sábado, 11 de junho de 2016

Entrando em campo para a história



Finalmente chegou a hora de reestrear em um campeonato brasileiro. Foram 25 anos desde a última participação e amanhã um esforço que começou em 2010 e vem sendo mantido à duras penas por muitas pessoas vai se concretizar quando Geaze, Juan, Danilo, Rafael, Márcio, João Victor, Janderson, Gláuber, Messinho, Silas, Jackson, Branquinho, Miranda, Caio Bahia, Dentinho, Rei e Rômulo, conduzidos por Paulo Jr., representarem o América na bela cidade de Jacobina, à piemont da Chapada Diamantina.

Para muitos e para aquele espaço onde circula o que "realmente importa", o feito do América amanhã pode não ser considerado nada demais. Mas quem fez o clube nos últimos anos e sobretudo agora às vespéras, sabe o significado que tem o time entrar em campo.

Nosso adversário e anfitrião, dignatário de uma história tão bela e romântica quanto a nossa, enfrenta a mesma luta para se reerguer, com tantas dificuldades e similaridades que mostra o nível profundo de coincidências que este futebol possui. No entanto, começou a preparação antes do América e parece ter tido menos percalços antes da estreia na série D. Assim como o América, esse ano teve uma excelente participação no campeonato baiano.

E o que podemos esperar do nosso América? Paulo Jr. teve apenas uma semana para colocar o time nos eixos. Recebeu alguns reforços já conhecidos da torcida Alviverde (Janderson e Branquinho), que poderão estar em campo, mas tem à sua disposição, essencialmente, jogadores da base. Muitos que não tem deixado à desejar nos serviços prestados ao América como Márcio e Gláuber. Esse último, aliás, autor do gol da vitória que carimbou nosso passaporte para viver esse momento tão especial.

Esse ano foi um ano de surpresas positivas, começamos o campeonato pernambucano com muitas dificuldades e chegamos mais longe que pensado por muita gente. Talvez esse brasileirão seja o momento de aproveitar e curtir, mas sem perder aquela esperança que nos move na teimosia de continuar existindo.

0 comentários:

Postar um comentário