segunda-feira, 26 de junho de 2017

AMÉRICA 1X1 GUARANI DE JUAZEIRO/CE: O EMPATE DA DESPEDIDA

O América entrou em campo neste domingo contra o Guarani de Juazeiro do Norte/CE no Estádio Ademir Cunha em Paulista pensando na classificação à segunda fase do Campeonato Brasileiro da Série D. A situação esmeraldina era difícil, mas, não impossível. Além de vencer o time cearense, o América tinha que torcer para que houvesse vencedor no confronto Globo/RN x Parnahyba/PI e ainda superar o perdedor deste confronto no saldo de gols, portanto, seria necessário golear.
Equipes perfiladas para a execução do hino nacional
            O jogo começou às 18h sob a arbitragem de Leandro Cunha de Oliveira da federação de Tocantins e o Guarani, que precisava de um milagre para se classificar, deixou claro desde o início que jogaria sério. A primeira boa chance de gol do jogo foi rubro-negra aos 4 minutos e a bola passou por cima das traves do goleiro Rubens. Um minuto depois, o América deu a resposta através de um chute forte do meia Gláuber, mas, a bola passou à esquerda do goleiro do time sertanejo.
            Precisando do resultado, o time da Estrada do Arraial partiu para cima e aos 21 minutos, o colombiano Miguel Moreno cruzou pela direita e Flávio Caça-Rato, de carrinho, chegou atrasado perdendo um gol incrível. Aos 32 minutos foi a vez do meia Índio chutar com perigo à direita do goleiro leonino. Miguel Moreno cobrou falta aos 40 minutos e após rebote da defesa cearense, o lateral Joshua bateu por cima do gol. A insistência deu resultado aos 46 minutos, quando o meia Índio atacou pela esquerda e de longa distância acertou o canto superior esquerdo do goleiro adversário e abriu o marcador para o alviverde. América 1x0 Guarani.
América x Guarani de Juazeiro pela Série D 2017
            O segundo tempo começou com ambas as equipes acesas, mas, sem lances de exacerbado perigo de gol. Em Ceará-Mirim/RN, o Globo estava vencendo o Parnahyba por 2x0, o que levava o América a ter que fazer mais três gols para avançar. Aos 12 minutos, o colombiano Miguel Moreno saiu e deu lugar ao atleta Rômulo. O Guarani de Juazeiro melhorou na partida e aos 23 minutos, depois de uma falta bem cobrada, acertou a trave do goleiro americano, assustando a torcida alviverde. O treinador Emílio Cugnier optou por sacar o meia Thomas e colocar em campo o atleta Mateus. O Guarani jogava bem, porém, aos 36 minutos o lateral Joshua do América perdeu grande chance ao bater por cima das traves adversárias. As chances de classificação foram por água a baixo quando aos 38 minutos, o atleta Leílson marcou o gol de empate dos sertanejos. América 1x1 Guarani. Aos 41 minutos, o jogador alviverde Wallacy saiu para dar lugar ao meia Danyel. O último lance de gol do jogo saiu dos pés do jogador Tiago Bagagem, contudo, a pelota saiu à direita da meta.
Poderíamos ter ido mais longe
            O resultado eliminou o América da Série D, que terminou em 3° lugar no grupo com 7 pontos ganhos e à frente do Guarani de Juazeiro do Norte, que também deu adeus à competição. No geral, o América ficou em 46° lugar entre 68 participantes. Fica a ideia de que todos que fizeram parte desta campanha deram o seu máximo e que a desclassificação veio por detalhes que são inerentes ao jogo de futebol. Como verde é a cor da esperança, nasce agora a esperança de uma boa participação no Campeonato Pernambucano de 2018.

            O América teve a seguinte escalação: Rubens; Joshua, Algodão, Junior Gaúcho e Wallacy (Daniel); Gláuber, Thomas (Mateus), Índio e Tiago Bagagem; Flávio Caça-Rato e Miguel Moreno (Rômulo). Treinador: Emílio Cugnier.

2 comentários:

  1. parabenizar a toda diretoria do mais querido embora que o projeto inicial vou modificado esse plantel tem um grande futuro espero rever esse grupo em 2018 obrigado diretoria em tempo , projeto ademir cunha , a abertura da sede do glorioso , e a volta de seu socio para sair de 15 para muita mais, e venda de camisas para o campeonato de 2018 seja feita na sede do clube um forte saudaçoes alviverde viva o america o campeao do centenario

    ResponderExcluir
  2. Faltou aquele empatezinho fora de casa, pra chegarmos em melhores condições nessa última partida. Precisar golear é complicado pra um time com média de 1 gol por jogo

    Mas analisando friamente, acho que o grupo do América esse ano foi mais difícil e equilibrado que no ano passado

    .
    .

    ResponderExcluir