramos um peso de vários empates acumulados, mas o América já vai encarar uma pauleira pela classificação. Enfrentar o Serra Talhada é tarefa das mais complicadas e nesse campeonato a coisa fica ainda mais feia para o lado dos visitantes. Os donos da casa quase não tem perdido sob seus mandos. O trunfo Alviverde talvez seja o bom conhecimento de Humberto sobre o time adversário, embora desde sua saída a fera sertaneja tenha se reforçado e mudado sua forma de jogar.

Além da vitória do último domingo, o América ganhou novo ânimo. A presença de Carlinhos Bala acabou dando ao América um novo jeito de jogar. Por outro lado vamos sentir aquela que talvez seja a maior ausência do certame. Maycon deu adeus à Estrada do Arraial e rumou para o Rio Grande do Sul. Ele que vinha sendo o destaque do time desde a estreia vai fazer muita falta ao meio-campo e ao ataque. A esperança é que Alex Gaibu ou Marcelo Alves deem conta do recado.

No mais, espera-se muita luta e vontade para chegar ao G2 e o que a pouco parecia um sonho distante se tornou mais real depois da vitória de domingo. Mas o desafio ainda é muito grande e para chegar ao objetivo, vamos ter que torcer muito e nossos jogadores vão ter que suar muito a camisa.

Mas com o América é assim, não há causa impossível nem perdida. O América já se superou em momentos muito mais complicados e agora chegou a hora de mais uma superação. Humberto já participou disso e tem esse espírito de aparecer nas decisões e fazer com que seus jogadores também apareçam. Se os jogadores não baixaram a cabeça até agora, quando já foram muito criticados e questionados, não pode ser hoje que entrarão em campo se ânimo. Agora é hora de sonhar, querer e lutar.

Vamos América!

terça-feira, 20 de janeiro de 2015

O retorno do herói



Mesmo com o foco dos holofotes voltado para outro lado, a torcida Americana viu o retorno de um herói neste domingo.

Carioca voltou para o América. Sua trajetória no time Alviverde é cheia de histórias vitoriosas, mas infelizmente essa história foi interrompida por uma contusão. Carioca se recuperou, mas logo em seguida voltou a se machucar de novo. Depois de se recuperar e passar por período difícil em 2013 e 2014 o herói volta ao América e com uma vitória.

Para quem não lembra, foi dele o gol aos 45' do segundo tempo, em Araripina que coroou a campanha de recuperação de 2011 com a permanência. Ele nos fala sobre esse retorno que tanto orgulha a torcida Esmeraldina.


domingo, 18 de janeiro de 2015

Yo no creo en brujas, pero que las hay, las hay!!

Na última quarta-feira, participei de um bate-papo "molhado" com Seu Otacil, Caetano, Jairo da Buzina e Carioca (amigo de Caetano), foi uma conversa de amigos após o jogo de Carpina.

Caetano foi diretor do América no período de 2004 a 2006, falou sobre as dificuldades vividas e a falta de sorte que persegue o América.

O assunto era no mínimo curioso, rendeu muito: bola na trave, jogador machucado, ônibus quebrado, bola que entrou e não foi validado, bola que não entrou e virou gol!!!

Diante desta verdadeira "zica"!!! resolvi espantar as mazelas!!! trouxe um pouco do Sal Salgado, um sal especial, preparado na fé daqueles que desejam boa sorte!!!
Foi jogado uma camada na entrada do estádio e no gramado dos Aflitos!!!

Não posso dizer que o América ganhou por causa disto, mas, tem um velho ditado

Yo no creo en brujas, pero que las hay, las hay!!
Na Força do Sal!!

Esperança renovada



Depois de uma sequência de empates enfim a vitória, e as esperanças se reacendem.

