terça-feira, 27 de dezembro de 2016

Ademir Cunha passará por (nova) reforma



Passaram pouco mais de cinco meses do ultimo jogo do America pelo Campeonato Brasileiro da Série D, quando o América foi derrotado por 2x0 para a equipe do Altos, em Teresina, no dia 31 de julho. Uma semana antes, o America fazia sua ultima partida em casa, no dia 24, saindo derrotado por 2x1 diante de seu torcedor. E depois de uma grande reforma realizada no Estádio Ademir Cunha, recuperando o gramado e a arquibancada do estádio municipal do Paulista, o Periquito retorna a Ademir Cunha vendo as condições do estádio bem diferente do que havia deixado. 

Durante este hiato do Campeão do Centenário longe das competições, ocorreram dezenas de jogos de várias equipes e jogos amistosos ou festivos sob a anuência da Federação Pernambucana de Futebol, que embora tenha participado da reforma realizada no primeiro semestre, não se preocupou em manter os cuidados mínimos com a praça esportiva com a realização destes jogos. De julho pra cá foram realizados partidas campeonatos de categorias de base, da segunda divisão do campeonato pernambucano e várias outras partidas, sem qualquer zelo com o que foi realizado para que o Ademir Cunha voltasse a ser uma praça esportiva com condições para realizar grandes jogos.

Acima Ademir Cunha em sua última partida dá Série D . Abaixo, atual estado | Fotos: Washington Vaz/Blog do Mequinha

Em suma, os quase quatro meses com portões fechados e que prejudicaram o América na segunda fase do Pernambucano foram em vão, pois o estádio está igual ou pior o que foi reclamado por parte da imprensa e que fez com que após o América jogasse em campo neutro após a terceira rodada da segunda fase. Pra quem vê de fora, até parece que não existiu reforma em 2016.

Com o gramado seco e com as arquibancadas e o fosso com mato e lodo, o América iniciou nesta terça-feira a recuperação do estádio, iniciando pela limpeza das arquibancadas e no reparo estético da pintura. Na quarta-feira será realizada a limpeza do fosso e, durante o restante da semana, será realizada a adubagem e a troca de pelo menos 100 metros quadrados de tapete de grama esmeralda.

O América fará sua estréia em casa dia 8 de janeiro, diante do Central, em partida válida pela segunda rodada na primeira fase do Campeonato Pernambucano. Até lá serão duas semanas de trabalho intensivo para deixar o Estádio Ademir Cunha com condições mínimas para atender as exigências da Federação Pernambucana de Futebol.





quarta-feira, 21 de dezembro de 2016

Até mais, Luciano Ribeiro



Nesta quarta-feira o auxiliar técnico Luciano Ribeiro fez sua despedida do America. E após duas temporadas, Ribeiro pede as contas, em um acerto amigável com a diretoria de futebol do clube. Ao que tudo indica, o agora ex-membro da comissão técnica do Mequinha será o novo treinador do Afogados da Ingazeira, clube sertanejo recém-promovido a divisão do elite do Campeonato Pernambucano.

Esta foi a segunda passagem de Luciano Ribeiro no Alviverde da Estrada do Arraial. Após uma passagem pra ser esquecida em 2010, o treinador voltou ao Campeão do Centenário com certo receio da torcida esmeraldina. A missão do treinador foi de comandar a equipe de juniores do Periquito no Campeonato Pernambucano SUB-20 de 2015 e por muito pouco não conquistou o título estadual. 

Em 2016 Ribeiro foi o técnico continuou no comando técnico do América nas categorias de base pela Copa São Paulo de Futebol Junior e também pelo estadual SUB-20. Pelo profissional, o técnico também participou da comissão técnica que participou do Campeonato Brasileiro da Série D e na segunda fase do Campeonato Pernambucano de 2016.

quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

América dá inicio a temporada 2017

Periquito volta ao Ademir Cunha com as atenções voltadas para 2017 | Foto: Tercio Trindade


O ano de 2017 já começou pro América. É bem certo que é feriado no Recife, Dia de Nossa Senhora da Conceição, mas pro América o feriado foi de muito trabalho, já com os olhos mirando a estreia no Campeonato Pernambucano, previsto para o dia 4 de janeiro, quando o América visita a cidade de Vitória de Santo Antão para sua primeira decisão.

No Ademir Cunha, o Periquito iniciou suas atividades sob o comando de Luciano Ribeiro, técnico das categorias de base do Alviverde da Estrada do Arraial e que voltará a ser o auxiliar técnico do time profissional. Sem poder contar com 100% do elenco em mãos, foram realizados atividades físicas, passe e movimentação, além dos trabalhos específicos com os goleiros. Ao todo, vinte jogadores trabalharam nesta manhã, a maioria vindo das categorias de base, contando também com alguns remanescentes da Série D, além de quatro novatos.

Nesta sexta-feira, o elenco volta a se apresentar na pela manhã para atividades em dois períodos na orla de Olinda, em Bairro Novo. E no sábado os atletas que estão disponíveis farão um trabalho de bola pela manhã, no Estádio Ademir Cunha, em Paulista.

sábado, 26 de novembro de 2016

AMERICA'S OLD PLAYERS: O ZAGUEIRO TOMIRES

            Hoje vamos lembrar de mais um grande jogador que vestiu no passado a camisa do América do Recife. Estamos falando do zagueiro Tomires de Souza Galvão, mais conhecido por apenas Tomires. O ex-zagueiro nasceu no dia 08 de fevereiro de 1928 na cidade alagoana de Barra de Santo Antônio (na época, um distrito da cidade de São Luiz do Quitunde), que fica na Região Metropolitana de Maceió e há 40 km de distância da capital do estado.
            Aos 16 anos, Tomires iniciou sua vida esportiva atuando no CRB de Alagoas, onde ganhou o apelido de cangaceiro devido à sua característica, que era de forte marcação e no clube regatiano ganhou o bicampeonato alagoano 1950/1951, sendo em 1950 contra o Esporte Clube Barroso e no ano seguinte contra o Ferroviário Atlético Clube. Em 1949, Tomires marcou o 8° gol na goleada do CRB sobre o Comércio Esporte Clube por 14x0, peça fundamental de um time formado por Bandeira; Divaldo e Miguel Rosas; Cacau, Tomires e Pedrosa; Zé Cícero, Arédio, Laxinha, Dario e Carlos Santa Rita.
CRB bicampeão alagoano 1951. Crédito: museudosesportes.blogspot.com.br/
            Ainda em 1951, transferiu-se para o América do Recife, onde compondo o esquadrão com Zé Paulo; Decadela e Dadá; Tomires, Pedrinho e Astrogildo; Isaías, Hamilton, Macaquinho, Neca e Dario, ajudou o clube a chegar ao vice-campeonato estadual em 1952, quando infelizmente perdeu para o Náutico, entretanto, em maio de 1953, o América derrotou o mesmo Náutico na final da Taça Benjamim Gonçalves, conquistando o troféu.
América do Recife em 1952. Tomires é o primeiro em pé. Crédito: Revista Esporte Ilustrado. 
            A Portuguesa de São Paulo foi o destino de Tomires em 1953, ano em que com o time do Canindé participou de excursão por Peru, Colômbia e Equador. O time formado por Muca; Valter e Djalma Santos; Nena, Renato e Lindolfo; Tomires, Brandãozinho, Julinho, Bento e Dias obteve resultados como o empate em 1x1 e as vitórias por 4x0 e 3x0 contra o Alianza Lima, as vitórias por 2x0 contra o Sport Boys e 3x1 contra o Universitário e o empate em 1x1 contra o Deportivo Municipal. O time luso seguiu para a Colômbia onde obteve vitórias sobre o Santa Fé por 4x2, sobre o Atlético Nacional por 4x1 e sobre o Millonários por 2x1 e empate sem gols contra o Santa Fé, o que lhe rendeu o título do torneio. O time voltou para São Paulo após vitória no Equador sobre o Barcelona de Guayaquil por 2x0.
            O Flamengo, campeão carioca de 1953, o levou para o Rio de Janeiro em 1954 e com Tomires no elenco, o rubro-negro do treinador paraguaio Fleitas Solich chegou ao título do Torneio Internacional do Rio de Janeiro de 1954 após golear La Coruña da Espanha por 4x1 e Fluminense por 5x2, com um time formado por Garcia; Tomires e Pavão; Servílio, Dequinha e Jadir; Joel, Rubens, Índio, Benitez e Zagallo. Em 1955, o Flamengo além de conquistar o bicampeonato do Torneio Internacional (venceu a dupla argentina Racing (por 2x1) e Independiente (por 3x0)), logrou também o tricampeonato carioca.
Tomires em pé junto com Dida e Zagallo (de branco) no Flamengo  dos anos 50. Crédito: museudosesportes.blogspot.com.br. 
            Em 1959, Tomires voltou a Pernambuco para defender o Sport do treinador Palmeira, onde encerrou a carreira em 1962, depois de conquistar o bicampeonato pernambucano, vencendo o Náutico em 1961 e o Santa Cruz em 1962, sendo peça fundamental no time formado por Dirceu; Nélson e Alemão; Leduar, Tomires e Nenzinho; Lanzoninho, Djalma, Renato, Betancourt e Elcir.
Tomires no Sport em 1962. Crédito: Revista do Esporte.

