domingo, 4 de janeiro de 2015

Papo vazio



Nem sempre de grão em grão a galinha enche o papo. Mais um empate com gosto de derrota.

O América entrou em campo profundamente desfalcado. Novamente faltaram a presença de jogadores que poderiam ter ajudado o América e ainda se encontram machucados.

Mesmo assim, começou bem. Deyzinho recebeu um passe açucarado de Misso pelo setor direito do ataque, entrou fácil na área e finalizou com precisão. Placar aberto em favor do América, coisa rara no campeonato. O time tranquilo começou a tocar a bola e ainda criou algumas jogadas que com um pouco mais de atenção e menos preciosismo poderiam ter transformado o placar em números mais confortáveis. Mas ao invés disso o time começou uma sequência desastrosa de erros de marcação e saída de bola. Em uma dessas Rafinha recebeu um belo lançamento e cabeceou com firmeza para empatar. Antes do gol o América novamente perdeu Jaime, que saiu machucado depois de um choque onde teve a coxa pisada pelo adversário.

Até soar o fim do primeiro tempo foi um Deus-nos-acuda. Sofrimento cessado para a pausa do intervalo.

Veio o segundo tempo, Maurílio tirou Jackson, quem também saiu contundido e lançou Adriano. O jogo voltou um pouco mais equilibrado, mas menos criativo que no primeiro tempo. Muita briga pela bola, muitos erros de passe, muito chutão e nada de chances criadas. Pudera, Misso sozinho tentava articular algumas jogadas pelo meio, mas os erros de passe dificultavam o trabalho. Raros foram os lampejos de um futebol organizado e com toque de bola. Duas chances poderiam ter decidido o jogo: na primeira Deyzinho teve a bola do jogos nos seus pés mas finalizou mal e mandou pra longe quando esteve cara-a-cara com o goleiro. Na segunda uma boa jogada do Vera Cruz pela direita do ataque parou num defesa espetacular de Jorge. Mais uma vez o herdeiro do posto do lendário Lessa garantiu a pontuação Esmeraldina. Ainda fizemos mais uma última tentativa e nada.

Maurílio sem muitas opções entrou praticamente com o time reserva. Ainda perdemos Jackson e Jaime ao longo da partida. No jogo houveram mudanças táticas por várias vezes, mas sem efeito contundente. Dentro de campo, o time brigou e se doou, não faltou garra. Faltaram calma e competência.

Quarta-feira encararemos o Vera Cruz novamente. Maycon, Kássio, Douglas Silva, esperanças de melhorias no time ainda são dúvidas. E reforços recém-chegados, não poderão estrear pois a FPF não está funcionando para inscrição de jogadores até quinta-feira.

Ainda há chances de chegarmos, devido a combinação de resultados continuamos com três pontos de diferença da zona de classificação, mas precisamos vencer, pois nem sempre de grão em grão a galinha enche o papo.

3 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. O América precisa estruturar seu departamento médico.

    ResponderExcluir
  3. Vamos com tudo para Vitoria de Santo Antão!

    ResponderExcluir