O jogo começou cadenciado principalmente pelo forte calor. Mas logo no início o Ypiranga assustou e mostrou que seus interesses eram muito grandes na partida. Em seguida veio o equilíbrio e embora o Ypiranga se mostrasse organizado o América conseguia avançar, principalmente com Maycon. No entanto, o primeiro tempo foi marcado por poucas oportunidades efetivamente claras. Para o lado do Ypiranga, uma boa cobrança de falta obrigou Gil desviar a bola para escanteio. Pelo lado do América um chute de Jackson passou pertinho do gol e quase foi desviado por Deysinho.

Já no segundo tempo as duas equipes vieram mais dispostas em atacar. O Ypiranga chegava, mas em geral seus avanços eram anulados por impedimento. O que mais assustava eram as cobranças de falta de Rosembrick. Em uma delas a bola tocou na trave. O América também chegava tocando a bola, com Maycon sempre encabeçando a construção das jogadas, mas pecava no preciosismo e nas finalizações. Por volta dos 25' uma jogada bem construída fez a bola chegar nos pés de Calinhos Bala, que finalizou com a velha precisão, mas a gorduchinha teimou em tocar na trave. Quando Maycon correu atrás do rebote foi derrubado na área. Pênalti e alegria nos Aflitos! Carlinhos Bala foi para cobrança e errou, mas no rebote não teve piedade. Gol e euforia nos Aflitos! Daí para frente o Ypiranga tentou imprimir uma pressão, sempre bloqueada pela zaga e por Gil. Fim de jogo, vencemos... ufa!

Roteiro completou para um filme daqueles. O Rei de Pernambuco voltou, marcou, chamou a torcida para festa e foi o centro das atenções, junto com Rosembrick, é claro. Mas o nome do jogo mais uma vez foi Maycon.

Tudo perfeito? Obviamente não. Vencemos, quebramos um tabu quase infernal e ainda voltamos com força total para a briga por uma vaga no hexagonal do título. Mas o time continuou cometendo alguns erros e Humberto vai ter um trabalhinho para acertar os ponteiros. Principalmente quanto a finalização. Mesmo assim merecem destaque a melhoria do meio-campo e a volta aos bons tempo do futebol de Glauber. O que muitos não percebem, mas que faz uma grande diferença.

América venceu, Bala marcou, o time melhorou, estamos a quatro pontos do G2 e as esperanças se renovaram... dá até para sonhar com dias melhores essa noite!

América impecável

Novamente Tyffani foi um dos destaques da partida. (Foto: Robson Alves. Fonte: Uninassau/América)


O América recebeu o atual campeão da LBF e mostrou sua força, vitória por 12 pontos de vantagem.

O jogo foi quente, como deveria ser. O Uninassau/América começou melhor, mas acabou cedendo  e ficando atrás no placar do primeiro quarto. Dornelas enxergou além do resultado e manteve o mesmo time para o segundo período, resultado: América virou conseguiu manter a vantagem e chegou ao resultado final por 80 a 68.

Essa foi a sexta vitória do time Alviverde e também a quebra da invencibilidade da Americana, o que deu ao América a liderança isolada da competição. Esses objetivos foram conseguidos pela grande apresentação Alviverde, a despeito de alguns erros, e principalmente por mais uma grande atuação de Tyffani, que foi a cestinha da partida com 30 pontos.

O próximo jogo será também no SESC Santo Amaro na próxima quarta-feira, dessa vez contra o Barretos. 

sábado, 17 de janeiro de 2015

Jogão de basquete no domingo



Domingo cheio na agenda Esmeraldina. Basquete em super-confronto pela liderança.

O América recebe a Unimed/Americana para um confronto de tirar o fôlego. Invictas até agora no certame e com 100% de aproveitamento, as duas equipes fazem um tira-teima para ver quem é a melhor no momento.

De um lado as atuais donas do título da LBF. Do outro o América e seu super-time recheado de jogadoras de alto nível.

O jogo está marcado para as 10:00 hs da manhã deste domingo e para a entrada o torcedor levará apenas um 1 Kg de alimento não perecível. A casa para este super confronto é o SESC Santo Amaro. Lembrando que o jogo não terá cobertura da televisão. 