            Seu último clube foi o Treze de Campina Grande aonde chegou em 1963. No “Galo”, chegou ao título de campeão paraibano invicto de 1966, lucrando em 14 jogos, 12 vitórias e 2 empates, marcando 28 gols e levando apenas 5. O Treze campeão de 1966 alinhava com Augusto; Braga, Tomires, Djair e Romildo; Martinho e Soares; Lima, Lelé, Canhoto e Adeíldo. Após encerrar a carreira em 1967, trabalhou no setor administrativo do Sport e depois como taxista no Rio de Janeiro. Tomires faleceu em 10 de junho de 1998. 
Tomires (o último em pé) no Treze/PB em 1964. Crédito: museudoesportedecampinagrande.blogspot.com.br.

sábado, 20 de agosto de 2016

Juniores de América e Sport se reencontram na Ilha


Na tarde deste sábado Sport e América se reencontram na Ilha do Retiro pelo Campeonato Pernambucano de Juniores. Campeão e vice-campeão, respectivamente as duas equipes retornam a campo pela primeira vez, após o empate em 0x0 que definiu o titulo estadual da categoria na temporada passada.

Em partida válida pela segunda rodada da segunda fase do Campeonato Pernambucano, o América foi o único vitorioso na rodada de estreia, vencendo o Salgueiro por 2x0 no Ademir Cunha, ambos os tentos marcados por Jonatas Rey. Já o Sport vem de um empate fora de casa contra o Porto, em Caruaru.

Para a partida de logo mais, FPF escalou o árbitro Alexsandro Rodrigues e os assistentes Ricardo Bezerra Chianca e Fabricio Leite Sales. Com entrada franca, Sport x América se enfrentam às 15 horas, na Ilha do Retiro.

sábado, 13 de agosto de 2016

Vai começar a segunda fase do sub 20

América estreia essa semana contra o Salgueiro em Paulista a sua luta no quadrangular por uma de duas vagas que pode levá-lo à semifinal do PE sub 20. O jogo é válido pelo grupo F, que além de América e Salgueiro tem Porto e Sport.

O time Alviverde vem mostrando evolução desde sua partida inaugural no certame contra o Santa Cruz. Dessa forma a expectativa é que esteja forte para o duelo contra o Salgueiro nesta tarde. E tem que estar, pois o time sertanejo foi absoluto no seu grupo D, na primeira fase. Alguns jogadores que serviram ao futebol profissional e ainda fazem parte do elenco sub 20 do América devem reintegrar o time a partir de agora enquanto não são negociados. 

A torcida Alviverde pode acompanhar o jogo neste sábado a partir das 15:00 hs. O jogo será arbitrado por Diego Lima com o auxílio de Cleberson Leite e Gilberto Farias.

quinta-feira, 11 de agosto de 2016

PARTICIPE! Sorteio de uma camisa do América!



A turma do Blog do Mequinha, junto com a AMA (Associação Amigos do América) resolveu dar uma forcinha para o América. Por incrível que pareça, os custos para participar do SUB-20 consegue ser superior a Série D do Campeonato Brasileiro, isso porque os custos de viagem e hospedagem onde na competição nacional são arcados pela CBF, no estadual de Juniores são arcados pelo clube.

Classificado para segunda fase do Campeonato Pernambucano SUB-20, o América terá pela frente viagens para para o sertão e agreste, para enfrentar o Salgueiro e o Porto de Caruaru. Pensando em minimizar estes custos, nós que formamos um grupo de torcedores resolvemos arregaçar as mangas e fazer algo. Enfim, conseguimos uma camisa de jogo do América utilizada nas temporadas 2015 e 2016 fornecida pela Garra Team e ela será rifada ao valor de R$ 5 (cinco reais).

Quem quiser participar, a forma de pagamento é bem simples, pelo PagSeguro, dando condições de fazer o pagamento através de um boleto bancário ou débito em conta! E o sorteio será realizado no dia 27 de agosto. Iremos entregá-la em qualquer local do Brasil, sem custos de frete ao ganhador! Esperamos o apoio de todos que nos acompanham neste espaço e que assim como nós nutrem um carinho especial pelo América.

sábado, 6 de agosto de 2016

Clássico da Amizade nos juniores

Juniores volta ao Estádio Ademir Cunha, desta vez diante do Santa Cruz | Foto: Marcia Wanderley

O futebol profissional terminou sua temporada na ultima semana, com a eliminação do America diante do Altos-PI na segunda fase da Série D, no entanto, os juniores do Campeão do Centenário segue firme no Campeonato Pernambucano SUB-20. E neste sábado o time liderado pelo técnico Valter Mendes recebe o Santa Cruz, no Ademir Cunha.

Garantindo classificação de forma antecipada na ultima rodada diante do Belo Jardim, fora de casa, a equipe esmeraldina faz neste sábado sua ultima partida pela primeira fase do campeonato de juniores. Diante da equipe coral, o America não fará nada menos que cumprir tabela, já que o Santa Cruz é o líder do grupo e não terá superado em numero de pontos mesmo se o Periquito vença os tricolores. Com o Santa Cruz somando nove pontos no grupo C, o América chega a apenas sete pontos, caso vença o Clássico da Amizade neste sábado.

Com o time profissional parado, alguns atletas voltarão para a equipe SUB-20. Trata-se dos goleiros Ruan e Lucas (que revezavam a reserva de Geaze pela Série D), o lateral direito Da Silva, o zagueiro Miranda e o meia Jonatas Rey. Para essa partida, a Federação Pernambucana de Futebol escalou o arbitro Ricardo Jorge dos Anjos e terá como assistentes Francisco Chaves e Marlon Rafael.

América e Santa Cruz se enfrentam neste sábado, às 15 horas no Estádio Ademir Cunha. A entrada é franca.

segunda-feira, 1 de agosto de 2016

Não deu



Não conseguimos levar adiante o sonho de chegar à fase final da série D 2016. O Altos sacramentou a eliminação Alviverde com uma vitória por 2 a 0 e selou o destino do clube na competição.

