terça-feira, 27 de dezembro de 2016

Ademir Cunha passará por (nova) reforma



Passaram pouco mais de cinco meses do ultimo jogo do America pelo Campeonato Brasileiro da Série D, quando o América foi derrotado por 2x0 para a equipe do Altos, em Teresina, no dia 31 de julho. Uma semana antes, o America fazia sua ultima partida em casa, no dia 24, saindo derrotado por 2x1 diante de seu torcedor. E depois de uma grande reforma realizada no Estádio Ademir Cunha, recuperando o gramado e a arquibancada do estádio municipal do Paulista, o Periquito retorna a Ademir Cunha vendo as condições do estádio bem diferente do que havia deixado. 

Durante este hiato do Campeão do Centenário longe das competições, ocorreram dezenas de jogos de várias equipes e jogos amistosos ou festivos sob a anuência da Federação Pernambucana de Futebol, que embora tenha participado da reforma realizada no primeiro semestre, não se preocupou em manter os cuidados mínimos com a praça esportiva com a realização destes jogos. De julho pra cá foram realizados partidas campeonatos de categorias de base, da segunda divisão do campeonato pernambucano e várias outras partidas, sem qualquer zelo com o que foi realizado para que o Ademir Cunha voltasse a ser uma praça esportiva com condições para realizar grandes jogos.

Acima Ademir Cunha em sua última partida dá Série D . Abaixo, atual estado | Fotos: Washington Vaz/Blog do Mequinha

Em suma, os quase quatro meses com portões fechados e que prejudicaram o América na segunda fase do Pernambucano foram em vão, pois o estádio está igual ou pior o que foi reclamado por parte da imprensa e que fez com que após o América jogasse em campo neutro após a terceira rodada da segunda fase. Pra quem vê de fora, até parece que não existiu reforma em 2016.

Com o gramado seco e com as arquibancadas e o fosso com mato e lodo, o América iniciou nesta terça-feira a recuperação do estádio, iniciando pela limpeza das arquibancadas e no reparo estético da pintura. Na quarta-feira será realizada a limpeza do fosso e, durante o restante da semana, será realizada a adubagem e a troca de pelo menos 100 metros quadrados de tapete de grama esmeralda.

O América fará sua estréia em casa dia 8 de janeiro, diante do Central, em partida válida pela segunda rodada na primeira fase do Campeonato Pernambucano. Até lá serão duas semanas de trabalho intensivo para deixar o Estádio Ademir Cunha com condições mínimas para atender as exigências da Federação Pernambucana de Futebol.





2 comentários:

  1. Só o américa cuida desse estadio?! cadê a prefeitura de paulista?! se ano que vem estiver na mesma situação o américa vai ter que jogar em outro estadio(na minha opinião), o time já tem recursos financeiros curtos e agora tem que fazer reforma acada 4 meses no estadio.

    ResponderExcluir
  2. salve AMERICA CAMPEAO DO CENTENARIO E TENHO UMA IDEIA PORQUE A CIDADE DE PAULISTA NAO ADOTA DEFINITIVAMENTE O VERDAO TANDO O ARRENDAMENTO ELE VEM REPRESENTANDO BEM A CIDADE PARA TORCEDOR DE PAULISTA O AMERICA E PAULISTA SOBRE VENDAS DAS CAMISAS JA ALGUM TEMPO QUE IMPERIO VERDE VEM AJUDANDO E DIFULGANDO O NOSSO VERDAO QUE TAL ENTAO A IMPERIO FAZER CAMISAS PROMOCIONAIS PARA VENDA FAZER UMA PARCERIA OUTRA DICA E FORMA UMA PARCERIA COM PERNANBUCO RETRO QUANDO AO PLANTEL PODERIAMOS TRABALHA TAMBEM COM JOVENS VALORES DE OUTRA CIDADE COMO JABOATAO, PAULISTA PARZERES JORDAO UM FORTE ABRAÇO TORCEDOR APAXONADO PELO VERDAO CONFIO QUE VAMOS FAZER BONITO EM 2017

    ResponderExcluir