Muita coisa em jogo



América e Ypiranga entram em campo neste domingo em jogo cheio de curiosidades e novidades.

O Ypiranga, em melhor situação que o América, vem com força total para tentar superar o Alviverde e encostar na briga por uma vaga pelo hexagonal do título. Sua mais importante contratação foi regularizada, Rosembrick poderá estrear neste domingo nos Aflitos.

Por outro lado, o América também acertou as condições para Carlinhos Bala estrear e poderemos ver neste domingo um confronto entre os jogadores de uma das mais famosas duplas da história recente do futebol pernambucano. Mas além da possível atração Carlinhos Bala, o América tentará quebrar um tabu incômodo de nunca ter vencido o Ypiranga e ainda tem pela frente a obrigação de continuar lutando pela classificação. Mesmo remotas e reduzidas, as chances ainda existem e no mínimo, o time Alviverde tem que fazer o seu papel como mandante.

Humberto deverá ter a sua disposição mais jogadores para compor o time que entra em campo. As únicas ausências deverão ser a de Márcio e Jackson. Os demais ainda tiveram mais uma semana para recuperação, e mesmo como dúvidas, podem ser uma possibilidade.

E para dar um remate final nas novidades deste jogo, o mesmo será conduzido exclusivamente por mulheres. Talvez um dos primeiros na história do futebol pernambucano. Então, não faltam motivos para ir ao jogo neste domingo, mesmo que nosso time não tenha nos dado tantos assim para acompanhá-lo. 

Coluna Sérgio Serpa : Diretor ...!


Resolvi criar esta coluna para registrar histórias e estórias sobre o América !!! A primeira história vai ser uma homenagem aos diretores do América, vai começar a Coluna Sérgio Serpa!!
A primeira história não tem nada a ver com os meus amigos diretores, nem com o grande Serpa, o nome é um pouco inusitado, vamos ao Diretor Mijão!!!
O América passou, durante alguns anos, por diferentes cidades, sempre em busca de um estádio para jogar e o apoio de uma Prefeitura. Goiana, Bonito, Timbaúba, Vicência....foram cidades que abriram suas portas para o time alviverde do Recife.
O ano era 2006 e o América foi mandar seus jogos em Goiana, no estádio Agamenon Magalhães, sendo bem recebido na cidade, seja pela população, já que o estádio recebia um bom público, ou pela municipalidade!
Esta história tem Goiana como pano de fundo, porém, ela trata da convivência entre diretores e jogadores. Uma relação que vai do céu ao inferno rapidinho, quando o time está vencendo e o salário esta em dia, tudo é maravilha! Mas, quando uma coisa dá errada! É confusão!
No período das vacas magras, o salário atrasava um pouco, um pouquinho... Mas sempre havia promessas de bicho gordo, de regularização do salário e as cobranças!! Sei que em determinado jogo, um jogador dá entrevista na rádio e reclama do atraso de salários, do excesso de promessas e no final diz que no América só tem diretor cagão!!!
Rapaz, a confusão foi grande! Um diretor do time vai ao vestiário, cobra satisfação e exige respeito dos jogadores! Ninguém lembra se o homem era militar, secretário do município ou comerciante de Goiana, só lembram que o silêncio foi total!
Quando a situação parecia se acalmar surge o motorista do ônibus, que fazia o transporte de jogadores e dirigentes entre Recife e Goiana. O motorista pergunta a um jogador sobre o motivo da bronca e o atleta fala baixinho: "estão procurando um diretor cagão."
Em alto em bom som o motorista diz:
"- Cagão não tem não, mas, eu tô cansado de parar o ônibus para diretor mijão!".
Foi aí que se descobriu que tinha um diretor "bexiga frouxa", o homem tomava umas cervejinhas durante o jogo e na volta do time ao Recife pedia para o motorista parar na BR... ia urinar! De Goiana ao Recife irrigando os canaviais!!!



sexta-feira, 16 de janeiro de 2015

Domingo Verde e Branco



Neste domingo o torcedor Alviverde tá cheio de atração para acompanhar o Clube Querido.