O jogo foi mais uma prova da superioridade do Altos na campeonato. O time piauiense mesmo com a vantagem para a classificação se mostrou mais incisivo no ataque. E logo nos dez primeiros minutos criou boas situações de gol. O América equilibrou o jogo, mas próximo do fim do primeiro tempo o time da casa abriu o placar. No segundo tempo a história se repetiu. O Altos foi para cima, o América equilibrou mas ofereceu pouco problema à defesa do Altos e nos minutos finais sofreu mais um gol.

Infelizmente não foi o resultado que a torcida Alviverde gostaria. No entanto, há algo o que comemorar. O América chegou desacreditado para a competição, fez um elenco com uma grande restrição orçamentária mas se mostrou consistente. Passou da primeira fase em um grupo equilibrado com o Sousa, Globo-RN e Galícia. Para muitos os times estavam acima do América e nem de longe éramos cotados para avançar de fase. Foi difícil, mas o time soube aproveitar o seu bom momento e as falhas dos adversários. Na segunda fase amargamos duas derrotas. Mas o time do América no Ademir Cunha mostrou grande poder ofensivo que só foi obliterado pelos erros de finalização.

Paulo Jr. montou um time jovem que basicamente teve um eixo do primeiro ao último jogo, sofrendo as maiores mudanças no ataque. Procurou escalar quem se saia bem nos treinos e sacrificou até aquele que era uma das peças mais experientes e em quem mais a torcida depositava a sua confiança: Branquinho. Se não foi inteiramente compreendido pelo menos ficou muito claro que as opções foram as mais coerentes possíveis. O mais interessante é que o elenco inteiro se mostrou competitivo e deve ser levado em consideração na montagem do time para o PE 2016.

Hoje é um daqueles dias de ressaca ruim. Mas a tristeza acaba muito em breve. Pois quem faz o América vai ter bastante trabalho para os próximos meses em reorganizar a estrutura do clube e preparar tudo para os próximos desafios.

domingo, 31 de julho de 2016

Vitória e classificação



O América foi até Belo Jardim e arrancou uma vitória simples. Foi o suficiente para conseguir o primeiro objetivo na competição.

O jogo em Belo Jardim foi neste último sábado. E mesmo com o time da casa criando dificuldades Lucas Homem de Pedra marcou o gol que selou a vitória e de quebra garantiu a classificação Americana para a próxima fase da competição.

Agora o América joga na próxima semana contra o Santa Cruz no Ademir Cunha. Como o Santa está contabilizando nove pontos e o América quatro, mesmo com uma vitória Alviverde a classificação vai terminar com o América na segunda colocação do grupo C.

Dessa forma, caso as projeções se confirmem nos outros grupos o América deverá integrar um quadrangular com Central (confirmado como 1º do grupo B), Salgueiro (confirmado como 1º do grupo D) e Porto ou Vitória. 

A hora da verdade


Chegou o dia do grande jogo. Como tem sido ao longo dos meses um momento crucial e decisivo a mais para a vida do América em 2016. A tarefa é complicada, mas a esperança é muito maior.

O Altos deu provas de sua força no último jogo. Mas mostrou também que joga aberto e o América aproveitou as aberturas para criar diversas situações de gol. Então para o Altos nenhuma novidade. O time está cada vez mais consistente e forte. Nesse domingo, ainda, tem o famoso calor piauiense jogando com eles.

O América recuperou alguns desfalques. Dentinho está à disposição para Paulo Jr. Mas sem dúvidas a boa notícia é o retorno de Márcio que cumpriu suspensão. Paulo Jr. terá como opções no ataque repetir o time do último jogo ou entrar com Branquinho no ataque, já que ele terminou muito bem a última partida e tem estrela para momentos decisivos. E a torcida Americana torce e muito por essa estrela. O América chegou ontem ao Piauí, treinou e está descansando para o jogo.

Agora é hora de decidir. A matemática não está ao nosso favor depois da derrota do domingo. Precisamos de um resultado favorável com dois gols de diferença para passar de fase. Qualquer empate favorece o Altos. A tarefa é complicada, mas o time no último jogo deu sinais de que brigará até o fim. E isso já nos enche de muita esperança.

sexta-feira, 29 de julho de 2016

Juniores em busca da primeira vitória

Equipes de Belo Jardim e America voltam a se enfrentar no SESC Mendonção | Foto: Marcia Wanderley

Sábado tem América em campo pelo Campeonato Pernambucano SUB-20. Ainda sem saber o que é vitória na competição, o time liderado pelo técnico Valter Mendes vai até Belo Jardim enfrentar a equipe de mesmo nome, pela quinta rodada na primeira fase da competição. 

A ultima partida do Periquito no certame aconteceu justamente diante do Belo Jardim, com um empate sem gols no Ademir Cunha, folgando na quarta rodada. Já o próximo adversário do Alviverde de Casa Amarela vem de goleada por 9x0 diante do Santa Cruz. Para esta partida o técnico Valter Mendes deverá contar novamente com o zagueiro Miranda, expulso na partida de estréia contra o Santa Cruz no Arruda.

A partida entre Belo Jardim e América acontecerá neste sábado, às 15 horas, no SESC Mendonção. Atualmente com as duas equipes dividindo a vice-liderança com um ponto somado, quem vencer neste sábado praticamente garantirá sua classificação para segunda fase do estadual de Juniores.

quinta-feira, 28 de julho de 2016

Trio de árbitros paraenses em Teresina

Arbitro Andrey da Silva comandará Altos-PI x América, em Teresina| Foto: Marcelo Seabra/O Liberal 


Na tarde desta quarta-feira, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) divulgou a escala de árbitros para a partida entre Altos-PI x America, que será realiza neste domingo, às 16h, no Estádio Lindolfo Monteiro, no Piauí

Para a partida que marca o jogo de volta na segunda fase da Série D, a CBF sorteou um trio paraense. O árbitro principal será Andrey da Silva (PA). Andrey da Silva e Silva é professor e tem 38 anos. Formado como árbitro desde 1999, já atuou em duas partidas nesta Série D. Ao seu lado estarão os assistentes Heronildo Freitas (PA) e José Ricardo Guimarães (PA). O quarto árbitro será Antonio Santos Nunes (PI).

CAMPEONATO PERNAMBUCANO SUB-20: A Federação Pernambucana de Futebol também divulgou a escala de árbitros para quinta rodada na primeira fase do estadual de juniores. Para a partida deste sábado entre Belo Jardim x América - às 15h no SESC Mendonção - o árbitro Diego Fernando Silva de Lima foi escalado, ao lado dos assistentes Welson Pereira da Silva e Ailton José dos Santos Júnior.

domingo, 24 de julho de 2016

Ficou mais difícil

América é o último representante do estado na série D. Foto: Blog do Mequinha | Jefferson Maciel

O resultado não foi o que se esperava e acrescentou mais dificuldade para a caminhada rumo ao acesso do América. A derrota desta tarde por 2 a 1 para o Altos deu ao time do Piauí uma vantagem larga na corrida pela classificação para a próxima fase.

O jogo começou intenso. O Altos partiu para o ataque mas foi barrado pelo sistema defensivo Alviverde. Em duas jogadas de contra ataque o América por muito pouco não chegou ao gol. Em uma dessas jogadas Dida salvou o Altos. O América ainda teve mais uma chance de gol antes de ver Manoel, o principal artilheiro da competição, aproveitar o vacilo da zaga Alviverde e abrir o placar. No prejuízo, o Mequinha buscou manter a pegada enquanto o Altos equilibrava o jogo e tentava cadenciar o ritmo. Mas Jackson foi derrubado na área após pegar o rebote de um chute de Bambam e o pênalti foi marcado. Fernandinho empatou. O América seguiu tentando e criando mais oportunidades enquanto lutava para se safar da boa movimentação do Altos no ataque.

