segunda-feira, 9 de janeiro de 2017

Mais uma derrota no certame



Domingão foi dia de jogo do Periquito. E quem queria acompanhar o Mecasso no Ademir Cunha, acabou tendo que se contentar por assistir pela internet ou ouvir através do radio. Estádio pintado de verde, gramado longe do ideal e sem a sua torcida, o América novamente desapontou e saiu derrotado de campo, desta vez, diante do Central Caruaru, que nada tem a ver com nossas limitações e sapecou em Paulista três gols na meta alviverde.

Verdade seja dita, o time mostrou uma certa evolução se comparado com a péssima partida realizada na estreia, mas ainda sim, ficou bem abaixo do esperado. Apesar da defesa apresentar uma atenção maior e o meio de campo mais compacto, o grande volume de jogo demonstrado no primeiro tempo de partida não resultou lá em grandes oportunidades para abrir o placar. 

Chance mesmo das boas, só com Jonatas Rei, que entrou no segundo tempo e perdeu um gol incrível. E a bola puniu. O Central que fazia a sua estréia no certame conseguiu achar três gols na meta do arqueiro esmeraldino, duas vezes com Lessa aos 18 e 32 minutos da etapa complementar. Faquinha, com seus quase dois metros de altura, conseguiu criar alguma esperança do empate aos 43 minutos, mas logo em seguida, de falta, Altemar colocou mais água no chope do Periquito e de quebra, deixou a lanterna com o América.

Com uma primeira fase de tiro curtíssimo, o América agora tem quatro rodadas para continuar sonhando com o Hexagonal do Título. Algo complicado, mas não impossível. Sorte a do Periquito que nesta terceira rodada que será realizada na quarta-feira o time folga e só voltará a campo no domingo (11), às 16h, no estádio Paulo Petribu, na cidade de Carpina, pra enfrentar o Atlético. Zezinho vai ter que mostrar serviço, ou a situação do Periquito ser de tempestade na Estrada do Arraial.

0 comentários:

Postar um comentário