domingo, 31 de maio de 2015

A IMPORTÂNCIA DA BASE

O futebol brasileiro, e o pernambucano, passa por um período de incertezas e complicações.Quando penso nisso não me refiro aos casos recentes de corrupção ou fraudes que assolam o futebol mundial.

Me refiro a situação imposta a clubes de futebol do porte do nosso América, que só disputa uma única competição por ano, que neste caso é o campeonato pernambucano.

O nosso campeonato dura cerca de 3 ou 4 meses numa disputa quase no "escuro", já que a divulgação é minima. O custo para montar uma equipe é alto, já que incluem a contratação de atletas, a formação de uma comissão técnica, ter assistência médica, um campo de treino, material de treino, custos de manutenção, taxas de regularização do clube e dos atletas, salários e etc.

Os patrocínios vem diminuindo a cada ano!! O América não tem o apoio de nenhuma prefeitura ou governo. Uma parte destes custos eram minimizados graças a verba do programa Todos com a Nota, que vinha minguando....ano que vem poderemos não o ter!!

Como fazer futebol com pouco dinheiro e sem calendário?

Fui a procura do Professor Márcio Baião - especialista em Gestão Esportiva, Preparador Físico ,Coordenador de uma rede de Academias de Ginástica- discutir estas questões. Baião tem muita experiência no futebol profissional, trabalhando tanto na Paraíba como em Pernambuco, de acordo com ele a solução para estas questões nascem dentro do próprio clube, com a criação de um projeto de revelação de atletas.

Esta história eu já tinha ouvido antes!! Sendo cantada e decantada por vários clubes e até no próprio América. Márcio apresenta números e fatos que realmente mostram a diferença entre um projeto real e um projeto falho.

Ele cita a necessidade de ter um "Plano de Metas " a ser seguido pelo Clube, direção e comissão técnica.Os objetivos devem ser claros e com metas claras, sem chutar números que nunca serão alcançados.

Estes objetivos tratam desde a criação de uma estrutura de trabalho, do acompanhamento dos atletas ( em diferentes aspectos), do estabelecimento de metas e um plano de trabalho para " colocar determinados atletas na vitrine".

A conversa foi tão esclarecedora que estamos tentando criar uma rede de discussão e uma Palestra de Márcio Baião pelo Whatsapp.

Os interessados deixem um número para serem incluídos no grupo " Blog do Mequinha"

0 comentários:

Postar um comentário