Em um lance polêmico o jogo foi decidido. Tiaguinho aproveitou uma bobeira da zaga Alviverde e marcou o tento que decretou o resultado final da partida. O lance foi polêmico pois haviam duas bolas em campo e o jogo deveria ter parado. Por um lance de imaturidade e desatenção, a zaga falhou e o Altos chegou ao segundo gol nos últimos minutos do primeiro tempo.

Na segunda etapa o América tentou pressionar. O técnico Lancuna fez substituições que deixou o bom sistema defensivo do Altos ainda mais forte. Mesmo sem a intensidade necessária, o América dominou a posse de bola e criou diversas oportunidades de gols até os últimos instantes da partida. Mas por outro lado se expôs ao contra ataque e viu o Altos chegar com perigo e claras oportunidades de ampliar o marcador. Fim de jogo e uma derrota com um peso significativo.

Foi uma tarde diferente. A equipe jovem e antes desacreditada do América enfrentou um time forte e experiente. E as diferenças se refletiram essencialmente naquilo onde de fato um é mais forte e outro mais fraco: o ataque. Enquanto a ineficiência na finalização por parte do América foi a causa da derrota, mais uma vez o time piauiense mostrou sua precisão na hora H.

Agora, é hora de torcer. A derrota deu uma vantagem gigantesca ao Altos, mas até eles reconheceram o potencial do jovem time Americano e já deixaram claro que nada está definido. Se eles pensam assim, imagine nós que vestimos verde, a cor da esperança.

sábado, 23 de julho de 2016

Um outro campeonato vai começar



Passada a euforia da classificação histórica do último domingo chegou a hora do choque de realidade. Vai começar literalmente outro campeonato. O mata-mata vai iniciar e o desafio é muito grande.

O nosso adversário é o Altos do Piauí. Um das melhores campanhas da primeira fase e o melhor ataque de toda competição. Um desempenho em campo que reflete um time bem montado e que soube mostrar toda a sua superioridade ante seus adversários, fragilizados de uma forma ou de outra. Quase todos os jogos foram verdadeiras goleadas. E para apimentar o confronto, do outro lado Carlinhos Bala, nosso conhecido, é uma das peças fundamentais dessa campanha do time piauiense.

Mas o América mostrou que não é meramente um fogo de palha. O time se classificou mesmo numa chave muito equilibrada, onde estavam equipes fortes e tradicionais como o Globo e o Sousa. Este último foi o adversário direto pela classificação conseguida ponto a ponto, gol a gol, na raça. Mas para este jogo o América contará com novidades. Algumas delas nem tão boas assim. Márcio é desfalque certo para a partida por estar com três cartões amarelos. Dentinho, que teve boa participação no último jogo, deve também desfalcar o time por ter se machucado ao longo da semana. Mas, um reforço conhecido chegou para se juntar ao elenco e está em condições de jogo. Bambam pode ser um dos estreantes da tarde.

Agora a história é outra. Mais decisões. A série D não dá espaço para respirar é emoção do começo ao fim e este domingo promete mais emoção ainda. Vencer o Altos não é tarefa fácil, mas pode ser um passo considerável para sacramentar uma caminhada firme rumo ao sonho do acesso.

A torcida tem que comparecer.

sexta-feira, 22 de julho de 2016

Arbitragem de América x Altos-PI definida

Arbitro paulista no Paulista | Foto: Gazeta Press

A Comissão de Arbitragem da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) realizou o sorteio dos árbitros a assistentes que irão atuar na partida de ida, pela segunda fase do Campeonato Brasileiro Série D. O sorteio foi realizado nesta ultima quinta-feira, na sede da CBF.

Para partida entre América e Altos-PI o arbitro sorteado foi José Claudio da Rocha Filho, de São Paulo. O arbitro será auxiliado pelos paraibanos Oberto Santos da Silva e Kildenn Tadeu Morais de Lucena. O quarto árbitro da partida será Gleydson Ferreira, de Pernambuco.

América e Altos se enfrentam neste domingo às 16h no Ademir Cunha. Os ingressos já estão definidos ao valor de R$ 10 e serão vendidos horas antes da partida, nas bilheterias do estádio.

quinta-feira, 21 de julho de 2016

AMERICA'S OLD PLAYERS: O GOLEIRO NAÉRCIO

          America’s Old Players hoje vai relembrar a passagem de mais um dos grandes atletas que já vestiram a camisa do América do Recife. Trata-se do goleiro Naércio, que defendeu o arco americano na década de 1970.
            Naércio Corrêa Gayão Filho, nasceu no Recife no dia 6 de maio de 1947 e viveu sua infância na capital pernambucana. O jovem goleiro Naércio começou sua vida esportiva no juvenil do Náutico em 1965, de onde se transferiu no ano seguinte para o juvenil do Santa Cruz compondo o quadro de aspirantes até o ano de 1968, quando subiu ao elenco de profissionais.
Goleiro Naércio no Santa Cruz de 1968.
Neste mesmo ano, fez parte da lista de pré-convocados para a Seleção Brasileira que disputaria as Olímpiadas de 1968 na Cidade do México e no ano seguinte, fez parte do elenco do Santa Cruz, que acabou com a hegemonia do time de Rosa e Silva.  O então goleiro reserva do time tricolor entre 1968 e 1970, fechou acordo em 1971 para defender as cores do time da Estrada do Arraial e ficou até o ano de 1973.
            Com a camisa esmeraldina, Naércio participou de grande partidas, entre as quais, pode-se citar a vitória do América por 2x1 contra o Botafogo da Paraíba no dia 11 de novembro de 1972 no Estádio da Ilha do Retiro pelo Campeonato Brasileiro da Segunda Divisão e a vitória do América por 4x0 contra o Íbis no dia 7 de abril de 1973 no Estádio da Ilha do Retiro pelo Campeonato Pernambucano.

            Depois de retornar ao time do Arruda, Naércio assinou acordo para vestir, no Campeonato Pernambucano de 1974, as cores do Clube Ferroviário do Recife, onde encerrou a sua carreira. Formado em economia pela Universidade Federal de Pernambuco em fins de 1973, o ex-goleiro do América passou a ser corretor de imóveis aqui mesmo em Recife. 

terça-feira, 19 de julho de 2016

O bom filho a casa torna



Bambam é o mais novo esmeraldino para somar no prosseguimento da Série D. O atacante de 22 anos chega para ser mais uma opção no ataque do Periquito. 

Com passagens recentes pelo Doze-ES, Ypiranga-PE e Boa Esporte-MG, Claudivan dos Santos Bezerra retorna ao Campeão do Centenário pela categoria de base. Sua estréia no SUB-20 foi na partida quinta rodada da primeira fase. Naquela oportunidade o América venceu por 3x0 o Vera Cruz no Carneirão, com Bambam marcando o ultimo gol alviverde aos 37 minutos do segundo tempo. Ao todo, foram 15 jogos disputados pelo juniores e 8 gols marcados.

O atacante já está integrado ao elenco e pode ser opção para o técnico Paulo Junior na primeira decisão contra o Altos-PI.