Pela manhã estaremos em quadra no maior confronto até agora da temporada da Liga de Basquete Feminino. O América recebe a ACDF Unimed/Americana para o sexto jogo na competição e o embate tá todo apimentado. As duas equipes vão duelar pela liderança isolada do campeonato. O jogo está marcado para as 10:00hs, nos SESC Santo Amaro. E a entrada custa 1 quilo de alimento não perecível.

Depois de curtir o basquete e daquele almoço de domingo, o torcedor pode chegar nos Aflitos para curtir mais um jogo pelo campeonato pernambucano. O duelo será contra o Ypiranga, e embora nosso time não vá tão bem assim, há muito para ser disputado nesta partida.

Ainda dá tempo de participar da peneira



Ainda está em tempo de tentar uma vaga no time sub-21 do América. Os testes continuam acontecendo até a próxima segunda-feira (19/01). A peneira ocorre nos ginásios do SESC Santo Amaro e na quadra da Universidade Maurício de Nassau.

Para mais informações acesse o site da Uninassau/América.

quinta-feira, 15 de janeiro de 2015

E tome empate - Parte II

A partida de ontem apresentou dois momentos distintos, no primeiro momento ou primeiro tempo o América apresentou uma postura de jogo mais participativa, o time criava, se apresentava ao jogo e dava a entender que se o Atlético vacila-se o América marcava.
 Logo aos 2 minutos da partida Maycon entrou com velocidade e efetuou um disparo contra a meta do Atlético, o goleiro adversário desviou com as pontas dos dedos, foi escanteio. Na cobrança de escanteio Jackson cabeceou a bola perto do poste esquerdo.
Inicio do jogo!! o América mostrou para que veio!!
Bem , o Atlético resolveu mostrar que era o dono do tapete verde e revidou com duas bolas perigosas!! um chute e depois uma cabeçada!! Gil mostrou aos atacantes adversários que estava em forma, na realidade o goleiro Gil foi o melhor atleta em campo, reconhecido por todos que estavam no estádio.
O Atlético pressionava  muito,mas, o América demonstrava controle, tentando sair com rapidez com boas jogadas entre Kássio, Maycon, Misso, Deisinho e Jackson!Na pressão do Atlético houve uma discussão entre Vandinho do Atlético e Márcio, conclusão:os dois expulsos!!
No final do primeiro tempo depois de uma bela jogada de Maycon, Jackson inaugura o placar!!
Destaco a determinação do atleta esmeraldino que acreditou na jogada e acabou sendo recompensado com um gol!!
Falei em dois momentos, vamos para o segundo momento ou segundo tempo!!
O América entrou sem Kássio, ainda sentindo a velha contusão ou atingindo por uma nova lapada!
A postura do time foi diferente, na espera, foi sendo acuado pelo Atlético, que envolveu completamente o time alviverde. Aos 7 minutos, Cajá, empata o jogo!! Numa jogada de infiltração, envolve a defensiva verde e deixa tudo igual.
A pressão do Atlético foi grande, a torcida de Carpina apoiava muito o time mandante, tentaram até intimidar Jairo da Buzina!!
O goleiro Gil segurava a onda, na zaga David rasgava, mas, o time sofreu muito. O América saía no chutão ,tentando alguma coisa com Maycon ou com outro, de concreto, poucos chutes no gol.
No final devemos agradecer ao goleiro Gil pela atuação, o empate foi péssimo!!

E tome empate



Mais uma vez o América empatou um jogo. Agora as coisas estão ainda mais difíceis.

