segunda-feira, 13 de junho de 2016

Estreia gloriosa

América inicia o desafio da Série D com vitória fora de casa | Foto: Airton Tourinho

Foi muito melhor do que a maioria dos Americanos poderia imaginar. América fez uma viagem tortuosa, jogou contra o tradicional Galícia pela estreia de um nacional encerrando um jejum de 25 nos e trouxe de volta uma vitória relativamente tranquila e três pontos.

E no primeiro tempo o América começou relativamente melhor. Com mais posse de bola, Branquinho fez a primeira jogada que deu a Jackson chance de marcar. Mas o melhor lance da etapa veio dos pés de Márcio. O zagueiro da nossa base vem se especializando nas cobranças de falta e numa dessas disparou um torpedo que beijou o travessão adversário, a bola bateu em cima da linha e no rebote Jackson não aproveitou a chance. Esse lance ocorreu aos 20 minutos. Daí em diante, o Galícia se organizou e passou a jogar melhor. Os granadeiros tiveram pelo menos duas oportunidades que foram interceptadas por Geaze. Os dois times fizeram substituições ainda no primeiro tempo, e com os donos da casa dominando mais a posse a primeira etapa findou.

O segundo tempo começou fulminante. Branquinho aproveitou o pênalti marcado pelo árbitro, após um carrinho dentro da área, e abriu o marcador aos quatro minutos. Gol histórico. O primeiro do América no certame e o primeiro dos três times pernambucanos. E para batizar a estreia da melhor maneira. Não demorou muito e novamente Branquinho marcou aos nove minutos, após uma jogada de contra ataque em que foi servido por Messinho. Para complicar a situação dos donos da casa, Mota foi expulso aos 13 minutos. Mas o Galícia cresceu no jogo e pressionou o América pelo empate. A zaga Alviverde se segurou contando também com boas intervenções de Geaze e o jogo chegou ao fim com uma épica vitória Americana.

Diante de tudo que aconteceu nas últimas semanas esse resultado foi impressionante. Temos o que agradecer aos jogadores que entraram em campo, à diretoria que nos bastidores criou as condições para o time jogar e à comissão técnica que enfrentou o desafio mesmo diante de tantas dificuldades. E Branquinho não pode passar em branco! Grande partida desse que já pode ser chamado de ídolo Alviverde. Mais uma vez ele prova que sabe enfrentar grandes desafios e tem personalidade para assumir a responsabilidade. E vamos e convenhamos, a camisa Alviverde faz muito bem a ele. Com os seus dois gols, Branquinho colocou o América na liderança do A7 junto com o Globo, que venceu o Sousa no Marizão por 2 a 0. Mas não podemos deixar de citar o nome de Messinho, um dos recém contratados para a competição. Teve papel fundamental nos lances que levaram aos gols.

Defesa sólida com Geaze, Marcio e Rafael. Seguros na cozinha alviverde. | Foto: Airton Tourinho

Agora é hora de fazer a nossa parte. A torcida tem que aparecer no domingo para prestigiar o América. Jogaremos contra o Sousa, no Ademir Cunha. Vencemos bem e o Sousa vem de derrota. Mas o nosso time tem muito a melhorar e não podemos achar que a derrota do Sousa significa fraqueza do adversário. Mas o América já nos encheu de esperança. Essa que é verde e com as quais nos vestimos todos os dias.




0 comentários:

Postar um comentário