Atacante já defendeu o América em 2014, pelo estadual de juniores | Foto: Marcia Wanderley

Digno de nota

No meio de tantas emoções deste fim de semana uma notícia boa chegou de além-mar. Nossa jovem revelação Yuri estreou pelo Acadêmica Coimbra jogando como titular em amistoso e de quebra marcou um gol que garantiu o empate contra o Tondela na fase de preparação do time português para o campeonato nacional.

Parabéns ao zagueirão formado na base Alviverde e todos contam com o sucesso dele, que pode ser uma porta aberta para o futuro dele como profissional e do América como clube sustentável. Também tá chegando a hora de outras jovens promessas despontarem e se inserirem em outros mercados.


segunda-feira, 18 de julho de 2016

Noite histórica

Elenco deste domingo que junto com outros nos levaram à classificação. Blog do Mequinha | Jefferson Maciel

O enredo de uma noite sem precedentes estava traçado mesmo antes da bola rolar. O que aconteceu no jogo e o resultado só acrescentaram mais emoção à história.

O América sabendo de seu compromisso e empenhado na vitória entrou com tudo. O começo fulminante não poderia dar em outra. Aos três minutos o América teve sua primeira chance de abrir o placar com Túlio, mas Gutierrez fez uma grande defesa. Não demorou e Iranílson abriu o placar. Logo em seguida Túlio invadiu a área, foi deslocada e sofreu pênalti. Fernandinho foi pra bola e ampliou. O América seguiu pressionando em busca do terceiro gol e quase marcou novamente se não fosse o paredão do Galícia. Em seguida veio o primeiro susto. O árbitro marcou pênalti, mas voltou atrás pois o bandeira havia invalidado o lance antes.



Após os protestos do time do Galícia e muita confusão que resultou na expulsão de um dos integrantes de sua comissão técnica, veio o apagão do Cunhão. Com metade dos refletores apagados as duas equipes sofreram uma pausa de cerca de vinte minutos. Apreensiva e aguardando o retorno da partida a torcida Alviverde divida suas atenções com o jogo no Rio Grande do Norte que terminara o primeiro tempo com o marcador zerado.

A bola voltou a rolar depois de restabelecida a iluminação do estádio. Não demorou e Márcio cometeu outra penalidade. Dessa vez válida ela foi convertida em gol para desespero da torcida que via o time Alviverde mais desligado ao passo que o Galícia crescia cada vez mais no jogo. Efeito do intervalo forçado da partida. O primeiro tempo foi embora com o time da boa terra pressionando e o América tentando sair nos contra ataques.

O segundo tempo veio para fazer qualquer coração parar. Enquanto os minutos no jogo do Rio Grande do Norte eram contados ansiosamente pela torcida do América, em campo o time oscilava em momentos bons no ataque e sofrimento com pressão do Galícia. E foi assim até os 47 minutos, quando o resultado da outra partida já estava decretado e o Galícia quase chega ao gol se não fosse uma defesa sensacional de Geazi após um lindo chute de fora da área.

Classificados. Contra todos os prognósticos que se baseiam mais numa imagem já superada do clube do que necessariamente na qualidade de seu elenco e na determinação de todos que se esforçam para colocar o time em campo. O América é isso, luta até contra a má vontade alheia e os pré-conceitos dos que entendem muito de futebol. 

Agora o campeonato é outro. Mata-mata. Temos pela frente aquele que foi o melhor time da competição com o melhor ataque e que teve mais vitórias, o Altos do Piauí. Nada fácil, mas até agora não enfrentamos nenhuma facilidade.

Mas agora é hora de aproveitar esse ótimo e histórico momento e comemorar. Nossa torcida e jogadores merecem.


FICHA TÉCNICA: América 2x1 Galícia-BA
AMÉRICA: Geaze; Iranilson, Rafael, Marcio (Danilo Quipapá) e João Victor; Leo Henrique, Messinho, Janderson e Fernandinho (Branquinho); Dentinho e Tulio (Gláuber) | Técnico: Paulo Junior

GALÍCIA: Gutierre; Ede, Lucas, Allan e Mota; Marcus, Oton (Eduardo), Igor (Caio Henrique) e Nem (Christian); Filipe e João Carlos | Técnico: Antonio Carlos Mendes

GOLS: Iranilson 2"1T; Fernandinho 13"1T (America); Filipe 32"1T (Galícia)
AMARELOS: Marcio, Geaze e Messinho (America); Marcus e Oton (Galícia)

sábado, 16 de julho de 2016

Foi empate, mas o América perdeu



América e Belo Jardim não saíram do 0 a 0 nesta tarde de sábado em Paulista. Para os visitantes foi uma verdadeira vitória. O resultado pode complicar a briga pela classificação Alviverde.

O América pressionou todo o tempo, mas se mostrou ineficiente no ataque. Criou muito e finalizou pouco e quando o fez foi sem qualidade. O mais interessante é que o time jogou com um jogador a mais desde metade do primeiro tempo e não soube aproveitar os espaços deixados pelo Belo Jardim. Por volta dos 18 minutos da etapa inicial, em um contra ataque Americano, o goleiro Renato do Belo Jardim interceptou a bola da forma clássica como todo goleiro faz, só que fora da grande área. Motivo para o cartão vermelho direto. Mas como já disse, o América não soube aproveitar e desperdiçou a oportunidade de construir uma boa vitória ao barrar num bem montado e determinado time do agreste pernambucano.

O empate manteve a classificação de antes da partida. O Santa Cruz ainda lidera e em seguida vem o América que está em segundo pelo saldo de gols. Vale lembrar que esta primeira fase classifica dois times dentre os três. O próximo desafio da base está marcado para o dia 30 de julho, novamente contra o Belo Jardim, só que no SESC Mendonção.

FICHA TÉCNICA: América 0x0 Belo Jardim
ESTÁDIO ADEMIR CUNHA, Paulista - 16/07 15h - 3ª rodada
ARBITRAGEM: Anderson Freitas; Fernando Antônio e Rafael Rodolfo

AMÉRICA: Lucas Henrique; Wellington Popila (Neguinho), Gabriel, Alemão (Rômulo) e Weslley; Rômulo Pompila, Breno, Carlos Antônio (Nilton Papel) e Zinho (Fillipi); Juninho Caetano e Vandio (Gustavo Henrique) | Técnico: Valter Mendes

BELO JARDIM: Renato; José Edson, Calumbi, Matheus (Cleyson) e Hernon (Roberto); Jonatan, Darley (Renan), Valdeir e Alexandre (Junior); Bruno (Everton) e Robervanio | Técnico: Luciano Velozo

AMARELO: José Edson (Belo Jardim)
VERMELHO: Renato (Belo Jardim)

A hora da verdade



Mais uma vez este ano o América está diante de uma decisão que é histórica, o que nos deixa muito felizes. Histórica pelo adversário com uma linda tradição e pelo momento, a primeira vez que estamos em um campeonato nacional depois de tantos anos. Agora é hora de saber se seguimos na luta do sonho do acesso ou se ficamos no caminho.

Nosso adversário vem embalado por dois bons jogos, um que culminou com uma "surpreendente" vitória diante do Globo. Surpreendente para o distraído, pois mesmo perdendo para o Sousa o Galícia havia feito uma grande partida e diante do Globo, na semana passada, ratificou sua evolução e mais ainda, colocou fogo na disputa pela classificação no grupo A7. Mas o Galícia não tem mais chances de avançar para a segunda fase.

O América parece estar no caminho inverso. Perigosamente e assustadoramente para a torcida Alviverde. Depois de um começo fulminante e muito consistente o time sentiu a pressão contra o Globo e o Sousa. Mas o jogo do último sábado não pode ser tomado como referência. Os fatos lamentáveis durante a partida, não registrados pelo árbitro mas pelo Blog do Mequinha, tiveram sua influência crucial no resultado.

