sábado, 12 de maio de 2018

Um novo começo

Logo mais a equipe sub-17 do América entrará em campo pela primeira rodada do Campeonato Pernambucano da categoria. Participação esta possível com ajuda proporcionada pela parceria do clube esmeraldino com entidades que seguem acreditando no desenvolvimento social de jovens atletas por meio do esporte a exemplo da ong De Peito Aberto, do canal SporTV e da Universidade de Pernambuco. Por meio deste projeto Willian de Almeida conseguiu destacar durante a visita do coordenador técnico da base do Orlando City, Mike Potempa, e com isso foi selecionado para passar um mês de atividades no Estados Unidos.

Ao longo de toda sua história o América mantem tradição nos predicamentos de formação incluindo títulos no infanto-juvenil, juniores e aspirantes. Nos últimos anos a equipe do sub-20 soma dois vice-campeonatos estaduais além de participações na Copa São Paulo de Juniores mostrando que conhecem bem o caminho do sucesso mesmo tamanhas adversidades que encontram pelo caminho, esbarrando muitas vezes na falta de verbas e patrocínios que ajudem custear as despesas das equipes não só durante as competições, mas na manutenção dos atletas, comissão técnica e local do treinamento também.

O América hoje é uma instituição que briga como pode para se manter vivo não conta com grandes receitas ou visibilidade, quase sempre segue esquecido pelos meios de comunicação do estado de Pernambuco mesmo algumas vezes realizando boas campanhas ou colhendo algum fruto do trabalho. Um bom exemplo foi o caso do atacante Caxito, artilheiro do Campeonato Pernambucano 2018 com a camisa alviverde, algo que não acontecia há 66 anos desde a edição de 1952 com Hamilton, entretanto, para a grande mídia é como se o Campeão do Centenário não existisse ou fosse irrelevante.

Mas, a trajetória americana revela ser o contrário, o Periquito Recifense segue seus passos e encontrou nas redes sociais uma forma de expor as notícias  já que dificilmente outros falam e quando falam preferem apontar situações que depreciam a imagem. Hoje o América precisa de todos aqueles dispostos ajudar seja colaborando com as compras das camisa na Loja do Mequinha, seja mantendo a memória presente ou indo ao campo e o início desta caminhada no sub-17 diante o Santa Cruz às 15h (entrada franca) reforça tal sentimento que o clube espera conservar: esperança.

Um comentário:

  1. A história do América é incrível. Acredito que mesmo em meio às dificuldades de hoje, estamos perto de voltar aos tempos de glórias de ontem.

    A artilharia do campeonato é um sinal de como as coisas estão mudando.

    ResponderExcluir