domingo, 18 de janeiro de 2015

Yo no creo en brujas, pero que las hay, las hay!!

Na última quarta-feira, participei de um bate-papo "molhado" com Seu Otacil, Caetano, Jairo da Buzina e Carioca (amigo de Caetano), foi uma conversa de amigos após o jogo de Carpina.

Caetano foi diretor do América no período de 2004 a 2006, falou sobre as dificuldades vividas e a falta de sorte que persegue o América.

O assunto era no mínimo curioso, rendeu muito: bola na trave, jogador machucado, ônibus quebrado, bola que entrou e não foi validado, bola que não entrou e virou gol!!!

Diante desta verdadeira "zica"!!! resolvi espantar as mazelas!!! trouxe um pouco do Sal Salgado, um sal especial, preparado na fé daqueles que desejam boa sorte!!!
Foi jogado uma camada na entrada do estádio e no gramado dos Aflitos!!!

Não posso dizer que o América ganhou por causa disto, mas, tem um velho ditado

Yo no creo en brujas, pero que las hay, las hay!!
Na Força do Sal!!

0 comentários:

Postar um comentário