Sem grandes novidades Paulo Jr. deverá repetir o time básico dos últimos jogos e apostará suas fichas num esquema mais ofensivo, treinado ao longo da semana. Mas certamente as variações táticas não serão tão profundas assim. O América não pode pensar em outro resultado que não seja a vitória. Todos os esforços são necessários. Vencendo, o Alviverde torce para o Sousa não triunfar diante do Globo, em Ceará-Mirim.

O torcedor tem motivos de sobra para comparecer e alguns não relacionados com o jogo em si. Mas quem tem qualquer afinidade com o América  tem milhões de motivos para trazer sua esperança para as arquibancadas do Ademir Cunha nesta tarde-noite de domingo.


sexta-feira, 15 de julho de 2016

América na luta pela recuperação pelo sub20

Neste sábado o América estará em campo contra o Belo Jardim pela sua segunda partida do campeonato pernambucano sub20. Os dois alviverdes buscam a recuperação.

Ambos vem de derrota para o Santa Cruz. O América ocupa a segunda colocação por conta do saldo de gols e vai atrás de uma recuperação que o consolidaria na posição dando tranquilidade para trabalhar pela classificação para a segunda fase.

Miranda é o desfalque certo, pois foi expulso na última partida contra o Santa Cruz. O que, aliás, fragilizou o esquema tático do time levando-o a derrota. Dessa forma, o time de Luciano Ribeiro deverá ter a mesma formação inicial do último jogo.

O encontro entre os dois alviverdes será neste sábado às 15 horas no estádio Ademir Cunha. Vale a pela conferir pois a base é o nosso futuro.

quinta-feira, 14 de julho de 2016

Sorteio de brindes será realizado em América x Galícia-BA

Diretoria do Periquito promoverá sorteios de prêmios no intervalo de jogo | Foto: Washington Vaz

Domingo o América tem um importantíssimo compromisso pela última rodada na primeira fase da Série D. Diante do Galícia-BA, o Alviverde da Estrada do Arraial tem a obrigação de vencer e o time soteropolitano e torcer por uma combinação de resultados na outra partida do Grupo A7, entre Globo-RN e Sousa-PB em Ceará-Mirim para avançar para a segunda fase do certame. 

Para isso, o Mecasso quer o apoio da torcida nas arquibancadas do Ademir Cunha e, além de manter o valor do ingresso no preço mínimo permitido pelo regulamento da competição, irá realizar também o sorteio de vários brindes nos intervalos dos jogos no estádio de Paulista. Entre os brindes, diversos produtos estarão entre os prêmios: serão bolas oficiais, bicicletas, camisa de jogo, jantar com acompanhante, cesta de produtos, dentre outros.

Para concorrer aos prêmios, o torcedor deve comprar o ingresso para a partida e guardar o canhoto, onde há um número para poder participar do sorteio. Os brindes foram doados por parceiros solidários ao clube e serão sorteados no intervalo do jogo. Com valor de R$ 10, os ingressos para América x Galícia serão realizados horas antes da partida, nas bilheterias do Estádio Ademir Cunha. 

Arbitragem de América x Galicia com Lennon McCartney

O beatlemaníaco assistente será o bandeirinha no Ademir Cunha | Foto: Google Images


Na semana do Dia Mundial do Rock o América foi apreciado com uma arbitragem um tanto inusitada. Para a partida contra o Galícia, que vale classificação para segunda fase da Série D do Brasileirão, o América contará com árbitros "roqueiros", ao menos no nome...

Para domingo, a CBF escalou o árbitro Dyorgines Jose Padovani, do Sergipe. O Padovani tem nome do ex-baterista da banda britânica The Police será auxiliado por nada menos que alagoano Lennon McCartney. Além do beatleamaníaco bandeirinha, a partida contará também com Maxwell Rocha, também vindo das Alagoas. Como árbitro reserva, o pernambucano Giorgio Wilton (vai lá, quase de longe lembra George Harrison) será o árbitro reserva.

América e Galícia se enfrentam neste domingo às 18h no Ademir Cunha. Os ingressos já estão definidos ao valor de R$ 10 e serão vendidos horas antes da partida, nas bilheterias do estádio, com sorteio no intervalo do jogo de bicicleta, bolas oficias, cestas de produtos e um jantar com acompanhante.

segunda-feira, 11 de julho de 2016

Ficou tudo pra última rodada

América perde no sertão paraibano e classificação fica para ultima rodada | Foto: Tercio Trindade

Sábado foi dia Sousa e América pela penúltima rodada na primeira fase da Série D. Até então vice-líder do Grupo A7, o Campeão do Centenário necessitava de um empate para ficar com um pé dentro da segunda fase. Pensando desta forma, o time montado pelo técnico Paulo Junior foi para o Marizão com a proposta totalmente defensiva, quase um ferrolho suíço. Quase, pois infelizmente o ferrolho montado por PJr foi vazado no tempo complementar... Do lado do Sousa o time vinha embalado com duas vitórias diante do Galícia-BA e ainda entrava em campo com a motivação de buscar a vitória para festejar seus 25 anos completados no domingo.

Com a bola em jogo a partida tomou contornos dramáticos, com nervos à flor da pele para ambos os times. Com cada time com sua proposta de jogo, o Sousa buscava a cada lance vazar a meta de Geaze, enquanto que o América se defendia e partia com a bola no contra-ataque. Em um destes poucos lances de ataque do America veio o gol de Danilo Quipapá, aos 22 minutos, aproveitando a falha do goleiro Junior Conceição e escorando de cabeça. Se o América entrou em campo pensando em não tomar gol, o time que já estava recuado após o gol ficou ainda mais fechado na sua defesa, dando espaços para que o Sousa a cada minuto buscasse empatar. Aos 36, o Sousa quase empatou com Camilo, mas a bola desviou, passando perto de uma das traves de Geaze.

Veio o tempo complementar da partida e, com ele, o impeto do Dinossauro foi menos produtivo que no primeiro tempo, dando a impressão que o América iria conseguir sair de Sousa com o objetivo atingido. Ledo engano. Bastaram dois lances de desatenção do até então rígido esquema montado por Paulo Junior que as pretensões esmeraldinas caíram. O empate dos donos da casa saiu aos 24 minutos, com Eduardo Recife conseguiu achar uma boa brecha na defesa alviverde, encontrando Rodrigo Poty sozinho, que mandou para dentro e deixou tudo igual no Marizão. Após o primeiro gol, o Sousa voltou a ter a empolgação do primeiro tempo e, aos 29 minutos, marcou mais um. Manu foi o responsável pelo gol da virada sob o Periquito.


Durante o intervalo dos dois gols até o final da partida vieram as cenas lamentáveis que, para quem acompanha o futebol paraibano, infelizmente é algo normal e rotineiro. Até o final da partida, muita hostilidade por parte dos torcedores do Sousa para com a diretoria e comissão técnica do América. Após o primeiro gol marcado pelo América, os torcedores locais arremessaram garrafas e copos de refrigerantes e cervejas contra os profissionais do América. Agressões gratuitas que ampliaram após os dois gols dos donos da casa, com torcedores invadindo a parte reservada a diretoria e partindo para violência física.

Ao final do jogo, o camarote foi invadido e por pouco Roberto Zaidan - conselheiro do América e representante da FPF - que era o primeiro próximo a entrada, não foi violentado, isso graças a intervenção da Polícia Militar da Paraíba. Se a situação ficou tensa fora de campo, outro festival de barbaridades aconteceu dentro das quatro linhas e, de forma omissa, a arbitragem fez vista grossa. Cotoveladas e falta de fair play por parte dos donos da casa, sem contar que os gandulas da partida faziam questão de sumir com as bolas, a partir dos 30 minutos do tempo complementar. Todo este cenário tanto para o quarto árbitro Emanuel Diniz de Araujo quanto para o delegado Severino Jose de Lemos, ambos da Paraíba, não houve nada de anormal no Marizão, conforme súmula da partida disponível no site da CBF.