O América foi encurralado pelo Atlético no primeiro tempo, e se a frase tivesse terminado assim seria a melhor descrição da etapa inicial do jogo. Mas entrando em mais detalhes, antes de começar a pressão dos donos da casa o América ainda criou duas situações claras de gol. Uma delas desperdiçada por Jackson. O Atlético tentou de todas as formas chegar ao gol depois disso. Quando não parava na zaga, esbarrava no goleiro Gil, impecável. Mas foi o América quem marcou primeiro, Maycon lançou Jackson que finalizou no apagar das luzes do primeiro tempo, deixando o América à frente no marcador e dando uma ponta de esperança de uma vitória.

Mas essa esperança rapidinho se transformou em apreensão novamente. No retorno do segundo tempo o Atlético voltou pressionando e aos cinco minutos, em um cochilo do sistema defensivo veio o empate. Cajá marcou para os donos da casa. Quando todos esperavam um blitz do Atlético assim como no primeiro tempo, o que se viu foi um jogo mais equilibrado. O América, enfim conseguiu conter o ímpeto do Atlético e passou a criar mais. Mas a partida continuou empatada até o apito final. 

Mais um empate, agora são seis em todo o campeonato. Não perde, mas também não ganha e isso acaba complicando a vida do América que ainda sonha, mesmo com as possibilidades mais remotas, em chegar na briga pelo hexagonal do título. Muitos jogadores machucados, ainda alguns improvisos em setores importantes, meio-campo inoperante e ataque improdutivo.

Temos o pior ataque e a pior defesa do campeonato. Reflexo de um conjunto que não tem funcionado e quando algumas partes funcionam outras falham em excesso. Mesmo assim, o time até perdeu relativamente pouco, quando comparado com outros em condições melhores na classificação. Mas o número absurdo de empates tem atrapalhado os planos Alviverdes para 2015.

Agora a distância para o segundo colocado ficou ainda mair, são sete pontos de diferença, tendo doze ainda para serem disputados. Menos chances, mais ainda elas existem. Então os jogadores e comissão técnica tem obrigação de seguir lutando até o fim. Por que a nós torcedores só resta torcer e ainda acreditar, mesmo que com uma pontinha de desconfiança.

quarta-feira, 14 de janeiro de 2015

Americana vence na LBF e encosta no América

As atuais campeãs da LBF venceram nesta terça-feira e agora dividem a liderança da Liga com o América.



O jogo foi realizado ontem e a Americana venceu o Basquete Jaraguá por 94 a 62 e se manteve invicta na competição. A Americana chegou aos 10 pontos, mesma pontuação que a Uninassau/América. A ADCF/Unimed/Americana será a próxima adversária do América, em jogo marcado para o próximo domingo dia 18, no SESC Santo Amaro, às 10:00hs da manhã.

Para o torcedor Alviverde fica a dica de ir ao ginásio para curtir esse jogo, que promete ser um jogão.

Uninassau/América se reforça no sub-21

América contrata jogadora para o sub-21 já mirando a Liga de Desenvolvimento do Basquete, que se iniciar logo após a competição nacional.



A jogadora trazida por Dornelas e sua equipe é Nicolle Chirinda. Ela já chegou e vestiu a camisa Esmeraldina e está treinando entre o elenco em tempo integral no SESC Santo Amaro. A atleta vem do Mangueira/RJ e tem 18 anos. Embora jovem, já tem uma história sendo construída no basquete feminino. Ela já integrou a seleção nacional e participou do torneio que garantiu a seleção sub-18 no campeonato mundial.

Nicolle é pivô/ala e talvez até jogue a Liga Nacional.

Peneira para o sub-15 continua


As peneiras para o sub-15 continuam acontecendo em Maranguape 1.

As peneiras ocorrem sempre aos sábados no campo da Associação de Moradores de Maranguape I. O objetivo é selecionar atletas para o sub-15 do América, sendo assim estarão aptos para participar da peneira os nascidos nos anos de 2000, 2001 e 2002.

Quem tiver interesse deve ir ao Campo da Associação de Moradores de Maranguape I, às 7:30 hs, no próximo sábado e se apresentar para o teste com chuteira e calção, sem o emblema do América.