domingo, 15 de janeiro de 2017

O pulso ainda pulsa




Vencer é bom demais! E em um campeonato tiro curto como este Pernambuquinho, cada jogo é uma decisão. Vida de time intermediário não é fácil em Pernambuco. Em um campeonato maravilhoso como é este Campeonato Pernambucano, onde o Trio da Capital é imune de rebaixamento, os pobres clubes como o América se digladiam em seis pelejas para definir a sobrevivência para a temporada 2018 e ainda fazer um pé de meia para o prosseguimento da temporada 2017. No caso do Periquito, fazer umas economias para sua segunda participação na Série D e até mesmo no Pernambucano SUB-20. Não é fácil pro Mequinha e tudo se torna mais difícil quando meia duzia de americanos tenta fazer o impossível. Isso é a essência do América.

Só a vitória interessava ao América. Era tarde de estréia de Toninho Cobra, técnico paulista e que vinha com a dura missão de colocar novamente o Periquito nos trilhos. Não tinha outro resultado a não ser a vitória. E parece que o time entendeu bem a missão que teria no Paulo Petribu, pois aos dois minutos de jogo o time achou um gol. Em cobrança de escanteio, a bola encontrou o grandalhão Fabio Faquinha. O cara que é bom da cabeça apenas escorou a bola e correu pro abraço. Tava bom demais pra ser verdade! Gol do alviverde logo no primeiro ataque do jogo!

Outro esmeraldino que veio com a sorte brilhando pro seu lado foi o goleiro Waldson. Por volta dos 20 minutos de jogo o o arqueiro alviverde que sofreu com as criticas e a desconfiança da torcida após o terceiro gol do Central se redimiu contra o Atlético. O goleiro esmeraldino se esticou todo e tirou da jogada uma bola do atacante Edmilson, que parecia ter destino certo. Não bastou apenas este lance e lá esteve novamente Waldson defendendo um pênalti aos 42 minutos de jogo. Cheio de marra e muito migué, o meia Allan do Atlético chutou, mas a bola encontrou o goleiro do Mequinha. A sorte estava com o Mequinha neste domingo, que fechou o primeiro tempo com vitória parcial de 1x0 no Paulo Petribu.

No tempo complementar mais emoção esperava pelo América. Querendo buscar o empate, o o Atlético partiu com vontade pra cima do Periquito. E aos dois minutos do segundo tempo, o zagueiro Vinicius foi expulso com cartão vermelho direto. Mas o que parecia que seria uma chance para o Atlético ganhar mais espaços, o jogo tomou outro caminho. Logo após a expulsão Toninho Cobra não demorou muito e tirou o atacante Índio que fez a sua estreia na partida para dar lugar ao zagueiro Alemão. E mesmo com um atleta a menos em campo era o América que tinha mais posse de bola e criava a todo instante a chance de marcar o segundo gol na partida. O problema na vida do América que "quase gol" não é gol e, assim como no primeiro tempo, o Atlético teve novamente a oportunidade de buscar o empate em nova cobrança de pênalti. Mas a tarde era do América. E quem acredita em sorte, pode dizer também que a sorte estava com o time da Estrada do Arraial. Nova penalidade a favor do Atlético e que foi desperdiçada, arremessando a bola pra fora do gol de Waldson.

Se o Atlético não foi competente em empatar a partida com dois pênaltis a seu favor, o sistema ofensivo do América surpreendente na tarde deste domingo. E o caixão do Atlético foi fechado aos 39 minutos, quando Wallacy ganhou a disputa de uma bola na altura do meio de campo e, em contra-ataque veloz acreditou na jogada e cruzou para para Danyel. O volante esmeraldino atento na jogada e viu Fábio Faquinha em condição favorável e com inteligência, lançou para o artilheiro do Campeão do Centenário fazer o segundo gol na partida e o terceiro gol no estadual. Era o gol da vitória do Alviverde da Estrada do Arraial e os primeiros três pontos no certame!

Euforia a parte, agora é hora de pensar na próxima decisão do América neste Campeonato Pernambucano. O Periquito segue vivo em busca da classificação para segunda fase e tem pela frente o Salgueiro, quarta-feira, às 20h no Estádio Ademir Cunha, em Paulista, pela quinta rodada. Páreo duro onde o Periquito de Toninho Cobra terá que fazer ainda mais para passar pelo até aqui, invicto Carcará.

Um comentário:

  1. Estamos vivos na competição! Pra mim o jogo contra o Salgueiro a decisão do ano para os Americanos

    ResponderExcluir