Parte da sumula de Sousa-PB 2x1 America: agressões verbais (quase) física foram normais.


Enfim, o resultado só não foi pior porque incrivelmente o Galícia - lanterna do Grupo A7 - venceu por 1x0 aos 47 minutos do segundo tempo o Globo. Com os resultado do fim de semana, o Sousa foi a nove pontos e está agora na segunda colocação no grupo A7. Já o América-PE, com sete pontos, ocupa o terceiro lugar e está fora da zona de classificação. Com a derrota, o Globo permanece líder do grupo, com 10 pontos, mas não garantiu classificação e precisa vencer o Sousa na próxima partida para garantir a classificação e liderança do grupo. Já o América pra garantir a classificação precisa vencer Galícia, em Paulista. Ambas as partidas serão domingo, às 18h.

FICHA TÉCNICA: Sousa 2x1 América-PE

ARBITRAGEM: Eduardo de Santana Nunes (SE); Wendel Augusto Lino de Jesus Melo (SE) e Thiago Emanuel Reis de Albuquerque (SE)

SOUSA-PB: Júnior Conceição, Eduardo Recife, Alenilson, Gilmar e Camilo; Peu, Danilo (Josivan), Manu e Tarcísio; Rafhael Freitas (Lukinhas) e Rodrigo Poti (Luiz Paulo). Técnico: Tazinho.
AMÉRICA-PE: Geaze, Glauber, Rafael, Márcio (Dentinho) e Danilo Quipapá; Janderson, Leo Henrique, Messinho e Fernandinho; Jackson e Branquinho (Iranilson). Técnico: Paulo Júnior.

GOLS:  Sousa: Rodrigo Poti (24’\2º T) e Manu (29’\2º T) | América: Danilo Quipapá (22’\1º T)

AMARELO: Peu  (Sousa); Fernandinho, Messinho, Geaze e Jackson (America)
PUBLICO: 2.029 pagantes | RENDA: R$ 20.600,00


sábado, 9 de julho de 2016

Decisão no sertão paraibano



Sábado é dia de decisão no sertão paraibano. Algo normal, em jogo disputado na Serie D do Campeonato Brasileiro, campeonato que tem quase uma centena de equipes espalhadas pelo país, mas que daqui a alguns dias veremos mais da metade dos participantes dando adeus ao sonho do acesso. Esperamos tanto para começar a Série D, e em menos de duas semanas, 36 equipes se despedirão do campeonato.

E é com este clima em busca da sobrevivência que América e Sousa entrarão no gramado do Marizão. O América vem de derrota em casa que minou a probabilidade de garantir a vaga já neste sabado na Paraíba. E minou porque o América não só deixou de fazer o seu dever de casa como viu o Sousa ganhar sobrevida ao vencer duas vezes o já desclassificado Galícia, tanto em seus domínios, quanto em Jacobina, na Bahia. Estes resultados fizeram com que Sousa e América ficassem separados por um ponto. Então é isso... o Periquito não pode voltar de Sousa derrotado para não depender de resultados de terceiros no próximo fim de semana, quando o América recebe o Galícia e o Sousa visita o Globo, em Ceará-Mirim.

No primeiro compromisso, América bateu o Sousa por 2x1 em casa | Foto: Marcia Wanderley


Para a partida o Sousa vem motivado não apenas pelo fato de chegar a penúltima rodada com chances de classificação, mas também porque no domingo o clube do sertão paraibano fará 25 anos de fundação. Coincidentemente (ou não), domingo também é aniversário da cidade de Sousa. Duas motivações extra e promessa de um bom público. Já o América que durante a semana anunciou dois reforços, só poderá contar com Fernandinho, já que Iranilson não conseguiu sua regularização em tempo hábil. O lateral Da Silva, que se lesionou na véspera da partida contra o Globo-RN ainda é dúvida.

O América viajou na quinta a noite para Sousa e chegou na manhã desta ultima sexta. Depois de um breve descanso, o time esmeraldino fez seu ultimo na cidade de Cajazeiras a tarde, no Perpetão. Vamos ficar na torcida pra que o Campeão do Centenário volte a Pernambuco ainda invicto fora de casa. A partida será neste sábado (09), às 16 horas.

Delegação esmeraldina fez seu ultimo treino em Cajazeiras, no Perpetão | Foto: Tercio Trindade

quinta-feira, 7 de julho de 2016

Reforços para as laterais

Iranilson e Fernandinhho estão aptos para a partida contra o Sousa | Fotos: Tercio Trindade/ Manoel Neto

O América tem pela frente uma decisão diante do Sousa. Após a derrota em casa por 2x1 diante do Globo, o time comandado pelo técnico Paulo Junior viu time da Paraíba encostar no Periquito, após duas vitórias consecutivas diante do Galícia, lanterna do grupo A7. Na 2ª colocação do Grupo A7, com sete pontos conquistados em quatro jogos disputados, o Alviverde da Estrada do Arraial anunciou, nessa semana dois novos reforços para o andamento da Série D. Ambas para reforçar as laterais.

Trata-se do lateral esquerdo Fernandinho, 25 anos, e do lateral-direito Iranilson, 23 anos. Fernandinho que também atua como meia já vinha treinando no elenco há uma semana e agora encontra-se regularizado. O atleta, que foi revelado pelo Náutico já teve passagens pelo Red Bull, Belo Jardim e estava a três temporadas Portimonense de Portugal.

Outro que chega para somar no Campeão do Centenário é o lateral direito Iranilson. Formado nas categorias de base do Santa Cruz, o jogadore de 23 anos e teve passagens pelo Pesqueira e Araripina. O jogador chega para ser mais uma opção na lateral-direita do técnico Paulo Júnior. Ambos os atletas já estão à disposição de Paulo Junior e podendo ser opções para a partida deste sábado (09), contra o Souza, às 16h, no Estádio Marizão, na Paraíba. 

terça-feira, 5 de julho de 2016

Trio de arbitragem sergipano para Sousa-PB x America


Sábado o América volta a campo pela Série D do Campeonato Brasileiro. Pela quinta rodada na primeira fase, o Alviverde da Estrada do Arraial tem uma importante decisão frente ao Sousa, na Paraíba. E a CBF divulgou nesta segunda-feira (04) o quarteto de arbitragem para este duelo entre alviverdes que marca também um confronto direto em busca de uma das vagas para segunda fase do campeonato nacional. 

Para esta partida um trio de árbitros sergipano. Eduardo de Santana Nunes (CBF-1) será o dono do apito, contando nas laterais do campo com os auxiliares Wendel Augusto (CBF-2) e Thiago Emanuel Reis (CBF-3). A partida também contará com o arbitro reserva Emanuel Diniz de Araujo (CBF-2), da Paraíba.

A partir desta quinta rodada a CBF resolveu mudar a estratégia, voltando a escalar arbitragem completa de estado neutro. Até a quarta rodada apenas o árbitro era de fora do estado, enquanto que seus assistentes e quarto árbitro eram da federação local. Já a partir da rodada deste fim de semana apenas o árbitro reserva será local.

A partida entre Sousa-PB x América será realizada no próximo sábado (09), no estádio Marizão, em Sousa, às 16h. 

