sexta-feira, 17 de junho de 2016

Domingo é dia de Cunhão



Nesse caso não necessariamente é o bom filho que retorna à casa, mas a casa que retorna ao bom filho. E o América tem sido um filho muito generoso para o Ademir Cunha. Algo que não cansamos de dizer.

Foi o América que tirou do ostracismo uma das maiores e melhores praças esportivas da Região Metropolitana Recifense e fez jogos pela elite do estadual voltarem a ser sediados no estádio do Paulista trazendo grandes públicos, movimentando a economia local. Como consequência do esforço feito em 2010 e 2011, o Ademir Cunha sediou partidas da série B nacional e deu uma visibilidade imensa à cidade paulistense.

E o América também saiu beneficiado nessa relação que já tem bastante história para contar. Tivemos grandes e inesquecíveis momentos no Ademir Cunha até que em 2014 a porta se fechou para o Alviverde, que já era quase da Rua Santo Antônio. Em 2016 pelo campeonato pernambucano o América voltou novamente para o Cunhão.

Mais um momento célebre. No dia 24 de janeiro deste ano, um pouco mais de 300 Americanos foram testemunhas de um momento histórico: um gol de Gláuber, saído de nossas bases, praticamente deu a vaga ao América para o campeonato brasileiro da série D 2016. Quinze anos depois iríamos novamente disputar um campeonato brasileiro depois de um campanha invicta no Cunhão. Porém, em mais um triste capítulo dessa história, a porta novamente se fechou. Pressionada por outras agremiações a FPF decidiu interditar o estádio nas vésperas de uma partida importante da segunda fase do campeonato pernambucano 2016. 

Mas alguns males vem para o bem. Conseguimos o apoio da entidade estadual de futebol, da prefeitura do Paulista e juntamos ao esforço da diretoria para deixar o Cunhão impecável para o brasileirão: gramado novo e arquibancadas pintadas de verde e branco! Temos um lugar para chamar de casa.

E nesse domingo novas páginas dessa saga começam a ser escritas. O torcedor tem que participar dessa história, comparecer, prestigiar e apoiar o América que está em grande momento. Podemos nos isolar na liderança e dar um passo significativo para avançar de fase nesse campeonato brasileiro. Não é hora de se esconder. Temos que mostrar que no nosso Cunhão quem manda somos nós.


0 comentários:

Postar um comentário