Juniores estreia no estadual com derrota



O América fez sua estreia neste ultimo sábado, pelo Campeonato Pernambucano Sub-20. Atual vice-campeão da categoria, o Alviverde da Estrada do Arraial visitou a equipe do Santa Cruz e acabou saindo derrotado pelo placar de 1x0, gol que saiu no segundo tempo, após a expulsão do zagueiro Miranda, no inicio do tempo complementar.

Apesar da derrota, o time do América que voltou a ser comandado pelo técnico Valter Mendes demonstrou unidade e entrosamento. O ponto negativo da partida infelizmente foi a arbitragem, com a dupla de assistentes da árbitra Ana Karina muito mal no jogo, invertendo várias cobranças de lateral e sem qualquer poder de decisão.

Próximo compromisso do Periquito no estadual de juniores será apenas no dia 16 de julho, em Paulista. Com o grupo C formado apenas por América, Belo Jardim e Santa Cruz, o Mequinha folga neste próximo final de semana e só volta a campo pela terceira rodada na primeira fase, recebendo o Belo Jardim, às 15 horas, no Estádio Ademir Cunha, em Paulista.

FICHA TÉCNICA: Santa Cruz 1x0 América

SANTA CRUZ: Lucas; Stoitchkov Ortega (João Victor), Lucas Francisco (Pablo), Tawhan e Eduardo; Matheus, Cleber (Pequeno), Leo (Danilo) e Matheus Papel (Gabriel); Vitinho (Thiago) e Robinho (Ailton) | Técnico: Douglas Rodrigues

AMERICA: Ruan; Neguinho (Will), Gabriel, Miranda e Weslley (Alessandro); Romulo Pompilio, Breno (Zinho), Carlos (Nilton) e Rey (Vandio); Juninho Caetano (Romulo) e Michael (Gustavo) | Técnico: Valter Mendes

AMARELOS: Miranda (América); Stoitchkov Ortega, Eduardo, Lucas e Gabriel (Santa Cruz)
VERMELHO: Miranda (America)
GOLS: Robinho (11"2T) - Santa Cruz

segunda-feira, 4 de julho de 2016

América cai diante do Globo

No segundo confronto entre os dois primeiros colocados do grupo A7 o equilíbrio foi quebrado. E com ele uma invencibilidade Alviverde no Cunhão.

O Globo não tomou conhecimento do América e se comportou como o mandante. Dominou os primeiros minutos e partiu para o ataque em uma pressão intensa. Conquistando todas as segundas bolas e não dando espaço na marcação e para o contra ataque, o time do Rio Grande do Norte foi imensamente superior no começo da partida. O Globo criou pelo menos duas jogadas claras de gol antes dos 10 primeiros minutos e aos 13' abriu o marcador. Depois disso, o ímpeto da águia diminuiu e o time sentiu fisicamente os efeitos da pressão. O América aproveitou para tentar se coordenar e passou a equilibrar as ações. Com o Globo dando um pouco mais de espaço, o Alviverde se lançou ao ataque. Mas eram nas bolas paradas que o América levava mais perigo. Em uma delas, aos 18', Márcio carimbou o travessão numa linda cobrança e o rebote foi desperdiçado em seguida. O primeiro tempo acabou com um jogo equilibrado, mas muito aberto.


No segundo tempo, Paulo Jr. lançou mão de Gláuber e colocou Dentinho a fim de deixar o time mais ofensivo. Infelizmente dentro de campo o time demorou para se ajustar taticamente e de repente o setor esquerdo da defesa se transformou numa verdadeira avenida. E após uma sucessão de três ataques fulminantes pelo mesmo lado o Globo chegou ao seu segundo gol. O gol foi um banho de água fria para a torcida que se animou com o início da reação no fim da etapa anterior. Mas em campo o time não se abalou e o posicionamento foi sendo corrigido aos poucos e com as substituições. Não muito objetivamente, o América foi chegando aumentando o poder ofensivo. Aos vinte minutos depois de um pênalti surgido de uma jogada na área adversária, Janderson converteu o gol ensejando uma reação mais contundente. Mas com um ataque não efetivo e um meio campo pouco criativo, o América não chegou ao empate, não obstante a vontade demonstrada em campo. Fim de jogo e os visitantes venceram por 2 a 1.

Time do América que começou a partida

Os erros que originaram o gol foram claros. O primeiro do setor defensivo ao afastar para a frente da área uma bola cruzada. O segundo de erro de posicionamento após uma tentativa de deixar o time mais ofensivo, o que acarretou uma zaga mais exposta contra um time organizado, rápido, habilidoso e eficiente.

Com o resultado do outro jogo do grupo, o sinal de alerta ligou, pois agora a distância do América para o Sousa é de apenas um ponto. Mas nada de desespero. O América ainda está no bloco dos segundos melhores colocados e depende dele mesmo para chegar à classificação. Agora, é esperar até sábado para tentar o melhor destino.

FICHA TÉCNICA: América 1x2 Globo-RN

AMERICA: Geaze; Wellington Popila (Danilo Quipapá), Rafael, Marcio e João Victor (Ewerton Bala); Leo Henrique, Glauber (Dentinho), Janderson e Messinho; Branquinho e Jackson | Técnico: Paulo Junior

GLOBO: Rafael; Angelo, Negreti, Jamerson e Renatinho; Niander, Leomir, Pablo (Geovane) e Tiago Lima; Vavá (Luiz Fernando) e Romarinho (Renato) | Técnico: Luizinho Lopes

AMARELOS: Leo Henrique, Marcio e Jackson (America) | Romarinho, Negreti, Jamerson, Leomir e Rafael (Globo)
GOLS: Janderson (19"2T) -  América | Pablo (13"1T) e Romarinho (1"2T) - Globo

sábado, 2 de julho de 2016

Mais uma decisão pela liderança na série D





Mais um confronto entre América e Globo-RN pelo grupo A7 da série D. Mais uma decisão valendo a liderança... e o mesmo retrospecto do último jogo: equilíbrio total.

Neste domingo é o Globo-RN quem vai fazer as vezes de visitante. No último jogo os dois times se enfrentaram como líderes e com números indicando um equilíbrio consistente, exceto pelo saldo de gols, onde o Globo leva vantagem e encontra a sua liderança isolada. O equilíbrio acabou se refletindo no resultado da partida relatada pelo Blog do Mequinha. No entanto, há quem defenda que o favoritismo do Globo-RN foi alterado pelas condições do gramado após as fortes chuvas que assolaram a região de Ceará-Mirim. O tira-teima pode vir neste domingo.

Mesmo jogando em casa o América ainda pode ser considerado como não favorito à vitória. Isso por que pela lógica do futebol o time que tem um investimento e  infraestrutura como a dos adversários potiguares sempre será considerado favorito. Mas o América vem demonstrando dentro de campo que o compromisso e talento do jovem grupo aliado com a qualidade de jogadores experientes como Branquinho, Janderson e Léo Henrique podem fazer muita diferença. É o que tem acontecido e é com o que a torcida Alviverde conta neste domingo.

Paulo Jr. não terá dificuldades para montar a equipe e deverá repetir a escalação dos últimos jogos. O mesmo serve para o Globo-RN. Assim, a novidade dentro de campo dependerá do que cada treinador tem na manga como esquema. É claro que jogando em casa Paulo Jr. saberá usar a vantagem do mando para conseguir um resultado positivo. Por outro lado o Globo vem com tudo para tentar reverter os pontos perdidos no último jogo.

Bem, se o último jogo era encarado por todos como uma decisão imaginem agora. Pé no chão e muita esperança é o que temos que ter neste domingo. E principalmente, a torcida tem que chegar junto.